História Para Todos que Amei - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Drama, Imagine Bts, Romance
Visualizações 156
Palavras 805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 2 - Seokjin - Parte l


Fanfic / Fanfiction Para Todos que Amei - Capítulo 2 - Seokjin - Parte l

Quando conheci Kim  Seokjin, eu estava no primeiro ano do ensino médio e havia acabado de ser transferida para uma escola nova, cometi o erro de sentar na última cadeira em uma aula de literatura achando que não iria chamar atenção. Depois de alguns minutos de paz enquanto a professora falava sobre algum escritor do qual eu nunca havia lido nem uma citação, o "silêncio" foi interrompido por um garoto de cabelos escuros, com olhos castanhos penetrantes e com uma péssima mania de se atrasar para qualquer coisa. Era ele, com um sorriso debochado para mulher de cara feia o encarando, Jin caminhou até meu lado e ali se sentou, sem perceber que eu estava encolhida rabiscando um caderno de desenho. 

— Achei que não vinha mais, brother. – Um garoto sentado na frente dele disse e eu observei os dois por alguns segundos antes de ser notada.

— Gente nova... – Seokjin se voltou para mim e sorriu. — Nome?

— Choi Dahyun. – Eu sorri sentindo minhas bochechas esquentarem. 

Eu não era o tipo de garota tímida, mas não gostava de atenção. Falar com meninos bonitos não era um problema, porém Jin tinha um efeito estranho sobre mim, talvez eu já soubesse que não resistiria aquele sorriso de lado ou sua lábia capaz de convencer até o mais duro dos corações.

— Kim Seokjin. – Sorriu de lado.

É claro que não demorou muito para uma menina de 14 anos se apaixonar por um garoto como ele, não que o mesmo fosse o tipo jogador de basquete e popular, mas qualquer uma que conversasse com ele por alguns minutos entenderia o que eu estava falando. Seokjin era inteligente, divertido e sabia como tirar qualquer um do sério em minutos, fazendo com que a pessoa voltasse a amá-lo logo após. 

Nós nos víamos sempre nas aulas de literatura, além de nos esbarramos nos corredores da escola. No início era só um sorriso bobo aqui e outro ali, afinal ele havia sido legal comigo no meu primeiro dia, mas logo eu me peguei rabiscando nossas iniciais no meu caderno de desenho com um coração as envolvendo, foi assim até finalmente eu achar que deveria parar de sorrir e dizer alguma coisa, ou aquilo nunca passaria de algo platônico. Como Kim Seokjin se apaixonaria por uma garota introvertida, quando ele adorava falar, o tempo todo, geralmente até quando precisava ficar calado? Para minha sorte ele já estava apaixonado. 

— Posso me sentar aqui? – Ele perguntou em um dos intervalos em um dia que fazia frio.

Lembro da temperatura, porque todas as vezes que ele sorria era como se eu estivesse sendo aquecida, não era por estar apaixonada, mas ele tinha esse efeito sobre as pessoas. Não importava quem era ou pelo o que estava passando, Jin sorriria e faria o dia daquela pessoa um pouco melhor, pois ele era uma das coisas boas que havia no mundo. 

— Claro. – Sorri apertando minhas mãos entre as minhas pernas, meus dedos estavam rígidos devido ao frio.

— Esqueceu suas luvas? – Perguntou jogando sua bandeja sobre a mesa e sentando ao meu lado.

— Hm... Eu as perdi. – Confessei sentindo minhas bochechas corarem.

— Toma. – Disse tirando as que estavam em suas mãos e empurrando para mim. 

— Mas você não vai sentir falta? – Perguntei, por mais que minha vontade fosse vesti-las logo de uma vez.

— Eu tenho um par extra na mochila. – Ele mentiu naquele dia, como fez muitas outras vezes mais para que eu ficasse bem. 

— Vai ficar grande em você. – Jin gargalhou pegando uma das minhas mãos e colocando a luva preta nela.

— Olha isso. – Eu ri ao perceber que sobrava pano após a ponta dos meus dedos. 

— Vamos, coloca a outra. – Disse pegando a minha outra mão.

— Obrigada. – Agradeci quando terminou. 

— Essas luvas não foram de graça. – Sorriu malicioso e divertido. — Em troca, eu e você, vamos ao cinema hoje à noite. – Propôs e eu pisquei algumas vezes até assimilar.

Uma adolescente vivendo seu primeiro amor, era tudo muito intenso, então minhas mãos com certeza estavam suando, mesmo estando frio, e meu estômago revirando, dando nome a famosa sensação de borboletas no estômago. Seokjin me encarava já com o sorriso murcho, provavelmente achando que minha reação muda estava sendo ruim, porém eu não sabia como responder sem parecer desesperada para dizer sim.

— Hm... Eu achei que... Bom, eu achei que nunca iria me chamar. – Finalmente falei apertando uma mão contra outra por debaixo da mesa e me sentindo idiota.

Naquela mesma noite, no cinema pequeno do bairro onde morávamos, nós demos o nosso primeiro beijo e duas semanas depois eu ganhei um anel e um pedido de namoro repleto de palavras gaguejadas. Não foi o pedido mais interessante que recebi, no final o anel ficou apertado no meu dedo e Jin derramou refrigerante no meu vestido, mas estaríamos juntos pelos próximos dois verões e isso era suficientemente especial para nós.


Notas Finais


Hello, tudo bom com vocês?

Desde já quero perdir desculpa se algo da estrutura do texto estiver esquisito, pois estou sem computador e postando pelo celular.

A maioria dos capítulos serão curtinhos assim, porque se tratam de lembranças, então... Não vai ser nada muito detalhado, serão apenas momentos que foram importantes para ela e que a marcaram de alguma forma.

Vou fazer a pergunta desde já: com quem vocês acham que ela fica no final? Ou melhor, com quem vocês querem que ela fique? Eu já tenho isso decidido, só quero ver vocês querendo me matar conforme eu for postando sobre cada um mesmo. Kkkkkk'

Obrigada pelos favoritos e comentários do capítulo passado.
Um beijo, Purple.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...