1. Spirit Fanfics >
  2. Pedaços Quebrados -Itasaku >
  3. O buraco na minha alma,confuso e perdido e voltando a mim

História Pedaços Quebrados -Itasaku - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - O buraco na minha alma,confuso e perdido e voltando a mim


Fanfic / Fanfiction Pedaços Quebrados -Itasaku - Capítulo 2 - O buraco na minha alma,confuso e perdido e voltando a mim

Saí daquele prédio,desorientado,meu coração despedaçado,juntamente com qualquer masculinidade que um dia achei tive,lágrimas escorriam por meus olhos,as enxuguei e parei em um bar ,lá bebi tudo e mais  um pouco mais do que meu corpo e minha  dignidade conseguiam.

Caminhava por aquelas ruas lembrando de cada beijo dela,beijos que já me fizeram sentir o homem mais sortudo do universo,agora só sinto vergonha,caí num lugar que parecia um parque lembrando do aviso de cada amigo,aqueles olhares de pena que nunca havia compreendido,até minha família não tinha mais contato comigo por que ela me convenceu que a presença deles fazia mal ,pra mim,pra nós.

Caído ali ,senti o mais escuro sofrimento,a luz que havia em mim parecia estar se apagando enquanto eu tentava imaginar como eu poderia salvar os poucos pedaços quebrados em mim.

Quando estava entre a realidade e uma possível loucura,vi braços femininos me agarrar e me puxar para um lugar seguro ,era o que ela repetia,”vou te levar para um lugar seguro e cuidar de você ” fui para o mundo do sonhos agradecendo o último borrão verde e rosa.

POV Sakura

Me chamo Sakura Haruno,tenho 25 anos,sou médica,e hoje voltando tarde do meu plantão encontrei Itachi,sei que ele é pois a alguns anos atrás tive meu sonhos e coração destruído por seu irmão mais novo sasuke,ele brincou com meus sentimentos,me traiu ,todos sabiam,até quem eu considerava melhor amiga,sofri muito com tudo,me afastei de tudo,sou a melhor na minha área médica,mais amorosamente nunca mais fui a mesma,não consigo confiar em ninguém além de mim mesma.

Bom voltando do plantão,e pensando na vida,nos pedaços que me doem para ser mais precisa,vi um homem caído,parecia estar machucado,pois chorava,me aproximei meio temerosa,quando estava perto o suficiente o ,vi nele o que vivi a anos atrás,assim que falei com ele ,ele balbuciou “Eu não vou fazer parte da sua coleção de ossos e corações empilhados",”você sempre foi uma cobra disfarçada de anjo izume"

-Itachi ,sou eu,Sakura,você está seguro agora,você lembra de mim?

Sei que faz muito tempo,mais vou cuidar de você.

-Sakura ? você é aquela que meu irmão nunca mereceu?

Ele falou grogue,parecia que a mente dele ia e vinha,o carreguei com muita dificuldade para meu prédio que ficava mais a frente daquela praça.

Chegamos ao meu apartamento,eu o levei ao banheiro e lhe dei um banho ,estava sentindo no meu coração que se ele aceitasse o auxiliaria até ele estar emocionalmente melhor para retomar a vida.

POV Izume

Quando me preparei para voltar pra casa ,vi ali em frente ao prédio o carro de itachi estacionado,concluí que ele descobriu algo,então decidir fugir naquela noite mesmo,ainda bem que aquele idiota me deu acesso a conta dele e passou todos os imóveis que pedi para meu nome.

Por três dias saquei todos os dias o máximo de dinheiro que pude e todo dia em uma cidade diferente para não ser encontrada,já tinha dinheiro mais que suficiente,mais a venda daquela mansão será a cereja do meu bolo,preparei todo a papelada e fui a uma imobiliária em outra cidade para colocá-la a venda,e qual foi a minha surpresa quando fui informada que aqueles documentos não tinham valor nenhum e que o imóvel permanecia em nome de mikoto Uchila,aquele idiota conseguiu mentir pra mim,estou surpresa e com ódio por aquele idiota estragar parte dos meus sonhos,me esforcei muito para tirar o máximo de dinheiro dele,e de quebra ainda tirei dinheiro de uns velhos babões e uns homens carentes por atenção e amor.

