1. Spirit Fanfics >
  2. Passing Time - HSL >
  3. 7.2 - Festa do Pijama, parte 2

História Passing Time - HSL - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Terminei agora irráaaa
As coisas que eu faço para deixar vcs felizes

Tem muito dialógo nesse cap entao quem não gosta paciencia

Boa leitura!

Capítulo 11 - 7.2 - Festa do Pijama, parte 2


Fanfic / Fanfiction Passing Time - HSL - Capítulo 11 - 7.2 - Festa do Pijama, parte 2

- E… pronto! - Diana segurou com orgulho sua bolsa bege, finalmente arrumada depois de vários longos minutos - Ei, Lizzie..

    Lis acordou de seu cochilo na cama da amiga.

    - Ah, você terminou? - a morena esfregou os olhos.

    - Terminei. Podemos ir agora.

    - Diana, bebê! - a voz aguda de Margaret chamou da sala.

    - Sim, mamãe? - a filha foi até a mais velha com a amiga em seu encalço.

    - Você está levando a pomada para seu rosto?

    - Sim.

    - E o presente?

    - Sim - Diana balançou o pequeno envelope.

    - E você está levando absorventes? 

    Lis segurou uma risadinha atrás da loira. As mães de Diana realmente eram muito espontâneas e tinham vergonha de muita pouca coisa, o que fez com que a amiga crescesse de um jeito leve e natural.

- Estou, mamãe - a menina deu um beijo na testa da mais velha - até amanhã.

- Até, querida! - Margaret olhou para Lis - Tenham uma boa festa, meninas.

- Tchau, senhora V. - Lis acenou.

- Tchau, Lizzie - a morena acenou de volta enquanto as meninas saíam de casa.

Após trancar a porta de casa, Diana desbloqueou seu celular e entrou no grupo de amigas.

BONDE - Alana D., Diana C., Elizabeth P., Lola B., Zöe M.

 

<( Diana: Estamos indo para a escola agora 17h36

 

<( Zöe: não estamos nem perto disso 17h37

<( Alana e Lola estão enrolando ) 17h37

 

<( Diana: Como assim? 17h38

 

<( Zöe: estão brigando por causa dos pijamas 17h38

                        =/=

    Zöe bloqueou a tela de seu celular e suspirou. Ela olhou para as duas amigas, sentada na cama de solteiro de Lola.

Alana segurava várias blusas de pijama com estampas de Pokémon e outros desenhos. 

- Lola, você não tem pijamas menos infantis? - a ruiva perguntou, mostrando para a amiga uma camisa com um furo na gola - E olha isso! A maioria deles está furada!

- Eu não tenho dinheiro para ficar comprando pijamas novos todo mês! - Lola rebateu.

Alana olhou para as diversas pilhas de jogos e consoles no chão do quarto.

- Tenho minhas dúvidas quanto a isso…

Lola bufou e enfiou a mão no fundo do armário, tirando de lá uma camisa preta com a estampa de uma estrela dos jogos de Mario e uma calça de moletom da mesma cor.

- Tome! - ela jogou o conjunto na cabeça da amiga.

A menina deu uma olhada nas roupas antes de franzir o nariz.

- Eu não estou indo para um enterro…

Zöe grunhiu e se levantou da cama.

- Bota logo esse pijama na mochila! - a morena tomou a calça das mãos de Alana e jogou na mochila rosa de Lola, sem cerimônia alguma - Você é tão complicada às vezes, meu Deus…

- Fácil para você dizer isso! - Alana cruzou os braços - Você só usa roupas de ginástica.

- Eu não uso essas roupas! - Zöe se defendeu - E também, elas são versáteis e confortáveis…

- E feias - Lola sussurrou para si mesma.

- O que?

- Nada não! - a de cabelos vermelhos balanços as mãos - Vamos embora?

- Vamos - as outras duas meninas disseram em uníssono.

