1. Spirit Fanfics >
  2. Perdida te encontrei >
  3. Fazendo a mala

História Perdida te encontrei - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Fazendo a mala


Era quinta-feira, eu acordei feliz pois amanhã iriamos viajar. Acordei e resolvi ligar a minha caixinha de som e colocar algumas músicas que me fizessem dançar.

Deixei as músicas tocando enquanto ia no banheiro fazer minha higiene matinal, logo após sair do banheiro, deixei um beijo no topo da cabeça da minha mãe que estava trabalhando

- Cadê o Roni?

- Fou buscar umas blusas que seus avós pediram pra levar. Fez sua mala?

- Vou fazer assim que tomar meu café

Peguei minha caneca do bob esponja (o que foi? acho legal) e coloquei até um pouco mais da metade de café com leite, passei manteiga num pão francês que estava fesquinho e fui para o meu quarto.

Chegando lá, estava tocando outroria (de Anavitoria) e tive que colocar a caneca e o pão na mesa onde uso pra estudar, essa música era boa demais pra não performar.

Conforme a playlist ia tocando, eu arrumava minha mala e tomava meu café, até um momento onde meu celular me avisa que tenho uma nova mensagem

Matheus

Bom dia flor do dia. Sei que esse dizer é meio velho, mas achei que você gostaria visto que ama flores. Ansiosa pra amanhã?


Eu

Eu amo muito as flores, mas também acho esse dizer ultrapassado, mas gostei. Bom dia Mat, estou sim e você?


Mat

Também estou, mas tenho certeza que não tanto quanto você, que deve estar morrendo de saudades da sua família


Eu

Sim. Fez as malas?


Mat

Vou fazer hoje de tarde


Eu

Já me encarreguei e estou fazendo as minhas


Mat

Acho dificil nos vermos hoje


Eu

Mas amanhã nos veremos


Mat

Sim, bom, vou ajudar a minha mãe aqui, se precisar de algo me chama


Eu

Tudo bem, te digo o mesmo. Se cuida mocinho


Mat

Pode deixar mocinha, você também


Hoje é o primeiro dia desde que Matheus veio pro bairro que não verei ele, mas tudo bem, amanhã vamos viajar e vamos poder aproveitar. Cada roupa que eu escolhia, colocava na frente do meu corpo e me olhava no espelho, minha auto-estima estava boa até.

Emmy mandou uma mensagem mais cedo pra mim


Emmy

Bom dia meu xuxu, tudo bem? espero que sim. Então, hoje ficarei meio ausente e sei que amanhã de manhã você irá viajar, quero te desejar uma ótima viagem, aproveita muito e se você não dormir com o boy eu mesma vou até ai roubar ele de você. Se cuida anjinho, eu te amo.


Eu achei muita graça na mensagem dela, ela insiste que eu tenho que ficar com Matheus, mas há motivos pra eu saber que nunca aconteceria.

Estava anoitecendo, minhas malas estavam prontas e o jantar também, então sai em direção à cozinha pra comer. Já sentada na mesa, minha mãe começou à falar

- Fico feliz que esteja se dando bem com o filho da dona Sônia


- Bem até demais - disse meu padrasto em um tom de zoação - até o dia no quarto já passaram


- Eles estavam vendo filme, fiz questão de ficar passando por lá e prestando atenção se ouvia algo


- Então a senhora fica me bisbilhotando mãe?


- Ela tem 20 anos Ester, já sabe dessas coisas


- Podemos mudar de assunto por favor? - disse fechando a cara


- Ta bom - os dois disseram ao mesmo tempo


- Ah, sabe quem está lá? sua tia Amália, ela e seus primos, foram pra lá hoje de manhã - disse minha mãe


- Que bom que Matheus vai comigo, assim não fico sozinha enquanto vejo os dois se divertindo


- Por que não dá uma chance pra eles?


- Porque no aniversário da Aninha, eles meio que me excluíram da rodinha deles, então respeito a distância que eles querem de mim


Ficou um silêncio na mesa. Fui a última à acabar de comer e estava lavando a louça, até que minha mãe chega perto de mim e diz:


- Isso foi à anos, acho que deve conversar com eles lá, de certeza deve ter tido algum motivo, ou eles foram tolos mesmo. Não existe outra menina incrível como você - e me deu um beijo na bochecha.


Eu não sei, mas aquele ocorrido foi um dos que me deixou marca, não foi a primeira festa que fui excluída de alguém que amo/amava, e foi tão difícil ficar mais forte a cada lembrança. Dei boa noite pra minha mãe e pro Roni e fui pro meu quarto, me deitei e estava até me deixando levar pelos pensamentos negativos, até que ouço meu celular apitar, e quando vou ver, era uma foto de girassol que Matheus havia me mandado. Na foto havia algo escrito e assim que eu li toda a negatividade desapareceu


"Esse girassol é pra você, que me encheu de esperança com o teu sorriso e merece ser admirada com todo carinho do mundo"


Confesso que fiquei toda boba, por um momento fiquei tensa achando que ele poderia estar me espionando através do celular e escutado a conversa no jantar, mas isso seria impossível. Me dei falta de uma mensagem de Emmy, e de contar pra ela sobre como foi meu dia, mas fui logo me deitar, teria que acordar cedo amanhã.

Mesmo sabendo que a ansiedade não me deixaria dormir, deitei mesmo assim, demorei pra pegar no sono, mas consegui.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...