POV Sakura

Assim que itachi se recuperou da bebida,o que demorou 2 dias,conversamos lhe falei para ficar a vontade que eu moro sozinha e pedi para ele ir a mesma psicóloga que vou,lhe expliquei que entendo um pouco do que está passando,contei com detalhes de informações tudo o que o irmão dele me fez,e aos poucos ele está se abrindo comigo,ainda está desanimado e jogado num início de depressão,o convenci a ligar para a mãe,e ela e óbito vieram vê-lo,ele apenas pediu para óbito assumir a presidência enquanto está impossibilitado e também pediu para não dar o endereço e nem comentar com sasuke sobre onde ele está e nem com quem.

Mikoto sempre foi um amor,antes de ir pediu segurando minhas mãos com carinho e suplíca que cuidasse do itachi.

Não toquei no assunto divórcio,e nem izume em nenhum momento,sinto que isso ainda o dói muito,mais na pouca conversa que tive com mikoto ela falou que ele precisa agir pois ficou sabendo que izume vendeu todos os imóveis,e bens que estavam no nome dela e que provavelmente ainda está acessando a conta de itachi para tirar dinheiro.

POV Itachi

Fazem 3 meses que estou praticamente morando com Sakura,ainda estou me sentindo o maior dos idiotas ,que mereceu ser idiota por que tive muitos conselhos.

Depois de mais uma conversa com a psicóloga que Sakura tem feito vir até mim,resolvi reagir ,izume já tirou muito de mim,liguei no banco e pedi para encerrar os depósitos mensais que havia pedido para ocorrer,entrei em contato com um advogado,que me falou para ir a delegacia pois o que ela havia feito era crime,foi a primeira vez que acordei Sakura,sabia que ela chegava tarde dos plantões,e mesmo que eu tenha pedido para óbito trazer meu carro pra cá,pra ela usar,ainda chega cansada,menos do que vir andando,mais chega, passei a ter um carinho por ela,assim como ela cuida de mim,me anima,e traz a psicóloga para me atender aqui por que ainda não me sinto bem para sair.

 Senti que agora é o momento para tomar partida ,acredito que isso será  importante para salvar a pouca parte de mim que ainda insiste em não desistir,em não perder a esperança,a chamei, e ela se assustou,e colocou  a mão em minha testa achando que estava com febre,me senti envergonhado,mais meu coração se aqueceu.

-Sakura preciso que você me acompanhe até a delegacia,ainda não me sinto seguro para sair sozinho e não quero chamar óbito para ir comigo.-falei

Ela bocejou- sério,Ita,você,se sente pronto? A psicóloga falou para não se forçar lembra?

Segurei suas mãos e puxei em direção ao meu peito- por que Sakura,nunca enxergamos uma ao outro?-Tivemos que ser destruídos para entrarmos no caminho um do outro.

- Não sei Ita,mais me espera um pouquinho que vou colocar uma roupa e Ita me leva para comer depois da delegacia pois estou morrendo de fome e hoje o almoço é por sua conta viu – falou ela

Depois de um tempinho ela apareceu linda como sempre,com seus cabelos soltos e me perguntou

- Ita você está pronto? – perguntou sorrindo-Separou tudo o que precisa levar?

- Sim minha flor,estou ,e você tem muito parte disso- falei alisando seu rosto- você tem me apoiado e não desistiu de mim,tem momento que desisto de mim,e você vem e me mostra que estou errado,sou grato por tudo isso,mesmo que essa situação seja terrível para mim,ter pessoas de confiança e que me amam de verdade,fazem com que eu fique de pé e encontre a luz que achei que havia se apagado em mim.

Sakura estava com os olhos marejados,me abraçou forte e quando me soltou me deu um soco e me chamou de idiota por fazê -la chorar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...