1. Spirit Fanfics >
  2. Paradigma, eu >
  3. Gil Vicente

História Paradigma, eu - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Gil Vicente


Dentre tudo o que já me auto aconselhei, destaco: tudo me desestabilizou.

Fui uma jovem cheia de si, com o amor próprio no ápice do meu conhecimento pessoal em plena a juventude.

Com meus fios alisados, minha altura ganhando das dos garotos da minha sala, e, com minha insaciável vontade de me enturmar ganhei corações, eu sei.

Mas eu caí. Fui direto ao precipício da solidão, cai de barriga em comentários maldosos sobre meu cabelo, rosto e personalidade. Me neguei o amor próprio, que antes era regra, por longos anos. Sucumbi com o mantra de que precisava mudar e agradar aos olhos, mas fui direto para a barca do inferno de Gil Vicente após entrar em depressão e angústia. 

A nevoa se foi após auto conselhos.

Aquela pessoa era realmente o meu eu. Era o eu que precisava existir. Eu fui a versão mais sonhadora e amorosa de todas!

Eu queria um lugar e tive um lugar, mas não por muito tempo.

Em suma, hoje eu tenho meus cabelos cacheados, uma altura que condiz com a maioria dos adultos de minha idade e vivo insaciavelmente com o meu eu e somente com ele. E, os corações que conquistei, só dois permanecem aqui, dentre tudo o que já me aconselhei, destaco: Tudo me desestabilizou para que eu chegasse até aqui, com o direito de olhar para trás, sobrevoando a maturidade e o conhecimento que formam a constelação da minha vida e o paradigma, eu. 

  Busquei ser  suficiente em todos aqueles dias, e, posso dizer abertamente que hoje sou suficiente, sou tudo o que restou e tudo que tenho.

Gil Vicente, eu acabei com a barca!

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...