História Patience (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Bts, Suga, Yoongi
Visualizações 41
Palavras 1.048
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá~

Primeira fanfic que posto aqui, espero que gostem!

Capítulo 1 - Perfume


Fanfic / Fanfiction Patience (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 1 - Perfume

Havana, oh na na

Half of my heart is in Havana oh na na

He took me back to East Atlanta oh na na na

A música tocava em meus fones em volume consideravelmente alto, isolando-me do resto do campus, o que era meu objetivo principal ao ler mais um livro debaixo daquela árvore, como de costume.

 

De repente, minha tranquilidade é interrompida por um dos lados do fone ser retirado de meu ouvido. Eu estava pronta para empurrar a pessoa para longe, mas parei ao ver o sorriso de coelhinho estampado no rosto do garoto mais novo.

 

- Você realmente não tem medo de essa árvore velha cair um dia? - Falou desviando o olhar do meu e encarando os galhos secos da árvore.

 

- Não, e se ela cair não vai ser em cima de mim. Já criamos uma amizade duradoura. - respondi, me levantando, pois eu sabia que Jungkook não estaria ali se não fosse para me fazer ir embora com ele.

 

- Hum, tá bom, maluca. - Diz rindo. - Agora vamos, você já perdeu metade do intervalo com esse seu livro besta.

 

- Não xingue o livro! - falei visivelmente irritada.

 

- Prefere ele do que nós?

 

- Prefiro ele do que muita gente.

 

- Eu vou preferir acreditar que nós somos seus amigos alienígenas que são muito melhores e mais importantes que essa "gente" e o livro.

 

Depois de seu comentário, seguimos de volta até o refeitório, que já estava quase vazio, com poucas pessoas nas mesas. Na verdade apenas duas mesas estavam ocupadas, uma delas com o meu grupo de amigos e a outra com outras três pessoas.

 

- ______! Até que enfim, só o Jungkook sabe onde você se esconde. - Disse Hyuna quando me sentei ao seu lado.

 

- Está fugindo da gente de novo? - Perguntou Jimin fazendo bico.

 

- Eu só queria terminar mais um capítulo do meu livro! - Falei rindo.

 

- Hum, ok! - Disse Hoseok. - Agora ouçam, eu tenho uma proposta. - Todos direcionaram o olhar até ele. - Meus pais vão viajar semana que vem. Vocês sabem o que isso significa, não é?

 

- Festa, verdade ou desafio e tudo que eu ver na sua geladeira? - Questiona Jungkook.

 

- Sim, mas não, você não vai comer a minha comida.

 

- Ah, mas eu vou!

 

- NÃO SE ATREVA.

 

Eles começaram uma pequena discussão sobre comida, na testemunha de todos. Nesse momento, vi que aquele garoto que estava no canto da mesa observava tudo e sorria singelo, ainda com seus fones no ouvido. Antes de ele voltar a encarar o celular, nossos olhares se cruzaram por breves segundos, até eu desviar por me sentir desconfortável. Eu não gostava muito de trocar olhares com pessoas "desconhecidas".

 

Aquele garoto se chama Yoongi. Ele sempre esteve presente entre nós, mas, especialmente comigo, ele não era muito de se comunicar. Claro, isso é até normal, visto que eu geralmente fico quieta no meu canto sem alarmar ninguém. Isso contribuía para que a única frase que tenhamos trocado diretamente o ano todo foi "bom dia", já que morávamos no mesmo prédio.

 

Aí você deve pensar "ah mas eles se dão bem porque sempre vão e voltam da faculdade juntos".

 

Não.

 

Na verdade, seguimos caminhos diferentes para ir à faculdade. Eu vou pelo mais curto, obviamente. Mas ele, misteriosamente, sempre vai por outro, que eu só sabia que tinha uma casa abandonada.

 

Meio sinistro? Talvez. Mas ele nunca se atrasava.

 

Pensei muito nisso enquanto voltava para casa acompanhada de Hyuna e Namjoon.

 

- Cuidado! - Senti o mais alto me puxar pelo braço, antes que eu pisasse em uma rachadura quase quebrada na calçada. - Você tá meio aérea hoje. No que tanto pensa?

 

- Ah... Nada. - Sorri para ele, que pareceu não se convencer, mas aceitou.

 

- Tá bom. Então, você vai na festa do Hobi?

 

- Vou, mas por favor, não me forcem a participar daquele jogo de novo.

 

- Ah, mas você tem que participar, é tão legal! - Exclamou Hyuna.

 

- Qual é a graça, vocês só pensam em putaria, seus safajinhos.

 

- Exatamente. - Disseram juntos.

 

- O máximo que pode acontecer é alguém te beijar. Isso seria tão horrível assim? - Continuou Hyuna, logo erguendo uma sobrancelhas com a melhor expressão impura que possuía. - Tá com medo de beijar alguém?

 

- Eu não. - Falei sincera. - Só acho desnecessário ficar se agarrando com alguém por causa de um joguinho.

 

- É só por diversão, relaxa. - Diz Namjoon, pondo um de seus braços em meus ombros.

 

Dito isso, eles me deixaram em frente ao meu prédio e nos despedimos. Andei calmamente até a portaria, logo vendo Yoongi andando um pouco à minha frente, segurando uma flor, que parecia ser uma orquídea.

 

- Seria doce se não me intrigasse. - Pensei alto, ignorando novamente o garoto e seguindo para o meu andar.

 

Aí que eu tive que encarar um dilema: Subir de escadas até o décimo andar ou entrar no elevador com aquele garoto tão esquisito quanto eu.

 

Eu sou sedentária, mas também tenho aversão à espaços pequenos, ainda mais com pessoas dentro.

 

Tudo bem, não pode ser tão ruim assim. Faço isso todos os dias mesmo.

 

Esperei ele entrar no elevador e fui logo atrás, foi só aí que ele pareceu perceber que eu estava ali. Encarou meu rosto por algum tempo, como pude ver pela minha visão periférica, já que eu preferi encarar o chão.

 

Selecionei o meu andar e as portas se fecharam. Percebi então o cheiro do perfume que ele usava, eu conhecia muito bem aquele perfume. De repente ficou muito quente ali dentro, mais que o normal. Precisei prender meu cabelo em um coque, mas mesmo assim, pareceu não adiantar nada. Comecei a suar muito, e não conseguia respirar direito. Isso nunca aconteceu antes.

 

Yoongi percebeu isso apenas quando eu suspirei mais audivelmente.

 

Antes que algo pior acontecesse, as portas se abriram e eu corri para fora dali. Entrei em meu apartamento largando tudo em cima do sofá, inclusive eu mesma.

 

Eu já havia estado em um elevador com Min Yoongi, óbvio, de vez em quando. Mas era a primeira vez que eu sentia o cheiro daquele perfume emanando de seu corpo. Aquele maldito perfume.


Notas Finais


Me digam o que acharam se puderem, e obrigada por ler!
Vou atualizar o mais rápido possível.

Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...