História Passaro de Hermes esse é meu nome - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Devil May Cry, Fairy Tail, Hellsing, High School DxD, Hunter x Hunter, Noragami, One-Punch Man, Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), Sword Art Online, Tokyo Ghoul
Personagens Acnologia, Akira Mado, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Juuzou Suzuya, Juvia Lockser, Ken Kaneki, Kishou Arima, Kofuku, Kureo Mado, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mikasa Ackerman, Mikuni Shin, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Nosferatu Alucard, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Yato, Yoshimura, Yukine, Yukino Aguria, Zeref
Visualizações 201
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como vão ? Espero que bem. Bom to postando agora porque bem meio que sei lá kkkkkk, bem tá quase chegando o momento que alguns estão esperando, provavelmente no próximo capítulo kkkkk bem notícia dada espero que gostem.

Capítulo 5 - Rei do inferno


Em um local desconhecido pode-se ouvir gritos e mais gritos e as vezes uma pessoa falando números, 993,984, e por ai vai a pessoa aparentava altos níveis de insanidade sempre subritaindo por 7 começando pelo mil, até que se ouviu um alto barulho de algo se fechando entre seus dedos arracando o dedão do pé mas parecia que ele não saiu em uma só apertada e então o torturador apertou mais ainda e ficou contorcendo o alicate, os gritos do jovem aumentaram enquanto o mesmo dizia "P-P-P-Por favor pare'' falou o mesmo com extrema dificuldade o homem que o torturava apenas riu e puxou com tudo seu alicate espirrando sangue pelo chão e até mesmo nas roupas do hoemem. O homem que continha uma máscara de halowen em seu rosto ficou meio irritado com o sangue em sua roupa e disse "Não era para esguichar sangue na minha roupa Ka-ne-ki'' falou o mesmo soletrando o nome do garoto no final, Kaneki se assustou com isso e além de não poder ver nada por conta da venda em seus olhos pediu diversas desculpas ao homem ghoul a sua frente esse homem era Yamori ou Jason se preferir, um membro de uma organização de ghouls chamada de árvore de Aogiri(perdão esqueci o nome nem sei se é esse falem nos comentários qual é ) foi então que o mesmo apenas jogou o dedo decepado em um balde cheio dos mesmos que já podia ser recolocado de tantos dedos. Yamori então posicionou o alicate entre o dedo médio da mão de Kaneki que também era um ghoul só que seu caso era diferente, Yamori então apertou o alicate e o puxou ocasionou em mais um grito do ghoul que estava algemado a uma cadeira em um ambiente aberto com um piso de xadrez semelhante a uma gaiola de um passaro, Jason riu com isso e disse em um tom psicótico "Sabe nossa brincadeira está quase no fim, daqui a três dias investigadores viram atacar a base por isso. Eu quero experimentar seu gosto antes disso Ka-ne-ki''