             =/=                                     

    Chegando na escola, Diana e Lis já estavam esperando o trio, sentadas no banco debaixo da árvore do pátio.

    Zöe, Alana e Lola caminharam até as outras duas.

    - Conseguiram se entender? - Diana sorriu, sinalizando com a cabeça para as duas ruivas.

    - Eu peguei um pijama - Alana deu de ombros antes de olhar para o pátio vazio ao seu redor - somos as primeiras a chegar?

    - Melody deve estar dentro da escola - Diana respondeu - mas não fomos ver ainda.

    - Vamos esperar aqui então? - Zöe se sentou no banco - Achava até que tínhamos chegado atrasadas…

    Ao terminar a frase, uma voz aguda chamou a atenção do quinteto.

    - Ah, meninas! - Rosalya acenou de perto do portão

    - Ei, Rosa - Lola sorriu.

    - Falta mais muita gente? 

    - Faltam Violette, Bia… - Alana contou nos dedos - E só, já que Iris e Kim não vão.

    - Vou ir procurar a Melody, então; avisar para ela que chegamos - Rosalya entrou no prédio principal.

    - Então, você e Rosa estão próximas depois do acontecido com o namorado dela? - Diana perguntou para Lola.

    - Nós conversamos um pouco - a menina deu de ombros.

    - Essa festa vai ser boa para nos enturmarmos com as meninas - Alana sorriu - até agora nós só falamos diariamente com meninos.

    - Isso não é verdade! - Diana levantou uma sobrancelha - Lis e eu passamos bastante tempo com a Violette, e você com a Melody.

    - Diana tem razão - Zöe riu e se espreguiçou, abrindo as pernas e ocupando maioria do banco - eu sou a única moleca do grupo!

    - Mas você é amiga da Kim, não? - Lis coçou a cabeça.

    - Ah - a morena deu de ombros - não acho que ela me considere uma amiga… acho que ela me admira como capitã do time, sabe?

    - A Kim não parece considerar muitos colegas de classe como amigos próximos - Alana sorriu de jeito malicioso - exceto Violette, é claro…

    As meninas se entreolharam.

    - Pra que esse sorrisinho na sua cara? - Zöe deu um meio sorriso, desconfiada.

    - Nem você percebeu, Zee? - Lola gargalhou - Elas estão namorando!

    - É - Alana riu junto - o jeito que elas se olham meio que me lembra de você e Hannah…

    - Ugh - Zöe revirou os olhos - podemos parar de falar da Hannah, por favor? E também, não é porque eu namorei uma garota uma vez que eu sou um gaydar ambulante.

    - Claro que não - Lola balançou a cabeça com uma puxada irônica nos lábios - mas que elas têm uma relação interessante, elas têm. 

    - Sério?! - Lis arregalou os olhos - Eu… eu realmente não percebi.

    - Parando para pensar, faz sentido - Diana colocou uma mão no queixo - elas são muito próximas. E elas agem de maneira estranha perto uma da outra…

    - Porque elas estão escondendo o namoro - Alana afirmou de maneira óbvia.

    - Isso explica aquela conversa no ateliê sobre o pai da Violette! - Zöe deu um pulinho, como se tivesse acabado de ter uma epifania.

    - E a reação suspeita de Kim quanto ao fato de Vi ir na festa sem ela - a amiga ruiva complementou - são os detalhes pequenos que importam.

    - Sabe, você adora falar de mim mas é bem enxerida você mesma, Lana - Lola cruzou os braços.

    Alana deu um sorriso amarelo.

    - Sou curiosa por natureza, não posso evitar.

    - Ah, vocês estão aqui… - uma voz infantil e irritante reclamou.

    O quinteto se virou, apenas para terem a visão de Bia esnobando-as de longe.

    - Olá - Alana acenou de maneira forçada.

    A morena empinou o nariz e saiu de perto do grupo, indo em direção ao prédio principal.

    - Ela parece uma das gêmeas de O Iluminado - Lola riu.

