1. Spirit Fanfics >
  2. Perdido em Busan (Taeyoonseok) >
  3. "Você ainda será meu novamente".

História Perdido em Busan (Taeyoonseok) - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - "Você ainda será meu novamente".



JUNGKOOK ON


Eu estava no hospital com o Jimin após o ocorrido.




"Mas que merda aconteceu?"


Eu pensava, enquanto eu estava na sala de espera. Mas aí tive uma ideia:



"O Tae conhece o Jimin, então ele virá até aqui quando eu ligar pra ele e ele souber disso. Assim eu posso aproveitar que ele estará preocupado demais com o Jimin que não vai nem perceber que eu estaria dando em cima dele."



Sem pensar em tal consequência, peguei o meu celular e comecei a ligar, com o meu olhar e sorriso maldoso e malicioso, é claro. Comecei a ligar até que o mesmo atendeu, disse tudo o que houve e ele imediatamente veio até aqui de presa.



"Espero que não traga o Yoongi junto."


Até rezava pra isso.



Não demorou muito e Tae já estava na entrada do hospital correndo até mim. Ele parou de frente para mim com as mãos nos joelhos recuperando fôlego.



---- O que houve com o Jimin? ---- Ele segurou os meus dois ombros me chacoalhando. Amo seus toques.


---- Ele passou mal e trouxe ele até aqui. ---- Eu deveria dizer um pouco mais "preocupado", eu disse simples demais, e assim, Tae vai desconfiar e vai descobri que eu o chamei por querer ficar com ele. Pensa que esse garoto não me conhece? Pois está errado! Por isso eu tenho que ser mais discreto, ele até me olhou meio desconfiado.



---- Ma-mas onde ele está agora? ---- Com essa preocupação do Tae, iria cegar ele, o que era bom, pois assim ele não perceber nada do meu plano.


---- Ele está naquele quarto. ---- Apontei, e sem mais uma espera Taehyung foi diretamente até o local. Eu não fui junto, não queria ter que olhar pra cara do Jimin depois daquela ataque maluco que ele deu. Mas o que eu poderia fazer? Ele não quis ouvir a verdade. Ele sabe que é interesseiro. Então eu fiquei sentado.




JUNGKOOK OFF



Quando Jimin viu Tae entrando pela porta, não sabia o que fazer. Ele sabia que o Jungkook ainda gostava do Tae e ficaria desconfortável para o mesmo. Jimin deu um sorriso, para dá uma boa impressão ao garoto, que agora, os cabelos já eram pretos, pois mais cedo Tae mandou pinta-los. Jimin não era bom em fingir que estava tudo bem e Taehyung sabia disso, já que os dois já estudaram juntos e se tornaram grandes amigos. Mas não era que Jimin odiasse Tae por isso, por conquistar o seu amado, mas ele estava um pouco triste por isso, aliás ele sabia que Tae não sente mais nada por Jungkook a não ser uma amizade que nunca conseguiu ter direito com Jungkook por causa da paixão do mesmo, o que atrapalharia em uma amizade. E, também, Tae se sentia culpado por isso mesmo sabendo que a culpa não era dele.




---- E aí, cara, como vai? ---- Tae se aproximava lentamente, se sentido culpado e triste, aliás porque ele já poderia saber a causa do mau está do loiro, e essa causa era o Jungkook.


---- Nunca escondi nada de você, então... não está nada bem. ---- O loiro começou a chorar lá mesmo. Tae puxou uma cadeira para perto e se sentou ao lado de Jimin.


---- Desculpa, Jimin... se eu soubesse que isso iria acontecer eu nem iria falar nada com o Jungkook. ---- Tae começou a chorar junto com Jimin.


---- Quantas vezes eu tenho que te falar, Taehyung?! A culpa não é sua! Para com isso! Eu nunca abri a boca pra dizer que você é o culpado. ---- Ele enxogava suas lágrimas com as mãos com dificuldade, por causa da seringa do soro que estava em um dos braços.


---- Mas mesmo assim, Jimin! Se eu pudesse... Eu poderia sair da sua vida e da do Jungkook agora, mas não tenho pra onde ir! ---- O moreno se lamentava.


---- Para! Para agora! Você não tem culpa! ---- Jimin chorava ainda mais e seus olhos começaram a ficar vermelhos.



---- Tá bom. ---- Tae dizia isso para aliviar Jimin, mas a verdade é que ele ainda se sentia culpado. Segurando a mão do Jimin, usava a outra para enxugar as lágrimas do mesmo, dando um sorriso para conforta-lo.



---- Mas então... está gostando de alguém? ---- Jimin se sentia incomodado com o assunto antigo, e por isso ele resolveu falar sobre outro, que dessa vez, foi o Tae que se sentiu incomodado.


