História Perdido em seu olhar - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kaede, Kagome Higurashi, Rin, Sesshoumaru
Tags Continuação, Final Alternativo, Hentai, Inuyasha, Rin, Sesshoumaru, Sesshy, Sesshyrin
Visualizações 154
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minna calma não me xinguem... kkkk
Vamos continuar para ver o que é que está acontecendo afinal!
Boa leitura ^^

Capítulo 9 - Uma mancha no passado


Fanfic / Fanfiction Perdido em seu olhar - Capítulo 9 - Uma mancha no passado

 

Logo pela manhã Rin acorda depois de uma noite de angustia e desespero, ela pensava que agora tinha apenas mais dois dias para ir ao encontro de Kohaku, Shippou e Kirara, caso o contrário todos iriam pensar que... Não poderia deixar essa situação se estender, então estava se forçando a pensar em maneiras de sair daquela prisão.

Um barulho de grades pôde ser ouvido originado do final do corredor escuro onde Rin suspeitava ser a saída da masmorra. Aquele mesmo youkai, aquele maldito youkai vinha com um aparente bom humor nada compartilhado por parte da garota.

-Bom dia humana gentil! Agradeço por seu empréstimo- Karasu jogou o kimono que havia roubado de Rin na noite passada, estava rasgado e sujo, havia muito sangue.

-O que diabos aconteceu?!

-Ora não reclame, afinal você não precisa de uma roupa melhor do que essa. -Karasu sabia que a carranca da garota poderia mudar em breve, então decidiu aproveitar - Por acaso tem alguma festa para confirmar presença? kkkk

-Não sei o que você fez e nem de quem é esse sangue mas tenho certeza que o Lord Sesshoumaru nunca iria aprovar isso!

-Haha não me faça rir mais ainda logo cedo humana, afinal quem deu o golpe foi seu tão amado protetor...

Rin estava em choque, não podia acreditar que seu Lord fizera aquilo, ele só podia estar mentindo.

-E o melhor de tudo isso... -Karasu se aproximou das grades e abriu seus olhos que tinham a cor violeta e sintilavam como se estivesse em extase - Ele deu o golpe final pensando ser você criança.

Rin estremeceu, aquilo só podia ser mentira. Aquele ser estava tentando enlouquecer-lhe, essa era a única explicação. O Youkai estava de saída quando Rin lhe segurou pela manga do kimono. 

-Me diga, onde estão as moças das vilas, o que você fez com as garotas desaparecidas?!- sua mão tremia e por mais que tentasse sua voz já estava embargada segurando o choro eminente. 

-Ora, vejo que andou se informando antes de vir visitar seu senhor.-riu sarcástico - Garota, você não sairá daqui nunca mais, e aquelas humanas cumpriram bem com seu papel... - Vendo que a garota estava com total atenção e cada palavra ele continuou. - Assim que "nosso senhor" chegou as Terras do Oeste ele estava contaminado, doente eu poderia afirmar. Seus conceitos estavam confusos e sua essência corrompida, aquele que um dia fora o maior dos líderes estava fraco graças a uma humana...

Rin engoliu em seco tentando entender tudo aquilo e recebendo um olhar de desprezo e ódio de Karazu.

-Ele não conseguiria seguir sendo aceito pelo conselho e também não recuperaria as terras que eram de seu pai pois não existe Lord sem seus seguidores. Durante exatamente um século eu quem comandei essas terras, após a morte de Inu no Taisho eu mantive a prosperidade para o povo do Oeste, então eu sabia como fazer para que o MEU mestre voltasse e reinasse sem nenhuma "barreira". 

Rin largou a manga do youkai começando a entender o que estava acontecendo, mas como ele fez tudo isso?

-Está confusa humana? Eu vou te ajudar pois sua mente inferior pode não ter algumas informações como o real poder dos youkais corvos, nos conseguimos manipular emoções e memórias, o que o Lord viu ontem foi você, o cheiro na roupa era seu, mas ele não tinha mais lembranças para associar e o que ele sentia era o que eu queria que ele sentisse : NOJO! ÓDIO! E o melhor de tudo VERGONHA! 

Nesse momento Rin já estava aos prantos , foi impossível segurar, tudo aquilo que ela estava ouvindo era demais e parecia um verdadeiro pesadelo. Suas mãos suavam, seu estômago doía, suas pernas estavam fracas, estava difícil de respirar. 

-Ah! Só mais uma coisa... Sabe, toda vez que Sesshoumaru sobrevoava uma vila humana e via aquelas meninas  entre as flores ele tinha uma "recaída", ele lembrava de alguma forma da humana de estimação do passado, então o que fiz foi fazê-lo matar cada garota que o fez lembrar de você matando assim cada lembrança do passado indesejado de vocês. Então de alguma forma a culpa é sua pela morte de cada garota inocente não é mesmo?

Karazu estava se deliciando com a cena da humana fragmentada em sua frente, infelizmente tinha seus afazeres e não poderia perder mais tempo ali, se retirou deixando uma Rin em prantos, desesperada e despedaçada por dentro. 

A garota não parava de soluçar, as lágrimas salgadas encharcavam o seu rosto, seus olhos estavam já se ferindo de tanto chorar, ela não via como podia ter evitado tudo aquilo, a vida daquelas garotas, tudo foi por sua culpa. E seu Lord, ele havia se esquecido totalmente dela? Como isso pode acontecer?

Um barulho foi ouvido da cela ao lado mas Rin estava tão distante em suas lamurias que não percebeu a voz familiar lhe chamando.

-Hei! Hei! Garota insolente, é você?! 

-Hum?! - Espera só havia uma pessoa que a chamava dessa forma. -Senhor Jaken?!

-Issssso messsmo garota insssolente! Você ainda lembra de mim!!!

-Claro Senhor Jaken! Como poderia esquecer do sapo velho rabugento da minha infância?!

-AHHHH O QUÊ! Garota insolente, você não tem modos, vou te ensinar boas maneiras humana insignificante!

Rin ao mesmo tempo que se alegrou em saber que Jaken estava bem, ou pelo menos vivo, não estava conseguindo aliviar o nó que estava em sua garganta.

-Jaken-sama o que está fazendo nessa prisão?

-Bem, infelisssszmente o Senhor Sessshoumaru sempre se lembrava de você quando eu estava por perto , então aquele youkai sssujo e miserável me trancou nesste lugar asssssqueroso.- Jaken já falava dramático e choroso como nos velhos tempos, isso era nostálgico para Rin, mas saber que o amigo também foi prejudicado de alguma forma por sua culpa estava piorando aquele nó em sua garganta.

-Senhor Jaken, vamos encontrar nosso Lord o quanto antes!

...

 


Notas Finais


Nossa! Só eu que também fiquei com um nó na garganta?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...