Diana deu uma cotovelada na amiga enquanto as outras seguravam o riso.

- Temos que parar de falar mal dos outros - Lis balançou a cabeça - o karma vai vir para cima da gente…

- Lis, se alguém vai pro inferno, somos nós - Zöe fez carinho no ombro da amiga - você é um anjo.

 - Oi, meninas - a voz baixa de Violette forçou as amigas a se recomporem.

- Ei, Vi - Lis sorriu para a amiga.

- Oi! - as outras meninas cumprimentaram.

- Meninas, desculpem a demora! - Melody veio com Rosa e Bia atrás dela - Eu estava terminando umas papeladas para o Nath.

Zöe se levantou do banco.

- Tudo bem, Melody.

- Então, está tudo pronto? - Melody esperou todas as meninas concordarem - Vamos, então.

O grande grupo de adolescentes saiu da escola.

                                                                         =/=

    Depois de algum tempo as garotas chegaram na casa da aniversariante. Apesar de Melody ser uma filha única numa família de três, a casa era relativamente espaçosa ao ponto de que seria fácil todas dormirem lá.

    Sem fazer um grande tour, a anfitriã levou o grupo até o quarto e todas largaram suas coisas.

    - Vocês podem explorar o resto da casa se quiserem, mas a festinha vai ser aqui no quarto mesmo - a morena começou a tirar lençóis do armário - fiquem à vontade enquanto arrumo tudo, a casa é de vocês!

    - Não hesite em nos chamar caso precisar de ajuda, ok? - Alana disse.

    - Obrigada, Alana - Melody sorriu.

    Todas as meninas menos Violette foram para a sala esperar as outra voltarem.

    Depois de algum tempo de conversa agradável, Zöe se levantou do tapete felpudo.

    - Eu vou ao banheiro, daqui a pouco eu volto.

    A morena entrou no banheiro mediano e fez o que precisava. Enquanto lavava suas mãos, a menina ouviu um burburinho - Violette e Melody estavam conversando de maneira preocupada.

    Zöe abriu a porta e foi para o quarto de maneira quieta. Melody tinha um semblante preocupado e Violette coçava a nuca sem jeito.

- Algum problema? - ela perguntou, encostada no batente da porta.

- Eu… eu sinto muito - Melody colocou a mão na testa e suspirou - eu esqueci tudo que eu tinha comprado para a festa lá na escola… Eu tive tanto cuidado, comprei tudo no recreio!

- Bem, a escola não está fechada ainda! - Zöe sorriu - Não é um grande problema, nós duas podemos ir lá buscar.

    - Desculpe, Zöe, mas eu não posso ir e deixar as meninas aqui sozinhas…

    - Nesse caso, vou com a scooter, vai ser mais rápido - a morena ofereceu.

    - Ah, muito obrigada! - Melody suspirou, aliviada - Eu deixei tudo no meu armário. Ele fica no final do corredor, perto da escadaria… eu sempre deixo aberto, então não precisa se preocupar em decorar a senha.

      - Você… deixa seu armário aberto?

    - Não se preocupe, Zöe - Violette balançou a mão - ninguém rouba lá na escola.

    A mente da mais alta voou para o que as meninas a contaram sobre Ambre ter roubado o envelope de provas.

    - Eu acho que você devia mudar seu pensamento...

    Melody levou Zöe até o portão e entregou a chave da casa. A mais velha liberou sua scooter e subiu no transporte.

                    =/=

Em menos de dez minutos, a adolescente estava mais uma vez na escola. Ela deixou seu capacete no guidão e entrou rapidamente no prédio.

Ela seguiu o corredor principal até chegar ao final da escadaria.

- Melody, Melody, Melody… - Zöe cantarolou - O único armário aberto…

Depois de tentar abrir vários armários, a morena chegou até o último, bem abaixo das escadas, e o abriu, só para encontrar nada mais, nada menos que…

- Nada? - ela coçou a cabeça - Mas porque…

Na mente de Zöe, a pequena interação com Violette alguns minutos mais cedo passou como um curta.

