História Para Sempre - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias La Casa de Papel
Tags La Casa De Papel
Visualizações 100
Palavras 910
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minha primeira oneshot sobre esse casalzão eu espero que gostem e comentem o que acharam.Enfim,boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Para Sempre - Capítulo 1 - Capítulo Único


Palawan-Filipinas

Ali sentado na areia da praia olhando para o infinito mar azul cristalino a sua frente,Sérgio chorava.Havia se passado 3 anos desde o assalto.Tudo deu certo para os outros mas para Sérgio,havia sido um fracasso.Assim que deixara o Hangar aquele dia,sabia que poderia voltar a ver sua amada Raquel pois,ele sempre tão inteligente,deixara tudo certo para que ela o encontrasse.Mas com o passar do tempo,Sérgio foi perdendo as esperanças.Ela podia não ter visto os postais ou simplesmente viu e não quis ir até ele pois,em apenas 5 dias havia virado o maior filho da puta que ela ja conhecera.Ele a acompanhava pela tv e sabia notícias pelo seu homem de confiança que contratara para saber como Raquel estava.O Professor sentia-se vazio e incompleto.Concerteza havia feito papel de trouxa ao se entregar tanto a uma paixão estava praticamente,amando por dois.Foi tirado de seus pensamentos pelo toque de seu celular.Enxugou as lágrimas e atendeu

-Professor-o sérvio de voz grave disse

-O que houve?-respondeu o Professor em tom de preocupação

-A Raquel Murillo,esta indo para Palawan

O coração de Sérgio parou.Ele mexeu nos óculos fazendo seu famoso tic.Não conseguia acreditar no que acabara de escutar

-Professor,esta aí?

-Você tem certeza disso Darko?-respondeu com sua respiração ofegante

-Total certeza.Chequei os passageiros que tem destino para Palawan e Raquel Murillo está entre eles

-Obrigado Darko

-Denada,fique bem Professor-a ligação foi encerrada

Sérgio abriu um largo sorriso.Ainda não podia acreditar que depois de tanto tempo,ela viria.Sim ela estava vindo.O Professor se levantou num salto e caminhou em direção a sua casa sem tirar o sorriso do rosto.Entrou no banheiro e foi tomar banho.

[...]

Madri-Espanha

Raquel estava sentada em sua cama com um pote de sorvete vendo um filme qualquer que passava na tv.Nesses 3 anos havia conquistado muita coisa.Alberto havia sido preso por agressão a sua irmã Marta e a guarda definitiva de Paula agora era dela também.Mas assim como havia conquistado muita coisa também havia perdido seu emprego na polícia e sua mãe que morreu depois de um ataque cardíaco.Em matéria de amor,Raquel havia tentado se apaixonar denovo,mas seu coração tinha dono:Sérgio Marquina.O homem que em apenas 5 dias derrubou uma a uma as fraquezas da ex-inspetora e virou sua vida de cabeça para baixo.Ela até tentou manter um relacionamento com outras pessoas mas seus pensamentos e atos sempre vagavam para Sérgio.Seu sorriso,ah aquele maldito sorriso que ele tinha,seus cabelos e sua barba por fazer,seu jeito tímido,sua inteligência além da conta e claro,seu bendito charme e aquele tic com os óculos que a havia conquistado por inteiro.Uma lágrima solitária escorreu de seus olhos.A 3 anos não soubera mais notícias dele.Não havia nem pistas de onde estava e isso a deixava atordoada.Lágrimas mais grossas rolaram de seu rosto ao lembrar-se da promessa que ele fizera deitado em sua cama.Os postais no dia da cafeteria quando ela descobriu tudo.Sorriu ao lembrar-se de seu beijo e seus lábios encostando no pescoço dela quando eles faziam amor.Olhou para uma caixinha vermelha em cima do guarda roupa em que ela guardava tudo que era mais importante em sua vida.Levantou-se da cama e a pegou.Abriu-a e logo deu de cara com o envelope vermelho em que estava os postais.Pegou o que estava escrito Palawan e ficou observando por alguns minutos.E num ato instintivo Raquel virou o postal e notou que no canto havia algo desenhado.Arqueou as sobrancelhas e virou os outros.Não era possível uma coisa dessas mas será?Pensou a ex-inspetora.Pegou seu celular,digitou as coordenadas e elas davam direto em Palawan.Abriu um largo sorriso e novamente lágrimas,agora de felicidade começaram a descer

-Filho da puta

Falou para si mesmo enquanto pegava o notebook e comprava uma passagem para Palawan,finalmente estava indo ao encontro da sua felicidade.

[...]

Palawan-Filipinas

Sérgio caminhava em direção a um bar em um ponto turístico de Palawan.Em sua cabeça ensaiava o que deveria dizer a Raquel e em como aborda-la.Se fosse atrás dela seria muito doentio e poderia assusta-la.Derrepente a viu passar vestida com um vestido branco que realçava suas curvas.Seu coração pulou uma batida e ele a foi acompanhando com os olhos.Até que percebeu que ela estava vindo em direção ao bar.Sua voz ecoou pelo ambiente,ela pedia o carregador em inglês.E nesse momento,Sérgio soube exatamente o que fazer

-Se for importante,pode usar o meu

Sérgio se virou olhando a mulher em sua frente e deu um sorriso largo.Raquel estava parada encarando-o com um sorriso no rosto.Sérgio se levantou e parou na frente de Raquel

-Inspetora

-É você mesmo?-disse colocando a mão na boca em sinal de espanto

-Sim sou eu-sorriu

-Eu não acredito

Sérgio tocou o rosto de Raquel com uma mão tirando uma mecha de cabelo ali presente e colocando atrás de sua orelha.Com calma,o Professor segurou a nuca de Raquel com outra mão e a colou seus lábios para um beijo cheio de saudade.Um arrepio percorreu o corpo de Raquel ao receber o toque do Professor.A ex-inspetora inclinou a cabeça aprofundando mais o beijo

-Eu senti muito sua falta-disse Raquel com suas testas ainda coladas

-Eu também meu amor

Raquel sorriu largo ao ouvir aquelas palavras

-Me chamou de que?

-De meu amor

Raquel tomou os lábios de Sérgio para si mais uma vez

-Vamos para outro lugar-disse Sérgio saindo do beijo

Eles foram caminhando até a casa de Sérgio.Chegando lá,começaram a se beijar ferozmente.E sem pressa nenhuma,se amaram como a muito tempo,não faziam

-Sérgio-disse Raquel deitada no peito do Professor

-Diga meu amor

-Eu te amo

O Professor encarou os olhos castanhos de Raquel

-Repita-disse Sérgio sorrindo largo

-Eu te amo

-Denovo-riu fraco

-EU TE AMO MUITO SÉRGIO MARQUINA

Sérgio a cortou com um beijo

-Eu também te amo Raquel Murillo

Eles trocaram sorrisos cúmplices e voltaram a se amar cuidadosamente porque agora,um pertencia ao outro,para sempre.


Notas Finais


Fofis né?Eu espero que tenham gostado fiz de coração e comentem o que acharam bjinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...