História Perfect For Me - Camren (G!P) - Capítulo 162


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Ally Brooke, Ariana Grande, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Norminah, Vercy
Visualizações 1.565
Palavras 2.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


NOTAS FINAIS !!!

Capítulo 162 - Está tudo acabado


P.O.V Lauren

- Eu fui na empresa Camz, só isso. _ Eu sabia que tinha que dizer a verdade, mas não agora, assim, desse jeito, Camila não está em condições de se estressar, acabou de sair do hospital e não está totalmente recuperada.

- Eu quero a verdade Lauren, não mente pra mim... eu vou perguntar mais uma vez. Onde você estava? _ Olhei pra Lya e a coitada estava branca, seria até uma cena engraçada se não fosse cômico.

- Eu estava na empresa Camila, eu já disse amor. _ Tentei transparecer o mais calma possível mas ela olhava bem dentro dos meus olhos como se quisesse arrancar a verdade através deles. - E esse perfume deve ser da Ariana porque ela pegou a Megan no colo.

- Lauren a Ariana não usa esse perfume, você acha que não sei?

- Diz logo a verdade menina Lauren, é melhor que seja agora. _ Lya fala de uma vez e eu à encaro estática. Se ela queria ajudar acabou me ferrando ainda mais.

- Que verdade Lya? _ Camila pergunta nervosa.

- Nada Camz. _ Tento mudar o rumo do assunto.

- Eu não perguntei nada pra você, Lauren... Não agora! _ Me fuzilou com os olhos depois olhou pra Lya. - O que foi Lya?

- E-eu não sei se poss.. _ Ela ia falar mas eu interrompo.

- Nos dê licença Lya, deixa eu conversar com ela. _ Peço naturalmente e Lya saí em seguida, Camila se ajeita no sofá sem tirar os olhos de mim.

- Quer dizer que até a Lya sabia disso? _ Pergunta séria ao me ver sentando do seu lado.

- Não filha, Megan não pode. _ Falo quando vejo minha filha querer pegar um dos enfeites da mesinha de centro e ela se afasta... Logo volto minha atenção a Camila. - Eu fui me encontrar com a Halsey, Camila, mas foi pra resolver de vez aquele assunto, eu precisava dar uma explicação, e eu só não te avisei porque na situação em que você se encontra não seria nada bom passar por um estresse.

- Você sabe que não gosto dela, Lauren, deveria ter dado a porcaria da explicação por telefone.

- Caramba Camz, será que você acha que eu não sei me dar o respeito? Será que você acha que é só eu estar sozinha com a Halsey que vou ficar com vontade de te trair? _ Se a Camila soubesse o quanto me irrita e entristece ouví-la dizer esses absurdos... Se soubesse de verdade não agiria assim. Apesar de que as vezes eu acho que ela tem plena consciência do mal que me faz e mesmo assim não se importa.

- Você não... Mas ela sim, ela morre de vontade de reviver os velhos tempos com você Lauren.

- Quem te disse isso?

- Ninguém precisa dizer o que está mais que óbvio. _ Diz convicta e eu nego com a cabeça.

- Mesmo se ela quisesse alguma coisa comigo, o que importa é que eu não quero.Ouviu bem? Eu não quero. Não dá pra acreditar que você ainda tem ciúmes dela, mesmo sabendo que eu só tenho olhos pra você.

- E quantas vezes eu vou ter que dizer que meu problema não é com você e sim com ela? _ Mais uma vez não digo nada, apenas me levanto e antes de dar o primeiro passo ela segura minha mão.

- Onde vai?

- Vou pedir para as babás darem um banho nos bebês e eu vou tomar o meu... Não vou discutir com você mais uma vez por causa da Halsey, já dei esse assunto por encerrado. _ Sem ser grossa puxo minha mão e saio andando em direção as escadas.

...

Peço para as babás buscarem os bebês lá na sala e vou para o meu quarto entrando direto no banheiro, tomo uma ducha sem pressa, coloco uma roupa confortável e desço para almoçar, não vejo Camila na sala então sigo para a cozinha, ela estava lá, sentada á mesa, nossos filhos também estavam, porém em suas cadeirinhas e as babás davam almoço à eles.

- Papáaa... papáaa _ Eles chamam assim que me vêem, fazendo um sorriso involuntário surgir em meus lábios, vou até eles e beijo o topo de suas cabeças, sentindo o olhar da Camila sobre mim.

