1. Spirit Fanfics >
  2. Park Jimin - O Popular >
  3. Natal

História Park Jimin - O Popular - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Oie meus amores

Estão bem?

Boa leitura nenéns ❤

Capítulo 24 - Natal


Fanfic / Fanfiction Park Jimin - O Popular - Capítulo 24 - Natal

Jimin On 

Ligação On 

Gen:Eai Jimin 

Jm:Oi Gen,tenho novidades. 

Gen:Boas? 

Jm:Sim,estou na academia agora. Comecei a treinar à alguns meses e você nem percebeu. 

Gen:Ah,estou muito ocupado para reparar no seu corpo. 

Jm:Parei de beber que nem um louco também..

Gen:Isso sim que é notícia boa! 

Jm: Como vai sua mulher e o bebê? 

Gen:Minha mulher está bem,fora os hormônios que se afloraram muito rápido,ela está me deixando louco. Mas a saúde do bebê está ótima. Mês que vem ele ou ela fará cinco meses,vamos descobrir o  sexo do bebê. 

Jm:Vejo que está feliz. Isso é muito bom. Eu fico muito feliz por vocês! 

Gen:E tem que ficar mesmo. Você vai ser o padrinho do meu bebê. 

Jm:Seria um prazer,ficaria decepcionado se você escolhesse outra pessoa. 

Gen:Nem imagino. 

Jm:Bom..te vejo no seu escritório amanhã. 

Gen:Tá legal. Tchau.

Ligação Off 


Dois meses depois...


Já era natal,e como sempre,eu passo as festas de final de ano com o Gen e sua família. Sempre foi assim depois que a Eli.. se foi. Como ela adorava o Natal,e todas datas que desse para comemorar. Ela era muito festiva,uma pessoa adorável,meiga e muito carinhosa. Ela me faz tanta falta. Me dói pensar nela,como ela era atenciosa comigo. Tantos anos em minha família,que eu me apeguei à ela,desde garotinho. 

Ela já não tinha família. Eu só tinha à ela e ela à mim. E isso já bastava,pelo menos até a S/n entrar em minha vida. Me senti tão sozinho quando eu já me via sem a S/n e a Eli. Eu não contava com mais ninguém,mas,naquela tarde em que eu fui no escritório do Gen,tudo mudou em minha vida,eu não me sentia tão sozinho. 


Dois meses antes... 

Flash back On 


Gen: Tenho novidades,e se eu fosse você,eu me sentaria. - Ele se sentou em sua cadeira macia atrás de sua mesa.

Jm:Está bem. - Me sentei na cadeira em frente à sua mesa. - Me conte logo,não me deixe ansioso. 

Gen:Está bem. Quando eu desliguei o telefonema com você ontem,eu ia dormir. Mas antes eu dei uma olhada em minha caixa de e-mails como sempre. - Suspirou 

Jm:Eai? - Disse impaciente 

Gen:Eu recebi um e-mail de uma Park. - Disse apressado 

Jm:Mas eu não tenho irmã nem irmão...ou tenho? -Estava muito confuso 

Gen:Nada disso. Você não tem irmãos. Essa mulher é sua prima de segundo grau,por parte de pai,óbvio! Dá pra acreditar? Ela disse que mora na Inglaterra,e que descobriu que vocês são primos através de um testamento de sua tia que morreu recentemente. - Ele me olhava incrédulo,mas aposto que eu estava mais chocado do que ele. 

Jm:Qual é o nome dela? - Consegui perguntar depois de alguns minutos. - Eu tinha uma tia? Caramba! 

Gen: Jenny Park. Tem trinta anos,é casada e tem dois filhos,uma menina de dez anos,e um menino de quinze anos. - Se ajeitou na cadeira. - Eu não sabia dessa "tia",ela era irmã do seu pai,e eu não sabia...

Jm:Nossa..eu tenho uma prima. Caramba.. não estou tão sozinho como eu imaginava. - Sorri 

Gen:É,não está! Ela vem te visitar no Natal. Eu até a convidei para a nossa ceia. Fiz bem?  - Perguntou com cautela

Jm:Fez.. Muito bem! Valeu Gen. - Suspirei. Estava tão feliz. 


