História Perfect Date - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Taehyung, Yoongi
Visualizações 294
Palavras 1.991
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeee leitores lindos. Olha eu aqui.

Esse projeto não saia da minha cabeça, portanto resoltar soltar ele enquanto o novo de PdD não sai. É o seguinte, serão 7 capítulos, 7 encontros, com os 7 membros do BTS, encontros dentro dos perfis deles ❤❤❤❤.

O primeiro é com meu amado Park Jimin, inspirado no vídeo que o Jungkook que em Tokyo.

Espero que gostem ❤❤❤. Boa leitura.

Capítulo 1 - Perfect Sunny Day.


Fanfic / Fanfiction Perfect Date - Capítulo 1 - Perfect Sunny Day.

O dia amanheceu ensolarado.

Definitivamente aquele era um bom dia, pelo visto ele tinha procurado antecipadamente informações sobre o tempo, estava ameno e com certeza não choveria.

Escolhi uma boa roupa para vestir, seria nosso primeiro encontro oficial e estava nervosa, não sabia para onde ele me levaria, nem quais eram os planos dele, a história de ontem a noite tinha sido, "quero te surpreender" e eu definitivamente não imaginava o que se passava pela cabeça dele. Eu gostava disso, de ele ser imprevisível, mas ao mesmo tempo me passar a sensação de que não me decepcionaria.

Peguei o metrô indo para o Centro da Cidade, para estar no horário combinado em frente ao café que nos encontramos pela primeira vez, ali sempre era nosso ponto de partida, eu gostava de ele agir como se ali fosse um lugar especial. Ela já estava lá. Vestido com uma jaqueta de couro preta e um boné também preto, escondendo seus fios loiros, um óculos escuro para tentar disfarçar quem ele era de verdade, mas só deixava ele ainda mais bonito, eu me sentia patética diante da imagem descomunal dele.

- Ah você chegou - ele falou sorrindo tão calorosamente que aqueceu meu coração.

- Eu demorei? - falei.

- Não, eu acabei de chegar - ele era tão educado, eu sabia que ele devia estar me esperando há algum tempo já.

- Aonde vamos? - perguntei de repente nervosa.

- Hmmm, você pode me ajudar com algo? - ele sorriu. Eu o encarei. - Preciso comprar um casaco novo e achei que você poderia me ajudar.

- Claro, vamos - falei. Ele abriu a porta do carro que estava atrás dele para que eu entrasse, uma música animada tocava baixinho no carro, que tinha cheiro de Pinho misturado com o perfume dele.

A cidade cintilava em um dia fresco enquanto ele dirigia despreocupadamente, mantendo uma conversa aqui e ali comigo. Entramos em uma grande loja de departamento, pegamos o elevador e subimos até o 5° andar, era uma ala inteiramente masculina e de marcas caras. Eu particularmente nunca entraria ali se não fosse por causa dele, parecia que ate mesmo manchar alguma coisa custaria caro. O segui até a loja que ele escolheu.

- Hmmm, o que será que fica bem em mim? - ele pensou em voz audível.

- Definitivamente qualquer coisa - soltei sem pensar. Ele riu tombando a cabeça para trás, formando linhas únicas nos olhos o deixando encantador. Sua mão veio até o alto da minha cabeça acariciando ali despreocupadamente. Ele era tão livre.

- É mesmo? - ele perguntou. Park Jimin era desses! O tipo que gostava de ouvir elogios, mesmo que fosse meio que sem querer.

- Hmmm - respondi envergonhada.

Assisti ele colocando e tirando alguns casacos, experimentando os que lhe melhor caiam, ele também falou que gostaria de levar algo para o seu irmão, e optou por levar três peças, duas para ele e uma para o irmão, ele parecia tão generoso.

- Você já comeu? - ele perguntou. Neguei com a cabeça. - Ótimo, vou te levar à um dos meus locais favoritos, depois disso vamos nos divertir Hmmm?

Fomos até um restaurante que segundo ele era um de seus favoritos, comemos macarrão, como um idol podia ser tão simples?

- Você gosta? - ele perguntou.

- Hmmm, Gosto. - respondi.

- Eu também Gosto, ainda mais se for com você - o encarei sem saber o que dizer. - Eu realmente gosto de comer com você.

