1. Spirit Fanfics >
  2. Passionate Enemies - Draco Malfoy >
  3. Almofadinhas;

História Passionate Enemies - Draco Malfoy - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


boa leitura <3

Capítulo 16 - Almofadinhas;


Fanfic / Fanfiction Passionate Enemies - Draco Malfoy - Capítulo 16 - Almofadinhas;

 Harry James Potter:

– mas como nós vamos? – Gina questionou e Luna sorriu sonhadora.

– testralios – sorrimos pra mesma e fomos correndo pra floresta proibida.

Eu fui em um com Gina,Luna com Neville,Rony e Mione e minha irmã optou por ir sozinha. Voar neles era tranquilo dava uma sensação de paz sem igual dentro de nós. Assim que chegamos saímos correndo até o local em que queríamos. Subimos no elevador e logo o ouvi dizer:

"Departamento de Mistérios"

Assim que meus olhos bateram no corredor eu reconheci,foi o mesmo das visões que eu tive. Andamos calmamente ouvindo apenas o som da respiração um dos outros descompassada,até eu quebrar o silêncio.

– chegamos – encarei o corredor respirando fundo.

Fomos andando calmamente até chegarmos nas profecias. Ouvimos um barulho é assim que olhamos algo se abriu e nós fomos calmamente dentre os lugares procurando com a varinha em punhos brilhando.

– 92....93....– andei mais rápido respirando ofegante - 94.....95....– mirei a varinha pro chão olhando ali,levantei ela um pouco olhando as prateleiras,me virei pro meu grupo que estava um pouco longe de mim – devia estar aqui.

– Harry....tem seu nome no globo - neville olhou pra um dos globos na parte de cima das prateleiras fui calmamente até ele e fiquei um tempo o encarando.

– S/n...tem seu nome também – ambos os globos estavam postos lado a lado. Eu e minha irmã nos encaravamos fazendo um pequeno gesto com a cabeça e pegando o globo.

"aquela com poderes surpreendentes se aproxima. aquela que pode ser salvação e destruição ao mesmo tempo,aquela que vai ter poderes inimagináveis,aquela que vai ser forte e ter um coração tão puro quanto o de uma criança...mas a comensal mais forte e mais temida entrará em seu caminho e terá certa ligação com ela porém a regra e clara,uma não pode viver enquanto a outra sobreviver"

"Aquele com o poder de destruir o lorde das trevas se aproxima,é o lorde das trevas o marcara como seu igual,mas ele terá o poder que o lorde das trevas desconhece.... Pois um,não pode viver enquanto o outro for vivo...."

– HARRY!!!S/N!! – nós viramos pra mesma e paramos na frente de todos com a varinha em punhos.

Vi o homem com a mesma máscara de comensal se aproximar,demos apenas um passo a frente o vendo chegar mais e mais perto de nós.

– cadê o Sírius e o Lupin? – perguntamos juntos em alto é bom som.

– sabe você precisa aprender sua diferença entre sonho – retirou algo do bolso passando em frente ao rosto se livrando da máscara – é realidade. – demos um passo pra trás ao reconhecermos Lucius Malfoy – vocês viram só o que o lorde das trevas e bellatrix queriam que vocês vissem - um pouco de silêncio - agora me dêem a profecia

– se fizer alguma coisa eu quebro - o encarei sem demonstrar medo ou nervosismo.

A risada de Bellatrix ecoou sobre nossos ouvidos e eu ouvi um resmungo feminino atrás de mim coisa eu eu supôs que seja a mione

– eles sabem brincar - voz melancólica,eca - tolos,tolos,bebêzinhos Potters – debochou do sobrenome e s/n ergueu a varinha

– cala a sua boca Bellatrix – a encarou com a varinha em punhos.

– Bellatrix Lestrange...– murmurrou meio atordoado.

– Neville Longbottom não é? Como vão seus pais?–  debochou.

– melhor agora que vão ser vingados - ergueu a varinha pra ela e ela fez o mesmo.

– vamos...todos nós....ficar calmos...por favor...- fez sinal com as mãos - nós só queremos...a profecia...

– porquê Voldemort precisou que nos viessemos pegar - s/n disse e eu vi o olhar indignado de Bellatrix.

– ousa falar o nome dele? - me olhou com uma cara de psicopata - SUA MESTIÇA IMUNDA - s/n grunhiu de raiva sendo acalmada pelo Neville.

– está tudo bem é só uma garota curiosa - encarou minha irmã com um falso ar calmo e sabio - profecias só podem ser retiradas por aqueles de quem elas falam. É muita sorte de vocês,mesmo - vi o meu grupinho se preparando ao notar os outros comensais - nunca se perguntou o motivo de uma conexão entre você é o Lorde das Trevas?Hum?ou a conexão entre você e a Bellatrix? - veio se aproximando - porquê ele não pode mata-lós quando eram apenas...dois bebês... Vocês não querem saber o segredo? Da cicatriz....

– não deixa ele fazer sua cabeça - mione murmurrou e eu assenti distraidamente.

