1. Spirit Fanfics >
  2. Percy Jackson: O Assassino dos Deuses >
  3. Pontapé Inicial; A Queda de Um Alicerce...

História Percy Jackson: O Assassino dos Deuses - Capítulo 35


Escrita por: RedZus

Notas do Autor


Olha eu aqui de novo genteeeeeee....
Não me matem, por favor??? Eu poderia inventar qualquer desculpa sobre o meu sumiço e tal, mais a verdade é que eu simplesmente perdi o fio da meada e não sabia o que escrever.... E é isso

Capítulo 35 - Pontapé Inicial; A Queda de Um Alicerce...


Em algum lugar do Oceano Atlântico, 1 semana antes da invasão Titã, 11:57pm, porão do Princesa Andrômeda.....

— E então? Como nosso hóspede especial está? Conseguiram algo novo com ele?— disse uma voz profunda e cheia de malícia.

— Ele está vivo ainda, porém, se recusa a dizer qualquer coisa em relação aos outros mesmo com todas as torturas que conhecemos sendo feitas nele, o desgraçado não quebra.— diz outra voz com uma pitada de diversão sádica e raiva.

— Hoooo... Então ele está bancando o difícil com você irmão? Não sabia que você tinha tanta paciência assim, Preces.— o agora nomeado Perces, solta um rosnado baixo de sua garganta.

Desde que foi decapitado por aquela vadiazinha filha de Hades, Perces andava extremamente sem paciência para qualquer semideus e o fato de que desde que ele ressurgiu do Tártaro, a marca daquela espada não saiu do pescoço do Titã só o deixou ainda mais instável e perigoso.

— Isso não é paciência, por algum motivo eu não consigo fazer nenhum ferimento mais perigosos do que uma pequena descarga elétrica pode causar. E isso já está me dando nos nervos.— diz o Titã com uma raiva quase tangível.

— Hahahahaha!! Por acaso tá putinho por conta desse arranhãozinho no pescoço Perceszinho??— diz Beckendorf agora com o rosto levantado e olhando para os Titãs com um sorriso de escárnio.

Um rosnado baixo vindo de Perses é o único aviso de Beckendorf antes de levar dois socos pesados em cada lado do rosto e um direto de esquerda na barriga o deixando zonzo e sem ar.

quanto tempo mais PJ, eu acho que o feitiço não aguenta mais de 5 min agora.— diz Beck praticamente sem voz, como se... Estivesse falando com alguém?

Enquanto isso, no mar a poucos metros do Princesa Andrômeda...

Nesse momento, vemos Percy com roupas pretas e cinzas, se aproximando do navio lentamente para não chamar a atenção. Assim que ele consegue se grudar no casco do navio, só que por baixo da água, uma luz verde e fraca quase invisível a olhos desatentos começa a piscar em seu ouvido.

.... mais de 5 min agora...—

Não se preocupe... Eu já chego aí.— Responde Percy com a voz distorcida pela água.

Logo após responder ele saca um tipo de pistola de dentro da calça e a coloca rente ao casco do navio.

5.... 4..... 3..... 2..... 1....

Boooomm!!!

O barulho gerado acaba espantando todos peixes de perto do navio, enquanto o moreno controla o oceano para que não entre água dentro do barco ainda.

Operação Morte Súbita: iniciar.—

Com Beckendorf, na sala de tortura, as 11:58pm....

— Você já está se tornando um pedaço de merda nas minhas botas, cria de Hefesto, estou perdendo a paciência que eu não tenho.— rapidamente o Titã o arranca da cadeira e o prende contra a parede com apenas uma das mãos em seu pescoço.— Agora é o seguinte, ou você me conta quais são os planos da cria do mar, ou eu arranco seus membros um por um bem lentamente, e antes que você diga que não posso causar esse dano, eu posso ser bem persistente quando quero.— diz Perces com a voz alterada e quase tendo um ataque de raiva alí mesmo.

