1. Spirit Fanfics >
  2. People say it is impossible (femanta) >
  3. Netolab

História People say it is impossible (femanta) - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Netolab


Fanfic / Fanfiction People say it is impossible (femanta) - Capítulo 2 - Netolab

— Amigaaaaaaa, vem cá que saudade!!! - Vi gritou quando viu as portas do elevador se abrirem e a imagem de Samanta com um sorriso no rosto ter aparecido naquela manhã. A menina tinha acordado cedo o suficiente para ainda ver o sol nascer e pássaros voando em direção ao sol, assim que saiu da cama tomou um banho morno e demorado e botando uma roupa confortável para ir ao trabalho. 

Essa seria sua primeira vez depois de 1 semana, pode parecer exagero mas a menina se sentia como se fosse o primeiro dia que entrou na empresa há 2 anos atrás. Depois de arrumar os cabelos em coque com duas mechas para trás Samanta tomou um café rápido pediu um uber e foi em direção a Netolab.

Todos na empresa já sabiam que a menina voltava de manhã cedo tanto que foram avisados quando a menina entrou no elevador. Mozka, Vi, Vinha, Buru, Kleber, Bruninho e Clayson e outros funcionários estavam esperando a menina no andar de cima com uma pequena festa de boas vindas. Talvez muito exagero pra quem passou apenas 1 semana fora do trabalho? Sim, mas eles sabiam que Samanta iria amar de qualquer jeito.

— Ahhh como é bom ver vocês! - Samanta respondeu quando chegou perto de todos o suficiente para abraçar agradecendo pela surpresa.


—Bem vinda de volta Sam, confesso que estávamos morrendo de saudades.. - Buru comentou se se parando do abraço da menina.


— Também estava com saudade de vocês, da empresa, da minha casa e de tudo sabe.


E assim ficaram até alguns minutos, todos muito felizes pela volta da roteirista na empresa e a menina também não escondia o sorriso do rosto de estar entre os seus amigos de trabalho. Era como se fossem uma 2 família pra morena e ela amava cada um deles.


— Hoje a gente pode- – Alguém impediu o Mozka de terminar a frase com uma voz grossa e nada bem humorada. Quando se viraram era Felipe que havia chegado com Aline um pouco cedo demais do que o costume.


— Qual é o tão belo motivo pelo qual estam sentados juntos? Eu posso saber? 


Assim que Felipe perguntou todos se olharam e logo depois se afastaram apenas deixando aparecer a imagem de Samanta sentada em uma das cadeiras com os cabelos em coque que já estava soltando e 2 mechas na frente do rosto, uma das calças moletons que a menina tinha com uma blusa branquinhas. Felipe estava saltitando de alegria e felicidade por estar vendo a menina ali sentada na cadeira e de volta a sua empresa.

Não deixaria em momento algum transparecer que estava tão animado assim ao ver a garota, além de tudo tinha que manter sua poze de chefe mal humorado e rabugento sempre quando acordava as manhãs. Acordado cedo até demais, quando se levantou da cama o sol ainda clareava com pouca força. Tomou um banho gelado e longo como sempre vestiu uma roupa típica de ir para o trabalho e seguiu caminho com Aline no carro.


— Bom é bom que a Sam.. Samanta teha voltado a empresa, mas vamos começar a se movimenta que temos muitos vídeos e coisas pra fazer hoje.- A mania que tinha pego de ficar chamando a mulher de "Sam"- Bem vinda de volta Samanta.- 


— Obrigada chefe.— a menina falou baixinho.


Então o rapaz seguiu pra sua sala acompanhado de Aline e os outros iniciaram em suas respectivas funções na empresa. Felipe não queira ter sido tão "grosso" com a menina mas também não poderia fazer uma festa enorme por causa de sua volta, depois falaria com ela de um jeito descente? Mandaria uma mensagem? Falaria sobre isso na gravação? Pr quê estava tão preso nesse assunto? Isso não fazia o mínimo sentido.

Enquanto procurava novas pautas para vídeo Samanta as vezes olhava em direção ao corredor que ficava a sala de Felipe, talvez o tempo que ficou fora criou uma saudade imensa de todos ali principalmente do mais velho. Não sabia qual era o motivo certo mas sabia que tinha saudade de interagir com ele nas lives, nós vídeos, pelos corredores da empresa ou seja a onde for.

