História Perfect Picture - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Drama, Romance, Traição
Visualizações 311
Palavras 3.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem eu voltei kkkkkkkk.
Espero que gostem do capitulo, comentem muito e é isso ai!

Capítulo 40 - Você me aceita de volta?


Fanfic / Fanfiction Perfect Picture - Capítulo 40 - Você me aceita de volta?

 

Pov Camila

 

Acordei com o sol invadindo a janela do meu quarto, por algum motivo eu a deixei aberta na noite passada. Quando chegamos da missa Lauren e eu ficamos na varanda, e nossa conversa totalmente estranha, deixou um clima um tanto quanto tenso entre nós.

 

 

Flashback on.

- Eu vou voltar para Nova York em 2 dias. – Lauren falou de repente me tirando dos meus devaneios.

- Sua vida não pode parar por minha causa, você tem compromisso com seus fãs, gravadora.

- E você? - Ela perguntou.

- Eu? Consigo me virar. – Falei olhando para o mar.

- Tem certeza que vai ficar aqui? Quero dizer, vai ficar bem aqui? – Ela perguntou e eu a encarei sem entender. Ela esperava que eu fosse com ela?

- Tenho que ficar Lauren, a vida é assim, não temos controle algum sobre ela.

- Entendo Camila, eu vou dormir. Boa noite. – Lauren falou indo em direção ao quarto de hóspedes.

Flashback off.

 

 

Levantei da cama tropeçando nas cobertas e fui fazer minha higiene pessoal e tomar um banho. Coloquei um short jeans e uma camiseta de uma banda qualquer e resolvi fazer um café da manhã. Lauren dormia tranquilamente no quarto de hóspedes, o que era estranho pois durante todos os dias ela tem acordado primeiro que eu.

Lauren deixava a porta do quarto aberta, pois queria estar atenta caso eu acordasse durante a noite, mas curiosamente eu tenho dormido bem, apesar de não comer muito, as vezes nada. Nos primeiros três dias eu realmente não comia nada, não saia da cama, apenas chorava e dormia. Lauren tem sido um anjo em minha vida, assim como sua família.

Clara veio até meu apartamento a pedido de Lauren, afinal eu não queria comer e nem sair da cama. E depois de uma longa conversa com Clara eu entendi que minha vida não poderia parar. Infelizmente eu não teria a presença de meus pais, mas eu também sabia que não estava sozinha e eu precisava me reerguer. E desde então eu tenho me forçado a comer, tomar sol mesmo que da varanda da minha sala.

Lauren saia de casa apenas para comprar comida, pois, meus armários estavam vazios e eu não tinha a mínima vontade de fazer compras. Estava entretida fazendo o café e nem notei Lauren parada no batente da porta me observando.

- Bom dia. – Falou com a voz rouca enquanto esfregava os olhos.

- Bom dia dorminhoca. – Falei sorrindo.

- Eu geralmente acordo primeiro que você, que horas são? – Ela perguntou e eu apontei para o relógio na parede que marcava 07:35am. – Nossa que cedo Camz.

- Nossa cedo mesmo. – Falei e voltei a atenção para as panquecas. – Por que não toma um banho enquanto eu termino aqui? – Perguntei e ela concordou.

Terminei as panquecas e enquanto Lauren estava no banho eu resolvi fazer um chocolate quente para ela. Ela fez tanto por mim nesses últimos 7 dias.

Depois de tudo pronto coloquei a mesa e Lauren logo apareceu vestindo uma calça de moletom e uma regata e fomos tomar café.

- Estava pensando, podíamos ir comer comida japonesa hoje à noite. - Lauren falou me olhando.

- Eu acho ia ótima ideia, faz bastante tempo que não como. - Falei tomando meu cappuccino.

- Eu tenho tanta coisa para resolver, eu já estou de cabelos em pé.

- Mas você ainda tem a Ivy, ela cuida de tudo. - Falei revirando os olhos e Lauren riu.

- Ivy será demitida, eu não gosto de pessoas que agem pelas minhas costas.

- O que aconteceu? - Perguntei sem entender.

- Quem você acha que dava informações sobre nossa localização para a Alexa? - Ela perguntou.

- Entendo, nunca sabemos em quem podemos confiar. - Falei e ela sorriu triste e assim a conversa foi encerrada.

Depois do café Lauren se sentou no sofá com meu notebook e entrou nas redes sociais e tranquilizou os fãs, e postou várias coisas. Depois de interagir com eles ela perdeu o dia em seu Tumblr, compartilhando fotos e frases dramáticas, o que de certa forma me fazia rir.

 

 

 

[...]

