1. Spirit Fanfics >
  2. Park Jimin: My First Love >
  3. Capítulo 10

História Park Jimin: My First Love - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


aproveitem o imagine!
(´∩。• ᵕ •。∩`)

Capítulo 10 - Capítulo 10


                    No dia seguinte...

                        Quinta-feira                                                                                07:30

Você já estava na sua sala de aula a espera da aula começar, enquanto praticamente sua sala estava correndo, fazendo piadas, gravando vídeos, entre outras coisas. Ao seu ver, parecia que estava ocorrendo a 3ª Guerra Mundial ali. Enquanto você estava apenas sentada em sua carteira lendo um livro, você sente alguém bater fortemente na sua mesa. E a pessoa que havia feito isso era nada mais nada menos que Park Chaeyoung.

RS: Bom dia, nerd! — disse Rosé com um sorriso forçado no rosto.

S/n: E lá vamos nós...! — você disse para si mesma. — O que você quer, Rosé?

RS: Ah, nada demais! Você vai fazer o que eu te mandei, não é?

S/n: E se eu não quiser? — você disse simplista.

RS: Se você não quiser, vai ter que arcar com as consequências nada agradáveis... — Rosé falou, mas de repente o professor aparece na sala. — Pense bem em relação a isso, ouviu? Tchauzinho! — falou a mesma logo depois voltando a se sentar em sua carteira e logo depois a aula começa e tudo corre normalmente como de costume.

            Namjoon Quebra o Tempo                                                                       09:20

Já estava no horário do intervalo, e você estava passando o tempo na biblioteca junto de suas amigas lendo alguns livros. Enquanto você pegava um livro que estava em um lugar um pouco alto para a sua altura na prateleira, você acaba quase caindo no chão, mas você sente ser segurada por alguém, impedindo que você caísse. E quando você vai ver o rosto da pessoa que te segurou, você vê que era Jimin, te deixando levemente corada com a atitude do mesmo.

S/n: Jimin? Oi... — você disse um pouco envergonhada com a situação.

JM: Quer ajuda? — perguntou o mais velho e você assente, logo depois o mesmo pega o livro que você queria e dá nas suas mãos.

S/n: Muito obrigada, Jimin.

JM: De nada. E S/n, eu queria conversar com você, a sós. Podemos?

S/n: Ah, claro. Vamos. — você disse logo depois acompanhando Jimin para um lugar um pouco afastado das pessoas na biblioteca. — Então, o que você quer falar?

JM: É sobre o que a Rosé falou contigo no começo da aula. Quando ela perguntou se você vai fazer o que ela mandou, era o que você me falou ontem?

S/n: Sim, é justamente isso. Mas não precisa se preocupar. Já estou acostumada com este tipo de coisa, e a Chaeyoung não me assusta. E... Ah, meu Deus... — você falou indignada ao ver Rosé observar vocês dois no meio das prateleiras.

JM: O que foi?

S/n: A Rosé está nos observando, e muito provavelmente escutando nossa conversa. Ah meu Deus, que vergonha... — você disse pondo a mão em seu rosto de tão envergonhada que estava.

JM: Vem comigo. — pediu o mais velho então você acompanha o mesmo, e Jimin te leva até a sala de aula de vocês, logo depois fechando a porta da sala. — Bem, acho que ninguém vai entrar aqui, então podemos continuar.

S/n: Desculpa por ter que passar por isto, Jimin. Sei que por conta da sua carreira de modelo internacional, deve ter muitos garotos e garotas pedindo autógrafos, fotos, e essas coisas, e deve ser um pouco desconfortável para você ter que passar por isso. Desculpa.

JM: Não, tudo bem. Já até virou rotina isto. Mas então, podemos voltar a nossa conversa?

S/n: Ah, sim. Continuando, em relação a estas coisas que Rosé falou e fica falando todos os dias, não tem que se preocupar, okay? Eu convivo com a Chaeyoung desde o ensino fundamental, então já estou acostumada com as coisas que ela e as amigas dela fazem comigo, e o colégio inteiro... Mas, tão tem com o que se preocupar, tá bem?

