História Para Sempre Sua - Suga - Capítulo 43


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 82
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie amores, olha que coisinha mais fofa q é essa imagem q minha amiga Letícia fez 💗

Boa leitura 💕

Capítulo 43 - Onde passar as férias


Fanfic / Fanfiction Para Sempre Sua - Suga - Capítulo 43 - Onde passar as férias

Decidi não entrar mais em nenhuma rede social, não aguentava mais ver tantas mensagens de ódio para mim, o que eu fiz de errado?

Hoje acordei com tantas notificações que chegavam a cada segundo.

As fotos que tiraram ontem do Suga me puxando já estavam por toda a internet e não entendo como o FBI ainda não contratou o Army, porque em menos de horas já tinham ligado os pontos e descobriram que eu era a tal amiga do BTS e logo em seguida já sabiam quem eu era e acharam as minhas redes sociais, não duvido que alguém já tenha o meu RG.

Sook e Jan Di me mandavam vários print's de comentários positivos e falavam como “lidar” com aquilo já que passaram pelo mesmo, o porém era que para elas foram mais positivos do que negativos e para mim foi o contrário.

- Hipoteticamente, se um garoto machucasse uma garota e pedisse desculpas e ela querer perdoa-lo, ela estaria sendo burra?

- Muito burra. – Encaro os olhos de Lucas que acariciava meus cabelos. – Mas não é isso que a paixão faz? Deixa as pessoas meio idiotas mesmo. – Riu.

- Então você não acha errado perdoa-lo? Digo, hipoteticamente.

- Não. – Sorriu. – Agora para de falar assim porque eu sei que não tem nada de hipotético nessa história.

- Finge que tem. – Me levanto do sofá indo em direção à cozinha. – Mas que demora para acordarem.

- Quem disse que eu estava dormindo? Eu só estava deitada. – Ouvi a voz de Stéfany e a vi entrando na cozinha coçando os olhos.

Nós três decidimos não esperar os outros para tomar o café da manhã, arrumamos a mesa e nos sentamos para comer.

Logo os outros também levantaram e se juntaram conosco.

A manhã foi tranquila, Lucas saiu para resolver algumas coisas que faltavam na faculdade, mas não demorou muito para voltar, enquanto isso nós jogamos.

- Isa! Seu celular não para de vibrar. – Gritou Gabriel da sala.

- Ignora, é notificação. – O respondo da cozinha. – Bia, vê se está bom de sal? – Peço lhe entregando um pouco da água do arroz.

- Está ótimo.

- Não é notificação. – Vejo Gabriel chegando com o celular.

Ele me entregou o celular e o mesmo continuava a vibrar e atendi a ligação.

- Finalmente! Pensei que tinha morrido, não estava me ignorando de propósito, estava?

- Não – Ri. – Não era para estar trabalhando, senhor Jungkook?

- Paramos para comer. Você vai fazer o que hoje à noite? Quer jantar com a gente?

- Não sei, estou com meus amigos, não sei se vão fazer algo aqui.

- Nós somos seus amigos. Mas de qualquer forma, podemos comer todos juntos.

- Eu vou falar com eles e te respondo depois, ok?

- Ok. Suga ela vai! – Gritou longe do celular. – Tchau, Isa! – Desligou antes que eu pudesse responder.

Sorri e balancei a cabeça indo para a sala.

- Querem jantar com uns amigos meus hoje? – Pergunto me sentando no braço do sofá.

- Se forem os famosos metidos, estou fora. – Diz Lucas chegando do seu quarto.

- Não julgue um livro pela capa.

- Eu quero. – Adriane.

- Já que ela vai, eu também vou. – Gabriel.

- Grande amigo, hein! – Lucas bateu na cabeça do amigo.

- Para Lucas, eu sei que você também quer ir, só está com ciúmes deles. – Diz Bia vindo da cozinha.

- Estou com preguiça de sair de casa.

- Ótimo, então diga para eles virem para cá, Isa. – Falou Stéfany nos fazendo rir da cara do meu primo.

- Perfeito. – Sorrio.

- Vocês terminaram de cozinhar? – Stéfany perguntou e eu e Bia nos entreolhamos sentindo o cheiro de queimado.

- O arroz! – Digo saindo correndo de volta para a cozinha.

***********

Jungkook havia me mandado mensagem concordando em jantar na casa de Lucas, eles iriam vir depois do show e mandei o endereço para ele.

Passamos a tarde arrumando o apartamento, que não era tão minúsculo, mas também não era grande o suficiente para tantas pessoas. Nós afastamos o sofá e tiramos a mesinha de centro para dar mais espaço na sala e fizemos uma mini faxina porque a Bia “não queria que eles tivessem uma má impressão”.

Gabriel e Lucas saíram para comprar bebidas e os ingredientes para nós cozinharmos, iriamos fazer um ótimo strogonoff e dessa vez não iria deixar nada queimar.

Começamos a cozinhar quando já era noite, Adriane ficou de fazer a sobremesa, Stéfany o arroz e a salada e eu fazia o strogonoff com a ajuda que recebia da minha mãe pelo celular.

- Eles vão chegar que horas? – Gabriel perguntou roubando um pouco do molho.

- O show já deve ter acabado, daqui a pouco chegam. – Coloco um pouco de sal na panela.

- Isso vai ser estranho. – Pega um pouco do pavê que Adriane fazia e recebe um tapa da mesma.

- Por que seria?

- Sei lá, eles pelo menos sabem jogar videogame?

- É óbvio, amor, agora sai que você está atrapalhando. – Diz Adri empurrando o namorado fazendo eu e Stéfany rir.

- Era para a Bia estar ajudando. – Comentou Sté que estava sentada na bancada já que já tinha acabado a sua parte.

