História Para seu amor (versao calzona) - Capítulo 77


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Alexander "Alex" Karev, Alexandra "Lexie" Grey, Amelia Shepherd, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Derek Shepherd, George O'Malley, Mark Sloan, Richard Webber
Tags Arizonarobbins, Callietorres, Calzona, Grey'anatomy
Visualizações 56
Palavras 1.109
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 77 - Bem hot parte 1


No outro dia, Maria chamou callie cedo, que colocou qualquer coisa dentro da mala, encotrou bilhete de Arizona o bilhete dizia:

Meu amor                                                                                                                                                 Não te amo mais
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero
Como sempre quis
Tenho certeza que
Nem tudo foi em vão 
Sinto q dentro mim
Vc morreu
Não posso dizer q
Ainda guardo esperanças.
Sinto cada vez mais forte
Um pedaço lento e marcante
Já te esqci
Naum usarei pra vc a frase 
Te amo
É tarde demais
Sinto e naum posso esconder

Callie tinha os olhos mareados, quando no final escrito com letras pequenas

Se vc nao acredita nessas palavras leia debaixo pra cima!!!!!!!!!!

Terminando de ler colocou um sorriso no rosto e desceu pra tomar o cafe

MARIA: calma Callie assim vc vai ter um treco

Callie: To com mta fome

MARIA: percebi, mas comendo dessse jeito vai passar mal

Callie: Preocupa naum já to terminando,(terminando de tomar o suco) Maria to indo

MARIA: vc se sente bem pra dirigir?

Callie: Antonio vai me levar

MARIA: Que a virgem de guadalupe a acompanhe

Callie: Amém

Arizona chegou 1º com um sorrisao no rosto

Chris: Que felicidade é essa viu o passarinho verde?

Arizona: Vi, e peguei, mas nao era bem um passarinho e tambem naum era verde

Lexie: É e eu sei como

George: Fala ai Arizona o que te fez mudar de aparência tão rápido, será um novo amor

Arizona: Hum................... não

Callie chega neste momento(seria), as 2 se olham, Callie então abre um sorrisão

Derek: É o que to pensando?

Arizona (sorrindo): George eu nao consegui um novo amor, eu recuperei o meu velho amor de volta só pra mim(se bjaram apaixonadamente)

Todos aplaudem

George: E ai gatinha como que ta?

Callie: Agora to ótima, melhor do q nunca

George: É tão bom ver vc com essa carinha outra vez

Callie: George valeu pela força, a lexie me disse q vc foi falar com minha mãe

George: Que isso num é nada, já num tava agüentando mais, quando num era uma era a outra chorando, tava ficando louco

Arizona: George

George: brincadeirinha meninas, era muito sofrimento, eu tinha que tentar fazer algo pra ajudar, mas nao valeu de nada, a lucia tinha q ver com os próprios olhos pra acreditar, e eu acho q foi isso que aconteceu, porq todos nós sabemos que nao tinha gripe nem uma

Callie: É isso é verdade

George: Nós não falamos nada porque queriamos respeitar os seu sentimentos a sua vontade

Chris: Agente penso muitas vezes ir te ver, mas............

Callie: Ai gente valeu adoro todos vcs (deram um abraço coletivo)

George: Não é só porque eu dei uma forcinha, q eu quero ver vcs se pegando na minha frente

Fazendo todos rirem

Arizona: Nem um poquinho?

George: Só muito de vez enquando e sem amassos

Callie: Pode deixar

Mais tarde............fizeram o show, depois foram todos pro camarim, menos Arizona e Callie.

Lexie: Gente o que acham da gente fazer uma homenagem pra elas?

Derek: como?

Lexie: Tem uma musica que elas escolheram pra elas, o que acham da gente cantar?

Chris: qual q é?

Lexie: para tu amor

Derek: Mamão com açúcar

George: Elas tão vindo ai

Lexie: Assim q elas entrarem começamos a cantar

Callie e Arizona se emocionaram e trocaram carinhos e agradeçaram aos amigos, pela homenagem. Depois os meninos voltaram pro camarim deles, todos se trocaram, e saíram callie, Arizona e Chris ficaram pra trás

Chris (safado como sempre): posso fazer uma pergunta, mas vcs tem que responder serio

Arizona: Fala chris

Callie: Aposto que é bobeira

Chris: Só me dêem a certeza, vcs 2 já......

Arizona (fingindo de boba): já o que?

Callie: Vc quer saber se já fizemos amor, transamos, como vc qra chamar?

Chris: Isso acertou, já?

Arizona: Calliope.

Callie: Isso vai ficar por conta da sua imaginação, bye

Pensamento de chris: tenho certeza que já, daria tudo pra ver essas 2 na cama, me deixam louco.

Arizona foi em casa, Callie deixou Antonio em casa pegou o carro e foi pra casa de Arizona, tinham marcado de jantarem juntos, matar a saudade e colocarem as conversas em dia e as 2 foram juntas no carro de Callie, conversaram bastante descontraídamente.

Na volta Arizona dirigia

Arizona: Bb senti muita falta de te amar, de sentir o calor do seu corpo

Callie: tudo me fez falta, ate nossas loucuras, em falar em loucura pensei em uma agora

Arizona: cuidado com o q vai fazer

Callie: É só pra começar matar a saudade, só preciso q vc diminua a velocidade

Arizona: diminuir? mais oq vc vai fazer?

Callie: Vc já vai ver

Arizona estava de saia, Callie se aproximou mais de Arizona, levou a mão por baixo da saia, acariciando a intimidade

Arizona (com voz de exitaçao): Calliope nao

Callie nem deu ouvido afastou a calcinha de Arizona e a penetrou com um dedo, Arizona gemeu, callie retirou o dedo

Arizona: Isso é covardia, agora continua

Callie (rindo): não vc ta dirigindo, isso só foi pra esquentar

Arizona: É entao era melhor nem ter começado olha o meu estado, continua

Callie: ta quase chegando

Arizona (parou o carro e agarrou Any com vontade): termina por favor (carente)

Callie: E se alguém nos pegar?

Arizona: ninguem vai ver ta escuro e com esses vidros mto menos, vem !!

Callie abaixou o banco de Arizona, tirou sua saia e a calcinha e bjou a intimidade de Arizona com muita vontade colocando e tirando a lingua, mais uma vez callie parou a deixando estremamente excitada

Arizona: Continua

Callie foi ate a boca de arizona a beijando ardentemente, voltou ate a intimidade de Arizona e introduziu 2 dedos fazendo movimentos e com a língua pressionava o clitóris de Arizona que gemia alto, chegando ao orgasmo. Trocaram a posição arizona desceu a calça de Callie foi ate a sua intimidade chupou o clitóris e introduziu 2 dedos fazendo Callie gemer e se contorcer, arizona fazia movimentos rápidos enquanto lambia o clitóris de Callie que começou a gemer alto quase chegando ao orgasmo, sendo interrompidas com batidas na janela.

Callie: continua

Arizona: E se for um ladrão(retirando os dedos)

Callie: Eu naum acredito agente num pode nem ter um orgasmo sussegada

Arizona abriu a janela

POLICIAL: Vcs já estão estacionadas aqui a um tempo e naum pode

Arizona: É q minha amiga nao esta sentindo bem olha a cara dela

Callie estava suada e quase voando no pescoço do policial de raiva

POLICIAL: ok senhoritas, dessa vez passa mas da próxima vão ser mutadas

Arizona: obrigado

Callie: isso é sacanagem, eu tava qse la

Arizona: Chegar la agente continua

Callie: Ok né,fazer o que

E vão



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...