História Para seu amor (versao calzona) - Capítulo 135


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Alexander "Alex" Karev, Alexandra "Lexie" Grey, Amelia Shepherd, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Derek Shepherd, George O'Malley, Mark Sloan, Richard Webber
Tags Arizonarobbins, Callietorres, Calzona, Grey'anatomy
Visualizações 38
Palavras 2.524
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 135 - Sua pra sempre


Callie chorava, olhando fixamente pra Arizona começou a falar

Callie: Ter você ao meu lado pra sempre é a melhor coisa que poderia ter me acontecido
E se não fosse sua loucura eu não teria descoberto q o q eu sentia por você de verdade era amor, aquele dia a 1º vez q você me amou eu me senti diferente mesmo estando confusa percebi q aquela era eu de verdade e que nada e ninguém poderia mudar isto
Mesmo quando sofremos a dor da separação eu dizia tantas coisas mais no fundo do meu coração eu sabia que nosso amor não poderia morrer nunca, porque começou forte. E num era isso q o derrubaria q isto poderia fortalecê-lo ainda mais ou enfraquece-lo mas morrer nunca, porque amor como o nosso não se acaba, simplesmente se transforma, e hoje temos certeza q o nosso amor é uma fortaleza e que ninguém mais vai conseguir derruba-lo, e hoje seremos uma por todo o sempre unidas unicamente pelo nosso amor te amo, você foi, é e sempre será a melhor coisa q aconteceu na minha vida depois disso ainda preciso responder a sua pergunta................bom pensando melhor (sorrindo entre meio as lagrimas).pra fazer direito aceito sim, ser sua sei lá o q você quiser pra sempre.. te amo meu docinho
se abraçaram e deram um bjo apaixonadíssimo

Arizona terminou o bjo com uma mordidinha no lábio de Callie o segurando por alguns segundos no final

Arizona colocou o anel em Callie e callie fez o mesmo com arizona,deram mais um bjo lento e apaixonada sentindo CAda movimento arizona se levantou e foi pegar uma garrafa de champangne q estava num baldinho com gelo perto da cama

Abriu pegou 2 taças, encheu-as callie se levantou e brindaram ao amor, tomaram em meio a beijinhos e caricias calientes e risos, musica romântica ao fundo, começaram a dançar agarradinhas, Arizona acariciava a orelha de Callie com a língua, que se arrepiava todinha, Callie desceu as mãos ate a bunda de Arizona e o apertava, (a coisa começa a esquentar, o fogo começa a subir) Arizona desceu a mão ate a intimidade de Callie e acariciava com um dedo, Callie soltou um pequeno gemido de prazer, Arizona levantou o vestido de Callie o tirando em seguida, Callie fez o mesmo, se abraçaram novamente sentido o calor de seus corpos nus uma na outra, com o auxilio dos próprios pés tiraram a sandália, começaram um bjo tipo desentupidor de pia, Arizona foi andando ate q callie caísse na cama, deitou por cima dela e começou a chupa-la desde o pescoço ate a barriga, tirou a calcinha de Callie, beijou a virilha, callie se contorcia, Arizona foi ate o clitóris e começou a chupa-lo delicadamente, Callie gemia, Arizona parou subiu novamente, beijou Callie , foi ate a orelha lambeu toda sua volta e dava mordidinhas, desceu ate o pescoço deu alguns chupões, foi ate os seios, enquanto chupava um acariciava o outro, Callie de olhos feixados, pedia q Arizona a tomasse, Arizona desceu ate a intimidade intriduziu sua língua, a tirando e colocando, Callie gemia e elevava um pouco o corpo, Arizona introduziu 3 dedos de uma só vez, fazendo movimentos de vai e vem e circulares alternadamente, callie suava, contorcia e gemia alto, Arizona aumentava a velocidade dos movimentos gradativamente, Callie gemia sem parar, seu corpo começava a contrair, quando arizona sentiu q callie já estava chegando ao orgasmo, Arizona retirou os dedos e comçou a chupar callie, logo introduziu em any 2 dedos q gemeu muito alto, Arizona a puxou fazendo com q ela sentasse deixando as pernas pra baixo, Arizona sentou-se abrindo as pernas a colokndo-as pra cima da cama, se abraçaram e começaram a fazer movimentos leves, Callie em êxtase e ofegante, com os olhos fexados e gemendo sem parar, Arizona gemia baixo, Any arranhava toda a costas de Arizona, devido a tanto prazer, Arizona não sentia nada, estava com o corpo pegando fogo, elas começaram a se bjar ardentemente brincavam com suas línguas, Callie gemendo abraçou Arizona fortemente, gozando pela segunda vez, Arizona se levantou retirou o consolo da amada deu um beijo sentindo o gosto do prazer, foi ate a boca de callie e a bjou, Callie em um movimento virou Arizona, deu alguns chupões em seu pescoço, Arizona delirava de prazer, Callie desceu lambendo todo corpo de Arizona, foi ate sua intimidade, pressionou o clitóris arizona com a língua e introduziu 2 dedos fazendo movimentos de vai e vem, Arizona gemia pedindo mais, Callie introduziu 2 dedos em Arizona q gemeu mais alto, Callie brincava, (sorrindo) o retirava e colocava, as vezes o passava pelo corpo de Arizona, o passava no seu clitóris e voltava a introduzi, Arizona contorcia e gemia mto e acariciava seus próprios seios, Callie fazia movimentos leves de vai e vêm  enquanto lambia o clitóris de arizona, Arizona mordia o labio e gemia alto sem parar, suspirou fundo, chegando ao orgasmo, Callie ainda fez alguns movimentos introduziu 3 dedos os movimentou carinhosamente deixando Arizona completamente sem ação, Callie retirou os dedos deu um bjo com muita vontade na intimidade de arizona, subiu foi ate a boca de arizona e começaram um bjo longo e lento, ambas estavam suadas e ofegantes, seus corpos pulsavam, termianram o bjo com Callie dando uma mordidinha no lábio de Arizona, Callie deitou ao lado de arizona virou uma pra outra

