1. Spirit Fanfics >
  2. Pegando Onda >
  3. Capítulo 8

História Pegando Onda - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


óia eu aqui de novo!

Capítulo 8 - Capítulo 8


A terceira etapa foi um sucesso para o mais novo casal, que com grande facilidade se classificaram para a semifinal.

Lucy e Natsu acumulavam muitos pontos, nunca saindo de cima da prancha e raramente caindo desequilibrados na água. Eram muito bons, e isso qualquer um poderia perceber.

Foi notável também a intimidade que os rondava. Mesmo para quem não conhecia os dois, ou sabia do envolvimento deles, diria que são um casal. O que não foi incômodo nenhum para Natsu e Lucy.

Mas isso não deixava de ser surpreendente de certa forma. Lucy, assim que voltou para o hotel, conversou com Layla, se abrindo e contando com riqueza de detalhes o que sentia pelo rosado. Foi sincera, olhando nos olhos da mais velha com uma convicção pouco sentida em sua vida não tão longa. Layla ficou chocada com isso.

Quando contou sobre os planos de morar ali, a loira mais velha ficou mais séria, ponderando se apoiaria ou não aquilo. Não poderia proíbi-la, afinal, Lucy já era uma adulta, legalmente e psicologicamente falando. Apesar de moleca e meio vida louca, a garota estava ciente do que podia e não podia fazer, de suas responsabilidades, do que era certo e errado. Era madura demais para alguém com apenas 19 anos de idade.

— Você tem certeza disso? - perguntou Layla mais uma vez. Lucy suspirou, sorrindo serena ao abrir os olhos e mirar os idênticos aos seus com seriedade.

— Tenho. - respondeu.

— Ok, não há nada que eu possa fazer. Não posso te obrigar a nada, você já é adulta. E tenho certeza que não conseguiria tirar essa ideia maluca da sua cabeça nem se eu quisesse. - suspirou, deixando o corpo cair desleixado contra o apoio da cadeira. — Quero conhecer ele, ver se ele é o cara certo pra você. - Lucy revirou os olhos.

— Só eu sei quem é a pessoa certa pra mim, mãe. - a repreendeu suavemente.

— Foda-se. Como mãe eu tenho direito de avaliar quem vai namorar minha filha. - Lucy riu, se levantando da poltrona onde estava sentada, para logo se sentar no colo da mais velha, a abraçando.

— Eu te amo. - segredou baixinho.

— Eu também te amo querida. - Layla apertou a cintura da loira, a abraçando forte de volta. — Os meninos vão surtar, você sabe né? - e ela se referia ao pai e ao padrasto também.

— Eles vão superar, afinal não nasci grudada com ninguém. - responde tranquila. — Só espero que o Sting não voe no pescoço do Natsu quando eu apresentar ele pra vocês. - apesar da seriedade, disse risonha.

— Depois que ele ouvir que você não vai mais morar com a gente? Tu pode ficar tranquila que isso não é nem metade do que ele vai querer fazer com Natsu. - Layla diz irônica.

— Você me ajuda a segurar ele?