 

 

 

- Vamos Camila, eu fiz reserva e vamos nos atrasar. - Lauren falava da porta do quarto enquanto eu terminava de me arrumar.

- Lauren espera, eu estou terminando. - Resmunguei.

- Você está linda, não precisa de mais nada, vamos. - Ela falou de cara fechada.

"Mandona como sempre. " - Pensei sozinha.

- Aí vamos. - Falei passando por ela e indo em direção a sala.

- Você está mesmo linda. - Lauren falou sorrindo e eu me olhei no grande espelho e sorri de volta para ela.

Eu havia colocado uma saia estilo tubinho de cintura alta, quadriculada com uma pequena abertura na parte traseira, um cropped rosa de manga longa, prendi meu cabelo em um coque e fiz uma maquiagem suave, deixando o mais natural possível, e nos pés um salto alto também rosa.

Lauren apostou em um vestido básico preto que ia até abaixo do joelho, um salto preto e fez uma maquiagem que realçou seus belos olhos verdes. A cabelo preto a deixava ainda mais branca, o que me fez rir ao lembrar que eu a chamava de fantasminha.

- Tá rindo do que? - Ela perguntou contrariada.

- Você também está linda. - Falei e ela arqueou a sobrancelha.

- Tá rindo de mim por que eu estou linda? Camila você não está fazendo sentido.

- Não Laur, é que você com o cabelo tão preto assim fica ainda mais branca e eu lembrei de quando nos conhecemos e eu te chamava de fantasminha.

- Isso não foi nada gentil da sua parte. - Lauren falou com uma diversão disfarçada. - Tudo bem, vamos comer então? - Ela chamou e em concordei.

Fomos no meu carro com Lauren dirigindo, e não demoramos muito a chegar no restaurante. Logo começaram a passar e servir nossos pratos. Lauren havia me levado para um rodízio de comida japonesa e eu comi como se não houvesse amanhã, o que deixou Lauren extremamente feliz. A noite foi maravilhosamente agradável, e eu sabia que sentiria falta de Lauren, afinal em dois dias ela voltaria para a vida dela e eu ficaria sozinha. Eu tinha minhas amigas, mas a vida delas não poderia parar por minha causa.

Depois do jantar maravilhoso, fomos para casa e novamente ficamos na varanda conversando sobre diversas coisas, até que Lauren bocejou e anunciou que estava indo para o quarto de hóspedes dormir e eu me dei por vencida e segui para o meu.

 

 

 

Pov Lauren

 

 

 

- Você vai ficar bem mesmo? Tem certeza? - Perguntei novamente a Camila.

- Vou fica bem Lauren, eu prometo. - Ela falou sorrindo fraco. - Tem certeza que não quer que eu a leve até o aeroporto?

- Prefiro que fique aqui, eu vou de táxi Camz. - Falei e suspirei. Era hora de dar tchau novamente.

 

- Lauren? O que você achou desse arranjo? - Ralph chamou me tirando dos meus pensamentos.

- Como... - Falei e ele arqueou a sobrancelha. - Me desculpe. - Falei e ele sorriu largando o violão e se sentando ao meu lado.

- Você está fazendo de novo. - Ele falou me abraçando de lado e eu deitei minha cabeça em seu ombro.

- Fazendo o que? - Perguntei.

- Se preocupando. - Falou e eu suspirei. - Ela não é mais uma criança Lauren, e mais cedo ou mais tarde ela vai ter que aprender a lidar com tudo isso, já faz dois meses.

- Eu sei, mas ela parecia tão quebrada. Ela está constantemente triste. - Falei e ele me olhava penalizado.

- Como sabe?

- Demi me disse, ela esteve de férias e passou uma semana com ela. Ela não está bem.

- Você tentou trazê-la? - Ralph perguntou e eu dei uma risada afetada.

- Quando eu dei indícios de que queria chamá-la, ela disse que ficaria lá e que se acostumaria com isso. - Falei e ele assentiu encerrando o assunto.

Ficamos repassando algumas músicas e isso me distraiu por um longo tempo e quando me dei conta já era final da tarde. Estava no estúdio guardando minhas coisas em minha bolsa quando Tara entrou com o celular em mãos.

- Lauren olha só quem reviveu o canal. - Ela falou sorrindo.

- Camila? Mas o que é isso? - Perguntei pegando o celular de sua mão.

- Um cover, ela tem uma voz maravilhosa Lauren. - Tara falou e eu assenti com orgulho evidente no olhar. O vídeo já estava batendo 400k de visualizações.

Voltei do início e me sentei para assistir, sendo acompanhada por Ralph e Tara.

 

So lately, been wondering

Who will be there to take my place?