Flash back Off


Eu sempre gostei do Natal,tenho memórias boas. Eu amava mais ainda quando era pequeno,ganhar presentes dos meus pais,rir com eles,preparar biscoitos com a minha mãe. Era tudo o que uma criança iria querer viver,uma infância feliz e memorável.  

Eu estava me arrumando para ir à ceia na casa do Gen. Já era 19:00 horas da noite,a minha prima Jenny  vai passar aqui em casa para irmos até a casa do Gen juntos. 


Ding Dong* 

A campainha tocou,espero que seja ela,não quero me atrasar. Desci as escadas e me apressei em abrir a porta. 


Jm: Jenny!  - Eu abracei a mulher que estava parada em frente à minha porta,com um semblante de surpresa.

Jn: Ooi..tudo bem? - A voz dela saiu trêmula 

Jm:Estou bem..Me desculpe pela empolgação. - Sorri 

Jn:Tudo bem! Só fiquei um pouco surpresa com essa reação. - Ela sorriu também.  - Bom,essa é  a minha filha Lancy,e esse é o meu filho Mathy. 

Jm:Olá lancy. - Tentei parecer uma pessoa mais simpática possível. - Tudo bem Mathy? 

Lc:Oi,eu estava ansiosa pra te conhecer tio. - A garota sorriu. - Posso te chamar de tio,né? 

Jm:Claro! - Eu abracei a garotinha 

Mt: Eai? - Ele estendeu a mão pra mim com um sorriso breve 

Jn: Comprimente ele direito filho! - Ela o repreendeu 

Jm:Tudo bem! Eu já fui adolescente,deixe de formalidades comigo. - Eu sorri para eles 

Jn:E esse é o meu marido Fernan. - Os olhos dela brilhavam quando ela os direvionavam ao marido.

Fn:Como vai? - Ele estendeu à mão para mim,um gesto formal,mas,amigável. 

Jm:Vou bem,mas,melhor agora que conheci vocês. - Eu ajeitei a minha gravata. 

Fn:Saiba que o prazer é nosso,minha mulher ficou muito feliz em saber que tinha um primo,mesmo que seja um pouco distante. - O homem parecia meio nervoso 

Jn:Amor.. Eu fiquei muito feliz mesmo Jimin. Mal consegui ver a hora para o nosso encontro. - Ela suspirou 

Jm:Bom.. Eu fiquei mais feliz do que você. O que acha de irmos para a casa do Gen agora? - Eu estava meio nervoso,não sabia se eles iriam gostar de mim 

Jn/Fn: Parece ótimo  - Minha prima e o marido disse em coro. 


Quando chegamos na casa de Gen,ele estava na cozinha de avental,eu não resisti e acabei rindo com aquela visão. A família dele já havia chegado. O irmão dele Gorge e a irmã dele Grazy. Sempre achei que os pais deles tinham um gosto muito bom,mas,colocar os nomes dos três irmãos com a letra "G",já era demais. Além dos irmãos,estava a mulher dele na casa,e pelo jeito  eu acabei trazendo a maioria das bocas para a ceia desse ano. 


Gz: Nossa Jimin.. Você parece mais em forma esse ano. - Ela disse com gentileza 

Jm:Muito obrigado. Comecei a treinar,estava precisando. - Sorri 

Gr: Pra quê? Perder peso? Assim você vai sumir. - Gargalhou 

Jm:Não é para perder peso George. Isso é você que está precisando. - Gargalhei entrando na brincadeira dele. - É só para tonificar os meus músculos. 

Gr: Ah claro. Não basta só a beleza para matar as mulheres do coração? - Disse enquanto servia vinho para todos

Gen: Do que adianta? Ele não namora ninguém! Desde que conheci ele,nunca vi ele paquerar ninguém. - Deu um gole em seu vinho 

Jn:Sério? Por quê? - Disse incrédula

Jm:Não estou afim de namorar,por ora. - Disse enquanto rezava mentalmente para sair de tal assunto. 