Ninguém rouba na escola”, ela disse.

A garota fechou a cara e suspirou.

- Ambre, Ambre, Ambre… - ela cantarolou no mesmo ritmo de antes - Como eu quero dar na sua cara…

O corredor estava completamente vazio, como na vez que o trio de meninas procurava um “fantasma” misterioso na escola. O pensamento fez Zöe revirar os olhos. Parando para pensar, aquela situação fora realmente boba.

Após abrir várias portas sem encontrar um culpado, Nathaniel interrompeu a linha de pensamento de Zöe abrindo a porta do Grêmio, assustando a garota.

O loiro levantou uma sobrancelha.

- Zöe? O que você ainda está fazendo aqui?

- Eu pensei em te perguntar a mesma coisa - a morena colocou uma mão na cintura - você não tem uma vida fora da escola?

- Tenho sim, muito obrigado por perguntar - ele revirou os olhos.

Zöe deu uma leve risada.

- Que fofo, você tentou ser sarcástico! Mas sério, o que você está fazendo aqui?

- Eu me concentro melhor na escola.

- É verdade, não tem ninguém aqui…

- Não sei se essa informação vai te agradar , mas… - Nathaniel sorriu sem jeito - A minha irmã está aqui.

- Na verdade, era isso mesmo que eu esperava ouvir! - Zöe abriu um sorriso radiante - Obrigada, representante! Até segunda.

A garota saiu rápido da sala, deixando um Nathaniel confuso para trás.

- Você não vai bater nela, vai?! - ele berrou, na esperança de que Zöe ouvisse, mas ela já tinha ido embora.

                   =/=

Ambre estava jogada de forma espaçosa em uma mesa ao lado de Li e Charlotte. As três riam de maneira escandalosa, mexiam nos celulares e lixavam as unhas.

Aquele tipo de garota superficial fazia Zöe querer vomitar.

A loira a notou na porta e fez uma cara de desgosto.

- O que você está fazendo aqui?

A morena cruzou os braços. Ela não ia deixar nada dito por Ambre passar, nunca.

- E você? Está aqui para compensar o tempo que estava fora? - Zöe sorriu de forma maldosa - Deve ter sido ótimo ter sido mandada embora pelo seu próprio irmão. Nem ele aguentava você aqui mais.

- Fale por você mesma - Ambre jogou os cabelos para cima do ombro - aquele bobão me ama, diferente do que ouvi sobre você.

Li e Charlotte riram como hienas olhando para sua presa.

- Ele não vai tanto com sua cara, sabe? - a bully continuou - Pode até não falar por ser muito educado, mas eu sei que não vai. Também… - ela voltou a lixar suas unhas com um sorriso presunçoso nos lábios pintados - uma garota tão bruta, parece mais um homem!

As três desataram a gargalhar juntas como galinhas cacarejando. Zöe ficou vermelha da cabeça aos pés, tanto de raiva quanto de vergonha. Ela queria enfiar a cabeça num buraco e se odiava por isso.

- Suas… - a morena avançou para cima das três, antes de ver os saquinhos prateados aos seus pés e nas mãos de Li - Ei! O que é que vocês estão comendo?!

Ambre tombou levemente a cabeça, confusa com a mudança de clima repentina.

- Isso? - ela mostrou um saco de biscoitos - Alguém deixou por aí, tivemos que pegar para a faxineira não jogar fora.

    Era óbvio que elas estavam mentindo; ninguém da escola seria burro ao ponto de esquecer aquela quantidade de comida.

    - Patricinha mentirosa - Zöe disse por dentes cerrados - isso estava dentro do armário da Melody!

    - Isso é o que você diz - Charlotte levantou uma sobrancelha de modo desafiador, fazendo seu piercing brilhar.

    - Vocês três me dão nojo …

    - Pois sabia que o sentimento é mútuo! - Ambre disse convencida, fazendo as outras duas rirem.