Arizona (acaricando o rosto de Callie): Não sei o q seria da minha vida sem vc, te amo tanto sabia

Callie (olhando fixamente pra Arizona ): tbm te amo muitão, vc me deu uma vida diferente e o amor q sintoolhar para esta foto por vc, já não cabe mais em meu coraçao, e agora esta ainda mais forte

Arizona: tem horas q acho q perdi muito tempo escodendo o q sentia por vc, mas depois percebo q não, porque se tivesse sido antes teriamos sofrido ainda mais. E sabe do q eu mais gosto de estar com vc?

Callie: Não

Arizona : é que quando estou com vc e como se fosse sempre a 1º vez é como um poema q escutei uma vez

Menina dos olhos bonitos
Brilhantes como o luar
De sorriso tímido e encantador
Atrás desse olhar penetrante
Que mistérios escondes
Ensina-me a desvendar...
O teu jeito meigo e doce
Soube me conquistar...
Com uma palavra tua
Consegue me derrubar
Sinto-me derreter
Sinto minha face arder 
Queimar por você...
Linda menina, diz-me:
Quem você 
Fala dos seus sentimentos
Dos teus segredos mais profundos
Aqueles que habitam 
No fundinho do teu coração 
Aqueles que roubaram minha paixão
E conquistou meu coração...
Parece uma mulher
Mas não passa de uma menina
De mente madura
E grandes atitudes
Destacou-se em meio a tantas,
É a que escolhi pra mim,
Para me ajudar, ensinar e amar

Callie: ai bb q lindo, eu já te disse e sempre vou dizer q vc me fez a mulher mais feliz do mundo, e isso hoje ta mais q concreto, pra mim não importa se vc declarou cedo ou tarde demais ou no momento certo, sofreríamos do msm jeito, o q importa é q agora estamos juntas e pra sempre, e ninguém mais pode mudar isso, porq nos amamos verdadeiramente (dando-lhe um selinho)

Arizona: Te amo minha linda

Callie: Muitaooooooooooooooo infinitamente (sorrindo)

Arizona (sorrindo): como q pode ser tao perfeita assim

Callie : uai, mamily e papi me fizeram e jogaram a forma fora (rindo)

Arizona: Engraçadinha

Callie: sou perfeita pra vc (dando-lhe um selinho) e vc tbm é perfeita pra mim, nascemos uma para a outra msm se eu fosse e vc mulher ou vice versa

Arizona: te amo, te amo, te amo e não me canso de falar

Callie: E eu não me canso de ouvir e nem de falar, te amo, te amo

Arizona :Sou mto sortuda

Callie : Em relação a que?