E então ao olhar de novo para Beckendorf, ele o vê começando a sorrir e logo em seguida a gargalhar. O moleque pirou, Cronos vai acabar comigo agora, merda!! Pensa o titã.— Tá rindo do que pirralho??? Enlouqueceu de medo foi??— e isso desencadeia mais uma onda de risadas do rapaz.

— Tá bom eu falo, eu falo.— diz Beck ainda rindo um pouco.— É que com toda essa marra aí, eu acabei me lembrando de como você foi derrotado com essa mesma marra de valentão, e acabei não resistindo hahahahah.— Perces estava agora fumegando de raiva.— Agora você morre moleque atrevido.— diz e logo ergue o punho para esmagar seu rosto contra a parede.

.

.

.

Quando nada veio, Beck olhou pra frente para ver o Titã sem as duas mãos e o pescoço em um ângulo antinatural.

— Porra cara, você demorou. Mas conseguiu tudo?— logo Percy mostra o conteúdo da bolsa que ele estava carregando e Beckendorf dá um sorriso sinistro.— Vamo bota o show na estrada então.—

Logo os dois saem em disparada na direção da sala de máquinas do navio, e chegando lá começam a armar várias bombas em todas as partes da sala.— Beck você sabe o que fazer agora, certo?— o grandalhão assenti.— Ótimo, então eu vou seguir de acordo com o plano.— depois de um breve aperto de mãos eles viram para lados opostos.

No momento em que o moreno se vira, pode ser visto um sorriso quase que maligno em seu rosto e um brilho de malícia em seu olhar, mas logo somem dando lugar a uma seriedade inabalável. Depois de uns 3min correndo, ele chega até a parte do navio aonde ficam os combustíveis reservas e através da manipulação das sombras ele os esconde em sua própria sombra, e logo sai de lá.

Assim que ele chega em uma parte bem aberta do navio, ele joga uma de suas facas no alarme de incêndio mais próximo, e se esconde em uma sombra na parede enquanto vários e vários monstros se acumulam procurando o motivo do alarme. Assim que ele percebe uma certa quantidade, ele abri um portal sombrio cobrindo todos eles, e todo o combustível reserva cai em cima dos monstros. Com um sorriso sinistro no rosto e uma bola de fogo mediana na mão ele diz: — BURN, Idiotas.— e joga a bola de fogo em um deles iniciando assim uma reação em cadeia, pegando fogo em todos os monstros presentes no momento.

Hahahahah.— ri sadicamente.— eu adorei, ótimo fucking show.— diz ele antes de sair de lá e ir em direção ao convés do navio aonde outro show iria começar.

Convés do navio, 5min atrás....

— Então é verdade, eles vieram mesmo.— diz a voz de Cronos.— e então já capturamos algum?—

— Sssiim, meu Ssssenhoor. Pareccce que o plano delessss era ssssoltar o filho de Hefesssto para que ele pudesssse ssssair plantando bombassss em váriassss partessss do navio ssssem ssseerr notado.— diz uma dracaena enquanto empurra Beckendorf recém capturado para o meio do convés, seu rosto estava com vários machucados e cortes, um olho roxo, nariz quebrado e vários cortes profundos pelo corpo. Ele estava a beira da morte....

BOOOOMM....

De repente um clarão laranja é visto na direção do salão de lazer do navio, e logo em seguida vários gritos de monstros. Beck dá uma risada baixa, já sabendo o que aconteceu.

— Encontrem aquele moleque, e o tragam até mim vivo ou em pedaços, eu não me importo.— brada Cronos.

— Nossa quanto amor em Vovô. Mais não precisa brinca de pique esconde não, eu tô bem aqui.— diz o Moreno aparecendo em um redemoinho de sombras na sua frente.

A tensão no momento era tanta que era quase tangível, Cronos o olhava imperturbável, enquanto Perceus o olhava com desdém e deboche.