    Ah, ela está pedindo.

    - Escuta aqui, Barbie - Zöe pegou a gola da loira com força - eu estou cansada da sua folga. 

    Li e Charlotte pararam de rir imediatamente e ficaram paradas com os olhos esbugalhados, observando com atenção. Ambre estava pálida e sem reação.

    - Eu vou te dar duas opções - a morena continuou - 1: você devolve o dinheiro… ou 2: eu faço essa comida sair de você mais cedo do que deveria. Então, qual delas vai ser?

    Cada uma das três patricinhas tentou balbuciar sem direção alguma, até que Charlotte abriu a carteira e jogou várias notas e moedas de lá.

    Zöe recolheu o dinheiro antes de soltar Ambre, que se sentou de volta na cadeira com um baque.

- Você é louca! - a loira berrou - Eu vou falar para a diretora que você me bateu!

- Eu nem encostei em você, princesa - Zöe revirou os olhos - só uma pessoa totalmente despreparada para a vida sofreria com uma sacudidinha dessas. De qualquer jeito, faça o que você quiser, eu não tô nem aí.

    A garota saiu da sala ao som de perguntas preocupadas de Li e Charlotte direcionadas a Ambre.

                              =/=

    - Ugh - Bia revirou os olhos ao ver Zöe na sala - que pena. Por um segundo pensei que você não voltaria.

    A menina usava uma camisola infantil, rosa com estrelas e babados.

    Zöe levantou uma sobrancelha.

    - Mas… o que?

    A menor a ignorou e foi para o quarto de Melody, de onde saíam várias risadas e vozes animadas. A outra garota suspirou e a acompanhou, sem entender a causa do ataque repentino.

    Todas as meninas já estavam de pijama, o que surpreendeu Zöe, já que não eram nem 20h da noite.

    - Desculpe, Zöe… - Violette deu um sorriso sem graça quando a garota chegou no quarto - Acabamos não te esperando para vestirmos os pijamas.

    - Tem nada, não! Vou me trocar  - a morena abanou a mão e estendeu a sacola com guloseimas - aqui está a comida.

    - Yay! - Diana vibrou.

    As garotas riram. Melody juntou as mãos em agradecimento.

    - Obrigada por ir buscar! - a anfitriã olhou dentro da sacola - Mas… são outras marcas…

    - Ambre comeu tudo o que você deixou no seu armário - Zöe explicou - então eu fiz ela devolver o dinheiro e fui ao mercado comprar uns substitutos.

    - Você fez a Ambre devolver seu dinheiro? - Rosalya arregalou os olhos.

    A morena deu de ombros e foi para o banheiro.

    - Uau… - Melody tirou os salgadinhos e biscoitos da sacola - Zöe realmente tem uma presença forte.

    - É verdade - Alana concordou - ela é nossa guardiã!

    Lis deixou de mexer na manga de seu pijama verde para conversar.

    - Zöe sempre nos defendeu desde que nos conhecemos.

    - Vocês se conhecem há quanto tempo? - Bia perguntou.

    - Nos conhecemos no primeiro ano, lá em Bunoffaire - Diana respondeu - eu já tinha visto Lis algumas vezes no bairro, mas descobrimos isso bem depois. Acabou que nossas mães já tinham se encontrado algumas vezes, já que moramos perto uma da outra.

    - Falando de Bunoffaire - Melody puxou assunto - vocês sabiam que Violette já estudou lá?

    Violette corou devido à atenção direcionada a ela.

    - Bem, eu fiquei lá um ano… - ela deu de ombros.

    - Mesmo? - Alana sorriu - Em que ano?

    - Eu fui embora no primeiro - a de cabelos roxos explicou - e aí fui para Sweet Amoris.

    - Imagine se tivéssemos nos encontrado - Lola riu.

    - Talvez tenhamos - Diana deu de ombros - mas seria difícil dizer, estávamos todas tão diferentes… Lola, você tinha cabelo rosa! 