---- Bom... eu não sei como te explicar isso, mas... Eu tô gostando de uma pessoa casada. ---- A última frase Tae sussurrou para Jimin, o qual ficou espantado. Aposto que com essa ele esqueceu completamente o porquê estava chorando.


---- Como é?! ---- Perguntou em um tom alto, oque fez com que Tae tampasse a boca do mesmo.


---- Shhh! Jimin! ---- O mesmo fez desesperado, como se ele estivesse em uma sala de aula fazendo prova e de repente o celular toca.


---- Ah, desculpa! ---- Jimin se ergua (ou tentava) e começou a sussurrar no ouvido de Tae. ---- Casado com quem? Você está louco? ---- Tae o olhou e sussurrou de volta.


---- Ele é casado com um Homem que estava de viajem com ele, e ele se perdeu aqui, em Busan, então eu o levei para a minha casa até ele achar o marido. Mas, nesse tempo, eu acabei me apaixonando do nada... simplesmente. ---- Ele dizia enquanto pensava em Yoongi, que sem perceber, deu um sorriso olhando para o nada. Jimin tentou balançar a mão em direção ao seu rosto.



---- Ei. Apaixonado. Olha pra mim, pô! Tsc. ---- Jimin revirava os olhos, cansativos.


---- Ah, calma! ---- Tae se ajeitava na cadeira. ---- Mas enfim, eu gosto dele mas ele tem outra pessoa. E sabe o que é pior para nós? ---- Tae se aproximou mais ainda de Jimin logo sussurrando. ---- A gente transou umas duas vezes. ---- Essa parte foi sussurrada como se fosse um segredo que levaria a vida.


---- Garoto, você tá doido?! Transando com o homem dos outros?! Isso é muito errado! ---- Jimin dizia com olhos bem abertos.



---- Nossa, Jimin! Obrigado por dizer algo que eu não sabia e me contar algo pra tentar me deixar calmo. ---- Ironizou batendo palmas.



---- Ah, seu chato! ---- Reclamou, ficando de braços cruzados.


---- Tá, desculpa! ---- Tae revirou os olhos. Nessa hora um médico entra.



---- Desculpem atrapalhar a conversa de vocês, mas tenho uma notícia ruim. ---- O médico dizia e os dois se assustaram.



---- O que?! ---- Tae levantou imediatamente.


---- Com os cortes nos pulso, Jimin perdeu muito sangue. ---- O médico olhava sua prancheta. ---- E por isso ele precisa de um doador de sangue quanto antes. ---- Ele tirou sua atenção da prancheta olhou sério para os dois. ---- Ou então ele pode morrer. ---- Ele abaixou a sua prancheta.



---- Ma-mas... ---- Os olhos de Jimin arregalaram enquanto saíam algumas lágrimas.



---- Por isso... Senhor, Kim Taehyung, precisamos que o paciente fique sozinho e descanse. E também o horário de visitas acabou. Se você puder dar licença... ---- O médico dizia um pouco sério, dando espaço.



---- Cla-claro. ---- Tae olhou para Jimin e tocou em suas mãos. ---- Fique bem, vai dar tudo certo, tá? Eu vou tentar achar alguém pra doar sangue pra você. ---- Ele assentiu e logo Tae saiu.




Ao sair da sala, Tae não podia conter o desespero; no corredor, o mesmo se encosta na parede e vai deslizando até sentar no chão, onde ele se encolhe e começa a chorar. Nessa hora Jungkook aparece com um olhar aproveitador, se sentando ao lado do mesmo acariciando o ombro de Tae, de lá indo até dar um abraço no mesmo.




Jungkook segurou o rosto do Tae para que ele olhasse para o mesmo, e começou tentando "comsola-lo" com as suas palavras - interesseiras - para o mesmo.




---- O que houve? ---- Jungkook fazia -se de preocupado.


---- O Jimin perdeu muito sangue, então ele precisa de alguém pra doar. ---- Dizia entre choros.


---- Mas vai ficar tudo bem, ok? ---- Isso tava mais pra "vocês que lutem" do que uma intenção de ajudar, e Tae sabia disso.


---- Tá. ---- Eles se encaravam por um tempo, e com essa distração, Jungkook se aproveitou-se e foi aproximando os rostos. Mas como Tae não é besta e nem nada do tipo, logo se afastou fingindo em ter recebido alguma mensagem.




Ele logo se levantou e foi embora, para pensar melhor sobre a situação. Enquanto Tae ia, Jungkook o observava.




---- Você ainda será meu novamente. ---- Disse para si, enquanto o moreno seguia o seu caminho fora do hospital.





















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...