            Com Alucard e Helena

Helena estava mais uma vez lutando com o vampiro a sua frente a mesma dessa vez desviava dos tiros de Alucard de forma graciosa rodando e pulando, enquanto a mesma também atirava quando encontrava brechas, as balas de ambos se rebatiam de vez em quando, Alucard estava cheio de buracos pelo corpo afinal ele nunca desviava sempre recebendo os disparos com um sorriso insano no rosto, foi então que Helena desapareceu em nevoa reaparecendo atrás do vampiro mais velho mirando seu mosquete em sua cabeça e então ouviu-se o disparo. Mas algo imprevisto aconteceu Alucard explodiu em um enxame de mocergos e reapareceu alguns metros longe da vampira mais nova foi então que ele falou "Ótimo, você conseguiu efetuar a névoa por completo, meus parabéns além que antes já me mostrou que consegue virar um bando de corvos mesmo que tenha mostrado poder de mais (risos) seus ensinamentos estão completos'' falou o vampiro guardando suas armas e indo em direção a Deus que via o treinamento de ambos, Helena que ouviu que seu treinamento tinha acabado pulou de alegria e foi em direção a Alucard e Deus que estavam a esperando, foi então que o ser divino se pronunciou "Meus parabéns Helena, seu treinamento terminou.'' falou a mesma sorrindo e abraçando a vampirinha mais nova quando o abraço terminou Deus se virou a Alucard que estava bebendo chá que Deus tinha preparado para tanto ela quanto aqueles dois tomassem foi então que a mesma continuou "Eu tenho uma declaração para lhe falar Dracula-kun'' falou a mesma olhando o vampiro que a olhou de volta com um sorriso torto mas ainda era um sorriso foi então que a mesma continuou "Eu lhe nomeio o Rei do Inferno'' falou ela sorrindo Alucard ouvindo isso apenas deixou a xicra cair e se despedaçar no chão em milhares de pedaços, enquanto Helena se engasgava com o chá, o vampiro então disse "Mas por que disso ? Rei do inferno ? Que diabos isso significa'' foi então que Deus lhe respondeu "Significa o que o nome diz, o inferno é seu agora você possui em sua posse bilhões de Almas condenadas de humanos quanto milhões de demônios ao seu dispor. Legal ne ? Meu querido conde'' Alucard então riu com isso, com esse tipo de poder ele simplesmente podia dominar tudo e destruir tudo, Helena então falou de maneira confusa" Mas o inferno já não tinha governante ? Aquele tal de Satã que a Bíblia fala algo assim'' Helena nunca leu uma bíblia mas já ouviu falar de algumas histórias de padres e pessoas crentes. Deus soltou uma gargalhada com isso e disse "Ele não existe querida na verdade não existem nem anjos não criei nada assim só humanos, o inferno é apenas um abismo de tortura onde eu chuto a bunda dos condenados até lá e mando demônios os torturar, aliás demônios são frutos do pecado ocasionado pela humanidade não fui eu que os criei e sim os próprios humanos'' falou a mesma rindo ainda pensando o quão estranhos os humanos são para pensarem que ela criou anjos e deixou um se rebelar para querer seu lugar, ela era Deus sabia de tudo e fazia tudo se algo assim acontecesse teria impedido afinal só em um etralar de dedos e o problema se resolve, Helena apenas confirmou com essa revelação e disse ao vampiro mais velho "Papa, parece que você virou um Rei (risos)'' falou a mesma rindo de maneira fofa. Alucard então falou "E você virou uma princesa'' falou o mesmo dando cafuné a sua querida vampirinha, Helena sorriu com isso e deixou esse gesto de carinho ser prolongado, mas então algo ocorreu e Alucard sentiu algo em suas costas até que um par de asas saiu das mesmas, asas essas que eram pretas com detalhes vermelhos, feitas do seu próprio sangue ele pensou Deus vendo isso falou "Isso é a confirmação de que você tem o inferno a sua posse, as asas de Dracula o primeiro rei do inferno'' falou ela rindo alegremente Helena acabou rindo com ela enquanto Alucard estava com uma gota em sua cabeça e com um pensamento suas asas sumiram e ele falou "Vamos Helena temos coisas a fazer '' falou o mesmo andando para fora daquele local até que Deus segurou sua mão e disse "Eu preciso de um favor seu Dracula-kun.'' o vampiro acentiu e ela continuou "Eu quero que você destrua uma certa organização'' falou a mesma com um sorriso deveras estranho em seu rosto, Alucard vendo isso sorriu de maneira assustadora e então falou "Por qual motivo queres isso minha querida amiga ?'' disse o vampiro ainda com aquele sorriso assustador, Helena por sua vez não falava nada apenas, só tomava chá afinal ela não queria se meter em conversas de adultos. Era o que ela pensava afinal, Deus então sorriu e disse "Essa organização não trás coisas boas, mas também não quero que ela seja erradicada afinal ela será fundamental nos acontecimentos desse mundo. Só quero que você acabe com uma das bases dessa organização, afinal nela tem uma pessoa que precisará de uma ajuda, além de ter muitos investigadores de ghouls. Por isso quero que você e Helena cuidem disso'' falou o ser divino Alucard então falou com um sorriso ainda maior em sua face e disse "Seu desejo será atendido, minha querida amiga. Vamos Helena já fizemos o que precisamos'' falou o conde indo pra fora do local, Helena apenas acenou mas Deus a entregou um papel e disse "É o endereço da base (risos) não me olhe assim, posso ser Deus mas gosto de coisas simples. Pode ir agora'' falou a mesma fazendo cafuné na vampirinha que agora se encontrava junto do vampiro mais velho.

Alucard que agora estava de volta a cardetral com Helena ao seu lado foi então que a mesma lhe entegou o papel que Deus havia lhe dado, Alucard então pegou o papel e leu seu conteúdo o ataque a Coruja seria daqui a três dias mas Alucard ficou dois dias treinando Helena, o evento seria hoje então ele pensou, com um sorriso enorme em seu rosto o mesmo falou a sua querida filha "Helena vamos indo temos uma grande festa nos esperando,(risos descontrolados)'' Helena então disse "Sim Papa,'' falou ela sorrindo de um jeito um pouco assustador talvez a convivência com Alucard a deixou um pouco sádica. Foi então que ambos saíram da cardetral com Helena cantando uma música estranha "Sangue, sangue,sangue. Sangue é o que ela quer! À guilhotina, sangue deve-se ofertar. Sangue para saciar a sede da guilhotina!'' Era o que Helena cantava de maneira infantil e sorridente, enquanto ela e o vampiro mais velho andavam pelas ruas frias de neve de Tókyo rumo ao seu destino que será o extermínio de todos.


Notas Finais


E ai ? Gostaram. Espero que sim kkkkk, eu tenho a sensação que o capítulo ficou meio pequeno na verdade nem sei mas se ficou foi mal. Até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...