- Vocês podem ir, eu dou almoço à eles, quando terminar chamo vocês. _ Falo simpática pras duas mulheres que concordam e saem em seguida, puxo uma cadeira próxima deles e me sento, Lya começa a servir meu prato e eu apenas acompanho com o alhar até que ela termine. - Obrigada, Lya.

- Não foi nada, filha. _ Sorri pra mim. -Camila, quer mais suco ?

- Não, obrigada Lya... Você pode retirar o meu prato, eu já terminei.

- Mas você nem tocou na comida.

- Pois é, perdi o apetite! _ Responde de maneira provocativa, deixando óbvio que o motivo era eu.

- Mas, filha você.. _ Lya ia completar porém eu à interrompo, minha paciência para birras era muito curta.

- Deixa ela Lya, Camila já é bem crescidinha pra ficar fazendo birra por causa de nada, se ela não liga pra própria saúde e quer ficar com fome a escolha é dela.

- Vai a merda Lauren... Você quem faz as suas palhaçadas e depois eu ainda sou obrigada a fingir que está tudo bem? Toma tendência.

- Toma tendência você !

- NÃO, TOMA TENDÊNCIA VOCÊ, SUA ORDINÁRIA, FOI VOCÊ QUE FOI SE ENCONTRAR COM AQUELA VAGABUNDA ESCONDIDO DE MIM E NÃO EU, ENTÃO AGORA NÃO ME VENHA PEDIR COMPREENSÃO. _ Ela altera o tom de voz, mas não era um grito, até o momento eu tentava me controlar mas depois que ela me chamou de ordinária eu não aguentei.

- AH, EU SOU ORDINÁRIA? ORDINÁRIA ESTÁ SENDO VOCÊ... DESDE O INÍCIO QUANDO COMEÇOU COM ESSES CIÚMES DOS INFERNOS E NÃO APRENDE A CONFIAR EM MIM. _ Grito e me arrependo no mesmo momento em que meus filhos começam a chorar assustados.

- Calma gente, olha as crianças aqui. _ Lya pede assustada e eu vou pegar Megan no colo, ela quem chorava mais.

- Desculpa filhinha, está tudo bem, desculpa a papá meu amor. _ Assim que falo isso vejo Flávia entrar na cozinha já pegando Louis da cadeirinha, entrego Megan pra Lya e as duas saem nos deixando sozinhas.

- Está vendo o que você fez? Conseguiu me fazer perder o controle na frente das crianças. _ Solto rude enquanto passo as mãos em meus cabelos de maneira nervosa, então ela se levantou e veio pra perto de mim.

- Agradeça a sua amiga, esse inferno todo que está acontecendo aqui é ela quem está causando.

- Não, quem está causando é você, só você Camila. E quer saber de uma coisa? Chega Camila, chega! Eu não aguento mais, você conseguiu o que tanto queria.

- O que você está querendo dizer?

- Que estou pondo um fim no nosso relacionamento... Acabou, eu já estou cansada da sua insegurança, você morre de ciúmes de uma coisa que aconteceu no passado, se você não gosta da Halsey o problema é seu, agora não venha dizer que sou uma sem vergonha e que trairia você, eu já te dei inúmeras chances de mudar e você não mudou, você sabia que uma hora eu iria cansar e eu cancei, cancei Camila.

- Eu não te chamei de sem vergonha Lauren, você não precisa fazer assim. _ Ela já começou a chorar e eu já limpava as lágrimas que rolavam dos meus olhos porque palavras não são suficientes para descrever o quanto me doía fazer o que eu estava fazendo.

- Não chamou, mas é o que você acha, droga Camila, você desconfia de mim o tempo todo, nosso relacionamento foi inteiro regado a eu fazer as suas vontades e tudo por causa do seu medo infundado de me perder, caramba eu também tenho sentimentos, também tenho coração.

- Lauren, eu sei que meus ciúmes é exagerado mas é só porque eu te amo, entende isso. _ Tentou me tocar mas eu me esquivei.

- Esse é o seu problema, acha que o amor é suficiente em uma relação. _ Balanço a cabeça freneticamente em negação enquanto ela me olhava um tanto amedrontada. - Você só esquece que a confiança é a base de tudo. _ Tiro minha aliança do dedo e deixo sobre a mesa, minha garganta queimava e meus olhos ardiam. - Por isso, considere-se uma mulher livre. _ Ela já chorava descontroladamente, eu não queria fazer aquilo, sentia minha alma doer e meu coração se partir ao meio, eu estava deixando ela, deixando o amor da minha vida, a família que sempre sonhei pra mim.

