História Pawn Crown - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens ARSLOID, Big Al, Fukase, Gakupo Kamui, Gumi Megpoid, Hibiki Lui, Iroha, Kaiko, Kasane Teto, Len Kagamine, Leon, Luka Megurine, Luo Tiany, MAYU, Miku Hatsune, Oliver, Rin Kagamine, Ryuto, Sweet Ann, Utatane Piko, VFlower., VY2 Yuma, Yan He, YOHIOloid
Visualizações 70
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeee

Avisos:

Cap muito pequeno

:D desculpem

Capítulo 3 - Marcação dupla - Primeira parte


Fanfic / Fanfiction Pawn Crown - Capítulo 3 - Marcação dupla - Primeira parte

"pobretão"

"volte para o lugar imundo de onde você veio"

Moke tirou de dentro de seu armário, um pano de flanela e um borrifador de água com cloro, espirrou na porta e começou a limpar as frases feitas a caneta, era um pouco óbvio quem tinha feito isso, sendo a 5° vez que haviam feito, já estava começando a virar um problema... Chegava certo ponto que começara a imaginar se além de preconceito, também começava a sofrer bullying, tinha certa impressão de que Oliver havia cismado consigo, mais do que seus próprios amiguinhos egocêntricos.

Durante vários dias depois daquele fiasco na sala de aula, Oliver praticou as provocações sempre que tinha oportunidade, ele detestava Moke, e queria mais que todos diminui-lo a um mísero: nada.

Moke chegou ao ponto de que não conseguiu mais lidar com isso sozinho, então resolveu abrir o jogo com Len... Não fazia a mínima ideia do que fazer naquele momento, e Len meio que não sabia de nada desde que Oliver havia começado, cerca de uma semana antes.

- o quê?!

Moke sentiu toda a indignação e desapontamento no tom de voz do loiro quando terminou de explicar sua situação pessoal, mas pior que isso, o tom de preocupação se sobressaia bem mais do que os outros, esperava que Len fosse compreensivo em relação a isso, queria que fosse mesmo compreensivo.

- eu não achava que ele ia acabar me marcando, já que não foi a primeira vez que sofri preconceito nessa escola, eu não queria te envolver nisso Len...

Moke se sentou no degrau da escadaria para o segundo andar do prédio, e apoiou-se em seus joelhos, olhando para o chão, se sentia desgastado, não que acreditasse mesmo que seu lugar não era ali, mas Oliver o fazia se sentir assim toda vez que lhe dirigia a palavra, estava sendo o mais forte que conseguia ser, mas ainda sim, continuava sendo atingido sem ter como revidar.

- vamos falar com o diretor - disse Len se ajoelhando em frente ao moreno, vendo Moke levantar o olhar pra si, vazio.

- não ia dar certo, Oliver tem uma influência enorme, ele é o presidente do conselho e sem duvidas ia me fazer ficar como o vilão da história... Além de que isso podia trazer problemas para a minha mãe.

Len cerrou os punhos enfurecido, e Moke notou a mudança de seu humor em seu olhar.

- pois então vamos mostrar praquele riquinho que ele não pode sair fazendo o que bem quer.

Moke viu Len se levantar e sair andando rápido dali, se alarmou.

- Len espera! O que vai fazer?! - sem pensar se levantou e começou a seguir o outro.

Len começou a procurar Oliver na escola, como era fim de aula, muito provavelmente o encontraria no conselho estudantil, não se importava se ele era rico ou não, se tinha influencias ou se era presidente dos Estados unidos, não deixaria que fizesse aquelas babaquices com seu melhor amigo.

Moke o seguiu preocupado, vendo que Len tinha se deixado levar pela raiva e aquilo não era bom, enfrentar aquele problema com mais brigas e discussões só iria piorar na visão do garoto moreno.

- Len isso não vai resolver nada! Não faz isso! - já no corredor onde estava a sala do conselho estudantil, Moke observou Len andar pisando fundo até a entrada do mesmo, no mesmo momento em que sentiu seu coração gelar quando Oliver saiu da sala, sozinho, ele trancou a sala do conselho estudantil e encarou Len surpreso quando notou sua presença.