- Ela está conversando com o Yago.

- Novidade.

Quando tudo ficou pronto fui tomar um banho quente e rápido, vesti uma blusa preta e branca listrada e uma jardineira jeans e calcei uma meia branca, pois o chão estava frio. Os outros também se arrumaram e não muito depois os garotos chegaram.

- Isa, você atende... – Diz Sté me fazendo rir e vou até a porta.

- Oi pequena! – Namjoon me abraçou seguido pelos outros.

- Entrem, os garotos estão jogando.

- Garotos? Não era só um? – Perguntou Yoongi.

- São dois... na verdade três, mas só dois estão aqui. – Respondo e ele concorda.

Eu os apresentei para Lucas e Gabriel, no começo o clima ficou esquisito como Gabriel havia falado, até que Namjoon começou a falar em inglês com Lucas e tudo começou a dar certo.

Jimin pelo jeito estava evoluindo no inglês com as aulas do Nam, mas ele tinha apenas o inglês básico, pelo o que eu vi, então falava poucas coisas com os dois meninos.

Gabriel começou a tentar se comunicar com os garotos com o português mesmo enquanto eu e as meninas riamos da cena.

- Uno. – Falou Gabriel.

- Uno? – Perguntou Tae encarando o garoto.

- Isso! Uno, conhecem? – Tae continuou o encarando e formando a palavra “uno” com a boca até Gabriel se virar para mim que ria como idiota. – Pelo amor de Deus Isa, me ajuda aqui. Eles sabem jogar uno?

- Sabem. – Sorri indo até a gaveta da estante pegando a caixinha do uno e o entregando. – Usa o inglês que você sabe, qualquer coisa o Lucas e o Nam traduzem.

Stéfany estava conversando com o Jin e Bia fingia entender o que eles falavam, afinal, Jin era seu bias e era esperado que ela quisesse ficar ao seu lado.

- Você acha que isso vai dar certo? – Perguntou Adri chegando ao meu lado.

- Já está dando, olha só. – Ri. – Me ajuda a esquentar a comida?

Eu e ela fomos para a cozinha e ficamos por lá conversando enquanto esperávamos tudo ficar pronto.

- Desistiu de jogar? – Pergunto vendo Jungkook entrar na cozinha.

- Já ganhei. – Respondeu depois de fazer uma mini reverencia para Bia que sorriu como resposta. – Isso é estranho, não entendo nada do que aquele cara fala, mas acho que me dei bem com ele, pelo menos acho que gostamos dos mesmos jogos online. Namjoon e o seu primo não param de falar, é nessas horas que me arrependo de ter preguiça de aprender o inglês.

- Se te conforta, eu também não me dou bem com o inglês. – Rio enquanto ele se sentava na bancada. – Quer provar a comida?

Bia chamou o pessoal para vir comer e logo todos estavam enchendo os pratos e se sentando no chão/sofá da sala.

Depois de comer, eu, J-Hope e Yoongi ficamos pensando em algo que dê para todos fazerem e decidimos jogar Just Dance.

- Nós acabamos de comer, querem mesmo dançar? – Pergunta Gabriel.

- Eu quero. – Bia.

- Mas...

- Se você não quiser, não precisa. – Sorriu Bia.

Acabou que Gabriel apenas ficou sentado bebendo cerveja e comendo o pavê enquanto os outros dançavam.

Quando me cansei, comecei a recolher os pratos e a lava-los.

- Isa, onde tem água? – Ouço o Yoongi entra na cozinha.

- Pega ali na geladeira. – Digo lavando um copo e o entregando em seguida.

- Obrigado.

- Se divertiu?

- Mas do que pensei. – Diz e bebe a água. – Quer ajuda?

- Você lava? – Pergunto e ele concorda pegando a bucha da minha mão e começando a lavar os talheres.

- Nós vamos sair de férias quando voltarmos.

- É merecido. – Sorrio. – Vão para aonde?

- Ninguém sabe ainda, é difícil achar um lugar longe da mídia.

- Eu conheço um. – Rio lembrando da minha cidade natal.

- Sério? – Me encara.

- Sim, mas não é uma opção, vocês odiariam de tão entediante.

- Onde é?

- A cidade dos meus pais.

- E nós podemos ir para lá? A gente podia ir direto, nem precisaríamos voltar para a Co...

- Está falando sério?

- Sim. – Diz como se fosse óbvio. – Podemos?

- Claro! – Sorrio.

- Vou falar com os meninos. – Secou as mãos no pano que eu estava segurando e saiu me deixando terminar a louça sozinha.

Eu pensei que Yoongi estava brincando até ver Namjoon conversando com o manager pelo celular e depois desligou sorrindo.

- Temos 15 dias a mais no Brasil.

- Ah, eu não acredito! – Sorrio e abraço Yoongi, mas logo me afasto. – Desculpa, foi por impulso. – Ele balança a cabeça e bagunça meus cabelos rindo.

- Ok, então pelo o que eu entendi com essa sua alegria, eles vão passar as férias com a gente? – Pergunta Lucas e eu confirmo. – Já avisou a tia?

- Vou fazer isso agora. – Digo correndo em direção ao quarto de Lucas para ligar para a minha mãe e depois de três toques ela atendeu.

- Oi filha, aconteceu algo? Já está tarde.

- Não, quer dizer, sim. Eu posso levar uns amigos meus comigo ai para casa?

- Claro que pode, eles sempre vêm aqui.

- Não mãe. – Rio – Os que sempre vão, vão ficar na casa deles, quero levar outros amigos, para ficar aí em casa.

- Pode sim, só me fala quantos são para eu arrumar as coisas aqui.

- Então... São sete...

- SETE?!


Notas Finais


O que acharam da capa nova??
Até o próximo cap :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...