História Paradise ( Chen) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Kim Jong-dae (Chen), Personagens Originais
Tags Anjo, Chen, Fluffy, Romance, Você
Visualizações 62
Palavras 423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura nini's♡

Capítulo 10 - Página : 10


Fanfic / Fanfiction Paradise ( Chen) - Capítulo 10 - Página : 10

— Ei, Doutora ________. Bom dia! Como foi o seu final de semana? — Ellise perguntou, assim que viu a médica entrar e passar por ela na recepção.

— O de sempre. — Respondeu tediosa. — O sábado foi bom, o domingo foi meia boca… — ________ deu os ombros.

— Ah' eu imagino que sim. Foi por causa da tempestade tropical, não foi? 

— Também. — A mulher disse uma meia verdade. — Tudo bem por aqui?! Está calmo até demais. — Comentou olhando para os lados.

— Só faltou energia ontem a noite por volta das onze… Há, mais uma coisa! O paciente do quarto número 220 teve uma crise e atacou o médico de plantão…

— O Sehun está bem?

— Está. Por sorte nada aconteceu… Mas tipo assim, ele realmente surtou. — Deu ênfase na palavra surtou.

— Deixa eu adivinhar?! 

 ________ pegou o prontuário de alguns pacientes que ela faria uma visita aos quartos, o que incluía o paciente do quarto 220. 

— Ele disse que o mundo iria acabar e que o diabo queria o corpo dele e que anjos iriam cair do céu dando início ao apocalipse.

— Você sempre acerta. — Sorriu. 

"Mesmo que eu tenha visto um anjo cair do céu isso não significa o fim dos tempos."

— Ele é um louco. E sempre que entro naquele quarto o Junmyeon vem com essa mesma conversa. Eu não sei porque ainda estão mantendo ele aqui, no hospital?

Ela falava mais consigo mesma do que com Ellisa, uma das enfermeiras que quase sempre estava na recepção.

— A doença dele chama-se loucura, ele tinha que ser ao menos transferido para ala psiquiátrica. Mas parece que ninguém vê isso, só eu... E olha que eu sou médica geral.

— Ele é o filho do prefeito… Então você já sabe, Doutora! 

Ellisa falou. ________ deu os ombros pouco se importando se Junmyeon era o filho mais velho do prefeito ou não.

— Eu vou pra minha sala.

— Tenha um bom dia! Não vou contar a ninguém que você chegou atrasada.

Ela se limitou a acenar para recepcionista, e seguiu apressadamente para sua sala.

 Ao entrar,  ela respirou o ar gelado do ar-condicionado ligado no máximo, deixando o cômodo aparecendo o pólo norte de tão frio.

— Doutora… — Alguém murmurou ao ouvido dela, fazendo seus pelos da nuca se eriçar/arrepiar. — Porque tão frio aqui? — ________ se virou assustada, vendo o rapaz bater o queixo. — Doutora, ele me quer… Ele me quer... Ele quer a Doutora também.


Notas Finais


Eitaaaaaa!!
Até o próximo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...