- Não faz isso Lolo, não faz, por favor. _Seu corpo colidiu com o meu e antes que eu me deixasse fraquejar à afasto de mim.

- Já tomei minha decisão... De você, agora eu só quero saber dos nossos filhos. _ Ela me olha apavorada. - Amanhã passo aqui para buscar as minhas coisas.

- Então é isso? Você está me largando por causa daquela prostituta barata? Agora eu entendo tudo, você foi se encontrar com ela pra combinar tudo não é? E ainda levou os meus filhos pra eu não desconfiar de nada, você fez tudo premeditado.

- Do que você está falando?

- É isso mesmo Lauren, vocês duas se encontraram só pra combinar que hoje você terminaria comigo pra ficar com ela, aquela infeliz conseguiu virar a sua cabeça e agora você está me deixando, ela conseguiu acabar com a nossa família.

- Você está louca Camila, vai se tratar, procura um psiquiatra pra cuidar da sua cabeça.

- Não eu não estou louca, estou bem lúcida, louca está você Lauren.

Aquela piranha é tão mais importante pra você a ponto de te fazer me largar nas vésperas do nosso casamento, e ainda mais, como se não bastasse deixar nossos filhos sem a outra mãe.

- Meus filhos não vão ficar sem mim, eu vou continuar dando todo suporte à eles você sabe muito bem disso, e chega Camila, chega, será que você não se cansa de me ofender ?

- Se agora falar a verdade pra você é ofender então não, eu não me canso.

- Verdade é o caralho, você acha que sabe a verdade e não sabe de porra nenhuma.

- É lógico que eu sei...Você pensou o quê? Que eu não fosse descobrir o seu plano com a Halsey? O tempo todo você me enganando com ela. _ Seus olhos estavam presos nos meus e ela me olhava com fúria, como se estivesse mesmo apostando todas as suas fichas que realmente Halsey conseguiu me virar a cabeça e eu já estava cansada de tentar provar uma inocência que pra ela não existe.

- Ok! Se é isso que você acha então tá. Fique ai e tire suas próprias conclusões porque eu já me cansei de dar murro em ponta de faca. _ Dei de ombros sem dar importância e fui sair dali mas ela veio pra cima de mim me dando tapas e murros.

- Para com isso, para Camila! _ Quanto mais eu pedia pra ela parar, mais ela me batia.

- SE VOCÊ QUER TERMINAR COMIGO PRA IR VIVER COM ELA ENTÃO TERMINE, MAS ANTES DE VOCÊ IR EMBORA EU VOU QUEBRAR A SUA CARA.

- PARA CARALHO, CALA ESSA BOCA, OU EU VOU TE DAR UNS TAPAS TAMBÉM. _ Grito com fúria nos olhos segurando seus punhos à chacoalhando com raiva, ela facilmente me fazia sair dos trilhos.

- Me soltaaa.. aaaiii _ Soltou um grunhido de dor e na mesma hora soltei seus braços tamanho foi o susto que levei, ela caiu no chão com as mãos na barriga enquanto se contorcia me fazendo entrar em desespero... A adrenalina foi tanta que eu até havia me esquecido que ela não estava bem de saúde, antes de sair da clínica o médico me pediu para não deixar com que ela sofra nenhuma emoção forte muito menos faça esforço físico, pois as consequências poderiam ser graves.

- O que foi? O que foi, Camila? _ Tentei tocar seu rosto mas ela não deixou, sua palidez repentina era de assuntar, mas meu coração faltou sair pela boca quando aos poucos sua calça moletom branca foi ficando vermelha de sangue.

***


Notas Finais


Oi meus amores, tentei não demorar tanto desta vez... Quero agradecer por todos os comentários e também quero falar sobre uma coisa muito importante.
Tem gente que está dizendo que a fic já passou da hora de acabar, porque já deu o que tinha que dar e etc.
Então eu só queria dizer que eu como autora sei a hora de parar, Ok, se eu achar que a fic vai precisar de 500 cps para ser finalizada então ela vai ter 500 cps... Não é querendo ser grossa nem nada, mas isso é chato demais.
Espero que me compreendam.
...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...