1. Spirit Fanfics >
  2. Parmiga - A New Beginning >
  3. Love of my life

História Parmiga - A New Beginning - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Óia eu aqui dxi novo kkkkkk

Capítulo 12 - Love of my life


Fanfic / Fanfiction Parmiga - A New Beginning - Capítulo 12 - Love of my life

-Oi - sorriu abertamente- Estás acompanhado?

Ele levou a mão aos cabelos - Ah...Sim...

-Sério? - mulher perguntou surpreendida - Bom, então vai lá vestir qualquer coisa e depois desce.

-Okay mãe…

A mulher desceu e ele entrou no quarto. Silenciosamente aproximou-se da morena e acariciou o seu rosto.

-Bom dia amor - ele sorriu.

Ela acariciou a sua mão e sussurrou sonolenta -Bom dia meu amor - sorriu de leve e acariciou a coxa dele.

-Temos uma visita…

-Quem? - sentou-se na cama.

-Adivinha… a minha mãe.

-Sério?

-Sim. Está lá em baixo…

-Então vai lá - levantou-se sobre o olhar do moreno - eu já desço. Vou só tomar um banho rápido.

-Okay - ele sorriu e deu-lhe um selinho.



-Então porque vieste cá? -perguntou Patrick a descer as escadas.

-Que pergunta filho! Vim ver como estás. Nunca mais deste notícias.

-Tenho estado ocupado…

-Até para ligar para a tua mãe?-cruzou os braços.

-Desculpa - disse enquanto preparava o café - queres café ou alguma coisa para comer?

-Não. Já comi - pausou para olhar a casa - Já vi que andas a tratar da casa. Acho bem porque não foi fácil encontrar nesta zona.

-Sim mãe.

-Então- aproximou-se dele - estás acompanhado por quem? 

-Por… uma pessoa…

-Isso eu vi - riu- quem é a sortuda?

-Mãe…

-Bom dia - Vera sorriu quando desceu.

Kay (mãe do Patrick) olhou a morena de cima a baixo. Ficou estupefata com a quantidade de beleza que a Farmiga tem.

-Bom dia - Kay sorriu.

O moreno encarou a Vera -É a minha mãe - riu de leve.

-Sim - a morena sorriu- a gente já se conheceu, certo?

-Acho que sim...

Vera sorriu -Eu vou lá em cima acabar de me vestir - agarrou na chávena - obrigada pelo café - subiu até ao quarto.

-Patrick Wilson! Vais me contar tudo.

-Quê?

-Eu conheço ela - sorriu.

-Sim conheces. Uma vez entraste na minha casa sem eu saber e a Vera estava lá.

-E vocês… estão juntos?

-Mãe…

-Ou são só amigos?

Ele riu de leve enquanto bebia o seu café -Sim. Estamos juntos - sorriu.

-Então ela é que é a mulher da tua vida - cruzou os braços e riu.

-Sim é -sorriu quando viu a Vera a descer as escadas.

-Wilson, temos que ir trabalhar…

Ele coloca a chávena de café na bancada - Tens razão. Vou me vestir.

-Mas…

-Deixo-te na companhia da Sra. Kay - ele riu de leve.

A morena encarou a Kay um pouco envergonhada e suspirou na tentativa de se acalmar.

-Então você é que é a famosa Vera?

-Conhece o meu trabalho? - sorriu.

-Também - sentou-se no sofá - mas conheço-a mais pelo que o meu filho falou de si.

-Ah… ele falou de mim?

-Imenso! Ele sofreu bastante com a vossa separação… tentei ao máximo ajudá-lo mas nada o fazia sorrir - suspirou.

-Não foi o único. Eu também sofri bastante…

-Pois… em toda a minha vida nunca vi o meu filho tão mal. E eu nunca soube quem era a mulher que o estava a deixar assim. Só soube agora.

-Sério?

-Sim. Perguntei se era você a mulher da vida dele e ele respondeu que sim - levantou-se e agarrou nas suas mãos - o meu filho ama-te muito.

-Eu sei disso Sra. Kay.

-Ah! Por favor trata-me só por Kay - riu.

Vera sorriu.

-Eu fico muito feliz que vocês finalmente tenham resolvido tudo. Agora eu tenho a certeza que o meu filho está bem - sorriu.

-Obrigada.

Kay abraçou a Vera - Eu que agradeço por fazer o meu Patrick tão feliz. 

O moreno entrou na sala e viu elas abraçadas. Sorriu abertamente ao ver aquela cena. 

