História Pelos Caminhos Insertos da Vida - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Barbixas
Personagens Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento, Elidio Sanna, Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Anderson, Andy, Barbixas, Dani, Daniel, Elidio, Lico
Visualizações 0
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa fic é de total responsabilidade da cabeca perturbada da escritora.

Capítulo 1 - Cap. 1. A Chegada


Fanfic / Fanfiction Pelos Caminhos Insertos da Vida - Capítulo 1 - Cap. 1. A Chegada

Violleta onn:    

  Não acredito que depois de tanto tempo finalmente vou para São Paulo, planegei essa viagem ano passado, mesmo avendo duvidas, eu continuei. Vim para SP nao estava em meus planos de vida. De uma hora pra outra, tomei essa decisão ,desde então ,planegei  cada passo, só nao sei se vai sair do jeito que eu quero. Não tive a oportunidade de vim de avião, minha cidade era relativamente perto. Sou da Bahia, nasci e fui criada lá , mais nao morei na mesma cidade, minha vida toda. Tambem morei em Belo Horizonte durante 2 anos e meio, não gosto nem de lembrar. Chego na rodoviária, ainda não sei onde vou fica mais ainda é cedo, vai dar tempo deu encontrar uma pousada provisória ,ate encontra algum  alojamento aqui. 

Vim para SP a traz dos meus sonhos, mais confesso que ter deixado minha mae e meu namorado não foi fácil para mi. Amo de mais meu amor, ele mim tirou de um momento, muito ruim da minha vida, ele mim mostrou um novo mundo, no qual eu ainda não sabia que existia. Ele é meu parceiro, meu amigo, minha vida e meu amor. Ele é daqui, nasceu no interior de SP. 

 Pego um taxi, pela janela fico a observar aquela cidade, mesmo sabendo que nao conhecerei todo esse lugar, eu irei pelo menos nos lugarrs turistico daqui. Nunca fui muito de gostar de roca, sempre gostei de lugares assim, movimentados, pessoas indo de um lugar para o outro, uns atrazados para chegar no trabalho, outros correndo atraz de um emprego, outros apenas em busca de novos conhecimentos. Finalmente encontrei uma pousada que não era muito cara, ficava numa boa localizacao seria fácil acha aquele lugar. Tomo um bom banho, para tira aquele cheiro de onibus do meu corpo. 

Deito naquela cama e fico olhando pro tento, aquela seria minha nova realidade, uma realidade que nem nos meus mais loucos sonhos, mim imagnei ali. Agora estou por conta, em uma cidade, na qual nunca avia ido, só tinha visto, através de fotos e da TV. Não tenho ninguém para segura minha mao ou para mim dar conselhos, uma lagrima começa a se forma em meu olho, antes que ela cai, levanto pego meu celular e descido ligar para minha mae. 

 Violleta off: 

 Ligação onn: 

-Mae...boa noite! -falo 

 -Oi filha!..chegou bem?- Ela mim pergunta toda eufórica como sempre.

 -Sim mae...já to na pousada- Falo sentindo aquela lagrima cair.- To com saudades mae!. 

 -Haha, também to filha...-Ela fala depois deixa um silencio.- Olha se cuida ai viu, não deixa de mim ligar.

 -Pode deixar manhinha, manda um beijo para painho ta? 

 -Ta bom mando sim, fica com Deus, se cuida.

 Ligação off: 

 As lagrimas insistiam em cair, depois da ligação da minha mae descido ligar agora para meu namorado. 

 Ligação onn: 

-Oi amor? Boa noite! 

 -Oi meu anjo!- Ele sempre mi chamou assim, quando não mim chama de "a BS tada" haja.- Você chegou bem?

 -S.S-im amor ..... já to na pousada.- Mais lagrimas caiem e agora estão fortes . 

 -Meu anjo você esta chorando?- Mi pergunta todo preocupado, ele não gosta de mi ver chorar.

 -Sim amor... eu só to com saudades, liguei pra manhinha antes .-Calma Violleta, calma, digo para mi mesma. 

 -A bs tada, para de chora, ... chorona.- Fala tirando sarro da minha cara. 

 -É tu, ...te amo minha vida.-Falo ainda chorando. 

 -Também te amo sua a bs tada linda.-  Ficamos ali conversando, mais um pouco, ele mim contando como foi seu dia, mi fazendo RI, como sempre. Ate que descido ir dorme, amanha seria um longo dia. Muita coisa ha de acontecer em minha vida daqui pra frente

 Ligação off:   


Notas Finais


Obs: oi galera do meu coração, olha, gostaria muito que vcs mi disse-se o que estam achando dessa fanfic. To começando agora e se vcs gostarem, irei continua. Votem, comentem e se divirtao. Avera erros ortográficos, mais é para dar a impressão de humanidade. Kkkkk Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...