    - Seu cabelo estava curto - Alana deu uma cotoveladinha leve em Diana.

    - E o meu estava longo - Lis complementou.

    - Nossa! - Rosalya arregalou os olhos - Vocês são corajosas…

    - Quem é corajosa? - Zöe entrou na conversa, de volta ao quarto depois de alguns minutos.

    A menina não usava um pijama, e sim um top preto com uma calça de moletom - qualquer roupa era um pijama para ela.

    - Estamos falando de quando estávamos em Bunoffaire - Lola disse com um sorriso malicioso nos lábios.

    - Ah, não… - Zöe grunhiu e cobriu seu rosto.

    - Nós não somos corajosas - Alana balançou a cabeça - as mudanças foram bem naturais. Exceto, é claro, as de Lola.

    - Ela pinta o cabelo a cada mês! - Lis riu.

    - Mentira! - a falsa ruiva se defendeu com um travesseiro, começando sem muita demora uma guerra de travesseiros e almofadas.

                                         =/=

    Depois de muitas risadas, as meninas começaram a conversar novamente, e de lei, o papo se virou para os rapazes.

    - Sabe, Diana - Rosalya esfregou suas mãos - eu não sei se devia te contar isso, mas Lysandre vem falando de você…

    - Oooh! - Lola zoou, fazendo as outras rirem - Sabe, ela gosta de falar dele também.

    - Ah, é mesmo?! - a platinada ofegou.

    - E eu falei um pouco com ele quando você e Leigh brigaram… Quando eu mencionei que Didi falou dele, o garoto ficou todo felizinho.

    - Essa é nova - Alana sorriu.

    - Eu acho ele interessante! - Diana se defendeu - Lysandre tem uma visão interessante do mundo.

    - Ah, com certeza - Zöe se levantou e estufou o peito, fazendo uma pose pensativa - “Eu amo roupas vitorianas e escrever poemas em post-its, me ame, Princesa Diana”!

    A imitação fez todas as meninas gargalharem.

    - Garota, você não pode falar de Lysandre! - Lola apontou de maneira acusatória para Zöe - Você vive rodeada por más influências!

    - Eu? - a morena colocou uma mão no peito - Más influências?

    - É verdade que te vejo com Thomas e Castiel na maioria das vezes - Rosalya disse.

    - Castiel é complicado, mas acho ele boa pessoa - Alana opinou.

    - Não me diga que você gosta dele! - Melody ofegou.

    - O que? - a ruiva corou violentamente - Não!

    - Bem, de quem você gosta então? - Bia perguntou como quem não quer nada.

    - Eu não gosto de ninguém! 

    - E Nathaniel? - Diana perguntou - Vocês se dão bem.

    - É verdade, mas… - Alana balançou a cabeça - Ele é tipo meu chefe! E não o conheço tão bem assim. 

    - Você tem que admitir que ele é bonitinho - Melody riu.

    - Você gosta do Nathaniel, Melody? - Lis arregalou os olhos.

    - É… Um pouco - ela admitiu - ele é muito esforçado e responsável, são características que admiro muito.

    - Realmente, o Nath é esforçado - Zöe assentiu com a cabeça - quando fui na escola ele ainda estava lá.

    - Uma vez ele deu a entender que seus pais são bem severos - Melody explicou - acho que ele faz o máximo para deixá-los orgulhosos. Entretanto, ele não era assim quando era pequeno.

    - Quando vejo como Ambre é, eu me pergunto se eles são severos o suficiente - Lola revirou os olhos.

    - Ela parece ser a preferida dos pais mesmo, mas isso é devido a algo que aconteceu quando eles eram crianças - a anfitriã deu de ombros - eu não sei muito mais que isso, desculpe.

    Rosalya suspirou e amarrou seu cabelo.

    - Acho que ele deveria fazer menos - a platinada opinou - se esforçar demais não faz nada além de machucar.

