História Perfect- 2 temporada - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Anahí, One Direction, The Vampire Diaries
Personagens Anahí, Harry Styles
Tags 50 Tons De Cinza, Drama, Harry Styles, One Direction
Visualizações 125
Palavras 1.608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Ashley precisa de você!


Fanfic / Fanfiction Perfect- 2 temporada - Capítulo 17 - Ashley precisa de você!

Pov’s Sophia

Eu dirijo mais uma vez em lágrimas, primeiro brigamos por que ele não aceita minha amizade com Scarlet, depois estou chorando por que eu não consigo controlar isso, eu usei drogas de novo, Harry e eu brigamos de novo e tudo por culpa do projeto de piranha que conseguiu um feito heroico trair o Malik.

Eu não sei para onde estou indo, mas tomo algum rumo com o carro e em alguns minutos estou batendo na porta do apartamento do Liam toda encharcada com a chuva fria que cai em Londres.

-Sophia?

-Liam! Podemos conversar por favor?

-Claro! Entra está toda molhada.

Cheryl aparece na sala, ela me traz uma toalha e fica ao lado do Liam, ambos me olham até Liam perdi que Cheryl nos deixemos a sós.

-Não queria vir para cá, só que esse único lugar que pensei.

-Tudo bem! O que houve?

-Harry e eu brigamos, ontem por que ele soube que minha nova amiga é usuária de drogas, hoje por que depois que eu soube do Zayn que Stella o traiu ele com pelo menos cinco caras da reis, eu peguei ela se esfregando nele na sala dele. Pior ele a defendeu. Liam tem tanta coisa eu nem sei mais pelo que chorar.

-Calma!

Liam me abraça e me deita no colo dele, me deixa chorar por minutos que parecem quase horas e quando paro a voz dele ecoa.

-Me conta, mas do começo, tudo bem?

-Eu tenho mentido para o Harry, a menina a filha de Victor eu mantenho contato com ela, ela me chama de mãe e quero ser a mãe dela. Mas não consigo dizer isso a ele; quero ter um filho, quero dar uma família ao Harry, mas tentamos sempre e nada ainda, me sinto inútil até para isso. É tem o ballet e essa amiga nova, Scarlet ela e usuária de drogas e vejo muito de mim nela, a Sophia jovem que tinha ódio da droga, mas não conseguia deixar. Harry e eu vivemos brigando, eu me sinto uma incapaz e sozinha...

-Sabe que não está sozinha! Ele ama você, eu amo você tem uma família Sophia! Olha, eu sei que não e fácil querer uma coisa e não conseguir, mas ainda não é mãe de um filho seu, tem Stella e se quer ser mãe dela, seja a mãe dela, viva isso. Enquanto a dizer ou não ao Harry, nós dois sabemos que ele não entenderia, pensaria que ainda tem contato com Victor e isso se transformaria em uma bola de neve.

-Eu sei!

-Enquanto a garota, Scarlet. Sophia eu nunca conheci ninguém como você, capaz de se sacrificar e amar as pessoas tão abertamente que chega a ser um dom, só seu. Mesmo ela tendo problemas, mesmo Harry querendo controlar isso, não desista. Dela, de você, não é uma incapaz, não é uma perna quebrada que aconteceu a anos atrás que vai parar a luz de Sophia Velasco.

-Liam!

-Quer saber o que eu penso de tudo isso?

-Sim!

-Que continua sendo apenas você, você ainda sem saber como resolver todos os problemas ao seu redor, mas ainda é você, por que mesmo tendo tantas questões não desiste de nenhuma delas.

-Já disse que você é o melhor irmão que alguém podia ter.

-Eu também amo você, sua latinha chata.

-Liam!

-Fala baixo Sophia, Bear está dormindo! Se acordar seu afilhado vou te colocar para ninar ele.

-Desculpa!

-Tudo bem! Enfim, vamos tirar essa roupa molhada, dorme aqui hoje, Harry e você falam amanhã.

-Obrigado! Mas não vai ser um problema? Cheryl?

-Não! Além do mais as nossas coisas já estão quase todas nas caixas.

-Eu não acredito que vai embora de Londres, que vão tirar meu afilhado ainda bebé de perto de mim!

-Já falamos disso! Cheryl quer voltar a carreira dela em Los Angeles. Eu os amo e tenho uma família, vou com eles mas volto a Londres sempre que puder.

-Só não desapareça.

-Não vou! 

Liam me leva ao quarto de hospedes, há um pijama sobre a cama, imagino que Cheryl tenha colocado ali, ele me deixa com meus pensamentos.

Olho o telefone, a pelo menos cinco mensagens do Harry;

<Mensagem de voz>

-Sophia, onde está. Quero falar com você, me liga assim que ouvir.

-Acabei de chegar em casa! Cadê você, estou preocupado.

-Sophia por favor, não pode simplesmente desaparecer. Me liga!

-Sophia sou eu, amor volta para casa! Eu não sei o que fazer, me liga por favor!

<Mensagem de voz off>

Respondo as infinitas mensagens de voz dele com uma mensagem de texto. Dizendo que estou bem, na casa do Liam e que vou passar a noite aqui. Organizar meus pensamentos.

Talvez Liam tenha razão, minha vida sempre foi muito agitada e cheia de pequenas bombas para serem resolvidas. Isso não mudaria com meu casamento ou com todo meu passado finalmente resolvido. Só preciso achar uma forma de conseguir resolver tudo, isso inclui parar de brigar com Harry. Mais não aguentei ver ele é aquelazinha juntos hoje, vou mesmo tirar satisfação daquilo, mas com ela.