JM: Tá bem, mas eu já te falei para não se acostumar com estas coisas que a Chaeyoung e as amigas delas fazem contigo. Eu já te falei que pode me chamar quando elas tentarem fazer essas coisas.

S/n: Eu sei Jimin, mas você com certeza deve ter uma vida bem mais complicada do que a minha por conta da sua carreira e a sua popularidade aqui, e eu não quero por mais um problema na sua vida e te incomodar.

JM: Você não vai me trazer mais problemas só por causa da Chaeyoung, S/n. Olha, eu não me importo com a minha popularidade aqui na escola, ou com a minha fama. Não é só por isso que eu vou deixar de ajudar as pessoas. Então quando quiser, pode falar comigo ou pedir ajuda, tá?

S/n: É muito gentil e legal da sua parte, Jimin. Obrigada... Você não deveria estar com os seus amigos? — você perguntou.

JM: Eu não estou muito afim de falar com eles hoje. Por que a pergunta?

S/n: Nada, não. Apenas curiosidade. Então, o que podemos fazer agora?

JM: Podemos tentar nos tornar amigos, caso você queira durante esse tempo. — sugeriu o mais velho, e então vocês dois passam o resto do intervalo sozinhos na sala conversando sobre diversos assuntos, e então vocês começam a se tornar amigos.

Assim que o sinal toca, você e Jimin se sentam em seus lugares, e as pessoas começam a entrar na sala de aula. Já Chaeyoung assim que entrou no local lançou um olhar mortal a você, por conta do que ocorreu na biblioteca entre você e Jimin, mas você resolve ignorar. E minutos depois, o professor chega na sala, todos se sentam em seus devidos lugares, e a aula segue normalmente, como de costume.

            Namjoon Quebra o Tempo                                                                       13:05

As aulas já haviam acabado, e você estava acompanhando suas amigas até a casa delas, enquanto vocês três conversavam sobre diversos assuntos. Até que Jiwoo resolve se pronunciar e te mencionar em algo que havia ocorrido hoje.

JW: Então S/n, como foi com o Jimin? — perguntou Jiwoo.

S/n: O quê? Do que está falando, Jiwoo? — você perguntou confusa.

SMN: S/n, eu não sei se você sabe, mas nós vimos o Jimin te "salvar" na biblioteca, e vimos vocês indo para algum canto conversar. Então, como foi?

S/n: Ah, isso? Não é nada demais, meninas. Nós apenas fomos conversar sobre uma coisa, e acabamos passando o resto do intervalo conversando na sala, e estamos começando a nos tornar amigos. Só isso. — você responde, e logo depois Somin e Jiwoo gritam animadas, e você não entende o motivo disto. — Pra quê isso, meninas?

JW: A segunda fase já está concluída! Agora falta a terceira!

S/n: Quê? Que primeira fase, Jiwoo? O que vocês estão armando?

SMN: Ah S/n, nada demais. Apenas vendo até onde a sua relação com o Jimin pode dar! A primeira fase era vocês se conhecerem, a segunda vocês se tornarem amigos, e a terceira é ele te defender e ajudar em certas coisas, sabe?

S/n: Quando vocês vão parar com isso? Eu já disse que tem várias garotas ricas, bonitas e luxuosas ao redor dele! Vocês acham que de todas elas, ele iria me escolher? Longe disso!

JW: S/n, você é a pessoa mais inteligente que eu conheço, mas às vezes parece que você é mais lerda que um coala.

SMN: S/n, tá mais que óbvio que o Jimin gosta de você! E você também gosta dele, que eu sei disso!

S/n: Meninas, nós nos conhecemos tem apenas duas semanas. Não é possível ele já de cara gostar de mim! E eu não gosto dele. Eu confesso que acho ele muito legal, gentil, extrovertido e inteligente, mas isso não significa nada.

