História Percy e Clarisse:um amor incompreensível - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Atena, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Grover Underwood, Percy Jackson, Quíron, Thalia Grace
Tags Annabeth, Ares, Atena, Beijos, Clarisse La Rue, Os Olimpianos, Percy Jackson, Pjo, Poseidon, Romance, Sexo, Traição
Visualizações 119
Palavras 849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - O início do duelo,quem será o vencedor?


Fanfic / Fanfiction Percy e Clarisse:um amor incompreensível - Capítulo 4 - O início do duelo,quem será o vencedor?

No dia seguinte após o anúncio da luta feito por Thalia,Clarisse não perdeu tempo.

Acordando,se espreguiçou e cumprimentou Percy com um selinho matinal.Jogou as cobertas de lado,saindo da cama.Ela estava completamente nua,vestia sua roupa e armadura devagar enquanto olhava Percy ainda dormindo,sorria ao vê-lo:

“Ele baba mesmo enquanto dorme....”-Dizia ela,terminando de se vestir.Armadura grega de batalha,couraça no peito,sandálias,braceletes de couro,se aproximou e beijou a testa do semideus,saindo do chalé.

Clarisse era filha de Ares,grande parte de sua força vinha naturalmente.Ela treinava nos bosques,de olhos vendados,correndo entre as árvores,como se seu corpo desviasse sozinho das mesmas.

Quíron assistia a cena curioso,coçando a barba,enquanto Sr. D colocava os pés sob a mesa,abrindo uma garrafa de vinho.O deus servia o vinho na taça de ouro,sorridente,no entanto o sorriso sumia ao ver que instantaneamente o vinho se tornava água.

“Os cristão tem um cara que faz esse truque ao contrário...isso sim é Deus”-Exclamava ele.

“Sabe...a Clarisse tem um dom oculto...sinto uma força descomunal adormecida dentro dela...como se não soubesse que a tem”-Dizia Quíron,se virando para o deus.

“Bom...filha de Ares VS filha de Zeus e Atena?Com certeza...ficaremos ricos com as apostas”-Exclamava ele,enquanto suspirava,entediado com o fato de não poder tomar seu vinho precioso.

Clarisse então gritou,sua mão vibrava sozinha,como se tivesse vida própria.Socou a árvore próxima,o vento ocasionado pelo impacto foi tão grande que os longos cabelos de Quíron se chacoalharam para trás.Senhor D. acabou caindo para trás na cadeira,olhando Clarisse,boquiaberto,estirado no chão.

Todos os campistas pararam suas atividades para assistir a filha de Ares,uma aura amarela emanava de seu corpo por breves instantes,seus cabelos pareciam estar flutuando no ar,mas logo ela voltara ao normal,suspirando,pingando suor.

Ela estava com as mãos tremendo,a visão turvando por alguns instantes...”M-mas que....porra...é essa?”-Ela sacudiu a cabeça,voltando até o chalé de Poseidon,se deitando ao lado de Percy.

Um dia havia se passado...Thalia e Annabeth não ficariam descansando enquanto Clarisse treinava.

A loira ficava na defensiva,enquanto Thalia investia.Não usavam poderes,apenas corpo a corpo mesmo,deixariam os dons herdados de seus pais apenas como último recurso.

“HIÁ HIÁ HIÁ HIÁ”-Disparava Thalia a cada vez que seus punhos cortavam o ar,tentando acertar Annabeth.A loira,por sua vez,desviava e rebatia alguns socos com a palma da mão aberta,aquilo machucava,mas era apenas um treino.

Annabeth deu um salto para trás e apoiou a mão no chão,chutando o calcanhar de Thalia numa rasteira bem dada.A filha de Zeus deu uma estrela para trás,evitando que se esborrachasse no chão,sorrindo.

“Nada mau,Annie...continue assim e vamos acabar com  aqueles dois idiotas”-Dizia Thalia,enquanto socava a própria palma da mão,estralando todos os dedos de uma vez.

Thalia gritou e invocou a força dos raios.Inúmeras fagulhas desciam dos céus e invadiam seu corpo,que era tomado por pequenos raios faiscantes que brilhavam.

Thalia sorriu,aumentando o ritmo,velocidade e intensidade das investidas.Annie arfava a cada desviada que dava,podia sentir que Thalia não estava dando tudo de si ainda.

Foi então que Thalia resolveu atacar,o punho faiscante de energia azulada acertou em cheio o estômago de Annabeth,rachando sua armadura.A loira gritou um grito seco,como se faltasse ar,caindo de joelhos,segurando na barriga enquanto vomitava pedaços do pudim que comera antes.

A filha de Zeus fez carinho nas costas da loira,beijando sua bochecha de leve. “Perdão,perdão...eu não queria..”-Dizia Thalia,envergonhada.Annabeth limpou a boca com as costas da mão,fazendo sinal positivo com a cabeça,como se a tivesse desculpado.

Thalia andou pelo bosque até o chalé de Atena,segurando Annabeth no colo.Adentrando o local,Annabeth estava toda suja,visto que pingara um pouco de vômito em suas vestes.

“Meus deuses...olhe seu estado.Vem...vamos tomar um banho,vamos”.-Dizia a morena,rindo.

Annabeth fez biquinho,levantando os braços.Thalia sorriu e abriu a armadura danificada dela,bem devagar,retirando a couraça,em seguida retirou a camiseta laranja do acampamento meio-sangue,juntamente do sutiã.

Annabeth ficou corada,escondendo os seios.Thalia riu e retirou as mãos dela,balançando a cabeça.Abaixou a calça da loira,juntamente da calcinha,e a carregou até o banheiro.

Havia anoitecido,então ela ligou a luz,o banheiro era pequeno,mas havia uma banheira.Thalia colocou Annabeth dentro da banheira,ligando a água quente.Annabeth se sentou e ficou toda corada enquanto a amiga a ensaboava nas costas,deslizando as mãos cheias de sabonete líquido pelo seu corpo,bem devagar,a fazendo se arrepiar com o toque.

Thalia se agachou na banheira,tocando os seios de Annabeth,que engasgava de vergonha.A filha de Zeus riu de novo,desta vez se levantou e retirou todas as próprias roupas.

Nua,ela adentrou a banheira,vendo a expressão de surpresa no rosto de Annabeth.Thalia pegou as mãos da loira e as colocou sob os próprios seios,aproximando o rosto para beijá-la,Annabeth apenas continuou o beijo,agarrando Thalia pelos cabelos.A água transbordava pela banheira,e assim continuaram a noite juntas,pouco antes de o sol raiar...

Dia seguinte,o prazo dado por Thalia já havia se passado.A luta estava marcada para tarde,todos os campistas só falavam disso,haviam apostas e cartazes dos participantes espalhados por todo o acampamento,até mesmo Quíron parecia animado.

O centauro,no entanto,ainda estava curioso em relação ao poder que Clarisse escondia,todos estavam reunidos nas arquibancadas da arena.

Clarisse adentrava o pequeno coliseu,vestia sua armadura completa,espada na bainha,empunhando sua lança.Annabeth entrava logo em seguida,tímida,insegura,também trajando sua armadura.

Thalia e Percy se encaravam nos bastidores do Coliseu,enquanto Quíron pegava o apito para anunciar o início da luta.Quem vencerá esse duelo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...