1. Spirit Fanfics >
  2. Páscoa em uma galáxia distante. >
  3. Capítulo único.

História Páscoa em uma galáxia distante. - Capítulo 1



Capítulo 1 - Capítulo único.


Fanfic / Fanfiction Páscoa em uma galáxia distante. - Capítulo 1 - Capítulo único.

Anakin estava muito animado naquela manhã.

O loiro acordara totalmente inspirado. Afinal, era domingo de Páscoa. O Skywalker havia nascido no Planeta Terra e antes de ser levado embora do Kansas, seu local de origem, passara aquele feriado junto da família até completar dez anos. Então, queria comemorar como costumava fazer.

Fazia onze anos que não celebrava algo, além do aniversário, já que estava treinando constantemente para se tornar um Jedi. O jovem tinha medo de acabar se esquecendo da magia do Quatro de Julho, do Halloween e do Natal, que também eram suas datas preferidas.

Por isso, como aquele era seu dia de folga, decidiu que queria introduzir a Páscoa a Obi-Wan, seu treinador e namorado. Os dois começaram a namorar quando o jovem completou dezenove anos. Estavam bem juntos. Eles se amavam muito e respeitavam um ao outro.

O Skywalker queria surpreender o mais velho. Então, confeccionou uma tiara com orelhas de coelho. E depois, passou a desenhar coisas que lembravam a data, como coelhos, ovos e cenouras. Pintou cada um dos desenhos com cuidado e assim que finalizou, os colou na parede da habitação que dividia com Obi.

Como ainda estava cedo e o Kenobi ainda não havia acordado, Anakin decidiu pintar e decorar alguns ovos que havia comprado. Eram ovos bem grandes, maiores dos o que havia na Terra. O Padawan teve trabalho para deixa-los perfeitos. O jovem usou tons pastéis de amarelo, azul, rosa e verde como sua mãe costumava fazer.

Depois, espalhou os ovos pela casa, escondendo em diversos cômodos, exceto no quarto em que dividia com Obi-Wan. Não queria acordar o maior ainda. O loiro seguiu em silêncio para a cozinha, pegando os chocolates que comprara para dar ao namorado e os embrulhou com carinho.

E como ainda estava inspirado e com energia, cozinhou o café da manhã. Gostava de fazer comida para o Kenobi. Sentia que deveria cuidar do Jedi. Queria que Obi se sentisse bem, especial. Então, tratou de caprichar nos ovos mexidos, nas panquecas e na salada de frutas. Preparou um pouco de suco e depois, separou a comida em pratos brancos, colocando tudo na mesa.

Tomou um banho longo para ficar pronto para Obi-Wan. Passou um pouco de perfume, penteou os cabelos e vestiu uma calça marrom e uma camisa branca de linho. Ficou descalço mesmo. Gostava do piso frio sob as solas nuas dos pés. O loiro deixou as roupas sujas em um cesto e foi até o quarto, abrindo a porta devagar.

Obi-Wan dormia profundamente, parecendo sereno. Anakin não conseguiu deixar de reparar na beleza do Jedi e aquilo fez com que seu coração acelerasse. O loiro se aproximou da cama, sentando no colchão e afagou o rosto do Jedi com carinho, tocando em sua bochecha macia e quente.

- É hora de acordar. – Anakin falou animado, inclinando-se e beijou a testa do mestre.

Obi se mexeu, abrindo os olhos aos poucos, parecendo meio grogue ainda. Ele se mexeu, olhando o mais jovem e sorriu, segurando a mão dele e entrelaçou os dedos aos do Padawan. O homem percebia que Anakin parecia muito feliz naquela manhã. O mestre se levantou, puxando o namorado para mais perto de si e o abraçou apertado, apoiando o queixo em seu ombro.

- Bom dia. Posso saber o que está te deixando tão feliz? – O Kenobi perguntou sorrindo.

- Hoje é Páscoa. – O Skywalker afagou os cabelos do maior, apoiando o queixo no topo de sua cabeça.

- O que é Páscoa? – Obi-Wan franziu a testa. Ele nunca havia ouvido falar sobre aquilo antes.