 

When I'm gone, you'll need love

To light the shadows on your face

 

If a great wave shall fall

And fall upon us all

 

Then between the sand and stone

Could you make it on your own?

 

If I could, then I would

I'll go wherever you will go

Way up high or down low

I'll go wherever you will go

 

Meus olhos marejaram ao ouvir sua voz rouca, baixinha, porém destemida. Ela estava emocionada, os olhos marejados.

 

And maybe, I'll find out

A way to make it back someday

To watch you, to guide you

Through the darkest of your days

If a great wave shall fall

And fall upon us all

Then I hope there's someone out there

Who can bring me back to you

 

If I could, then I would

I'll go wherever you will go

Way up high or down low

I'll go wherever you will go

 

Run away with my heart

Run away with my hope

Run away with my love

 

I know now, just quite how

My life and love might still go on

In your heart, in your mind

I'll stay with you for all of time

 

If I could, then I would

I'll go wherever you will go

Way up high or down low

I'll go wherever you will go

 

If I could turn back time

I'll go wherever you will go

If I could make you mine

I'll go wherever you will go

I'll go wherever you will go

 

Camila finalizou a música e uma lágrima solitária escorreu por sua bochecha e o mesmo ocorreu comigo.

- Não sei o que você ainda está fazendo aqui, vai atrás da mulher da sua vida. - Tara falou sorrindo.

- Ela fala como se eu não a quisesse mais. - Falei chateada.

- Ela passou por um baque muito forte Lauren, acredito que ela não estava pensando bem nada na época. - Ralph falou e Tara assentiu concordando.

- Pegue esse final de semana, vai atrás dela e tente concertar as coisas, eu sinto falta dos sorrisos que você dava ao lado dela.

- Vou fazer isso Ralph. - Falei sorrindo e logo depois fui embora.

Cheguei em minha casa e liguei para meus pais avisando que eu iria para lá no final de semana. Eles ficaram extremamente felizes em saber que eu estava indo, e mais felizes ainda quando eu disse que estava indo atrás de Camila.

O final de semana chegou rápido e agora eu estava desembarcando no aeroporto de Miami com Tara, e os seguranças estavam tentando conter os fãs. Quando conseguimos sair, fomos direto para a casa dos meus pais.

- Mãe, tudo bem? - Falei entrando em casa e abraçando minha mãe.

- Tudo Lauren, você poderia me ligar mais vezes né? Não é por que você é famosa que tem que esquecer a família.

- Me desculpe mãe, eu estava na correria. - Falei e dei passagem para minha assessora. - Mãe essa é a Tara, minha assessora e a melhor pessoa que eu poderia conhecer. - Falei rindo e Tara me acompanhou.

- Entrem, devem estar querendo descansar né? - Mamãe perguntou e eu neguei.

- Na verdade a Tara deve estar querendo descansar, mas eu quero ver a Camz. - Falei e as duas sorriram.

- Ela está na casa que era dos pais, hoje mesmo eu estive lá com ela. - Minha mãe falou e eu assenti colocando minhas malas no canto da sala e saindo para encontrar Camila.

Fui andando devagar, estava ansiosa para vê-la, mas ao mesmo tempo nervosa. E se ela não me quisesse mais? E se ela simplesmente quisesse sair da minha vida? E se o que eu entendi através daquela música fosse totalmente o oposto do que ela realmente queria me falar? Resolvi não pensar tanto ou acabaria desistindo de ir até lá.

Cheguei e a porta da frente estava entreaberta, e era possível ouvir uma música baixa tocando. Bati levemente na porta e logo uma Camila com os olhos extremamente vermelhos, trajando uma roupa comum apareceu com uma vassoura na mão. A cena teria me feito sorrir, se não fosse o fato de saber que ela esteve chorando e quão difícil estava sendo para ela estar ali.

- Laur. - Ela falou com um sorriso lindo.

- Camz, está fazendo faxina? - Perguntei e ela assentiu e abriu a porta me dando passagem.

- Eu não me vejo morando mais aqui Lauren, eu preciso decidir o que fazer com tudo isso e pensar em vender a casa. - Ela falou triste deixando algumas lágrimas rolarem.

- Vem aqui pequena. - Abri os braços e a envolvi em um abraço, e fiquei fazendo carinho em seus cabelos. Ela nada falou, apenas ficou quieta e aproveitando o momento. - O que acha de darmos uma volta na praia? Depois voltamos e eu te ajudo a arrumar tudo, separamos o que você quer guardar e levamos para o seu apartamento. - Falei e ela assentiu.

- Preciso mesmo de ar puro. - Falou sorrindo.

