História Perfect Revenge - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, HyunA, Madison Beer, Red Velvet
Personagens BamBam, Ga Yoon, HyunA, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Ji Hyun, Ji Yoon, Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Madison Beer, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé, Seulgi, So Hyun, Wendy, Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, B-army, Blackpink, Bts, Busan, Chim, Criminal, Got7, Hyuna, Imagine Army, Madison Beer, Mochi, Park Jimin, Perfect Revenge
Visualizações 7
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Explicações:

》A Madison ( Kelsey ) terá 17 anos e o Jimin terá vinte devido a fanfic se passar em 2016.

》As meninas do blackpink e 4Minute aparecerão mais em breve.

》Eu sei que comecei a fanfic já com eles se conhecendo, mas não apressarei nada a partir do próximo capitulo, i promise!

Boa leitura <3

Capítulo 1 - 1st


PONTO DE VISTA: KELSEY ROSE 

 

Eu andava pelas ruas de Seoul a uma semana sem rumo, sem saber para onde ir e onde eu chegaria, porém não estava disposta a parar e ficar na rua.

As palavras ditas por meus pais ainda rodeavam minha mente, o que me fazia querer ainda mais vingança. Ser posta para fora de casa por uma encrenca na escola era futilidade e idiotice, afinal quem nunca teve sua fase meio...rebelde? Acho que todos, porém para meus pais se alguém fizer algo que para eles é errado merece uma punição avançada, e a minha foi esta.

Mexi em meu bolso e tirei o dinheiro que me restava, cinquenta wons, daria para mais uma noite em uma pousada horrível na estrada porém era o que tinha e eu não podia reclamar, quanto a comida, bom, eu não como a seis dias e meu corpo já está dando sinais de fraqueza por isso, os quais eu tento ignorar.

Senti meu corpo se chocar em algumas pessoas que me xingavam baixo ou me empurravam, e na sétima vez que isso aconteceu eu automaticamente caí no chão, meu corpo estava fraco demais para conseguir se sustentar sozinho, o que fez a pessoa me levantar após perceber que eu não conseguia fazer isso sozinha.

—Você está bem? — Ouço uma voz masculina soar.

Minha visão estava embaçada, e eu culpo tudo isso unicamente meus pais por não me deixarem se quer pegar roupas ou comer antes de sair.

—Ela está péssima, mas parece ser uma boa mulher, por que não a ajudamos? — Uma voz feminina fala desta vez.

—Ew, olha os trajes e o modo dela, deve estar bêbada ou drogada. — Outra voz feminina soa.

—Não fode, Sun-Hee. Olha só, eu irei te ajudar, ok? Mas preciso que me ajude a fazer isso. — O homem do ínicio diz.

Pisco meus olhos diversas vezes e vejo a minha frente quatro homens e duas mulheres me encarando.

—Eu... vocês não tem obrigação. 

—Mas nós queremos te ajudar, venha. — Uma garota de cabelos curtos diz pegando em meu braço levemente e me levando até um carro estacionado próximo dali.

—Yoongi, no meu carro iremos eu, ela e Yeri, você, Jackson, Hee e jk vão no seu carro, vão até o mercado e comprem algumas coisas, tá na cara que ela não come a dias. — O homem que me ajudou de ínicio diz e os demais concordam, então fazendo o que ele diz.

Após me colocarem dentro do carro o vejo dar partida sem dizer nada.

—Me chamo Yeri, qual é o seu nome? — A mulher diz novamente seu nome.

—Kelsey... Kelsey Rose. — Digo após beber todo o liquido da garrafa que ela me entrega.

—Certo, e como chegou aqui e neste estado? 

—Ah, longa história, deprimente que me faz querer vingança. 

—Por quê? Alguém te fez mal? — Ela insiste.

—Yeri para de especular a vida dela. A propósito, me chamo Jimin, Park Jimin. — O homem diz me olhando pelo retrovisor.

—Não, tudo bem, para resumir, meus pais me expulsaram por eu tirar uma nota vermelha e por ter me metido em encrenca, isso foi a uma semana. Mas quanto a ajuda que estão me dando, não precisam fazer isso.

—Você está acabada, como não precisa?

—E de mais a mais, irei te ajudar e te conseguir um emprego, estou precisando de uma funcionaria. — Park Jimin diz parando no sinal vermelho.

—Eu.. eu não sei como os agradecer por isso, vocês não tem obrigação alguma porém mesmo assim estão dispostos a me ajudar, e saibam que farei o possivel e o impossível para retribuir.

 

[ quebra de tempo ]

 

Eu havia chegado em uma casa imensa em um condomínio de Seoul, se isto aqui fosse Los Angeles eles morariam em Beverly Hills para ser mais exata. Senti Yeri me ajudar a descer do carro, o que me fez agradecer e segurar sua mão.

— Sua casa é linda. — Digo baixo olhando para o imenso local a minha frente.

Ouvi Park rir e subir os degraus longos rapido indo até a porta de entrada e a abrindo.

ー Ele provavelmente te apresentará aos outros moradores, amigos dele. Tem algumas garotas aqui que não são amigável, como Sun-Hee, mas eu tenho duas amigas aqui chamas Wendy e Seulgi, você vai se dar bem com elas também, quanto ao restante das meninas, apenas ignore. —   Yeri me avisa, me fazendo assentir.

Ao adentrarmos a casa Yeri fechou a porta, um chafariz a alguns centimentros da porta dava um ar muito luxuoso a entrada, e mais a frente haviam dois degraus pequenos e então uma escada imensa do lado direito, onde algumas pessoas esperavam paradas.

Olhei assustada para Yeri que ri e sussurra para eu não me preocupar.

—Essa é a Kelsey, eu e o pessoal decidimos a ajudar. — Yeri diz alto fazendo todos me olharem mais ainda.

—Se vocês não fizessem isso eu bateria em vocês e os obrigaria a voltar e ajudar. — Uma mulher de cabelos pretos diz e vem até mim.

—Ok, senhora agressividade, levem ela pra um quarto e ajudem ela e depois desçam aqui. — Park diz e então ambas assentem me guiando até o segundo piso.

Ao entrar em um quarto em fiquei em choque, nunca havia entrado em um quarto tão grande e bonito, meu quarto era médio, pequeno comparado a este aqui, no meu quarto havia apenas um armario, minha escrivaninha, e minha cama, ah, e uma janela ao lado esquerdo.

—Pode entrar ali e tomar um banho descansadamente, irei pegar uma roupa para você no meu closet, então pode descansar que eu e as meninas iremos te ajudar. — Outra menina de cabelos claros diz sorrindo e eu agradeço as vendo sair dali.

Suspirei e sentei no chão chorando ali mesmo, colocando para fora tudo o que estava entalado.

—Ok, Kelsey! Vingança é seu objetivo, certo? Então nós cumpriremos isto. — Digo a mim mesma enquanto secava algumas lágrimas de meu rosto e me levantava.

Eu me vingaria das pessoas que me fizeram mal, como eu não sabia ainda, porém é como diz aquele velho ditado, vingança é algo que se come frio. Eu sei que era idiotice eu ter aceitado ajuda de estranhos na rua, era burrice estar na casa deles quando eu sabia que eles poderiam fazer algo, mas quando não se tem nada a perder não faz mal aceitar ajuda, certo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...