-Ah… Wilson - Gaguejou Vera.

Ele aproximou-se delas e sorriu - Vim interromper alguma coisa? - riu de leve.

-Não- disse Kay -Bom… vocês têm que ir trabalhar né?

-Sim. Queres que te deixe em casa?

-Agradeço mas não é preciso - a mulher sorriu.


[...]


Já no final do dia, já tinham gravado várias cenas. O moreno bateu à porta do trailer da Vera -Posso? -perguntou com um sorriso nos lábios.

-Sim - riu de leve enquanto tirava o figurino de Lorraine.

-Se soubesse que estavas assim tinha vindo mais cedo - mordeu o lábio inferior ao ver a Vera apenas de calcinha e sutiã.

-Tarado - deu um tapa no braço que a agarrou pela cintura - controla-te.

-Ainda pedes para me controlar? Como o posso fazer contigo assim? - roçou o seu nariz no dela.

Vera deu-lhe um selinho - Guarda essa vontade para quando chegarmos a casa - mordeu lábio inferior.

Ele sorriu e beijou-a lentamente. Em seguida sentou-se à espera que ela se vestisse.

-A falar nisso… esqueci-me de te dizer - levou a mão aos cabelos.

-O quê?

-Os meus pais querem jantar connosco…

-Sério?

-Sim - riu de leve- a minha mãe gostou de ti.

-Eu também gostei dela - sorriu.

-Não há problema?

Ela aproximou-se dele e acariciou o seu rosto - Claro que não.

Ele sorriu, levantou-se e beijou-a calmamente enquanto a puxava pela cintura.



Ao sair do trailer da morena são chamados pelo James.

-Oi. Algum problema? - pergunta Vera.

-Não- James sorri - Só vim avisar que amanhã não há gravações.

-Porquê?

-Amanhã vai haver um pequeno encontro com todo o elenco no restaurante do hotel.

-Ah, tendi - eles sorriram - é em que hotel?

-Depois mando a morada por sms - sorriu e afastou-se.


O casal ia em direção do carro com as mãos entrelaçadas.

-Amanhã não precisamos de acordar cedo - ele sorriu malicioso.

-Pois é- sorriu juntamente com ele.

Virou-se frente para ela e entrelaçou as duas mãos nas dela - vou poder acordar contigo nos meus braços - aproximou-se do rosto dela - acordar-te com muitos beijinhos - roçou o nariz no dela.

Ela sorriu e abraçou-o pela cintura - Vamos ter o dia todo para namorar - mordeu o lábio inferior.

-Sim - acariciou o seu rosto e beijou-a lentamente- Só de pensar até me dá calor.

Vera riu alto e abraçou-o pelo pescoço colando os seus lábios.


[...]


Já tinham tomado banho e neste momento o Patrick estava no andar de baixo à espera da Vera. Olhava para o relógio e via o tempo a passar mas preferiu não chatear a morena com as horas. Sabia que no final ela o ia surpreender. 

Tirou o telemóvel do bolso e foi ao Twitter. Sorria ao ler algumas mensagens dos fãs. Raramente respondia as mensagens porque a maioria era a perguntar se ele estava junto com a Vera. Mas por decisão de ambos, não estava na altura de anunciar para o público. Concordaram em contar aos familiares e amigos, mas aos fãs querem esperar mais um pouco. Todos shippam ele com a morena e ambos sabem que quando contarem será uma grande bomba.

Ouviu os sapatos de salto alto e sorriu quando a viu.

-Já estou pronta - sorriu abertamente - o que achas? - girou 360° para lhe mostrar o curto vestido branco.

-Uau - olhou a Vera de cima a baixo - Estás… -ele calou-se imaginando a Vera vestida de noiva. Sem dúvidas que o branco lhe encaixava muito bem. Tudo fica perfeito nela.

-Achas que estou exagerada? Só quero agradar os teus pais…

-Eu - sorriu - Amor -acariciou o seu rosto- Ficas linda de qualquer maneira!

Ela sorriu envergonhada.

Ele voltou a olhá-la dos pés à cabeça -Mas estás perfeita! Ficas maravilhosa de branco.

-Obrigada - sorriu - Vamos?


[...] 


 Já jantados, falavam agora sobre o The Conjuring 2 com os pais de Patrick. Com a mão dele em cima da sua, a morena encarava-o enquanto ele falava. Estava feliz por os seus pais apoiarem totalmente o relacionamento. Enquanto o moreno falava sobre o trabalho ela por uns minutos perdeu-se no sorriso dele. Ambos estavam mais felizes que nunca.

