História .passivo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Passivo, Weirdlilpsycho, Weirdlittlegirl, Yaoi
Visualizações 98
Palavras 300
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - .'vamo parar?


Não. Cala a boca, "querido", já chega de ouvir tanta merda vinda de um grupo só. 

Sim, eu gosto de rapazes (independente se for um "também" ou "apenas"); o que isso vai mudar na sua vida?

Sim, eu sou o passivo numa relação homossexual. Dependendo muito do caso, posso ser versátil, mas quase nunca. Tá bom, mas me explica: por que o fato de eu sentir mais prazer em "dar a bunda", como muitos diriam, tem que fazer com que eu aja como uma mulher?

Eu nasci como um homem, e gosto de outros homens. Se eu me identifico como um HOMEM, CARA, RAPAZ, por que caralhos (adoro) vocês dizem que eu "queria ser uma mulher" só porque sinto mais prazer ao ser penetradO?

Eu não sou um homem trans, muito menos uma mulher também trans. Eu sou eu, apenas isso. Gosto de rapazes, e nada vai mudar isso. E antes que digam que é falta de surra ou falta de amor dos pais, isso já é problema meu.

Sinceramente, eu odeio esses rótulos da sociedade. Reconheço que existem HOMENS passivos, assim como eu, que se comportam de maneira pouco mais afeminada, mesma coisa para os ativos, mas isso já é questão de personalidade. A minha personalidade forte é única, o que me faz ser diferente dos demais. Os meus amigos, que aceitam minha sexualidade, até dizem que nem parece que eu prefiro ser fodido.

Eu estou num relacionamento feliz com o amor da minha vida, um homem, assim como eu. Nossa vida sexual é um assunto nosso, não importa quem é o ativo, passivo, versátil, vouyer, QUALQUER COISA. Mas ambos reconhecemos que somos rapazes e nos identificamos como tal, sem ligar pro que a sociedade vai dizer.

Então, por obséquio, meu caro homofóbico, dá pra parar de dizer que eu queria ter nascido uma mulher?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...