História Perfect- Third season - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Shawn Mendes, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Harry Styles
Tags Drama
Visualizações 110
Palavras 1.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Aprendendo a ter fé!


Fanfic / Fanfiction Perfect- Third season - Capítulo 8 - Aprendendo a ter fé!

Pov's Sophia 
Encaro meu marido, ele pega o celular nas mãos e por alguns segundo parece pensar no que fazer, desliga a ligação e o aparelho, sorri e diz que vai ficar conosco, algum tempo depois de meses sem ele totalmente presente em casa, parece um sonho. Eu sou mulher e não burra ainda está na minha cabeça a ligação no escritório do dia em que Liam estava aqui e ele desapareceu só voltando tarde da noite, ou as manchas de batom dia ou outro na camisa dele, mas eu realmente quero acreditar, pelos meus filhos e por todos esses anos juntos que Harry não seria capaz de me trair, sorrio, e depois de um café caprichado, resolvemos que vamos fazer piquenique no parque da cidade, as crianças ficam animadas e juntam tudo que podem para levar para brincar, ou correr com Layde pelo parque, Harry e eu nós arrumamos, e eu preparo uma cesta de comidas, tudo pronto todos no carro. Harry e eu quando solteiros ou com apenas Alice e Stefan tínhamos cada um uma BMW, mas aí veio Alex e Peter então, cada um tem, FREEMONT, espaço e cabe todos, Alice vai com Layde nos últimos bancos, os rapazes depois e Harry e eu nos bancos da frente, ele usa óculos escuros e liga o rádio alto, canta com as crianças o que me faz rir, toca KIWI de um cantor famoso em Londres, é em alto som no carro, e eles parecem loucos cantando; 

Deixando-me louco, mas eu gosto, mas eu gosto 

Eu meio que gosto 

Está ficando louco 

Acho que estou perdendo a cabeça, perdendo a cabeça 

Mas eu acho que ela disse 

"Vou ter seu bebê, não é da sua conta" 

"Vou ter seu bebê, não é da sua conta" 

"Vou ter seu bebê, não é da sua conta" 

"Vou ter seu bebê, não é da sua, não é da sua" 

-Canta Sophia! 

-Está alto Harry, abaixa isso ou a polícia vai nós parar! 

-Amor! Canta! 

-Mamãe canta! <Peter diz balançando meu banco>  

-Meus Deus eles nem sabem o que significa essa música! 

<Barulho de sirene>  

-Policia! Ótimo! <Harry> 

-Eu disse que a música estava alta! Está todo mundo de sinto aí? 

-Sim mamãe! 

-Bom dia senhor , senhora!  

-Bom dia policial algum problema? 

-Não só música alta, não acha senhor?  

-Styles! Eu sei minha esposa disse mesmo, meus filhos...desculpe senhor não vai se repetir. 

-Tudo bem! Documentos do carro, carteira? 

-Aqui! 

Harry entrega os documentos, ao policial e as crianças do retrovisor apenas observam assim, que ele libera Alice logo o agradece; 

-Obrigado Policial! 

-De nada querida! Tem uma linda filha senhora... 

-Velasco! Sophia Velasco! 

-Sophia! Passar bem e bom passeio senhor Harry Styles! Tem uma família linda. 

-Obrigado Policial!  

Harry acelera o carro, e continuamos o caminho rumo ao parque que é o destino, as crianças se distraem conversando e ele aperta minha perna me questionando; 

-Velasco? 

-O que foi? 

-Desde quando se apresenta com seu nome de solteira? 

-E um dos meus nomes não e meu amor, qual problema? 

-E casada por um motivo, assinou quinze mil documentos com sobrenome Styles por um motivo, não é Velasco, e Sophia Styles! 

-Está bem vou me lembrar disso! O que você e agora o marido louco e possessivo.  

-Velasco! 

Harry diz querendo mostrar que ficou magoado, mas a verdade e que desde Isabella me fez voltar a Royal e artisticamente sou conhecida por Velasco, me cai bem usar, não que eu não goste de ser a senhora Styles. Mas e habito, chegamos em fim ao parque as crianças correm perto de nós e logo achamos um canto, Layde e Alice brincam ela joga uma vara e Layde corre para pegar, os meninos estão brincando com alguma coisa correndo, e Harry e eu sentamos abaixo de uma arvore, ele me abraça e me beija observo nossos filhos e me sinto em paz como a muito tempo não fico; 

-Não me deixa te morder, mas quando a gente tiver na cama! 

-Ficou marca? 

-Tem belo roxo no seu pescoço! 