Arizona: A vc é lógico

Callie : ham

Arizona: tenho uma mulher linda, gostosa, perfeita deitada na minha cama completamente nua dizendo q me ama e ela pderia estar agora com qualquer homem mas não esta, isto é muita sorte

Callie (rindo): boboinha, isso é amor, e vc é melhor q qualquer homem (começaram um bjo rápido e longo)

Terminaram o bjo, Arizona levantou-se, e callie sentou

Arizona pegou mais Champanhe e colocou a musica delas pra tocar

Arizona : Amor lembra da 1º vez dessa musica (apertou pause)

Callie: Claro, eu nunca vou me esquecer ela diz tudo q sinto por vc pricipalmete essa 1º parte Para tu amor lo tengo todo
Desde mi sangre hasta la esencia de mi ser
Y para tu amor que es mi tesoro
Tengo mi vida toda entera a tus pies (levantando) 

Arizona: E a parte q eu mais gosto é
Para tu amor no hay despedidas
Para tu amor yo solo tengo eternidad
Y para tu amor que me ilumina
Tengo una luna, un arco iris y un clavel

Por eso yo te quiero tanto que no sé como explicar
Lo que siento
Yo te quiero porque tu dolor es mi dolor
Y no hay duvidas
Yo te quiero con el alma y con el corazón
Te venero
Hoy y siempre gracias yo te doy a ti mi amor
Por existir

Arizona apertou play, pela face delas escorriam algumas lagrimas de emoção, terminado a musica se abraçaram fortemente começando um beijo apaixonado, Arizona encostou callie na parede e continuaram a se beijar ardentemente ficando quase sem folego, seus corpos ainda estavam quentes, terminaram o beijo se olharam seriamente, Arizona abraçou Callie pela cintura, Callie passou as mão pela nuca de Arizona , Arizona beijava todo pescoço de Calliope q começava a excitar-se, Arizona votou a boca de Callie fazia q ia a bjar e nao bjava, depois começaram a brincar com suas linguas, e envolveran-se em um bjo caliente, Callie apertava arizona contra seu corpo, Callie jogou arizona na cama, Arizona se ajeitou olhando pra callie, callie sentou em cima do corpo de Arizona, abaixou-se e começou um bjo ardente, foi ate o pescoço deu mordidinhas ate chegar ao ombro. Desceu ate os seios os lambeu, chupou e deu uma mordidinha nos mamilos arizona se contorcia e gemia, continuou descendo lambendo e beijando todo o corpo de Arizona ate chegar a intimidade, acariciou ai ntimidade de Arizona, introduziu a metade de um dedo e com a lingua lambia o clitoris, com a metade do dedo dentro de Arizona fazia movimentos leves, q levava arizona ao delirio gemendo pedindo mais, Callie parou retirando o dedo, subiu novamente, Arizona a virou.

Arizona: isso é maldade agora vc vai ver se é bom

Arizona lambeu em volta da orelha de Callie desceu ate o pescoço o chupando desceu ate os seios enquanto massageava um, lambia, chupava e mordida o outro , Callie gemia, desceu dando mordidinhas em todo corpo de Callie , foi ate a itimidade chupou o clitóris, introduziu a língua a movimentando a beijou e lambeu o clitóris de Callie, introduziu a metade do dedo o retirando e colocando, Callie gemia pedindo mais, Arizona subiu e a bjou

