1. Spirit Fanfics >
  2. Park Jimin Gangster >
  3. Ao som das Batidas

História Park Jimin Gangster - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Oii pena vcs não poderem ver os carros :-:

Capítulo 23 - Ao som das Batidas


Fanfic / Fanfiction Park Jimin Gangster - Capítulo 23 - Ao som das Batidas

Saímos do galpão e damos de cara com um carro.( capa)

Adentrei o carro no banco do motorista e Jimin foi do outro pra atirar.

Acelerei o carro e logo vimos três viaturas atrás de nós.

- São do FBI!- Disse quando olhei no retrovisor- Atira no pneu direito do lado esquerdo!

O mesmo atira e o carro de trás perde o controle.

Jimin volta para dentro e recarrega a arma.

Jm: Vai pro estacionamento da rua central, anda 7.

Obedeci o que ele disse. Mas antes de entrar no estacionamento uma câmera fotografou minha imagem e a de Jimin.

- Droga! Pegaram nossas imagens!- Disse subindo.

Jm: Não faz mal! Depois a gente foge!- Disse como se fosse a coisa mais simples do mundo.

- Mas eu sou do FBI! Eles vão me matar!- Disse exaltada subindo o estacionamento.

Jm: Você era do FBI! 

Chegamos no estacionamento e eu desci brava do carro, batendo a porta do mesmo e pisando fundo.

Jm: O que deu em você?- Perguntou também exaltado.

- Jimin, é fácil você falar isso, porque você está acostumado com essa vida! Mas eu não!

Jm: Se acostuma então!- Disse bravo.

- Você não era assim!

Jm: Eu devia te deixar agora sabia?

Não acredito que ele disse isso.

- Então por que não deixa?- Perguntei com os olhos marejando.

Jm: PORQUE EU TE AMO!- Ele gritou e eu me assustei.

Ficamos parados em silêncio escutando o helicóptero passar por cima do prédio.

Tae: Clima tenso!- Disse Tae adentrando o local.

Jin: Vamos logo!

Jin chega e Hoseok vem atrás. Logo os dois tiram um pano de cima de cinco carros.

Logo cada um escolhe um carro.

Tae estende para cada um de nós escutas para nos comunicarmos.

Cada um de nós adentramos nossos carros e aceleramos.

Saímos do estacionamento e fomos a uma rua larga onde nossos carros ficaram um ao lado do outro.

Tae: Estão prontos?- Perguntou pela escuta.

Jm: A s/n não aprendeu a atirar ainda.- Disse arrogante.

- Eu sei me virar!- Disse no mesmo tom.

Jm: Sério?! Então porque não cuida dos policiais sozinha?- Perguntou irritado.

- Porque esse problema é seu!

Tae: Vocês não vão brigar pela escuta né?!- Perguntou irritado também.

Ficamos em silêncio, aquecendo os motores dos carros, até Tae quebrar.

Tae: Agora!

No mesmo instante saímos disparados. Senti tiros atingirem na lataria do carro, mas não afetava muita coisa. 

Tae: Vamos ter que nos separar! 

Fizemos isso. Segui para a esquerda e eles foram para outros lados. Tinha um helicóptero me sobrevoando, olhei pro lado e vi umas armas e bombas. Peguei uma granada, destravei e mirei no helicóptero. Ele explodiu acertando em carros na rua. Pessoas corriam desesperadas, carros pegavam fogo, policiais atiravam. Acabei parando quando um carro quebrou em minha frente.

- Droga!- Falei ao ver que estava bloqueada- Vou ter que atirar.

O rádio liga do nada e uma música bem elétrica começa a tocar.

- Que porra é essa?- Falei já brava.

Xxx: Bem vinda ao meu jogo s/n!- Disse uma voz no rádio.

Tentei desligar mas não deu certo.

-Quem é você?

Xxx: Você não me conhece!

- AVA!- Disse já irritada.

Xxx: Você terá que atirar ou morrer.

A música começou a tocar de novo só que dessa vez mais auto. Tive uma ideia!

Desci do carro e comecei a prestar atenção na batida da música. Peguei uma pistola e comecei a atirar nas batidas da música. Cada batida era um tiro. E estava dando certo! Eu mirava nos policiais e atirava. Eu acertava todos! No final matei vinte e sete policiais.

Entrei no carro de volta e dei meia volta. Corri até encontrar os meninos em uma outra rua. 

Tae: Vamos!

Logo um avião pousa e nós subimos nele.

Hk: Não aguentava mais aqueles caras!- Disse Hoseok saindo do carro.

Sai do carro e Tae veio atrás.

Tae: Você está bem?- Perguntou preocupado.

- Estou.- Disse simples.

Jm: Vamos pra mansão dois.

O mesmo gritou do estacionamento. Apenas revirei os olhos e sentei em um banco, logo adormeci

/*QUEBRA DE TEMPO*/

 Acordei com alguém cutucando minha bochecha.

Hk: Foi mal! Não resisti!- Disse o mesmo sorrindo. Apenas ri e sai do avião dando de cara com uma mansão linda.

- Uau!

Fiquei de boca aberta.

Hk: Os meninos já estão lá dentro.

Adentramos a casa e fiquei abismada.

- Wooo! Isso é melhor do que eu imaginei!- Disse pulando na cama.

Levantei e tomei um banho.Sai e vesti uma roupa.

Sai do quarto e fui no do Jimin. Queria me desculpar.

Entrei mas não tinha ninguém. Fui em um quarto qualquer. Bati na porta, mas ninguém atendeu. Então entrei. Quando entro vejo que o quarto é muito bonito também.

Estava observando o quarto, quando a porta do banheiro abre e vejo o Tae só de toalha na cintura.

O mesmo arregala os olhos e eu também.

Tae: O que faz aqui?- Perguntou preocupado.

- E-eu n-não s-sei!- Gaguejei e meus olhos ficaram confusos. Fiquei de costas para ele se trocar.

Tae: Pode virar.- Disse simples.

Virei e o mesmo estava apenas de calça jeans preta e a barriga a mostra.

Eu não consegui tirar os olhos de seu abdômen levemente definido. Quando me dei conta, eu já estava prensada na parede com a respiração de Tae batendo em meu rosto.

Tae: Provavelmente veio querer saber do Jimin não é?- Diz o mesmo me prendendo em seus braços. Apenas assenti. Logo ele estende o celular e me mostra o vídeo de uma garota beijando o Jimin.

Queria acreditar que aquilo foi antes, mas estava ao vivo! Ele estava em uma balada! Menino idiota!!

- Não acredito...-As palavras não saiam.

Tae: Está tudo bem- Disse o mesmo me abraçando.

Tae: Ele não te merecia.

O mesmo me guia até a cama. Quando fui ver eu estava em baixo dele. Ele me encarava e logo seus olhos param em minha boca. Eu estava em êxtase então... Foda- se! Beijei o mesmo e ele apenas retribui. Se Jimin pode, por quê eu não posso?

 


Notas Finais


Continua???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...