Patrick encarou-a e viu que ela estava pensativa.

Acariciou a sua mão- Oi?

Ela sorriu - Oi.

-Estás bem?

-Sim - suspirou e pousou a cabeça no seu ombro.

Patrick colocou a mão na sua coxa -Estás cansada né? Queres ir para casa? 

-Estamos com os teus pais. Aproveita - sorriu.

-Também estou cansado. É melhor irmos descansar - Patrick encarou os seus pais - Bom… Eu e a Vera trabalhamos muito hoje… Vamos para casa?

-Sim. Tens razão. Também estou cansada - comentou Kay.


[...]


O moreno acordou abraçar a Vera por trás. Sorriu e beijou-a na bochecha. Apoiou-se pelo cotovelo e encarou-a enquanto ela dormia. Acariciou o seu rosto e beijou os seus lábios.

-Bom dia - sussurrou.

-Bom dia meu amor - abraçou-o pelo pescoço e beijou-o calmamente.

-Amo acordar assim - sorriu- contigo do meu lado.

-Eu também - mordeu lábio inferior e passou de leve as unhas nas costas dele.

O moreno beijou-a desde a bochecha até ao abdômen que estava coberto por uma camisa dele.

-Tu e a tua mania de usar roupa minha - ele riu de leve.

-Eu gosto -sorriu.

-Eu também - passou a mão dela sua coxa e apertou de seguida - ficas ainda mais gostosa.

Ela riu e desceu as mãos até ao seu  abdômen quando ele a beijou intensamente. 

Beijou-a no pescoço e sugou deixando o local marcado.

-Wilson - mordeu o lábio -Vais me deixar marcada.

-Não resisto - acariciou o seu rosto e colou os lábios enquanto desabotoava a sua camisa.

Vera mordeu novamente o lábio inferior e tirou o membro da sua cueca. Masturbou-o sem tirar o contato visual.

Sem resistir mais ele passa o membro por toda a sua intimidade e penetra-a fazendo a Vera passar as unhas pelas suas costas.

-Ahh... Wilson - sugou o seu pescoço - não pares.

Ele aumentou o ritmo. Desceu a mão até à sua nádega e apertou fortemente deixando marcado.

-Queria acordar todos os dias assim - o moreno gemeu baixo no seu ouvido.

-Eu...também - mordeu o seu ombro para tentar abafar os gemidos e abrindo mais as pernas para o receber mais fundo.

Entocou mais forte quando a Farmiga gemeu mais alto. Sentia cada vez mais que ela estava próxima do ápice.

Olhou-a nos olhos enquanto apalpava o seu seio e com a outra mão segurava a sua coxa.

Vera sentia já as pernas a tremer. Enquanto ele a penetrava sem parar ela rebolava. Não queria que ele parasse.

-Amor -ele sorriu de leve e abrandou as entocadas. Agora penetrava-a lentamente.

Ele agarrou na mão dela que estava no colchão e levou até ao seu abdômen -Toca-te para mim -gemeu.

Assim o fez, ela começou massagear o seu clitóris enquanto o Patrick olhava. Ele penetrava-a lentamente. Começou a entocar mais forte levando a morena à loucura.

Ela se massageou mais rápido -não pares! -gemeu alto sentindo ele a tocar no seu ponto mais sensível.

Ela abraçou-o pelo pescoço e beijaram-se enquanto gozavam juntos.



Deitada no seu peitoral, inalava de olhos fechados o seu cheiro que já era viciante para ela. Arrepiava-se com cada toque dele. Beijou o seu peito e voltou acariciar o local.

Patrick desceu a mão até à sua nádega -Tomas banho comigo?- sorriu de leve.

Passou as unhas pelo seu peito - Isso nem se pergunta - riu. 



Entre longo acaricias da parte de ambos, acabaram o banho. A Vera desceu encontrando o Patrick a comer uma maçã.

-Vais sair? - perguntou vendo ele vestido com roupa de fazer desporto.

-Sim. Vou correr - sorriu e deu-lhe um selinho -Hoje acordei com energia.

Ela riu -Sim. Acordaste com energia…eu notei isso.

Ele riu juntamente com ela e deu-lhe outro selinho- se precisares de alguma coisa liga-me.

-Okay - acariciou o seu braço e beijou-o calmamente -Te amo muito.

Sorriu -Também te amo muito - deu-lhe um selinho e saiu.






Notas Finais


Amo todos vocês 💋♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...