- Vem comigo. Enquanto a gente come, eu te explico melhor. É algo que comemoramos na Terra. – Anakin levantou, segurando a mão do outro, puxando o Jedi devagar para fora do quarto. – É um feriado religioso. Celebramos a ressureição de Jesus Cristo.

Obi-Wan ficou surpreso ao ver a comida que o menor havia feito. O cheiro delicioso preenchia o ambiente e fez o estômago do homem roncar. Ele se sentou à mesa junto do loiro, servindo-se enquanto ouvia a explicação do menor sobre o que era a Páscoa. Descobriu mais sobre a religião que falava sobre Jesus, as tradições do feriado e gostou bastante da parte sobre chocolate.

- O que achou? – Anakin perguntou assim que terminou a explicação. As panquecas, os ovos e a salada já haviam sido devorados tanto por si mesmo quanto por Obi-Wan. Nada sobrara.

- Eu achei interessante. Nós podemos comemorar todos os anos, se quiser. Assim, pode se lembrar de sua casa. – O maior sabia que era a coisa certa a se fazer. Só queria deixar Anakin feliz de algum modo.

- Seria ótimo. – Os olhos claros do Padawan se iluminaram. – Bom, tem outra tradição que gosto. A caça aos ovos escondidos. Eu acho que podia tentar procurar por eles hoje. Só para se enturmar mais com o feriado. Eu escondi os ovos por toda a casa Tem uma hora para achar todos.

- E o que ganho se achar tudo no tempo? – Obi-Wan sorriu de modo sugestivo.

- O que quiser. Poderá me pedir qualquer coisa. – O Skywalker lambeu o lábio inferior. – E... Não poderá usar a força para achar. Tem que procurar como se fosse um humano da terra. Sem seus dons.

- Sabe que gosto de um desafio. – Obi-Wan disse de modo determinado, levantando da mesa. – Posso começar?

- Claro. Eu vou com você. Só para ter certeza de que não vai trapacear. – Anakin piscou para o mais velho.

O Kenobi rolou os olhos. Ele começou a procurar pelos ovos, sabendo bem o que iria querer como recompensa. No início, ficou tentado a usar os sons para terminar a caçada mais rápido, porém, depois de achar dois dos ovos, pareceu ficar mais entusiasmado com o jogo, como se fosse uma criança descobrindo algo muito valioso. E até que achou aquilo divertido e entendeu o motivo de Anakin amar tanto o feriado.

O Jedi explorou todos os cômodos da casa, abrindo armários, olhando por vãos, espiando dentro de tudo quanto é canto. Estava se saindo bem. Anakin estava orgulhoso e feliz. Era como se tivesse retornado à infância de repente. Podia sentir seus pais ali, junto dele. A sensação de nostalgia o deixou mais leve.

Obi-Wan conseguiu achar todos os ovos antes do tempo acabar, entregando a cestinha a Anakin. O Padawan abraçou o namorado, pegando a tiara de coelho e colocou em sua cabeça com cuidado.

- Parabéns pela conquista, mestre. – O Skywalker disse, colocando a cesta na mesa da cozinha e entregou ao maior os dois embrulhos que continham os chocolates. – Eu comprei para você. Sei que você ama doces, então...

Obi-Wan desfez os laços dos embrulhos com cuidado, tirando a embalagem. Ele pareceu ficar bem satisfeito ao ver as barras em tamanho médio. O homem abriu um sorriso largo, depois, encarou Anakin. Havia amor em seu olhar. Gratidão também. Ele se sentia parte da história do menor naquele momento.

- Obrigado. Não só pelos chocolates, mas por compartilhar algo tão importante para você. – Obi-Wan deixou os chocolates de lado por um momento, segurando Anakin pela cintura e o trouxe para mais perto de si.

- Feliz Páscoa. – Anakin murmurou, colando a testa na do mais velho. – Ainda tem direito ao seu prêmio.

O Kenobi selou os lábios aos do Skywalker, beijando o loiro cheio de amor e desejo, pegando o menor em seu colo com cuidado, fazendo com que ele passasse as pernas ao redor de seu corpo. O Jedi sentou Anakin na bancada e passou as mãos por seu corpo devagar, provocando arrepios nele.

E o loiro sabia bem que faria de tudo para dar o melhor prêmio de todos a seu mestre...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...