- Jimin-ssi... Eu... - a verdade é que era tão calmo estar com ele, era tão fácil, soava tão natural, ele tinha uma áurea incrível, era leve e divertido. - Eu também gosto.

- Vamos fazer isso mais vezes Hmmm? Sempre vou abrir espaço para você em minha agenda. - ele tirou um gole de sua água. Pensando bem, eu nem sabia em como tinha chegado até aqui com ele, nem sabia como tinha acabado por estar em um encontro com um idol famoso e ocupado como ele, ele era tão natural que fazia parecer que sempre fora assim, que eu e ele sempre saíamos juntos. Para falar a verdade eu sequer sabia o que ele tinha visto em mim, uma simples mortal.

Depois de comermos ele me levou até um parque de diversões, um lugar divertido e abarrotado de pessoas.

- Vai ficar tudo bem se... Se a gente for visto aqui? - perguntei. Ele parou de frente para mim tirou seu boné e colocou em minha cabeça.

- Você vai ficar mais a vontade se for assim? Eu vou comprar outro para mim - ele disse. Eu concordei e ele sorriu pegando em minha mão. O seu toque era tão doce e sutil, soava tão respeitador. Encarei nossas mãos entrelaçadas enquanto ele comprava outro boné para si. - Vamos brincar no quê primeiro? - ele analisou o mapa do parque. - Montanha russa... Você gosta?

- Pode ser - eu tinha verdadeiro pavor, mas não diria isso, não ia estragar o dia livre dele com brinquedos infantis. Caminhamos lado a lado e o disfarce dele parecia funcionar, já que ninguém parecia nos reparar. Cerrei meus dentes apavorada quando sentamos no carrinho da montanha russa e os assentos travaram, ele resolveu tirar uma foto nossa e guardar de lembrança a minha futura pior memória de todas.

- Posso segurar a sua mão? - perguntei. Ele passou o braço direito em volta dos meus ombros trazendo meu corpo para junto do dele e entrelaçou os dedos da mão esquerda nos meus, me encarando em seguida.

- Pode se agarrar em mim sempre que quiser - falou. O carrinho deu um solavanco anunciando que começaria a andar, mas da forma como estávamos eu realmente não me sentia com medo, novamente tudo simplesmente parecia natural, como se fosse feito para ser assim. E no final das contas foi divertido porque eu confiei nele e na proteção dele. Mas eu mal conseguia andar quando saímos do brinquedo. - Acho que é melhor tentarmos algo mais calmo não é? Hmmm... te tal aquele? - ele apontou para uma xicaras que pareciam girar muito rapidamente, mas eu concordei.

Sentamos de frente para o outro e ele sorriu para mim antes do brinquedo começar a girar, era divertido, ele sorria como um bobo enquanto girava o volante bem no meio da xícara para rodar mais rápido. Eu não conseguia evitar o sorriso em meu rosto ao ver sua imagem tão despreocupado e aparentemente tonto.

- Aish! Sério eu estou ficando tonto - ele falou rindo.

- Jimin- ssi está tudo bem? - perguntei, enquanto ainda girávamos, ainda não conseguindo conter o riso frouxo em meu rosto.

- Aish, eu realmente estou tonto - começamos a rir juntos, era tão divertido. Assim que o brinquedo parou desceu colocando as mãos na cintura se agachando um pouco. - Como um brinquedo desses pode ser para crianças? - perguntou apontando para o brinquedo e eu ri.

- Jimin-ssi nem era tão rápido - zombei.

- Yah! Eu fui tão legal com você na montanha russa - ele disse sério. Eu desfiz o sorriso imediatamente me sentindo má por ter zombado dele.

- Desculpa eu... - Ele endireitou a postura pegando em minha mão.

- Era brincadeira Hmmm? Deve realmente ter sido engraçado me zoar!

- Jimin-ssi... - balbuciei. Por que ele tinha que ser tão educado e encantador? Só fazia com que eu queresse estar mais tempo com ele.

-Vem vamos andar por aí - caminhamos lado a lado despreocupadamente, ele parou em uma barraca de tiros para conseguir um urso de pelúcia para mim. Eu apontei para o Polvo roxo que tinha chamado a minha atenção e ele, mesmo tendo errado na primeira e segunda tentativa, como bom competidor que parecia ser, Não desistiu e só parou de tentar quando recebeu o Polvo em suas mãos, passando para mim.