— Ajudo. - riram, amenizando o clima sério de anteriormente.

~~~

O clima na praia era tenso. Aquela era a semifinal. E os poucos surfistas que restaram, sentiam na pele o que aquilo significava.

Lucy estava séria, concentrada. Olhava o mar e suas ondas, bolando estratégias em sua mente - apesar de saber que na hora seria movida mais pelo emocional do que pelo racional. Mentalizava boas vibrações, tentando ficar tranquila e não nervosa com aquilo.

Nessa concentração toda, mal notara os irmãos e pais a encarando com uma incredulidade escancarada.

— Que foi? - questionou confusa.

— É verdade? - Sting perguntou em um fio de voz.

— Verdade, o quê? - arqueando uma sobrancelha para Layla.

— Que você decidiu morar aqui, com o seu novo namoradinho. - Laxus fala ríspido, cruzando os braços e a fitando carrancudo.

— Sim, é verdade. Por que? - o imitou, assumindo uma postura relaxada. Não precisava perguntar como ele sabia já que ela não contou.

Sua mãe parecia uma cobra as vezes, de tão grande que a língua era.

— Você não pode fazer isso Lu! - Sting exclama, dramatizando.

— Você tem certeza disso filha? - Jude fala manso, compreensivo.

— O que a gente vai fazer sem você Ursinha? - já Acno fala manhosamente, sentindo o peito doer com a novidade.

— Não concordo com isso. - Laxus fala, ainda irredutível.

Lucy bufa, ficando irritada.

— Você não tem que concordar com nada. - retruca grossa, deixando Laxus e os outros incrédulos. — Eu já sou maior de idade e perante a lei, e o mundo, eu posso fazer o que eu quiser!

— Mas Lu. - Sting tenta.

— Não, para. Nem começa senão eu vou ficar mais irritada ainda. - gesticula. — Olha, eu tenho uma prova agora, e daqui a pouco eles vão anunciar quem vai ir na próxima bateria. Depois a gente conversa. - e com isso, ela encerra o assunto.

Não muito longe dali, Natsu passava por quase a mesma coisa, a diferença era que o pai - que milagrosamente apareceu depois de tanto tempo para apoiá-lo - o ovacionava incrédulo junto aos amigos do rosado. Natsu bufava constantemente, nada feliz com aquilo.

Ter que aguentar Jellal e Gray já era difícil. Agora ter que aguentar Jellal, Gray e Igneel, beirava a missão impossível.

— Meu filhinho tá apaixonado! Que bonitinho! - zuava o mais velho, arrancando risados do grupo, enquanto que Natsu - o motivo da piada - quase espumava de raiva.

— Eu sabia que eu não devia ter contado pra vocês. - resmungou.

— Não fique tão emburrado. É uma grande novidade. - Erza fala sorridente, passando o braço pelo pescoço do rosado. — Estamos apenas um pouco surpresos.

— Um pouco? Eu estou é MUITO surpreso. - Jellal fala, exagerado como sempre. — É impressionante ele depois de tanto tempo assumir que tá apaixonado por alguém.

— Geraldinho tá certo. - Gray concorda, levando um pescotapa do azulado pelo apelido. — Ai!

— Se vocês que convivem com o meu filho direto estão surpresos, imagina eu que mal o vejo. - Igneel assume uma postura mais séria.

— Porque quer. - Natsu retruca seco.

Não havia ressentimentos ali. Natsu entendia que o pai era extremamente ocupado, viajando pra lá e pra cá por conta dos patrocinados de sua empresa. Ser dono de uma das marcas sport mais famosas do mundo tem lá suas responsabilidades. E a relação que tinham era ótima. Era muito bem resolvido com isso e não fazia drama desnecessário.

Mas o que irritava, era todo o estardalhaço que faziam por causa do atual relacionamento do rosado. Era tão surpreendente assim o Dragneel estar namorando?

— Eu senti uma pitada de mágoa na sua voz, ou foi impressão minha? - Gray zomba, provocativo. Natsu o fuzila, trincando os dentes.

— Vai se foder! - amassa a latinha que estava em sua mão e taca na cabeça do moreno, que é acertado em cheio, caindo duro na areia. — E parem de me encher o saco!

— Quando eu vou conhecer minha nora? - Igneel o questiona curioso.

— Agora, seria uma boa. - Erza fala, gesticulando para o telão, onde mostrava os competidores da próxima bateria, e neles estava incluso a loira. — Linda, não? - comenta, se aproximando do mais velho para visualizar a imagem melhor.

— E muito foda. Lucy é com certeza uma das melhores surfistas que eu já vi. - Jellal comenta.

— Yo concordo. - a voz de Gray saindo abafada por tapar o nariz dolorido.

— Quem diria que tu se apaixonaria por uma garota com mais marra que tu. - o mais velho comenta, vendo as três cabeças se virarem pra ele.

— Como você sabe? - o rosado arqueia uma sobrancelha, desconfiado.

— Seria estranho eu não conhecer uma das minhas patrocinadas, não acha?

— Você patrocina a Luce? - o ruivo assente.

— Apesar de não ter sido eu quem conversou diretamente com ela a respeito do contrato, eu a conheço. Ela é com certeza uma das minhas fontes de riqueza mais bem sucedida. - o brilho no olhar de Igneel fazendo gotas descerem nas cabeças dos outros.

Empresário. - pensavam entediados.

— Eu vou falar com a família dela durante o Luau. E depois, vou apresentá-la para vocês. - informa.

— E como vai ser a relação de vocês? Ela mora na Califórnia, e você aqui...meio longe, não? - Jellal pontua.

— A gente ainda tá conversando sobre isso. - a resposta vaga encerrando o assunto.

~~~

Lucy respirava forte. As ondas estavam maiores, e isso de certa forma dificultava sua performance. O cabelo preso firme em um rabo de cavalo ricocheteando seu rosto conforme o vento batia violento em seu corpo.

Havia percebido isso. A cada dia as ondas dobravam de tamanho. Temia pelo próximo dia, isso caso fosse classificada.