– as respostas estão ai Potters...na mão de vocês...... é só vocês entregarem.... para mim...que eu lhes mostro tudo... - desviei o olhar dele pra profecia voltando a olha-lo em seguida

– eu esperei 16 anos - o encarei.

– eu sei...- me encarou esperançoso.

– é posso esperar um pouco mais - o encarei serio - AGORA. ESTUPEFAÇA.

Assim que eu é meu grupo disparamos os feitiços os comensais aparataram eu acho. Saímos correndo dentre os corredores atrás deles. Lucius apareceu em nossa frente com uma mão estendida nós fazendo correr para o outro lado. Acabamos nós separando. Me encontrei com Hermione é Rony e dois comensais apareceram.

– ESTUPEFAÇA - ele foi indo pra trás forte.

– ESTUPEFAÇA - exclamaram ron e mione saindo correndo atras de mim em seguida.

Logo horas correndo nos encontramos denovo,batendo cada um de frente ao corpo de outro resmungando. Um grupo de comensais aparentemente vinha voando e rodando em nossa direção.

– REDUCTO - um flash de luz azul se fez presente da varinha de gina expulsando os mesmos pra trás. Uma a uma as profecias começaram a cair nos fazendo recuar.

– VOLTEM PRA PORTA - saímos o mais rápido que conseguimos correndo em direção a porta.

Corremos e assim que a alcançamos a abrimos e entramos na mesma automaticamente quase indo de cara no chão se não fosse um feitiço que nós ajudou a não cair de cara em si.

– departamento de mistério...acertaram o nome não foi? - rony perguntou meio desconfiado.

Eu comecei a ouvir vozes e andei um pouco a frente.

– eu ouço vozes...entendem o que dizem? - fui me aproximando.

– não são vozes Harry - mione me alertou.

– eu tambem ouço Harry mas vamos sair daqui - s/n olhou em volta.

– eu ouço também - luna veio se aproximando junto a mim.

– Harry... É só um portal vazio - me encarou preocupada enquanto eu encarava o portal.- é só isso!!!

Comecei a ouvir algumas coisas e rapidamente me virei apontando a varinha pra cima.

– atrás de mim - e assim eles fizeram o que eu pedi,erguemos nossas varinhas pra cima e em instantes os comensais começaram a chegar e a nos rodear.

Rapidamente eu vi ambos sendo jogados contra o chão. Nós tentavamos lutar contra eles o que era difícil já que apenas viamos a sombra preta de ambos. Eu me abaixei no chão colocando a profecia de um jeito melhor em minha mão tentando-a proteger em todo custo. Assim que 0 tudo aquilo acabou e eu fui olhar apenas eu estava deitado no chão. Eu me levantei olhando em volta e ofeguei engolindo em seco ao ver cada um sendo segurado por um comensal. Ouvimos Lucius rir é nos viramos pra ele.

– chegaram mesmo a acreditar...tiveram a ingenuidade de pensar... que crianças tinha chances... contra nós? - se virou pra mim com a mão estendida - eu vou ser bem claro com vocês Potters...- um pouco de silêncio - me deem a profecia agora - deu ênfase no agora. - ou vejam seus amigos morrerem - deu ênfase no morrerem - encarei cada um deles.

– não dê a ele Harry - bellatrix bateu com a varinha em seu pescoço e murmurrou um "shhhiu". Estendemos a mão é colocamos a profecia sobre ela vendo ele a encarar vitorioso.

Derrepente uma luz forte se fez presente me fazendo sorrir por alguns minutos e ele fazer uma cara de confuso. É assim que ele se virou.

– fique longe do meu afilhado - deu um belo soco na cara dele. Varios membros da ordem chegaram assustando alguns comensais e a profecia caiu da mão dele indo de encontro ao chão se espatifando e quebrando.

Eu,S/n e Sirius nós escondemos atrás de uma pedra lançando feitiços nós que tentavam nós acertar pra nós proteger.

–  escute Harry e S/n - nós segurou - eu quero que peguem os outros é saia daqui.

– o quê?não,eu vou ficar com você...- ele nos interrompeu.

– : shiu,se saiu muito bem,deixe que eu assumo daqui - o encaramos com medo e arfante de toda a adrenalina que percorria entre minhas veias. Um feitiço foi em nossa direção nós fazendo abaixar a cabeça

– Black - Lucius retirou a varinha do bolso encarando meu padrinho ele lançou um feitiço do qual meu padrinho entrou na frente e me defendeu.

Um outro comensal chegou e então começamos,eu contra o comensal e meu padrinho contra Lucius. Ele lançou um feitiço em um dos comensais que fez com que ele rolasse pra baixo e antes de Lucius atacar meu padrinho eu fui mais rápido.

– EXPELLIARMURS - vi a varinha dele voar longe e sorri satisfeito.

Sírius: muito bom James - o encarei meio atônito mas apenas assenti com a cabeça. Eles continuaram o Duelo até Lucius cair pra trás.

– AVADA KEDAVRA - Bellatrix exclamou enquanto o jorro de luz verde ia em direção a Sírius o acertando, foi tudo muito rápido,eu só tive tempo de ver a luz verde indo em direção a ele e ele passar pelo portal.