    - Bem, de volta ao assunto Lysandre - Lola olhou para Rosalya - ele parece considerar muito você, Rosa.

    - Sim, eu tenho muita sorte! - ela respondeu com um sorriso radiante no rosto - A família de Leigh é super gentil. Considero o Lys como um irmão.

    Algumas das meninas estavam bocejando, já cansadas.

    - Então você o conhece bem? - Violette perguntou - Sempre o vejo no clube de jardinagem, mas ele não é de falar muito…

    - Não tenho muito coisa a dizer sobre ele, desculpe…

    - Ah, vamos lá, Rosa! - Alana fez beicinho - Você deve saber alguma coisa.

    - O irmão dele deve ter falado algo, não? - Bia reforçou.

    Depois de algum tempo sendo pressionada pelas colegas, Rosalya suspirou.

    - A única coisa especial que sei é que ele tem uma tatuagem nas costas - ela ponderou por mais alguns segundos - é, nada mais.

    - Uma tatuagem? - Lis arregalou os olhos - Ele é maior de idade?

    - Como será que é o desenho? - Violette comentou para si mesma.

    - Eu esperaria isso de Castiel, mas não do Lysandre… - Lola levantou uma sobrancelha, comentando sobre com Zöe.

    - Ei, não digam nada sobre isso para ele, ok?! - Rosalya cortou os murmurinhos.

    - Eu prometo - Diana tranquilizou a garota.

    - Bia, eu nunca vi você conversando com os rapazes da escola - Lola cutucou a morena.

    A menina empurrou a mão dela de maneira fraca.

    - Eu não preciso - Bia deu de ombros - Ambre me conta bastante coisa.

    - A Ambre? - a falsa ruiva provocou - Contando coisas para você? Tipo o quê?

    - Tipo ela gostar do Castiel! - ela respondeu de maneira arrogante.

    Lola revirou os olhos. Ela já sabia disso.

    - E também sei o por quê - Bia completou.

    Agora sim a coisa ficou interessante.

- Ah, é? - Alana se aproximou - Por que?

- Eu não vou contar! - ela deu uma risadinha infantil e mostrou a língua para as duas.

Lola franziu o nariz com tanta força que ela achou que ia quebrar.

    - E você, Lis? - Melody se debruçou sobre um travesseiro - Está tão quieta… gosta de algum menino da escola?

    - Eu… - Lis enrolou uma ponta da franja - Não cheguei a falar com os meninos tanto… 

    - Mas ela é muito próxima de Ken! - Zöe falou pela amiga.

    - Ah, você namora o do fundo de garrafa?! - Bia riu.

    - Nós não namoramos - Lis balançou as mãos, corada - somos amigos de infância.

    - Mas me diga… - Rosalya chegou mais perto da de cabelos curtos - Uma amizade de tantos anos, você não gosta dele nem um pouquinho?

    As meninas olharam para ela em expectativa.

    Lis estava tão vermelha quanto um tomate.

    - E-eu…

    - Ah, não! - Diana interrompeu propositalmente - Os salgadinhos acabaram!

    - É verdade… - Melody percebeu os saquinhos vazios jogados pelo chão - Acho melhor arrumarmos isso tudo e dormir.

    Depois de arrumarem o chão e a cama, todas as nove garotas foram ir dormir; foi complicado arranjar espaço num quarto médio para várias pessoas, mas no fim foi encontrada uma solução. Bia, Melody e Violette dormiram na cama, enquanto Rosa, Lola, Lis, Alana e Diana dormiram no chão e Zöe em um colchão, visto que era a maior das meninas e que ela foi a salvadora da festa.

    É claro que elas poderiam ter dormido em diferentes cômodos, mas seria bem menos divertido - elas continuaram conversando até depois das luzes se apagarem.


Notas Finais


Me desculpem se esse capitulo foi corrido, mas é q eu comecei um pré vestibular esses dias e to só o pó

Espero que tenham gostado, obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...