História Pensamentos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lie to Me
Personagens Dr. Cal Lightman, Dr. Gillian Foster
Visualizações 1
Palavras 570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura, espero que gostem da história.

Capítulo 1 - Pensamentos pecaminosos.


Fanfic / Fanfiction Pensamentos - Capítulo 1 - Pensamentos pecaminosos.

Enquanto observava, Ria Torres, fechar lentamente as janelas de seu quarto para escurecê-lo; Gillian Foster se lamentou por ter ficado tão doente ao ponto de ser obrigada a abandonar um dia de trabalho no The Lightman Group.

Apesar dos seus protestos, para não voltar para casa e descansar; quando Ria se despediu, demonstrando genuína preocupação, e foi embora; Foster finalmente desabou nos travesseiros, admitindo toda sua fraqueza física, que tinha sido bravamente escondida de quase todos os seus colegas de trabalho.

Quase.

Cal Lightman havia percebido, é claro. E tinha também praticamente expulsado ela do escritório; mandando-a de volta para casa com Torres, apenas para ter certeza de que suas ordens tinham sido cumpridas.

Aos poucos, o seu corpo foi relaxando, e depois de bebericar todo o chá fumegante que Ria preparara, ela fechou os olhos, vencida pelo cansaço e pela febre.

Um sonho intenso e muito interessante se insinuou em seu sono. Gillian foi invadida por uma sensação deliciosa de prazer, e sua maior vontade era continuar ali, completamente imóvel, apenas saboreando os lábios úmidos, que se moviam pelo seu corpo.

– Cal? - Chamou num gemido baixo, sem saber se estava mesmo sonhando ou não.

– Estou aqui, Gillian - Uma voz suave a acalmou - Venha para mim!

Lábios quentes envolveram um de seus mamilos, enquanto um polegar masculino, massageava lentamente o outro. Sua respiração se alterou, quando esses mesmos lábios desceram pelo seu corpo, roçando pela parte interna de suas coxas, e se fechando sobre o centro de sua feminilidade.

A tensão tomou conta dela, quando foi tocada pela língua masculina; e ofegante, ela se contorceu de prazer, presa num verdadeiro caos de emoções.

Seu gemido de protesto ecoou pelo quarto, quando esses lábios a soltaram, mas logo se transformou numa nova exclamação de prazer, quando dedos experientes, retomaram as carícias ritmadas.

Ao mesmo tempo, os lábios dele, voltaram para os seus. O ataque aos seus sentidos, fez com que ela pressionasse o corpo contra o dele, querendo mais, querendo que... Sua carne macia e úmida, se fechou em torno do membro viril, quando ele a possuiu, e suas costas se ergueram, acompanhando o ritmo intenso que se iniciou.

O homem passou a beijá-la com fome e paixão. Ela sentiu a excitação crescendo dentro de si, até atingir o orgasmo; e se sentiu invadida por um líquido quente como o sol.

Então, uma respiração pesada se confundiu com a sua, quando os lábios dele abandonaram os seus, e pousaram suavemente sobre sua testa.

Gillian sentiu frio, quando ele se afastou, e reclamou baixinho, antes que cobertores quentes e macios, a cobrissem.

Estendeu as mãos, tentando recuperar o calor que ele tinha lhe proporcionado, mas o desconhecido se afastou devagar, e desapareceu por completo.

Foster estremeceu, quando finalmente acordou. Nunca, em toda sua vida, tivera um sonho tão erótico e intenso. E sabia, de algum modo, que tinha se entregado completamente às sensações, apesar de estar dormindo na hora.

Com o rosto corado, e a respiração alterada, reconheceu a verdade. Tinha sido um sonho assustadoramente real, apesar de ter sido causado por um delírio da febre.

Como Cal Lightman riria, na sua cara, se ficasse sabendo do desejo que tinha despertado, inconscientemente, nela. E como caçoaria dela, se soubesse que tinha sonhado que estava fazendo amor com ele.

Mas felizmente, tudo não tinha passado de um sonho; e Cal nunca saberia de nada. Decidida, ela abraçou um dos travesseiros, prometendo à si mesma, que Lightman nunca saberia de seus pensamentos pecaminosos.

Por mais tentadores que eles fossem.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...