História Perfect Boy - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Demashitaa! PowerPuff Girls Z, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens Docinho, Durão, Explosão, Florzinha, Fortão, Kaoru Matsubara (Powered Buttercup), Lindinha, Miyako Goutokuji (Rolling Bubbles), Momoko Akatsutsumi (Hyper Blossom)
Visualizações 34
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo Três: O universo em seu olhar.


Blossom encontrava-se sentada em um banco na pracinha. Um vento suave soprou do oeste, batendo-o conta o rosto de Blossom e fazendo os fios ruivos dançarem suavemente junto da leve brisa.

Já fazia cerca de dez minutos em que Blossom estava a espera de Brick. Eles haviam combinado de se encontrarem na pracinha as 15:00.

— Olá. — Brick sorriu para a garota.

— Você está dez minutos atrasado. — Blossom respondeu irritada.

— Não sabia que você vinha com função relógio. — Brick respondeu sarcástico, fazendo Blossom revirar os olhos. — Venha. — Brick segurou a mão de Blossom.

 

— Oque pensa que está fazendo? — Blossom indagou com o rosto vermelho, olhando envergonhada para suas mãos entrelaçadas.

— Te levando para um lugar que aposto que irá gostar. — Ele sorriu, exibindo seus dentes brancos perfeitamente alinhados, Blossom suspirou, e permitiu que o mesmo guia-se para tal lugar.

Ambos caminharam em direção ao carro de Butch que Brick havia pegado emprestado. Eles adrentaram no veículo, Blossom jogou sua bolsa no banco trazeiro e ajeitou-se no banco do passageiro, os dedos de Brick deslizavam pelo volante, ele deu a partida no veículo.

 Já faziam vinte minutos que estavam na estada, Blossom desligou a tela de seu celular e encarou Brick. — Aonde estamos indo? — Blossom perguntou, não conseguindo esconder sua curiosidade.

 — Você vai ver. — Brick sorriu de canto. — Nos já chegamos. — Blossom o encarou com um sorriso de canto.

 — Admito, isso é uma idéia criativa pra um encontro. — Blossom admitiu, fazendo uma leve curvatura aparecer nos lábios do ruivo.

— Isso é um encontro? — Brick sorriu minimamente.

— Calado, Brick. — Blossom murmúrou envergonhada, olhando na direção oposta de Brick, em uma falha tentativa de esconder o rubor em suas bochechas. — Faz muito tempo que eu não ando patino.

— Eu nunca patinei. — Disse Brick.

— Me trouxe pra uma pista de patinação, e não sabe patinar? — Blossom indagou risonha. — Eu te ensino. — Ela sorriu.

 — Certo. — Brick concordou.

Motivada pela animação, Blossom segurou na mão do albino, puxando-o mas apressadamente pra dentro. Assim que entraram, a música Body Gold foi ouvida, fazendo Blossom sorriu animada, e caminhou na direção de um funcionário, questionado tudo oque precisava saber pra patinar, aonde pessoas patinavam com perfeição e outras caiam a todo momento. Quando Brick seu deu conta, a ruiva segurava dois pares de patins.

Após ambos colocarem seus patins, andrentatam na pista. Pra Brick o primeiro desafio, foi tentar se equilibrar e depois andar no gelo sem cair. Blossom forá a primeira a pegar o jeito, pois a mesma já tinha experiência com os patins, apenas fazia alguns meses que não patinava, mas a ruiva estava longe de ser experiente, algumaa vezes ela ameaçava cair.

Brick ameaçava cair, Blossom aproximou-se de si, com um sorriso de deboche formado em seus lábio. — Antes que comece a reclamar lembre-se que foi você quem me convidou pra cá. — Ela riu.

— Tem como me ajudar? — Brick pediu.

 — Me chame de mestre. — Blossom disse com um sorriso de canto, fazendo Brick rir. — Me dê sua mão. — Ela pediu tímida.

Blossom ergueu suas mãos até Brick, que pareceu duvidar um pouco da ajuda da loira, porém, acabou segurando firmemente a mão da garota, e sem aviso prévio, Blossom começou a patinar lentamente, puxando-o, e o ruivo ria sem motivos, fazendo-a rir junto.

— Você está conseguindo. — Blossom sorriu, soltando as mãos de Brick que na mesma hora segurou-a de volta.

Blossom encarou-o, Brick sorriu, segurando firmemente a mão da garota. 

— Entendi o recado. — Ela debochou, sorrindo de canto.

— Entendeu mesmo? — Ele sorriu, um sorriso muito fofo, na opinião de Blossom. 

 A próxima música começou a tocar, Blossom reconheceu-a no mesmo momento, Talking Body. Por impulso, a ruiva soltou sua mão da dele, mas ao solta-lo, o mesmo perdeu o equilíbrio e a puxou pra trás.

Blossom caiu em cima de Brick, e antes que perceberam, já estavam rindo muito, Blossom se encontrava rindo sem parar. 

Os rostos deles estavam a poucos centímetros de distância. Brick conseguia escutar o seu coração bater a mil por hora, e perguntava-se se Blossom também conseguia ouvi-lo. 

Blossom afundando seu rosto no pescoço de Brick, que ria junto, envolvendo seus braços pelas costas de Blossom.

Blossom ergueu sua cabeça, sorrindo e olhando a expressão de Brick, o mesmo encontrava-se vermelho de rir.

Os dois se encararam e pararam de rir, Blossom fitou os olhos de Brick. Eles eram como pequenas faíscas de fogo, mas, prontas pra incendiar tudo a sua volta. Ele tinha um olhar intenso.

As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar.

Os seus corpos unidos propositalmente, foi o suficiente pra fazeremo-os se arrepiarem e sentir seus corações baterem mais rápido.

Blossom sentiu um calor diferente dominar seu interior. Ela não conseguia reunir palavras o suficiente para explicar as sensações que sentia naquele momento, apenas sabia que estava adorando cada segundo. 

 No calor do momento, e pouco se importando com as pessoas em volta que olhavam. Brick ergueu uma de suas mãos, colocando-a na nuca de Blossom, que mas uma vez, se arrepiou.

Blossom erguei uma de seus mãos, e deslizou pelo lábio de Brick, em seguida para o queixo, logo em seguida leventou seu olhar pra ela novamente, aquele calor, certamente era o amor. Por impulso, Brick aproximou-se do rosto de Blossom.

 — Os dois poderiam parar com esse namorico no meio da pista. — Um funcionário gritou, chamando atenção de ambos. — Por acaso se perderam no olhar um do outro e acharam um universo diferente? — Ele perguntou irritado.

— Me desculpa. — Blossom gritou pra o funcionário, após se levantar em cima de Brick.

— Oque a gente tava fazendo? — Blossom perguntou riu alto.

 — Me perdi no seu olhar e achei um universo diferente. — Brick respondeu com irônia, porém, foi isso mesmo, ambos haviam se perdido no brilho do olhar um do outro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...