1. Spirit Fanfics >
  2. Para sempre seu Peter Pan >
  3. Ela voltou.

História Para sempre seu Peter Pan - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom gente, eu havia começado uma Fanfic aqui antes, chamada "Quando nos conhecemos", mas me perdi um pouco na história e excluí ela. Quem sabe um dia eu a continue.



Obs - Peguei a letra da música em inglês aqui: https://colorcodedlyrics.com/2013/06/exo-m-peter-pan e traduzi umas partes.

Capítulo 1 - Ela voltou.


Fanfic / Fanfiction Para sempre seu Peter Pan - Capítulo 1 - Ela voltou.

[...]

Um velho diário

foi esquecido em um canto

Abro o passado,

que foi substituído por poeira

Nessa página,

você ainda brilha como antes

Ainda lá dentro,

cada uma dessas cenas do passado despertam pouco a pouco

Meu batimento cardíaco também está aumentando

Como aconteceu naquele dia

[...]

Música: Peter Pan, por EXO-M

POV S/N:

     Estava no avião, com o assento da primeira classe reclinado confortavelmente. Após oito anos finalmente eu estaria de volta, em um lugar que me trouxe tantas alegrias, mas também tantas tristezas. Eu era uma mulher agora, não aquela menina boba, não cometeria mais os mesmos erros. Além do fato de nossa vinda aqui ser pelo mesmo motivo, a realização de um sonho, ela e eu não tínhamos mais nada em comum.

     Desta vez meu foco seria meu sonho e nada mais. Eu trabalhava como organizadora de eventos, na empresa da minha família no Brasil, mas consegui uma oportunidade para ser figurinista de um grupo de teatro na Coreia. Há tempos eu vinha querendo trabalhar longe da nossa empresa, para poder crescer em minha profissão pelo meu próprio mérito, pois faziam vinte e seis anos que dependia do nome da minha família para tudo. Então cá estava eu, no avião, rumo ao meu sonho.

POV HUANG ZITAO (TAO):

     O restaurante hoje estava cheio, e mais tarde eu ainda tinha o jantar com a Janice, desse jeito iria acabar me atrasando. Mas não havia nada que eu pudesse fazer, tinha de trabalhar para poder sobreviver. Hoje seria o grande dia, o dia que eu finalmente a pediria em casamento, depois de quase sete anos de namoro. Janice já vinha há tempos me jogando indiretas sobre isso, mas eu não me sentia pronto, não queria usá-la para curar “minhas feridas”, nem ela, nem ninguém, merecia uma coisa dessas.

     Eu amo a Janice, mas há alguns anos eu fiz planos de casamento com outra pessoa, e esses não deram certo. Sempre me pego pensando como seria casar com Janice, se eu iria conseguir fazê-la feliz, ou se os planos feitos com a outra iriam ficar me “assombrando” para sempre. De vez em quando sentia pena da minha namorada, por ainda pensar em coisas que aconteceram há oito anos, enquanto ela já havia seguido em frente; me pergunto se estou fazendo a coisa certa mantendo este relacionamento.

POV S/N:

     Já estava no hotel quando meu namorado, Cho Kyu-hyun, me ligou. Namorávamos há sete meses. Cerca de uns dois anos atrás, Kyu começava a trabalhar na empresa da minha família, como produtor de eventos. Logo de cara, o achei um dos rapazes mais bonitos que já havia visto, depois de trabalhar um tempo com ele, percebi que também era muito competente e carismático. Um dia ele me convidou para sair, fomos a um Parque de Diversões, naquele dia eu me diverti como há tempos não me divertia. Desde que comecei a namorar Kyu, quase todos os dias são bons. Claro que as vezes discutimos, mas em resumo, ele é um namorado maravilhoso.

     Vou descansar hoje, e amanhã irei aproveitar um pouco da cidade, reencontrar velhos amigos e me divertir, pois depois meu trabalho começa. Eu já havia morado aqui, dos meus quinze aos meus dezoito anos, fiquei hospedada na casa dos sócios do meu pai, pois eu era muito nova para ficar sozinha, e meus pais precisavam tomar conta da sede da empresa no Brasil. Muitas coisas boas aconteceram naquela época, eu tive muitos amigos, e também um namorado, que parecia maravilhoso. Me dá raiva lembrar o quanto eu era inocente. Agora eu sei que nosso coração não se dá a qualquer um, assim como nossa confiança.

POV KIM JUN-MYEON (SUHO):

     Hoje, S/N, filha do melhor amigo do meu pai, estava voltando para a Coreia. Minha mulher, Kim Shin-hye, não estava nada contente com essa história. Há uns anos, S/N havia morado na minha casa, ela veio estudar no nosso país, e como só tinha quinze anos, não podia ficar sozinha. Minha família e a dela, além de sócias, também eram muito amigas, então ela ficou em nossa casa.

     Quando ela chegou, fazia um tempo que não nos víamos. Quero dizer, ela era uma criança da última vez, e depois uma moça de quinze anos, muito linda, engraçada e bem simples para alguém com tanto dinheiro. Eu tinha dezoito, estava terminando a escola, e prestes a servir o exército. Me apaixonei por ela assim que a vi. Mas eu era um vacilão.

POV CHO KYU-HYUN (KYU):

     Estava falando com minha namorada pelo celular, mas ela estava cansada, então desliguei para que ela pudesse descansar. Moro no Brasil há alguns anos, vim a trabalho, mas acabei ficando, gostei muito. Desses anos, há dois trabalho como produtor de eventos em uma empresa que gerencia artistas, ela também tem uma sede na Coreia, mas preferi ficar aqui. Não me arrependo por nenhum minuto, pois lá conheci a herdeira da empresa, S/N, que trabalha lá organizando eventos. Mas é claro que não foi por isso que me apaixonei por ela.

     Ela é uma garota incrível; simpática, engraçada, inteligente, talentosa e também muito bonita. Namoramos há 7 meses. Agora minha amada está no país onde nasci, lá ela conseguiu um emprego que almejava muito, longe da empresa da família. O combinado era que nos veríamos nas férias, daqui três meses. Mas não vou aguentar, irei ajeitar umas coisas aqui e voltarei ao meu país; não a direi nada, será uma surpresa!

 

 

 

 


Notas Finais


E foi isso. Espero que tenham gostado.
Será que S/N vai gostar da surpresa que o Kyu vai fazer, ou é ela quem vai surpreender ele? Heheh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...