— Parece que o espião estava certo, sobre quem seria enviado nisso.— diz o Titã com escárnio.— E então Perceus, escolha: morrerá junto de seu amigo aqui, ou se ajoelhara e se juntará as minhas forças? Escolha logo garoto, eu não tenho o dia todo.—

— Hmmmm... Que tal.... Jibaku Bunshin? HeheheheHahahahahaha....— responde o moreno antes de rir perversamente. Logo ele olha dentro dos olhos do Titã antes de de dizer:— BOOOMM...—

Assim que essa palavra sai da boca dele, Beckendorf saca um detonador da manga e clica antes de se auto explodir e logo que Cronos percebe isso ele invoca uma zona temporal em volta do garoto para impedir a explosão de acontecer.

— Ah seu desgraçado, peguem esse verme logo, rápido seus inúteis.—

— Hahahahahahahaha.... Bom agora chega de brincadeira.— diz ele ficando sério e puxando outro detonador do bolso.— e como eu já disse antes...—

Diz enquanto mata vários monstros e abri caminho na direção da amurada do navio.— BOOOMMM...— E ele caiu na água, sendo levado pelas correntezas.

Mar, mande essa msg pra o meu pai: o show começou e logo os outros começarão a se mover, ele deve dar um jeito em Oceanos logo, antes que eu desça lá e acabe com tudo. Ah, e que a primeira parte do plano foi concluído. Agora me leve para o acampamento, teremos dias sombrios por vir ainda....

CHB, 7h da manhã...

Enquanto os vigias trocam de lugar, para poder começar o dia, Connor Stoll havia acabado de subir em uma das árvore perto da costa quando avistou alguém saindo do mar, e só havia dois tipos de pessoas que poderiam aparecer assim na praia: entregadores de pizzas perdidos (pelo menos essa foi a desculpa de gênio de Percy pra quando ele esqueceu o rastreador do celular ligado e uma das mulheres com quem ele já se envolveu apareceu aqui), mas isso é outra história; ou um semideus voltando de alguma missão.

Assim que o filho de Hermes se recuperou do susto ele logo soprou o apito silencioso, que apenas os meios-sangues aprovados pelo Percy podem ouvir (invenção do próprio), e já saiu em disparada para cumprimenta-lo enquanto vários semideuses se juntavam para recebê-lo no refeitório. Quando todos estavam no mesmo lugar e o moreno se sentou, foi que notaram que tinha algo errado, ou melhor, que tinha alguém faltando....

— Percy... Aonde está Beckendorf?— quem pergunta é Jake, um dos irmãos de Charles.

— Ele... Foi capturado e subjugado. Quando eu cheguei aonde eles o estavam segurando, houve uma grande discussão e uma pequena luta entre eu e o Titã. A última coisa que eu me lembro antes de tudo ir pelos ares, foi ele me mandando pular no mar, antes de ele acionar os explosivos. Ele se sacrificou pela missão.— diz o moreno sem expressão alguma no rosto.

Silena, que até agora tinha ouvido tudo sem dizer nada, se levanta e acerta um tapa nele fazendo seu rosto virar para o outro lado. Em seu rosto, apenas uma raiva fria e silenciosa pode ser vista.— Você planejou isso não foi? Planejou que ele se sacrificasse em prol de alguma coisa que você não está nos contando.— diz ela com um olhar de ódio e nojo em direção ao moreno que nada diz.— Para alguém que já burlou as linhas das Parcas, isso não seria nem mesmo um esforço.— ela estava derramando lágrimas de raiva e tristeza agora.

— Clarisse, tire-a daqui. Leve ela para a Casa Grande, tenho certeza que ela não quis dizer isso exatamente. A dor da perda está sendo ainda maior para ela.— diz Quiron.

Depois que elas saem, Percy olha para o rosto de todos antes de perguntar.— É isso que vocês pensam também? Porque se for eu não os culpo, mais posso dizer que a morte dele não foi em vão. Consegui duas grandes informações no fim. A primeira, é que o imbecil do Luke se banhou no Estige e é por isso que ele suportou ser o hospedeiro de Cronos; a segunda é que temos um espião entre nós, que está relatando diretamente a Cronos.— todos se olham desconfortáveis, antes de demonstrarem olhares determinado no rosto.