Fn: Bom... como vai a sua vida na empresa? Sua tia deixou a empresa dela nas mãos da Jenny,vamos ver como ela vai se sair,eu creio que ela vai dar conta! - Parece que ele leu os meus pensamentos e me ajudou a sair daquela conversa incômoda. 

Jm:Minhas empresas vão muito bem! É muito trabalho,mas,não posso reclamar. Aliás,Gen me ajuda muito. - Sorri para o Gen

Gen: E como..- Suspirou - Mas compensa muito,tenho três meses de férias. - Sorriu aliviado 

Jm: É porque você merece. - Fingi uma tose 

Jn:É um tempo muito bom! - Arqueou as sobrancelhas 

Fn:Queria ter esse tempo todo de férias. -Gargalhou 

Gen: E quanto tempo você tira de férias? - Perguntou curioso 

Fn:Apenas um mês. É horrível,pois,quando eu volto para o trabalho,minha linda mulher me manda várias fotos por onde viaja com os nossos filhos. - Deu um sorriso forçado para a minha prima. 

Jn:Sabe que eu não faço por mal. - Revirou os olhos fazendo todos rirem

Fn:Calro que não. - Sorriu descontraído 

 Gz: Ainda bem que nós não nos casamos. - Sussurrou para o  irmão George 

Gr:Por enquanto irmãzinha. - Sorriu 

Gz:O quê? - Arregalou os olhos 

Gr:Nada.. - Sorriu nasalado 

Jn:Você está com quantos anos Jimin? - Ela perguntou envergonha 

Jm:Estou com vinte e um anos. Não parece? - Sorri 

Jn:Parece que é ainda mais novo!  - Gargalhou 


Aquela noite estava muito agradável. Era o melhor Natal depois de alguns anos. Mas eu sei que haveria melhores. 


S/n On 

O meu Natal não era tão bom como aqueles que eu passava com a minha mãe. Mas era melhor do que passar sozinha.  Todo ano minha amiga/vizinha me convidada a ceiar com ela e com a família dela. O nome dela é Clear, nós cursamos na mesma faculdade,ela tem a minha idade,vinte anos.  Ela sempre foi gentil comigo,ainda mais depois da morte de minha mãe. 


Cl:Vamos S/n.. Eu vou te maquiar. - Pegou um estojo de maquiagem da bolsa 

S/n:Estou sem ânimo para maquiagem... - Disse manhosa 

Cl:Deixe disso! Você é linda,tem que parar de agir dessa forma,okay? Ah não ser que queira apanhar! Aí eu não vou precisar gastar o meu blush por conta dos bons tapas que você está merecendo. - Gargalhamos. 

S/n:Só você para me fazer rir Clear.  - Apoiei minha mão em minha barriga. 

Cl:Eu sou demais. - Pegou uma paleta de sombras do estojo de make


Quando ela terminou,eu me olhei no espelho e me senti muito linda,depois de muito tempo. Estava com um vestido simples,mas lindo e delicado da cor rosa bem claro,e um salto nude.


Cl:Meu trabalho acabou! Agora vamos pra minha casa comer e  beber até tarde.- Nós fomos para a casa dela que ficava no mesmo corredor do prédio. 


Entramos lá e vimos a mãe dela terminando de arrumar a mesa com a ajuda do pai dela. O irmão dela de dez anos,o Lipe que estava sentando no sofá junto a prima deles de treze anos a Keila. 

Comprimentamos todos,e nos sentamos também. Eles me consideravam da familia,pois havia um bom tempo que eu os conhecia. 


Kl: Nossa,você está linda! - Disse com os olhos arregalados 

Lp:Tenho que concordar. - Sorriu 

Cl:Eu não disse que você é linda amiga. -Me abraçou de lado

S/n:Obrigada gente. - Meu rosto corava e ardia como nunca. 


Todos os natais ao lado deles eram maravilhosos. Um melhor do que o outro.  A mãe dela era um doce de pessoa,ela me lembrava um pouco da Eli... será que ela está bem? Já o pai dela era brincalhão demais. Nós riamos a noite inteira. 




••CONTINUA••





Notas Finais


Me desculpe pelos erros

Até mais,beijos❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...