Enquanto Camila subiu para o seu quarto para trocar de roupa, eu dei uma volta pelo andar de baixo, pela área externa onde ficava a piscina e a imagem de Sofia correndo e brincando veio à minha mente e eu sorri triste, ela realmente faz muita falta assim como meus ex-sogros. Mas eu precisava ser forte para dar apoio a Camila.

- Vamos Laur? - Camila me chamou entrando na cozinha.

- Vamos sim, você está de carro? - Perguntei e ela assentiu me jogando a chave. Algumas coisas nunca mudam.

- Onde estamos indo Lauren? - Camila perguntou quando notou que passamos por 2 praias. Já havíamos rodado cerca de 15km.

- Quero poder passear tranquilamente com você Camz, fica tranquila que jaja a gente chega.

Rodamos por mais uns 11km e logo chegamos à Hollywood Beach e Camila sorriu. Essa praia havia recebido esse nome por conta da quantidade de celebridades que a frequentavam. Com toda certeza haviam paparazzi às escondidas, e alguma foto vazaria, mas eu não estava muito preocupada com isso, queria apenas poder distrair Camila.

- Posso fazer um castelo na areia? - Camila perguntou corada.

- Claro Camz. - Falei sorrindo e fomos sentar na areia.

Camila estava entretida levantando seu castelo e eu fiquei admirando e sorrindo para ela que estava toda concentrada. Me virei para olhar o mar e fiquei admirando as pequenas ondas se quebrarem. Voltei meu olhar para Camila e ela sorria para mim com um brilho nos olhos.

- Sabe Laur, eu passei pelo momento mais difícil da minha vida, e mesmo de longe você cuidou de mim. - Ela falou sorrindo e eu refleti sua ação.

- Sim eu cuidei, eu sou incapaz de te deixar sozinha. - Falei colocando uma mecha do seu cabelo atrás da orelha.

- Eu sabia que eu não estava sozinha, mas mesmo com tantas pessoas ao meu redor me faltava algo. Eu demorei para perceber o que eu realmente precisava para que eu pudesse aprender a conviver com minha perda. - Ela falou com os olhos marejados. - Eu tentei, eu juro que eu tentei te deixar ir embora, mas eu também sou incapaz de te deixar. Eu não imagino minha vida sem você e é uma tortura imaginar que você possa encontrar alguém que te faça feliz.

- Eu nunca quis e nunca vou querer outro alguém pequena. - Falei e ela sorriu tirando do bolso uma caixinha azul da Tiffany e colocou no topo do castelo e meus olhos se arregalaram.

- Eu não sei se você ainda me quer, mas eu sei que não existe outro alguém para mim. - Falou se aproximando de mim dando a volta no castelinho e pegando-me minhas mãos. - Você me aceita de volta? Eu quero cuidar e ser cuidada, quero compartilhar cada segundo da minha vida com você, quero crescer e acompanhar o seu crescimento, eu te amo. - Falou olhando em meus olhos e eu já não continha as lágrimas.

Puxei Camila para meu colo e selei nossos lábios. Notei ao longe um flash discreto e sorri, o mundo saberia que Camila era minha novamente.

- Isso não saiu bem como eu planejei pequena, mas eu sou a pessoa mais feliz do mundo. - Falei abraçando-a.

- Você não pretendia me aceitar de volta? - Perguntou preocupada.

- Na verdade eu vim aqui para ter você de volta, mas você me surpreendeu. - Falei sorrindo e ela sorriu também. - Eu amei essa aliança, falei assim que ela deslizou o objeto pelo meu dedo. - E esse pequeno? - Falei apontando para o anel pequeno.

- Isso é um aparador amor, os modelos da Tiffany geralmente ficam mais folgadinhas, é para você não perder.

- E a sua?

- Aqui. - Ela falou tirando outra aliança igual a minha em um saquinho delicado e eu a coloquei em seu dedo.

- Eu te amo meu amor, e eu vou cuidar de você. - Falei beijando o topo da sua cabeça e ficamos abraçadas observando o mar.

Fomos embora apenas quando a tarde caiu e acabamos nem passando pela casa de Camila e fomos direto para a casa dos meus pais. Eles ficaram extremamente felizes ao ver Camila comigo. Tara e Camz se adoraram, o que facilitaria muito a minha vida.

Subimos e tomamos um longo banho e depois do jantar subimos para o meu quarto e ficamos conversando sobre diversas coisas, brincamos e rimos antes de cair no sono abraçadas.


Notas Finais


Gente eu copiei do wtt o capitulo, então se estiver todo torto e bagunçado eu arrumo depois kkkkkk!
Espero que tenham gostado e eu volto em breve babies <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...