- Obrigada - Eu falei abraçando o Polvo.

- Que inveja! - ele disse colocando as mãos nos bolsos da jaqueta- Eu que lutei pra ganhar e o Polvo que ganha abraço... - suspirou. - O mundo é tão injusto! - sua voz carregava um drama bem atuado por ele.

- Jimin-ssi... - murmurei, ele passou de novo a mão do alto da minha cabeça me fazendo corar, rindo do meu constrangimento.

Caminhamos um pouco mais de tempo pelo parque e brincamos em outros brinquedos que tinham lá e não eram tão radicais nem viravam tanto para não deixá-lo tonto. Foi um momento divertido, voltamos para o carro e fomos até um café, onde dividimos um pedaço de bolo de chocolate com café, estava gostoso. Parecia que com ele tinha ficado mais gostoso ainda.

- Sabe... Eu... Realmente gosto desse momento - ele disse.

- Jimin-ssi, tem sido bom estar com você, me sinto leve - sorri.

- Aigoo... Se você continuar sorrindo assim eu definitivamente não vou parar! - me alertou.

- Ninguém disse para parar... - sussurrei.

- Que? - ele pareceu ouvir.

- Nada! - sorri de novo.

Entramos em seu carro, de novo tocando uma música animada, a cidade já estava escura e estávamos indo em direção à minha casa. De tempos em tempos ele olhava em minha direção, agora sem o boné e sem os óculos, ali ele não precisava esconder quem ele era. Ele tinha o rosto tão incomum, e sua figura era muito bonita, como se tudo tivesse sido desenhado e perfeitamente planejado.

- Acho que chegamos - ele falou, era a primeira vez que ele me trazia em casa, não estávamos em uma espécie de namoro, mas já tinha algum tempo que nos víamos, apenas não era oficial, não como hoje. Ele desceu do carro e correu para abrir a porta para mim.

- Obrigada Jimin-ssi - falei assim que desci do carro.

- Eu... Eu realmente me diverti hoje - ele disse sorrindo, sempre sorrindo.

- Eu também, apesar da montanha russa... - Eu ri de volta apertando meu novo amigo polvo de pelúcia.

- O que fazer quando você é tão fofa? - ele apertou minha bochecha. Eu novamente corei. - Eu quero te ver de novo, já estou com vontade de sair em um novo encontro... - ele riu envergonhado.

- Hmmm, eu... te ligo - falei. O silêncio constrangedor pairou entre nós. E ficamos olhando para lugares aleatórios por um momento. - Acho que eu...

- Ah sim! Entre - ele gesticulou para que eu entrasse, porém eu não me movi, queria olhar para sua imagem o quanto desse para não esquecer do dia incrível que eu tinha tido com ele. Ele me olhou sério. - Que foi...? Se você continuar e olhando assim eu vou achar que você quer ganhar um beijo! - ele falou, arregalei os olhos, Não que não fosse isso, mas eu não queria que ele achasse que eu era esse tipo de garota.

- Jimin-ssi eu... - E seus lábios já estavam nos meus, tão macios, parecia que eu tocava o céu. Meu coração acelerou e eu realmente me senti incomum nesse momento.

- Tudo bem - ele falou assim que se afastou. - Não é como se eu não quisesse, afinal eu queria, muito - pisquei os olhos perplexa, Park Jimin tinha mesmo me beijado. - Eu... Te ligo mais tarde. - falou indo em direção a porta do carro.

- Tudo bem - falei. Ele entrou, baixou o vídeo do carro e me encarou do volante.

- Eu vou mesmo ligar hein? - Eu sorri.

- Eu vou esperar - falei acenando para ele. Ele deu a partida no carro e saiu, dobrando na esquina e sumindo do meu campo de visão.

Encarei o céu encantada, se esse não tinha sido um dia perfeito, nenhum outro seria, meu celular vibrou. Era uma mensagem.

"Vou escolher outro dia perfeito de sol para nos vermos de novo!" Eu ri. Park Jimin era assim, leve, livre, bonito e confiável. Totalmente meu tipo ideal.


Notas Finais


E então? Gostaram? Continua?

É super fofo né?? Eu estou amando esse projeto, Não tenho data certa para o próximo, mas fiquem atentos. Obrigada a quem leu e até a próxima 😙😙😙😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...