Chegou a hora gravação, estavam todos presentes na sala apenas esperando Felipe chegar não demorou muito para o homem chegar cumprimentar todos e se posicionar para começar.


— Olaaaaa eu sou Felipe Nietito e seja bem vindo para mais um vídeo aqui nesse canal maravilhos!!! E hoje gente adivinha quem foi que voltou?

Antes que Felipe pudesse terminar a frase Samanta levantou o rosto um pouco corado até os olhos do homem quando se virou para chama-la.

— Que rufem os tambores!!! tanaatananana....Samanta le vegana esta de volta a Netolab! Vem cá Sam, as pessoas estavam pedindo pra ver você assim que chegasse.


Em um movimento rápido Samanta se levantou mais vermelha ainda pelo motivo de que Felipe tinha chamado a menina de "Sam", ele tinha começado com essa mania 4 semanas antes da menina ir para Minas e ela já tinha se acostumado, mas 1 semana sem ouvir um "Sam" fez com que ela ficasse corada.


- Oie gente voltei....- Samanta falou baixinho o suficiente para só Felipe que estava perto ouvir o que a menina tinha dito.

— Tá vendo? Ela tá aqui eu não demeti nem a Sam e o Bruno. Bruno vocês sabem que viajou pro Japão pela 68292 no ano e a Vegana tinha ido passar uns dias em minas.


— Eu não fui demitida família, a mãe tá on.- Felipe se virou rindo depois do que a menina tinha dito.


—  Bom agora que a Samanta voltou vai ter mais vídeos pra membros, lives, vídeos e muita coisa pra vocês!


Depois de ter falado um pouco com a câmera junto com Felipe, a meina voltou para cadeira que ficava ao lado da mesa onde estava o monitor, alguns minutos atrás Samanta achava que seu chefe não estava feliz com sua volta mas depois que Felipe a chamou e a mostrou no vídeo esse pensamento havia sumido.

Então as gravações acabaram foram 5 vídeos gravados naquela tarde, todos da equipe estavam se preparando para o horário de almoço. Samanta estava ao lado de Vi com uma bolsa no ombro enquanto esperava a porta do elevador abrir. Antes que pudessem entrar uma voz grossa e masculina chamou a atenção no fundo, chamando o nome de uma das mulheres.


— Pode ir descendo amiga, tô logo atrás de você.- Samanta se despediu de Vi e indo até a pessoa que tinha chamado por seu nome.


— Oi, você precisa de alguma coisa que esteja ao meu alcance?


- Não, eu so queria dar um "bem vinda" descente. De manhã eu estava com uma cara horrível nem falei com você direito.- Felipe se explicava com a e menina sentada na sua frente.


— Tá tudo bem, eu também não pude falar com você direito estava cercada de pessoas.


— Quando você é uma pessoa bem humorada e feliz, as pessoas gostam quando você esta por perto.


— Também estava com saudade disso tudo, acho que não consigo mais viver sem vocês, sem a empresa, sem os vídeos.- a menina comentou com um suspiro no final.


— Estava com saudades de você aqui, preciso de alguém pra me aturar nas lives de SD sabe.- Samanta riu.


— Tanto que sexta-feira tem live, obrigada por ter chegado rápido a tempo de você participar.


— Hahahah e lá vamos nós mais uma vez.- a morena disse em meios de riso enquanto Felipe a olhava com um sorriso bobo.


- Você deveria estar em seu horário de almoço agora, mocinha. Não vou deixar você ir depois não.- 


- Ih, já voltou com o mal humor. E realmente tá na minha hora, até mais tarde?- Samanta disse se levantando da cadeira.


— Até mais tarde, Sam.- 

Antes que Felipe seguisse até sua sala e Samanta fosse almoçar com os colegas de trabalho, a mesma puxou Felipe para um abraço. Um abraço calmo o rapaz estava com aos braços enrolados no corpo da morena enquanto ela estava com a cabeça um pouco enterrada em seu peito, aquilo era só um simples abraço na visão de qualquer outra pessoa.

Mas ambos sabiam que não era só um simples abraço era um jeito íntimo e carinhos que tinham desenvolvido entre os dois, ficaram ali por alguns segundos até se separarem e Felipe dar um beijo no topo da cabeça da menina. Antes de seguirem outros caminhos, eles se olharam e sorriam bobo.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...