1. Spirit Fanfics >
  2. Pegue-me se for capaz - leweus >
  3. Me Salvando

História Pegue-me se for capaz - leweus - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


Já comecei a nova Leweus, pra quem ainda não viu vou deixar o link nas notas finais.
Obrigada por chegarem até aqui, até a próxima ;)
Boa leitura

Capítulo 37 - Me Salvando


Fanfic / Fanfiction Pegue-me se for capaz - leweus - Capítulo 37 - Me Salvando

 

Pov Marco

Procuro por Robert quero falar que decidi e vou trabalhar com ele, seja no que for. Nunca mais quero ficar longe dele. Mas ele não esta na casa, um dos homens depois de muita insistência minha e ate ameaça, confessa que Robert saiu com alguns homens e que foram na casa de Bastian.

Pego minha arma e um dos carros e dirijo até o centro. Meu coração diz que algo esta indo mal, sinto um aperto no peito e o caminho parece ficar ainda mais longo.

Quando finalmente chego a casa de Bastian vejo dois carros pretos e sei que são de Robert e de Milik. Logo atrás um vermelho que ainda esta com o pisca alerta ligado. Desço rapidamente e como Robert não me atendeu aumenta ainda mais minha preocupação.

O portão está aberto e na sala me deparo com Lucaz o enfermeiro da policia estendendo uma arma para Robert. Preciso agir rápido, o miro na nuca e atiro sem pensar duas vezes. O moreno cai e eu ouço a voz de Bastian gritando desesperado. Entre lagrimas dizendo NÃO! Lucaz não!

Robert me olha e sorri. Sinto meu corpo tremer diante do que acabo de fazer.

Bastian está sangrando muito e pálido demais.

‘’E então, vai ligar para o juiz agora?’’ Robert pergunta. Me lembro dos sócios argentinos que ainda estavam presos.

‘’Sabe que não é assim num estalar de dedos que as coisas funcionam’’ Bastian responde.

‘’A sua morte sim’’ o moreno atira em cheio no meio do peito do alemão.

As lagrimas rolam por meu rosto diante dos dois corpos diante de mim. Robert me abraça e diz que esta tudo bem. Mas no fundo sei que nunca vou ser o mesmo de antes.

 

Robert me leva até o carro, quando seguimos de volta ele me olha.

‘’Obrigado por me salvar’’

‘’Devia ter me contado o que ia fazer.’’ Digo um pouco chateado.

‘’Não queria que soubesse.’’

Fico em silencio encostado na janela enquanto o carro segue em movimento. Já é noite e o vento fresco bate em meu rosto. Sinto Robert tocar minha mão levando-a sobre a sua em sua perna.

‘’Esta gelado Marco’’ ele as esfrega entre as suas.

‘’Acho que sabe como me aquecer polaco’’ digo e ele sorri malicioso me puxando para seu colo me dando um beijo que consegue não só me aquecer, como também me acalmar.

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...