1. Spirit Fanfics >
  2. Pedidos Yaois para todos >
  3. Pedido de army008765 - PainHidan

História Pedidos Yaois para todos - Capítulo 12


Escrita por: Filha_de_Kakuhidan

Notas do Autor


Pain: Agora sou eu?

Autora: Não te chamei aqui pra varrer o chão E CLARO QUE É SEU VEZ

Tobi: iiii tá putin?

Autora: 🪓

Tobi: 🤕

Capítulo 12 - Pedido de army008765 - PainHidan


Fanfic / Fanfiction Pedidos Yaois para todos - Capítulo 12 - Pedido de army008765 - PainHidan


Hidan: Caralho dos infernos porque ta tão frio?! - O albino raivoso usava todos os casacos que tinha junto com um cachecol e uma boina vermelha mas nada adianta estava muito frio mesmo sentia que iria morrer ali no meio da rua no caminho para casa - Meu Jashin 

Entrou na primeira loja que viu, era um café charmoso quase fazia menos por um homem de cabelos laranja com vários piercing no rosto com olhos lilás muito estranhos por conta de ter vários círculos dentro dele 

Hidan: Oi bom dia desculpa incomodar mas eu poderia ficar aqui por um tempinho? 

: Meu nome e Pain sou o dono do lugar pode ficar sim - Falou organizando algumas prateleiras com várias garrafas de vinho, Hidan sentou em uma cadeira esfregando suas mãos para passar o frio mas seu corpo estava congelando mesmo com o aquecedor da loja 

Ficou vários minutos observando o homem atrás do balcão, era bem bonito tinha que admitir afinal o albino jamais teve sequer uma experiência na vida com dezenove anos era muito irritante seus amigos fazendo chacota do pequeno por ele ter vergonha de pedir qualquer garoto que conhecia em namoro, ficou ali por um bom tempo até perceber que estava sendo grosseiro em ficar no estabelecimento e não pedir nada. Andou tremendo até o homem pedindo apenas um café com espuma para esquentar seu corpo 

Pain: Senhor você está bem? - O homem de cabelos laranja perguntou vendo que ele estava tremendo dos pés a cabeça - Minha nossa o senhor está congelando 

Pegou um pequeno controle ligando mais alto o aquecedor percebendo que o menor ainda tremia com força tendo esparmos, pegou rapidamente o menor no colo colocando em cima do balcão percebendo que seu corpo ainda estava muito frio. Pain suspirou tirando seu cachecol vendo como seu corpo ainda era frio como gelo. 

Hidan abraçou o maior na tentativa de esquentar seu pequeno corpo, sentiu o calor no corpo do outro mais alto que o aquecedor inútil. Gemia baixinho pelo calor que recebia do maior 

Pain por outro lado estava observando o rosto corado do albino com os lábios vermelhos e as bochechas rosadas pelo frio enquanto abria a boca devagar para respirar melhor, Pain segurou seus ombros com força carregando ele até os fundos da loja colocando ambos em uma cadeira o albino com cima dele abraçando seu corpoa quente 

Pain: Ainda está frio? 

Hidan: S-sim Pain - O mais velho possuía seus atuais trinta anos vendo que tinha um jovem lindo se esfregando em seu colo era muito para um homem aguentar, sem querer sua ereção assustou o albino que sentiu a grande elevação em sua coxa - Que isso? 

Pain: Desculpa por isso eu não queria e que você está se esfregando em mim - Protegeu o rosto esperando um tapa do menor mas invés disso sentiu ele se esfregar ainda mais em seu colo por conta do calor que ele emanava porque ficar no frio era muito pior - Vou te ajudar prometa que não vai contar a ninguém?

Hidan: Tudo bem obrigada - Falou se aconchegando melhor em seu peito abrindo os botões da sua camisa para ficar ainda mais quente, Pain segurou seu casaco abrindo um pouquinho vendo os seios rosados dele extremamente duros e frios, colocou a língua em um deles. Hidan gemeu alto de surpresa agarrando seus cabelos dando leves puxões enquanto sentia as mãos fortes em suas coxas por dentro da calça 

Hidan: Meu Jashin v-você não tem namorada?! - Perguntou desesperado vendo um pequeno colar de coração partido que o mais velho usava  

Pain: Não tenho não terminei com ela faz meses juro ...

Pegou seu rosto o forçando a um beijo desajeitado que logo melhorou até virar uma coisa erótica que apenas ambos sentiam enquanto Pain esfregava ainda mais seu membro duro em sua coxa esquerda, voltou a trabalhar nos mamilos rosados até eles ficarem vermelhos e quentes com suas mordidas ou lambidas que logo foram colocadas no pescoço do menor para aquecer o corpo trêmulo 

Pain segurou sua calça devagarinho tirando ela para não o assustar beijando seus lábios vermelhos, o menor gemeu alto quando viu o tamanho dele inclusive tinha alguns piercing em seu peitoral desnudo que por alívio não tinha na virilha, o pau do mais velho tinha várias veias pulsando pelo tesão do momento e os gemidos trêmulos dele pioraram a situação 

Pain: Fala o que quer! Fala! - Segurou seus cabelos com carinho dando mordidas em sua orelha esquerda, Hidan escorria saliva do canto direito da boca por que o calor finalmente estava penetrando seu corpo fragilizado

Hidan: Enfia ele em mim onegai Pain-Sama - O alaranjado arregalou os olhos colocando a cabeça de seu pau bem pertinho de sua entradinha dando algumas tentativas de entrar mas estava difícil - Desculpa e-eu nunca fiz isso 

Pain: Tá tudo bem vou devagar prometo - Abriu sua nadegas alargando o buraquinho para dar uma leve investida bem sucedida, o albino gemeu alto quando ele quase o rasgou por dentro - Desculpa e assim mesmo na primeira vez vai melhorar 

Penetrou todo resto dentro dele esperando alguns segundos até ele dizer que estava pronto, ficaram ali por muito tempo com várias estocadas rápidas e gentis por ser sua primeira vez enquanto Pain fazia carinhos em seu rosto corado com lagrimas de prazer ao sentir ele acertar todos os seus pontos sensíveis que ele nem sabia que tinha 

Hidan: Oo Sim...Sim..Sim... Continua por favor aaa - Falou entre gemidos quando ele foi rápido segurando suas pernas para ele não cair da cadeira, Hidan arranhava seus ombros causando filetes de sangue em suas costas ate que o albino sentiu ele pulsar mais forte dentro de si, estava prestes a gozar mas ele tampou a cabeça de seu membro rosado com um dedo - Não f-faz isso aahh!

Pain gozou dentro dele preenchendo cada parte dele, o albino sentiu a grande quantidade de sêmen querer sair do seu corpo fraco mas não pode porque o maior continuou dentro dele para empurrar o resto para o fundo por fim deixou o menor gozar em seu peito enquanto deitava em cima dele 

Pain: Ainda está com frio?

Hidan: Não, fica mais um pouco por favor está quente - Falou sentindo carinhos nos cabelos junto com suspiros dele em sua bochecha mais corada que nunca 


Fim



Notas Finais


Fim da One-shot

Continua meus gatinhos 😸🐈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...