E cedo, acordo no apartamento do Liam, ouço um bebé chorar e tenho certeza que é o Bear. Me ergo da cama e vou de pijama até a sala, ele está com Liam e eu pego no colo, ele se aninha nós meus braços e logo fica em silencio. Cheryl olha da cozinha americana dela.

-Bom dia Sophia! Não consigo entender que conexão é essa que ele tem com você.

-Diz para sua mãe meu amor, que você adora a tia Sophia. De todas as tias é a melhor!

-Claro deixa, Ashley, Lola, Ester, Isabella, todos saberem disso. <Liam>

-Vão mesmo para Los Angeles?

-Temos que ir! <Cheryl>

-Vamos ficar bem lá. E você aqui, qualquer coisa sabe como me encontrar. <Liam>

-Obrigado Liam, por tudo. <Digo abraçando Liam de lado>

-Há...Sophia seu celular está tocando. <Cheryl>

Cheryl diz olhando o visor do meu telefone na mesa de centro do apartamento, penso que seja o Harry, louco atrás de mim, mais não é, pelo contrario é minha irmã Lola;

<Ligação on>

-Lola?

-Sophia, graças a Deus te achei. Ashley acabou de entrar na casa do papai, eu estava aqui, vim ver Ester e Ariana. Ela subiu para o quarto dela, chora sem para e não diz o que foi, ela não quer falar comigo nem com Ester. Papai já saiu para trabalhar e eu não sei o que fazer?

-Calma, ela está machucada ou algo assim?

-Não! Ester me disse que ela não dormiu aqui essa noite, estava com Louis, eu imaginei que talvez eles tenham brigado.

-Entendo! Eu...

-Sophia por favor, vem para cá agora. Ela só vai ouvir você irmã.

-Está bem, me dá alguns minutos ok!

-Tudo bem!

<Ligação off>

-O que foi Sophia, está branca? <Liam>

-Lembra quando disse que sou eu que ajudo tudo mundo. Bom você tem razão, emergência com Ashley tenho que ir.

-Você é a irmã, mas velha! Vai é fica bem, não esquece de ir resolver o assunto com Harry. <Liam>

-Eu vou!

-Vai Ashley precisa de você! 

Sorrio para o Liam, adoro a forma como ele me faz me sentir mais confiante. Me arrumo, Cheryl deu um jeito na minha roupa, meus cabelos são secos rápido e pego o carro indo para casa do meu pai, quando chego além de Ariana na sala com uma cara de quem não está entendendo nada. Safira e Anahí estão a brincar no tapete da sala e Lola e Ester se olham como se mundo tivesse acabando.

-O que houve afinal?

-Eu não sei, ela chegou chorando e foi direto para o quarto disse que não quer ver ninguém. <Ester>

-Tudo bem! Vou subir e falar com ela.

Subo as escadas até o segundo andar de presa, abro a porta do quarto da Ashley está tudo escuro.

-Ashley?

-Sophia?

-Sim sou eu, posso entrar?

-Sim!

Acendo um abajur do lado da porta, ela está na cama toda encolhida, me sento e ela apoia a cabeça no meu colo. Ashley está com vinte anos é fazendo faculdade de direito, Louis e ela estão namorando ainda, embora desde que Lola e eu nos casamos ela se sinta meio que a irmã que vai ficar para a titia. Pois Louis e ela vivem brigando o que eu imagino que tenha acontecido aqui.

-Quer me contar o que houve?

-Louis e eu discutimos! Eu vi uma mensagem no telefone dele.

-Isso de ficar vasculhando o telefone do namorado ainda existe?

-Espera até ter trinta e suspeitar do Harry, para ver se não vai olhar o telefone dele.

-Deus me livre! Mas está bem eu sei que vocês dois fazem isso. O que viu lá?

-Sabe a insuportável da Stella, a nova gerente do administrativo.

-A vadia que estava dormindo com Zayn e conseguiu um fato heroico, trair o Malik?

-Isso! Tinha umas mensagens dela, eles estão conversando. Ela dá uma de coitadinha, a verdade que desde que Malik e ela começaram a brigar ela está atirando para qualquer lado, para se dar bem na reis.

-Eu sei! < digo me lembrando da cena ridícula de ontem>

-Quero matar o Louis!

-E eu ao Harry!

-O que o Harry tem haver nessa história toda?

-Nada! Continua, me diz que discutiu muito com ele por falar com a vadia.

-Sim! E aí está o motivo, ele me disse coisas horríveis. Eu fiquei muito mal Sophia, principalmente agora.

-Como assim principalmente agora?

Ela me olha e então abre a boca de novo, chora alto e muito forte, acalmo ela mais isso me preocupa, o que...

-Ashley, o que houve? Me diz?

-Eu to grávida! 


Notas Finais


Olá meus amores, tenho que dizer que recebi uma mensagem de uma de vocês hoje que subiu meu nível;
" ME ACHEI A ESCRITORA", pelo menos em 100%.
Beijão ESPECIAL, para Deenisee, Deeh. Amo todos vocês!
Obrigado por lerem e pelo carinho de sempre.
Enfim, Ashley ta o que?
Comentários?
Look: https://www.pinterest.es/pin/281193570468770929/
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...