A visão era bela e ao mesmo tempo assustadora. Causava sentimentos confusos no peito de Lucy, mas um prevalecia em meio a tantos. Apesar de meio assustada, ela se sentia em casa. Sempre que entrava no mar, a sensação era essa. A de estar em casa, sendo recebida calorosamente.

Prendeu a respiração ao perder o equilíbrio novamente. Mergulhou, sentindo a força da onda levar seu corpo pra frente. Voltou para a superfície, subindo na prancha de novo. O corpo pesava, mas ela não desistiria. Rangeu os dentes. Dessa vez ela não cairia. Apesar das quedas, a pontuação da loira se mantinha maior que a dos outros que competiam com ela naquela bateria.

Virando o corpo, assumiu aquela onda para si, e como se o tempo parasse, ela surfou. E surfou bonito. Manobra atrás de manobra, o equilíbrio intacto, o olhar feroz e concentrado. Gritou quando conseguiu finalizar a onda sem ser levada junto. Os aplausos e assobios eram altos, e ela conseguia ouvir seu nome sendo pronunciado pelas vozes.

Dada finalizada aquela bateria, voltou para a praia, mal vendo quando um corpo grande a pegou e a abraçou fortemente. Reconheceu instantaneamente o cheiro gostoso e viril do namorado. Riu, o apertando de volta. Os músculos ardiam, mas ela já estava acostumada.

— Você foi incrível. - sussurrou para ela.

— Obrigada. - devolveu, no mesmo tom.

— Será que a Pegando Onda também está formando casais? - a voz do apresentador principal soando pelos alto-falantes. Lucy e Natsu riram, se separando.

— Olha Jack, eu não sei, mas que essa é uma cena icônica, isso é. - o outro comenta.

— Essa com certeza é a junção mais pouco provável e poderosa que eu vi em toda minha vida. - um outro apresentador comenta.

Lucy e Natsu já estavam ficando envergonhados com toda aquela atenção.

— Bom, mas agora, voltando para a competição, na próxima bateria irão: Kacy Elgot, Miranda Tobosko, Gael Júnior e Natsu Dragneel. Boa sorte!

— Minha vez. - Natsu a encarou. Lucy sorriu, o puxando para mais perto, deixando as bocas quase juntas.

— Vou estar torcendo por você. - e o beija, não aprofundando o ósculo pelas circunstâncias. Natsu sorriu, botando a prancha debaixo do braço e indo pra água junto aos outros competidores.

Natsu era experiente. Surfava naquelas águas há mais tempo que qualquer um ali, e por isso não caiu nenhuma vez, ousando nas manobras e dropando com maestria. Todo o nervosismo dos outros, não se equiparava com sua tranquilidade e felicidade em estar fazendo aquilo mais uma vez.

Quando saiu da água, todo molhado e arrancando gritinhos feminos, foi recepcionado com um corpo menor que o seu se enroscando em ao redor de seu tronco, o prendendo em um abraço de braços e pernas.

— Você foi muito foda. - Lucy fala. Natsu riu, a apertando de volta. — Incrível como não caiu nenhuma vez. - meio indignada.

— Muito tempo surfando aqui baby. - pisca divertido, a botando no chão.

— Após essa performance ótima dos competidores, vamos nos retirar por alguns minutos apenas para apurarmos o resultados. Voltamos já já.

— Você acha que eu fui bem? - Lucy pergunta, não desgrudando do corpo dele.

— Eu acho que você foi maravilhosa. - a mimou, beijando a bochecha redonda.

— Mesmo eu tendo caído três vezes? - com um biquinho na boca.

Detestava esse fato. E detestava mais ainda ser perfeccionista.

— Mesmo você tendo caído três vezes. - a garante, acariciando o rosto de Lucy. Quando se aproximavam para colarem as bocas, o apresentador falava no microfone:

— Já temos o resultado. Os surfistas que passaram para a final, e vão competir amanhã, são: Erick Cobra, Lisanna Strauss, Juvia Lockser, Natsu Dragneel e Lucy Heartfilia. - e com isso, a ovação recomeçou, voltando com força total para cima dos competidores.

Lucy abraçava Natsu eufórica, não controlando as lágrimas de emoção. Se ela estava assim só por ter passado de fase, imagina se ganhasse a competição?

E bom, ela estava determinada a ganhar.


Notas Finais


reta final!!!! mais dois capítulos, e estará finalizada Pegando Onda. ps: orgulhosa estou de mim por não ter desistido 😁
espero q tenham gostado, fiquem bem meus anjos.
beso 💋 e até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...