— Meu pai, mandou notícias enquanto eu voltava também. Parece que ele não vai conseguir sair para ajudar durante pelo menos 3 dias. E Tifão está devastando tudo em seu caminho para o Olimpo. Parece que a pelo menos 5 Titã estariam na vanguarda, porém, com Crio sendo mantido de guarda e eu tendo matado Perces enquanto estava no navio, sobram apenas 3.—

— Temos alguma carta na manga?— pergunta um dos filhos de Atena.

— Temos Annie reunindo aliados entre os deuses menores e os trazendo de volta para o nosso lado. As caçadoras nos encontrarão no Empire State.— diz Percy, fazendo com que todos fiquem em frenesi de batalha.

— Mas e quanto ao próprio Cronos? Se isso do Estige for verdade, será extremamente difícil ir contra ele.— diz um dos filhos de Hécate.

— Não se preocupem, dele cuido eu.— diz o moreno com um olhar misterioso.— Quiron, o Nico já chegou?—

O centauro confirma.— Ele está no chalé.—

— Ótimo. Todos vocês se preparem, arrumem armas e armaduras, armadilhas e tudo mais. Eu tenho uma última missão pra resolver.— diz ele, antes de se levantar e ir em direção ao chalé de Hades.— Não tenham dúvidas. NÓS VENCEREMOS ESSA GUERRA.— com o grito dele todos passam a ter expressões determinadas em seus rostos e logo se dispersam para terminar seus preparativos.

“Pena que não posso contar a eles sobre todas as nossas cartas na manga ainda....” pensou com um suspiro.

QUEBRA DE LINHA...

Para quem visita o CHB pela primeira vez, geralmente se impressiona com as construções bizarras e ainda assim bem feitas e funcionais.... Mas entre elas existem algumas que realmente assustam os mais jovens, e até alguns veteranos, até os ossos de tão intimidantes e assustadoras que são, e claramente a cabana de Hades é a principal nesse quesito. Feita de blocos de obsidiana forjados em fogo infernal no próprio Submundo, com vários ritos funerários escritos em todos os idiomas gravados nas paredes, na porta o refrão de “Highway to Hell” do AC/DC estava gravado na madeira. O teto era feito de madeira negra, junto com pedaços dos Campos Asfodelos. O próprio chalé em si, passava uma imagem “arrebatadora” a qualquer um que passasse, como se a morte os estivesse chamando de braços abertos. Nico adorava o design em sua totalidade, Bianca por outro lado odiava pelo menos metade disso.

Percy, chegando na frente do chalé, bate uma vez na porta e logo entra se deparando com a seguinte imagem: uma filha de Deméter, provavelmente nua em baixo de alguns cobertores na cama de Nico e o próprio filho de Hades sentado na beira da cama só com uma calça jeans preta desgastada e sem camisa mostrando os frutos do treinamento que eles tiveram algum tempo atrás, os braços magros, porém, definidos e quase rasgados, o abdômen totalmente definido, como uma mini versão de olhos negros do próprio Percy.

— Você não podia pelo menos ter esperado uns 5 minutos antes de entrar não?—

— Eu esperei, bate na porta e esperei 5 segundos antes de entrar, isso deveria ser o suficiente se você estivesse sempre de vigia e não se enroscando com uma das filhas de Deméter só pra irrita-la de vez em quando.— diz Percy com um sorriso sínico.— mais esse não é o ponto.—

— E qual é o ponto então primo?—

— Nós iremos em frente com o plano, já está na hora de dar início a essa guerra, e aproveitar o elemento surpresa.—

— Eu temia que fosse isso...— diz Nico.— Mas se você tem certeza então devemos ir, mas antes me diga, de quem você vai pedir a benção? Hera não está muito em condições, lutando contra Tifão e tals...—

— Nós iremos até a minha mãe biológica.— Nico arregala os olhos.— Iremos conversar com Sally Jackson.


Notas Finais


Pessoal, eu realmente sinto muito por não ter postado nada.... E agradeço de coração a todos aqueles que comentaram pedindo mais e os que add aos favoritos, obrigado de verdade.... Não sei dizer quando sai o próximo mais tentarei ser breve.... E quanto as outras histórias, eu não as abandonei, isso nunca....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...