-Sinto falta disso! Ter você conosco, tem tanto tempo. 

-Me desculpa Sophia! Eu sei que estou ausente, na vida deles nas nossas juntos, e que as coisas no escritório vieram tão rápido e aí quando vi haviam meses e eu nunca tinha tempo para vocês! 

-Esquece já passou! Só ficar, com a gente e comigo! Promete? 

-Eu não vou a lugar algum amor! 

-Mamãe olha o que pousou no graveto!  

Alice diz perto de nós e no graveto que ela jogava alguns minutos para Layde tem uma bela borboleta, amarela, me inclino um pouco e observo, e linda e está para perto das mãos de Alice, ela continua me questionando; 

-E linda filha! 

-O que significa mamãe? 

-Borboleta amarela! Quer dizer nova vida. 

-E o que significa ela pousar aqui em mim. 

-Bom você ainda e muito nova não é! Deve ser por isso, minha princesa.  

A agarro e ela cai deitada no meu colo, faço cocegas nelas e as mãos do Harry ao redor de mim me ajudam, ela para de rir; 

-Eu amo vocês! 

-Nós também te amamos filha! 

-E eu sou homem, mas feliz do mundo por que tenho as duas mulheres, mas linda de Londres! 

-E para quantas você diz isso!  <Alice e eu falamos juntas, fazendo Harry rir e fazer cocegas em nós; >

-Papai ajuda a gente subir a pipa? 

-Claro filho to indo!  <Harry se levanta e vai aos garotos, Alice por um lado, mexe no meu cabelo e me encara com olhos fixos;>

-O que está pensando minha bonequinha? 

-No quanto eu amo você, o papai e os meus irmãos!  

-Ama é! E vai ser assim para sempre?  

-Sim mamãe, mesmo se um dia não estiver aqui! 

-Isso está longe de acontecer meu amor! Você ainda tem muito tempo comigo, com papai, com seus irmãos!  

-Eu sei! <ela dá uma risada gostosa> -Mamãe dói...a morte? 

-Quem te falou sobre isso meu amor? 

-Eu ouvi uma vez na escola, uma professora falava de uma menina, ela estudava lá e de repente nunca, mas a vi. Eu ouvi ela dizerem que ela morreu, queria saber o que isso. 

-Meu bem morrer, e dormir, um sono profundo, não se sonha apenas dorme.  

-E nunca, mas se acorda mamãe ?  

-Acorda! A mamãe acredita que um dia, um homem com feridas nas mãos e um grande amor no coração te acorda. 

-E aí mamãe? 

-E aí meu amor, que ele vai te levar para um lugar tão lindo, que nunca mais vai haver dor, fome, ou qualquer coisa ruim! 

-Mamãe esse homem e Jesus, não é? 

-Sim meu amor, e ele! A mamãe acredita nisso, e isso e ter fé! 

-Fé? 

-E acreditar no que não se pode ver!  

-Mamãe eu posso ter fé?  

-E claro que pode! Sua avó, a que você não conhece... 

-Eu sei a vovó Anahí, que vovô Alex casou antes da vovó Ester!  

-Isso! Ela ensinou uma coisa para mamãe quando eu era pequena. 

-Como eu sou? 

-A mamãe era ainda, mais pequena, ela dizia: " Se tienes fe y puedes veras!" 

-E o que significa? 

-Eu te ensinei espanhol mocinha o que significa? 

-Se ter fé podes ver? 

-Isso! E só abrir os olhos, tudo está bem na sua frente, o amor, a vida isso e sagrado, e a nossa fé nunca deve parar de brilhar. 

-Siempre brilharas? 

-Sim mi ninã! Siempre brilharas! 

Depois daquela conversa com Alice, ali vendo Harry e os meninos brincando, eu senti meu peito apertado, fé, a mesma que anos aprendi a ter, mas minha vida já foi tão difícil e houve vezes que achei que jamais estaria aqui com minha filha nós meus braços, mas as perguntas dela e qualquer coisa que me fizessem pensar num futuro sem qualquer um dos cinco me apertava o peito! Mas eu tinha fé e continuaria usando ela como usei a minha vida toda.  


Notas Finais


Olá pessoas! Gente não sei no que vocês acreditam mas deu para reparar no que eu creio! Não e sobre religião ou não esse capitulo era preciso e realmente to chorando aqui.....Mas o que acham que vem por ai? Querendo matar o Harry eu também!
Comentários?
Segue Look: <https://www.polyvore.com/cgi/set?.locale=pt-br&id=230835745>
Beijokas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...