História Para seu amor (versao calzona) - Capítulo 76


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Alexander "Alex" Karev, Alexandra "Lexie" Grey, Amelia Shepherd, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Derek Shepherd, George O'Malley, Mark Sloan, Richard Webber
Tags Arizonarobbins, Callietorres, Calzona, Grey'anatomy
Visualizações 61
Palavras 1.058
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 76 - Saudades


Enquanto isso Lexie estava a caminho da casa de Callie.

Lexie: Oi Maria e ai algum progresso?

MARIA: Acho q sim

Lexie: Porque acho que sim ela desceu comeu alguma coisa?

MARIA: Nada disso, a arizona ta ai faz uma hora e eu ainda num escutei quebrar nada e nem berros

Lexie: Sera que uma mato a outra? deixa eu ir la ver

Enquato isso callie se deita, Arizona ainda sentada abaixa um pouco apoiando as mãos na cama. Começam um beijo calmo e muito apaixonado. Lexie entra deparando com a cena.

Lexie (com um sorrisao):hamham (tipo lipando a garganta)

Param o beijo olham pra lexie e sorriem

Lexie: A hora q a Maria me disse q vcs tavam aqui a uma hora e num tinha escutado nada achei q uma tinha matado a outra

Arizona: Tamos matando sim, mais é a saudade

Lexie senta elas se abraçam

Callie: lexie obrigado por ter nos apoiado todo esse tempo

Arizona: E por ter sido mais q um ombro amigo

Lexie : Que isso, amigos são pra todos os momentos, ate quando escutamos as mesmas coisas todos os dias a toda hora

Callie(com voz de bb): to com fominha meu estomago ta reclamando

Lexie: Tambem esses dias todos sem comer

Callie: Vc sabe muito bem porque, agora q já passo, a fome voltou

Arizona: Meu bb quer comer o q? (acariciando o rosto de Arizona)

Callie: Qualquer coisa q mate minha fome(sorrindo)

Lexie: Começou a melaçao, mas antes melaçao do que choreiro

Arizona: Vou la pedi a Maria alguma coisa pra vc e já volto(dando-lhe um selinho)

Lexie: Vc mudo da água pro vinho nem parece a callie q eu deixei aqui mais cedo

Callie: Eu amo ela demais. É a minha razão de viver

Lexie: É to vendo, apesar das olheiras, seus olhos estão brilhando como nunca

Enquanto isso

Arizona: Maria a Calliope quer comer, ela falo q pode ser qualquer coisa, mais como ela ta fraca é melhor q seja algo mais leve.

Lexie: Preprarei uma sopinha

Arizona: Maria não querendo ser chata, tem aveia?

MARIA: Tem sim

Arizona: eu mesmo prepararei um mingal pra ela, isso se vc naum se importar de meixer na sua cozinha

MARIA: Que isso fique a vontade, sem querer ser enxerida, vcs fizeram as pazes?

Arizona (sorrindo): sim, e eu to mto feliz

MARIA: Graças a Deus, porque eu já num tava aguentando mais ver a Calliope naquele estado, tava igual uma morta viva

Arizona: Ela ficou muito ruim assim?

MARIA: Muito nem comigo ela falava

Arizona: Agora tudo vai ser diferente, vai voltar a ser como era antes

MARIA: E a dona lucia?

Arizona: Ela aceitou, mesmo se num tivesse aceitado nos íamos ficar juntas assim mesmo, eu já naum tava agüentando mais ficar longe dela

MARIA: Eu pedi tanto q ela aceitace, ainda bem q nao foi tarde de mais

Arizona (terminou de fazer o mingal): me arruma um tijela e uma pano de prato

MARIA: Quer q eu leve?

Arizona: Pode deixar q eu levo

MARIA: Entendo, vc quer ela só pra vc agora

Arizona: Quero sim

MARIA: Mas naum vai levar ela de mim em?

Arizona: Pode deixar eu vou dexar ela com vc as vezes

MARIA: Assim é melhor

Arizona subiu as escadas devagar pra que num derramasse o mingal

Arizona: voltei

Callie: Demoro

Arizona: É porque eu tava fazendo sua papinha

Callie: O que é?

Arizona: Mingau de aveia

Lexie: Vcs parecem crianças

Callie: Mas nos somos bbs (com voz de bb) agora me da q eu to morrendo de fome

Arizona: Eu coloco na boquinha do meu bb, ta mto fraquinha

Lexie: Eu mereço, pra bjs num ta naum mas pra comer........eu to indo vou deixar vcs sozinhas se curtindo, bjos

Callie e Arizona :bjinhos

Arizona soprava o mingau e colocava na boca de Callie, e as vezes trocavam alguns bjinhos

Callie: Foi vc q fez msm?

Arizona: Foi sim porque? vc acha q eu num tenho essa capacidade, ta ruim?

Callie: Não, ta uma delicia

O mingal terminou arizona deixou a tijela em cima da mesinha e sentou ao lado de Callie , se acariciaram ate deitarem, uma olhando pra cara da outra arizona com o dedo contornava os lábios de Calliope enquanto callie acariciava os cabelos de Arizona.

Arizona: Sabe parece q foi uma eternidade longe de vc

Callie: Minha vida ficou tão vazia naum tinha motivo pra viver

Arizona: Agora esta aqui perto de vc...

Callie: Parece um sonho...

Arizona: Do qual eu num quero acordar

Callie: Nunca mais

Arizona: Te amo

Callie: Minha vida

Se beijaram intensamente nesse beijo colocaram todos os seu sentimentos os bons e os ruins, voltaram as lagrimas, o beijo parecia ter gosto de amor e dor ao mesmo tempo, se abraçavam fortemente, quando o bjo parecia terminar, recomeçavam mais ardente e apaixonado. Terminaram o bjo com um selinho longo.

Arizona (limpando o rosto de Callie): vc é tão linda, msm com essa aparencia(rindo)

Callie; Vc tbm, ou vc acha q ta mto melhor q eu? (rindo..... se bjaram), não quero te perder nunca mais

Arizona: Se depender do nosso amor vamos ficar juntas pra sempre(dando-lhe um selinho) bb agora eu tenho q ir amanha tem show

Callie (carinha de caozinho sem dono): a não achei q vc ia ficar comigo hoje

Arizona: Eu adoraria mas naum posso num tem nada no lugar ainda, e já é tarde

Callie: Fica só mais um poquinho (com carinha triste)

Arizona: Com essa carinha eu naum resisto, vc vai com agente amanha?

Callie: Vou sim, to morrendo de saudade de todos

Arizona: E todos morrendo de saudades de vc, nao quis deixar ninguém vir te visitar

Callie: Não queria que me vissem e sentissem pena de mim, vc sempre foi mais forte que eu

Arizona: Nem tanto, eu tb fiquei péssima sò num me entreguei totalmente porq minha mãe me deu a maior força, mas qndo tava sozinha me desabava

Callie: Isso nunca mais vai acontecer

Arizona: Nunca

Pararam de falar e ficaram se olhando, Arizona acariciava os cabelos de Callie, que rapidamente pego no sono, Arizona a encobriu e deixou um bilhete na mesinha e foi falar com Maria

Arizona: Maria amanha vc chama ela cedo temos show e eu não achei o cel dela pra colocar pra despertar

MARIA: Pode deixa q eu chamo sim

Arizona: Obrigadao, xau



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...