Antes que eu fosse atrás dele Lupin me segurou enquanto eu gritava tentando não chorar. O mais perto que eu tive de pai se foi,eu não aguentava mais perder ninguém,não aguentava. S/n envolveu nos dois em um abraço acolhedor embora ela tambem chorasse.

Fui atrás de Bellatrix e ela acabou caindo no chão mas eu não consegui mata-la nem feri-la.

– mate-a - Voldemort apontou pra bellatrix e eu me virei pra ele mas ele me tirou a varinha - tão fraco....- vi Dumbledore surgir entre a lareira.

– que tolice vir aqui esta noite tom... os Aurores estão a caminho - o encarou calmo.

– então já terei partido - deu alguns passos pra trás- e você...estará morto... - ele é dumbledore começaram um duelo.

No momento Bellatrix fugiu deixando minha irmã se contorcendo e gemendo de dor em um canto, e eu me escondi atrás de uma parede que havia ali respirando fundo. Ele tentava me acertar a todo custo e Dumbledore me proteger. Ele fez uma grande cobra de fogo e riu. Dumbledore lutou contra essa cobra e usou um feitiço o fazendo uma onda de água sobre ele. Assim que Voldemort caiu ele é Dumbledore voltaram ao duelo. Até ele fazer todos os vidros quebrarem e virem voando em nossa direção. Dumbledore usou um feitiço de proteção que nós ajudou um pouco e voldemort bravo "sumiu". Vi algo vindo como se fosse um fantasma transparente e engasguei caindo no chão vendo Dumbledore se virar pra me olhar. Ele se abaixou e eu gemia baixinho de dor tentando me concentrar

– você perdeu meu velho - minhas mãos tremiam razoavelmente e eu não conseguia me controlar Dumbledore me olhou preocupado .

– AH - gritei de dor tendo varios flashs das pessoas que morreram por mim em minha mente - AH - o dementador,diggory morrendo ,Sirius morrendo respirei ofegante.

– Harry?...- me chamou com cautela aproximando a mão mas eu me contorci.

– AAAH - gritei de dor me contorcendo,arthur sendo atacado,você sabe quem.

"Tão fraco...."

Comunal da Grifinoria,dormitório da Grifinória,espelho de Ojessed .

"Tão vulnerável..."

No espelho eu vi o rosto dele,não eu.

"Olhe pra mim"

– ARGH - resmunguei de dor me contorcendo denovo.

– Harry,não são as semelhanças entre vocês,são as diferenças - disse calmo.

Eu curvei minhas costas virando minha cabeça tentando me controlar.

– AH...ARGH- vi o rosto dele denovo,encostei a cabeça no chão respirando ofegante.

Dumbledore: Harry...-me chamou calmo.

Eu sentia que estava sendo observado possivelmente pelo meu grupinho mas não tinha forças pra olha-los,não agora. Me veio as lembranças boas em minha cabeça e eu encarei meu grupo de amigos.

– você é o fraco,é nunca vai ter amor...ou amizade - murmurrei ofegante. - eu tenho pena de você.

As imagens foram como se estivessem indo embora aos poucos me fazendo grunhir de dor até por fim ela passar e uma nevoa me cercar.

– você é um tolo Harry Potter,e vai perder - apontou a varinha sorrindo - tudo

Os membros do ministério junto com os Aurores chegaram e se espantaram ao ver Voldemort ali em pessoa,ele os encarou e simplesmente sumiu. E eu apenas ouvi um

"Ele voltou..."

Minha cabeça estava em outro lugar,eu não perdi só um grande amigo assim como foi o Cedrico eu perdi uma parte de mim,meu padrinho,o cara em que eu via meu pai nele,quem me dava conselhos sobre garotas. Eu perdi uma parte de mim

Eu sinto que com ele indo embora uma parte de mim se foi também...

S/n Lilian Potter:

Desde que Sírius morreu tudo mudou. A nossa vida virou de ponta cabeça. Harry ficou sentido e se culpando por mais que eu insistisse em lembrar a ele que a culpa não era dele.

Estava sentada na janela encarando o tempo quando vi uma coruja preta voar em minha direção,o crepúsculo se contrastando com ela. Ela deixou uma carta no meu colo e entrou dentro do meu quarto.

Fechei a janela e mesmo em duvida apanhei a carta a abrindo.

"Pottah Fêmea,

Fiquei sabendo o que aconteceu com o Sírius no Departamente de Mistérios. Sei que não nós suportamos mas....meus pêsames e melhoras.

Segundo,me encontre no beco diagonal! Preciso conversar com alguém que não sejam as paredes ou meus amigos.

Ps:não aceito não como resposta!

Draco Malfoy"

Neguei com a cabeça rindo. Esse garoto me metia em cada uma...

Joguei a carta sobre a cama e calcei meus chinelos descendo em busca da cozinha pra pedir pro padrinho moony ou falar com o Harry. Era só o que me faltava,nem nas ferias eu tinha paz.


Notas Finais


o proximo ASIDNOANAOANSOSMS
até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...