História Perdição final - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Fiz um capitulo mostrando um pouco dos sentimentos do nosso querido assassino.
Espero que gostem.

Capítulo 4 - Sentimentos de um assassino


 Estes últimos dias andam parados, sem muito o que fazer e pensar e as vezes em que fui a cidade apenas comprei mantimentos e um galão de acido. Os pirralhos no meu porão se recusam a comer os restos daquela piranha, e eu já estou perdendo a paciência, se eles não comerem eu prometo que enfio essa merda na garganta deles e faço eles morrerem por asfixia. Eu não vou descansar até eles comerem, preciso deles gordos para o abate. Um ser humano fraco não me serviria de nada em uma tortura, morreria fácil e não teria muita graça.

 Apesar, esses dias eu descobri que existe um sistema de câmeras antigas que miram algumas partes do porão, dentre elas estão as celas e a sala onde executo minhas torturas. A imagem é um pouco fudida, mas tudo o que se passa lá embaixo eu fico sabendo.

 Só para não falar que não anda acontecendo coisas comigo, eu tenho andado sonhando com uma pessoa, mas tem um problema, eu simplesmente não conheço essa pessoa. Eu sonho com um menino quase todas as noites e eu não encontro um motivo para tal. E no sonho parece que nos gostamos, sempre estamos felizes e tals, e isso me incomoda ao extremo... como uma pessoa como eu pode estar feliz e ainda por cima gostando de alguém.

 Gostar, esse sentimento me traz angustia... a única pessoa que eu podia dizer que gostava de mim acabou me transformando no que sou hoje em dia... UM MONSTRO, que sente prazer em ver a dor dos outros ao seu redor, e tudo o que faço é causar essa dor. Não merecia estar no mundo, o que eu merecia mesmo era estar junto a aquela pessoa no inferno.

 Agora lagrimas caiam de meus olhos rolando até se chocar ao chão gélido aos meus pés. É isso o que mereço dor e sofrimento, me arrastar junto aos vermes dessa terra imunda. Quando era menor achava que não me tornaria esse monstro que nem ele, mas acabou acontecendo. E olha onde estou hoje, seguindo os seus passos. Um dia nos encontraremos no inferno e eu vou faze-lo pagar por toda a dor que me causou e ainda causa. No fundo sinto a necessidade da morte, de abraça-la e nunca mais solta-la e essa ideia me agrada... mas... infelizmente o desespero humano de ir contra a morte é tão patético que me fez perder essa oportunidade tão maravilhosa... mas é como eu disse. Eu mereço sofrer pelo o resto da minha vida, a morte me seria um grande privilegio.

 Enfim, a vida sempre foi injusta comigo, desde o dia de meu nascimento até a minha futura morte... e que ela chegue rápido para eu receber meu castigo final e reinar no puro sofrimento do inferno.

 Como diz meu “papai”: Até o dia da sua perdição final. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e até o próximo capitulo.
Apesar, não sei se irei postar tão cedo. Pois roubaram o meu celular, e eu estou acostuma a escrever os capitulos pelo meu celular.
É isso, até a próxima.
Beijinhos de luz para vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...