JW: Tá bem S/n, tá bem. Depois não diga que estávamos corretas em relação a isso!

S/n: Olha, podemos não tocar mais neste assunto hoje? Olha só, chegamos! — você disse parando na frente da casa de Somin. — Bem, eu preciso ir para casa. Até amanhã?

SMN: Tá bem. Tchau, até amanhã! — Somin se despediu de você te dando um abraço, e logo depois Jiwoo faz o mesmo.

JW: Até amanhã, S/n! — Jiwoo se despede, e então você se despede delas, e segue seu caminho para casa.

                       Horas depois...

Você acaba de chegar em casa, e antes que você pudesse subir as escadas para ir diretamente ao seu quarto e fazer suas coisas, você é impedida por S/p te chamando e pegando fortemente seu pulso, e de repente te jogando no chão com força.

S/n: O que foi que eu fiz agora? — você perguntou indo direto ao ponto.

S/p: Olha aqui sua vagabunda relaxada, eu quero que você faça tudo o que eu mandar direto! E se você não fizer da maneira que eu mandei, ou me responder, já sabe o que vai acontecer, não?

S/n: Mas- — você tentou dizer, mas você é interrompida pelo mesmo depositando um forte tapa em seu rosto.

S/p: Sem mas ou menos! Apenas faça o que eu mando! Escutou? — perguntou S/p, porém você não responde. — ESCUTOU?! — gritou o mais velho, e você apenas afirma com a cabeça. — Ótimo! Vamos, se mexa!

Então logo após isto, você se levanta do chão, põe sua mochila em um canto da sala de estar e sem reclamar ou falar algum comentário você começa a fazer as coisas que S/p manda. Pois você sabia o que ocorreria se você fizesse algo que não o agradasse.

             Namjoon Quebra o Tempo                                                                       21:57

Depois de mais um dia complicado e estressante com S/p e parte da escola como de costume, todo aquele trabalho torturante havia acabado. E neste momento você se encontrava no banheiro se olhando no espelho apenas de peças íntimas e você observava atentamente seus hematomas e suas cicatrizes. E você começava a se perguntar a si mesma: "Será que isso vai acabar? Será que alguma hora isso tudo vai acabar? Toda esta dor, angustia, depressão, e sofrimento, irão acabar? Será que algum dia, eu poderei ser feliz novamente, longe de todos os problemas, que me trouxeram até aqui? Ou será que eu realmente estou merecendo isto como uma punição, por não ter salvo a minha mãe?"

Você se perguntava isso desde que começou a morar aqui na Coreia do Sul, mais específicamente desde os 7 anos de idade. Pois após sua mãe falecer, S/p lhe obrigou a começar a deixar seus estudos de lado e se focar em estudar coreano, para conseguir entender o que as pessoas falavam e para você conseguir falar com as pessoas também. E também grande parte das coisas que restaram de sua mãe, foram vendidas para S/p conseguir fazer seu passaporte e comprar as passagens para Seul. Em breve vocês entenderão melhor sobre esta longa história que deu início a isto tudo.

Então depois de pensar nisto, você veste suas roupas, escova seus dentes, e logo depois sai do banheiro se jogando sobre sua cama. Você já havia feito tudo que era necessário e já havia arrumado suas coisas para o dia seguinte na escola, então apenas queria aproveitar o resto de seu dia para descansar, e escutar algumas músicas para tentar se animar um pouco ou tentar esquecer de seus problemas. Depois de horas escutando diversas músicas e vendo fotos suas antigas com sua mãe, você deixa seu celular e seus fones de ouvido sobre seu criado mudo ao lado de sua cama, e momentos depois você acaba caindo no sono.




                           Continua...





Notas Finais


Foi isso! Espero que tenham gostado desse capítulo! Se tiver meio ruim ou tiver algum erro ortográfico, me perdoem.
Bjs! Aguardem o próximo capítulo!❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...