Callie: continua

Arizona: Isso é pra vc aprender como é bom

Callie a virou novamente a bjou e virou na outra posição fazendo um (69)
Callie chupava o clitóris de arizona, Arizona introduzia a língua em Callie , Callie introduziu um dedo em Arizona q tambem fez o mesmo em Callie , faziam movimentos de vai e vem e gemiam sem parar, Arizona introduziu mais 3 dedos, Callie gemeu alto, Callie tambem fez o mesmo em Arizona q tambem gemeu alto, elas aumentavam os movimentos gradativamente, ambas estavam suadas e ofegantes, Callie lambia o clitóris Arizona e movimentava os dedos, Arizona deu um ultimo grito chegando ao orgasmo, Callie retirou os dedos, chupou a intimidade de Arizona com muita vontade, Arizona continuava os movimentos, segundos depois callie suspirou chegando ao orgasmo arizona lambeu a intimidade de callie, Callie voltou a posição normal e se beijaram intensamente, quase não tinham fôlego, callie terminou o bjo com uma mordida no lábio de Arizona.
Ficaram em silencio por alguns segundos

Callie : te amo

Arizona : Simplesmente perfeita

Callie : vc tbm (deram um selinho demorado)

Callie se levantou

Arizona : Onde vai?

Callie : Tomar banho

Arizona se levantou abraço callie por trás, deu um bjo em seu pescoço, Callie virou a cabeça deram um bjo rápido e foram pro banheiro abraçadinhas

Abriram o chuveiro, Callie abraçou Arizona e a olhou

Callie : Te quero assim pra sempre

Arizona : E terá
 
Se soltaram os corpos já não estavam tão qntes mais, ensaboaram

Callie : bb lava minha costas

Arizona : anham, depois quero q lava a minha tambem, mas ta ardendo um poquinho

Assim q Arizona terminou callie pegou a buxa e foi lava a de Arizona

Callie : Amor acho melhor não lavar

Arizona : Porque?

Callie : ta maxucada, bom ta arranhada pra ser mais direta e ta pior do q da outra vez

Arizona : É por isso q ta ardendo, mas não tem importancia por amor vale tudo

Callie : vc me deixa assim não consigo me controla

Arizona : E eu na hora nem sinto, passa a buxa bem devagar

Callie : Ok

Termianram o banho secaram-se e vestiram um camisão, Arizona ascendeu a luz

Callie : bb o lençol ta sujo de sangue

Arizona: Vou trocar

Callie : Ta, enquanto troca, eu vou la buscar uma pomadinha pra passar ta

Arizona ; Não demora

Callie foi ate a cozinha pegou a pomada, mas antes de voltar abriu a geladeira e se deparou com uma linda torta de chocolate, partiu um pedaço grande colocou num prato pegou garfos e voltou pro quarto, Arizona estava sentada na cama

Arizona : Nossa, fiquei tão empolgada q esqueci da torta 

Callie : Percebi, a sorte é q depois q faço amor, sempre me da fome, e já q fui na cozinha resolvi assaltar a geladeira, e como sou boazinha trouxe pra nos 2 (rindo)

Arizona : é por isso q te amo mais e mais

Callie: Tambem, mais agora vira e deixa eu passar a pomada

Arizona : Ai ta doendo

Callie: Desculpa bb, vou manter as unhas curtas, pra não te maxucar mais

Arizona : não suas unhas são lindas, dói, mais é uma dor gostosa é um prazer senti-la

Callie: Mais ta feio, não vai poder usar blusa de costas nuas

Arizona: por vc qualquer sacrificio é ótimo

Callie terminou de passar a pomada, começaram a comer a torta

Callie: bb cade o presente?

Arizona: Guardei, não queria q ele presenciasse a cena, tadinho ia ficar traumatizado

As 2 riem

Callie: isso é verdade

Callie pega a cobertura da torta e passa na ponta do nariz de Arizona e o lambe em seguida, depois se bjam longamente, terminaram de comer, levantram escovaram os dentes e deitaram novamente, Arizona abraço callie de modo q seus copos se encaxassem, ficando de conchinha, Callie puxou a colcha encobrindo-as deram as mãos entrelaçando os dedos

Arizona : boa noite minha linda

Callie : sonhe com os anjinhos e principalmente comigo

Arizona : Com vc todos os dias

Callie: boa noite

Dormiram rapidamente.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...