1. Spirit Fanfics >
  2. Perdão 2 >
  3. Briga 13

História Perdão 2 - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Briga 13


Mila : amor vem. Disse com voz de sono.

Ele bateu a porta na cara dela e voltou a dormir com ela.

Por incrivel que pareça todos da casa estavam ocupados.

Miranda : senhor ,meu marido deixou eu ir para casa de meu pai e não tem ninguém para me levar,oque eu faço?.

Frances chamou Evandro.

Frances : filho leve a Miranda para a casa do pai dela?.

Evandro : sim,mas vai ter que esperar eu terminar meu café.

Frances : tabom,irei sair com sua mãe mantenha a casa em ordem por favor.

Eles se despediram e foram .

Miranda ficou esperando o Evandro acabar o café.

Miranda : anda logo com isso.

Evandro : não estou com pressa para levar você no outro lado do mundo.

Miranda : preciso ver meu pai.

Evandro : quer encher a cabeça do velho.

  Ela chorou.

Miranda : não precisa me lembrar que todos me odeiam aqui nessa casa.

  Evandro : não é isso ,me desculpa nunca tive uma mulher as vezes sou rude com as palavras.

Miranda : ter um homem como seu irmão ,acustuma  aturar quem quer que seja grosso ,preciso chorar no colo do meu pai é o único apoio que tenho,todos acham que sou uma maluca mas meu pai não.

Evandro : não ,não penso assim acredito que é uma mulher pesistente e isso é bom,eu mesmo sempre mostrei para o meu pai atravez de minha pesistencia que eu podia cuidar bem da fazenda e ele disse que eu vou ficar de frente então pesistência é bom só não é bom quando estar pesistindo sem uma meta.

Miranda : como assim?.

Evandro : meu irmão estar doido pela sua ,é uma luta que já sabe que perdeu.

Miranda : acho que tenho chance.

Evandro : você é linda mas não muito imteligente ,não a arma mas poderosa que o amor e eles se amam não há nada que você possa fazer.

Miranda : oque acha que devo fazer?.

Evandro : tente denovo,e denovo até se sentir que tentou com suas ultimas forças e se não conseguir terá um amigo.

Miranda : brigada.

Evandro : agora como você foi educada eu vou a levar até casa de seu pai.

Disse surprezo com oque ouviu.

E ele a levou .

E a deixou lá.

Miranda : volta para me buscar?.

Evandro : ta ,daqui a duas horas eu volto.

Miranda : tabom.

Ela entrou e se abriu com o pai e disse tudo que viu ouviu e pensava.

Evandro chegou para busca-la.

E entrou.

Miranda : pai oque conversamos ,tem que ficar entre nós.

Alfredo : sim,filha,mas peça que seu marido traga a sua irmã quero ver a barriga dela ver se tabém.

Miranda : tabom.

Evandro : vamos .

Eles foram e pararam na feira.

Miranda : nossa minha irmã ama geleia de goiaba ,quero levar uma.

Pegou suas únicas moedas e comprou depois voltou para casa.

Mila e Henrrico brincavam .

Miranda : olha irmã oque trouxe para você.

Mila : nossa como amo geleia de goiaba.

Miranda : queria te perdir desculpas por ontem me irritei e falei coisa por coisa,me desculpa não quero que perca meu subrinho.

Mila : tudo bem já passou,eu te amo irmã.

Miranda : agora vou tomar um banho e comer dormir.

Evandro : Miranda não estar esquecendo de nada?.

Miranda : papai pediu que visita-se ele para ver sua barriga.

Mila : ta.

Miranda foi fazer oque falou.

Henrrico : iae como foi aturar Miranda?.

Evandro : ela é maluquinha mas até que não foi ruim ficar de babá .

Eles riram e ele foi almoçar .

Henrrico : oque acha de passamos a semana ,lá na caverna só nós três.

Fez carrinho na barriga dela.

Mila : acho uma ideia muito otima,mas vamos depois da manhã,estou com saudades do meu pai.

Henrrico : tabom,vamos dormir?.

Mila : tabom.

Foram dormir.

No outro dia pela tarde eles foram visitar Alfredo.

Mila: eu estou com uma vontade de comer arroz com quiabo ,com mel.

Henrrico : se importa de eu comprar rapidinho,é que agora você estar tranquila por não estar comendo ,mas estar assim agora depois tenho certeza que vai ficar irritada.

Mila : tabom amor só não demora.

Ele foi e Mila abraçou o pai dela.

Ele saiu do abraço dela de maneira rud.

Mila : que foi pai,podia ter me machucado.

Fez carrinho na barriga.

Alfredo : eu estou decepcionado com você.

Mila : pai eu estou gravida bem casada eu estou feliz .

Alfredo : mas oque fez para ter isso tudo ,esse filho não é seu é do pecado ,você é uma perdida e uma impura,como você pode Mila depois de tudo que ensinei ,se tornou uma qualquer.

Mila : pai ,eu amava ele e não me arrempendo de nada.

Ele quis a bater mas Henrrico chegou do nada.

Henrrico ela tinha esquecido a bolsa ele trouxe.

Henrrico : oque estar havendo aqui?.

Alfredo : você é uma vulgar o seduziu ,safados ,se acham tão superiores que nem as leis de Deus segui,deviam ter vergonha.

Henrrico : vergonha pelo que por nós amar por casarmos por sermos felizes.

Alfredo : já passou ,mas não quero ele aqui.

Disse apontando para barriga.

Mila : enquanto não quiser receber meu bebê não ira me receber minhas visitas,vamos Henrrico.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...