- ei você! Você é o Oliver?! - Len indagou bravo.

- ah... Sim... - Oliver lhe encarou confuso, guardando a chave em seu bolso, sorrindo meio desconfortável.

Moke correu apressado até os dois.

- Len! Pera...

- então é você o troglodita que tá infernizando meu amigo! - exclamou o loiro.

O sorriso de Oliver desapareceu no mesmo instante de seu rosto, ao mesmo tempo que percebeu Moke entre os três, logo uma expressão séria pendurou seu rosto, mesmo estando terrivelmente irritado por dentro.

- exatamente - riu de canto - me adimira que demorou tanto pra perceber.

Moke estava paralisado.

- cala a boca! - respondeu Len - você tem algum parafuso solto?!

Oliver riu.

- pelo contrário - disse - acho que os únicos com parafusos soltos aqui são vocês dois - ele encarou Moke, debochado - então não aguentou e resolveu ir correndo pro seu amiguinho pobretão, que patético.

Moke o ignorou e se virou a Len.

- Len, não vale a pena, vamos embora!

- patético é você! - Len o cortou - não tem nada mais patético do que alguém que se acha melhor que os outros só porquê tem dinheiro!

- eu não me acho - riu confortável - eu sou melhor do que vocês, ratos, infestam essa escola com sua presença nojenta, acham que tem direito a alguma coisa sendo que são só animais sem cérebro que não sabem nem como se dirigir a uma pessoa, a escória dos seres humanos.

- olha quem fala, um riquinho mimado que nem consegue se vestir sozinho! Suas babás também dão comida pra você na boca? Mimadinho ignorante!

- Len! - exclamou Moke.

- cala a boca Moke! - estrapolou Len - você deveria estar do meu lado!

Oliver riu.

- Len não é? - em seguida se afastou andando em direção a saída do corredor, confortávelmente - vou guardar esse nome. Moke e Len o observaram indo embora, Len enfurecido - parabéns Moke, antes era você, agora, são você e seu amiguinho corajoso, mas vamos ver por quando tempo isso vai durar.

Ele desapareceu na esquina do corredor, Len ameaçou ir atrás dele mas Moke o impediu.

- você ficou louco?! - indagou Moke.

- não você está louco! - gritou ficando em frente a Moke, enfurecido - ficar calado diante de uma babaquisse dessas! Você não deveria estar de cabeça baixa, por acaso você é algum tipo de idiota Moke?!!!

- mas Len...

- mas nada! Você não deveria ficar agindo como um fracote desse jeito! Você não deveria ficar calado! Só tá fazendo com que ele ache que tem mais poder sobre você! No fim você que tá sendo patético!

Len viu os olhos do moreno se preencherem de lágrimas e toda sua postura enfurecida se quebrou no mesmo instante.

- mas Len... - Moke colocou a mão em frente a boca, deixando as lágrimas caírem sobre seu rosto - agora... Ele vai fazer o mesmo com você... E a culpa é toda minha...

Moke cobriu o rosto começando a chorar, quase derrubando seus óculos, Len o encarou espantado ao notar o que havia acabado de dizer, descontou sua raiva de Oliver em Moke e o fez se sentir pior do que já estava, no fim, acabou só trazendo mais problemas para a situação, embora ainda estivesse certo.

Foi como se seu coração derretesse no mesmo instante.

- você tem razão! - Moke exclamou soluçando alto - eu sou patético...!

- não... Me desculpa Moke - o abraçou com força, sentindo o moreno afundar o rosto em seu peito chorando alto - me desculpa... Isso não importa eu juro... Eu sou seu melhor amigo! Seja qual for a situação vou estar do seu lado e enfrentar ela junto com você... Eu prometo.

Moke continuou chorando sobre seu ombro, sem saber o que responder.

Ele não tinha ânimo pra pensar em nada agora...

Contínua


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...