História Perfect two (A.B.O) - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sulay, Tentativa De Comedia, Xiuchen
Visualizações 1.112
Palavras 1.802
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIIII GENTEM!!
PRECISO QUE LEIAM AS NOTAS FINAIS HOJE ^.^

Quem não ler, não sonha com o Bias kkkkkk
Boa leitura :*

Capítulo 65 - 65


Fanfic / Fanfiction Perfect two (A.B.O) - Capítulo 65 - 65

 

11 de julho de 2013
(11 dias depois do acidente do Baekhyun)

P.O.V. Do Kyungsoo

-Eu não acredito que você vai viajar e vai me deixar sozinho por duas semanas!! – Baek praticamente gritava enquanto estava jogando na minha cama, me vendo fazer as malas.

-Aigoo, que menino mais carente!! Nem parece que tá de paquera nova, e ainda por cima tem o Xiumin, o Suho, o Sehun e também o Luhan. –Fingi uma indignação enquanto levantava duas peças de roupas, para o loiro escolher.

-A de Poá. – Disse apontando para a peça na minha mão, e automaticamente joguei a outra em cima da cama. – Mas é diferente, eu tô doente.

-Você não tá doente, apenas queimou as pernas, e isso faz quase duas semanas, já tá cicatrizando e nem deve doer mais.

-Yah, ainda dói muito, e esse também não é o caso!

-Baek, de toda forma você tá tentando fazer eu não ir nessa viagem, por quê? – Perguntei sentando na cadeira de frente ao guarda roupas, encarando as roupas que ainda tinha.

-Eu só não consigo acreditar que você está indo visitar os seus sogros com menos de duas semanas de namoro.

-Eu e Kai, vamos fazer três semanas de namoro, o “meu sogro” me ligou quase me obrigando a ir. – Disse fazendo as aspas no céu, ainda era tão estranho falar assim. – E outra Tae também vai!

-E como isso vai mudar alguma coisa? Você ainda vai pra casa do seu sogro me deixando sozinho!

-Dramático. – Disse e por fim terminei de arrumar minha mala.

Baek tava fazendo muito drama, talvez fosse o medo dele por eu estar me enfiando na casa de um alfa de novo, eu já tinha superado esse meu trauma, mesmo que ás vezes acontecesse de eu me extrapolar e falar coisas desnecessárias, como foi no dia que o kai pediu pra acordar a irmã dele, mas eu confiava no Jongin, ele com certeza não é como os outros, e eu amava isso nele.

-Não é drama... tá só um pouquinho, mas tirando o drama eu tenho razão!

-Se eu te dizer que tem mesmo, podemos dormir? –Já era noite, e o omega loiro dormiria comigo.

-Sim e se tomarmos banhos juntos! – Baek deu um pulo da cama, se esquecendo que ainda estava machucado, e fingiu um choro.

-Tá bem, você está certo! – Ele realmente estava certo, mas certo ou não, eu estava fazendo algo que eu queria e também estava muito feliz por isso, estava fazendo algo que meu coração mandasse, é cedo de mais para mim e para o Kai, não tem nem mesmo um mês que namorávamos, e pouco mais de um mês que nos conhecemos, e mesmo assim eu estava feliz.

Depois de um bom banho, com o meu melhor amigo chorando de dor quando a água batia nas feridas ainda abertas, e ao mesmo tempo me implorava uma esfoliação corporal, que lógico eu cedi, porque se não ele ficaria me pedindo eternamente, com aquele bico, fomos dormir.

[...]

Kai passou em casa e me ajudou a colocar as malas no táxi, enquanto Tae esperava no carro, fizemos a confirmação do local de embarque, e como saímos muito cedo, passamos a viagem toda dormindo.

Assim que chegamos na cidade, pegamos um táxi, e paramos em frente a uma casa enorme de três andares, com um lindo quintal, e também portões de ferro de quase dois metros de altura, estruturado de forma que se visse a entrada toda da casa, que era magnífica, e colocava minha linda casinha no chinelo, e olhe lá.

Tae foi a primeira a descer e entrar correndo em casa, deixando eu e o Kai arrastando as malas, eu estava claramente nervoso, até tentei esconder o nervosismo, mas meu coração tava querendo sair pela boca, e o moreno lógico que percebeu, respirei fundo antes de abrir a porta e encontrar todos esperando a mim e ao moreno, sinceramente eu travei vendo tanta gente assim, tinha no total sete pessoas na sala, senti as mãos do Jongin em minha cintura, e logo o braços ao redor do meu corpo.

-Omma, esse é o Kyungsoo. – Kai disse me empurrando lentamente para frente, quase um passo de distancia dele, como se eu estivesse sendo entregue para uma oferenda.

-AAAAAH ele é tão fofinho. – O omega mais velho que eu apertava minhas bochechas, enquanto alternava entre fazer isso e me abraçar. – Ah, não fique envergonhado, deixa eu te mostrar meus pequenos monstrinhos! – Ele me puxou mais para o centro da sala, onde todos me encaravam. – Esse é o Junhui. – Um omega pequeno, a cara do omma do Kai, me abraçou, enquanto me cumprimentava. – Essa é a peste, que diz ser minha filha, Kim Hyuna. – Sorri, pelo modo como a omega fez cara feia e me cumprimentou,sem demonstrar muita reação, e logo voltou a sorrir. – E essa é a minha casula, Kim Chungha. – A omega de cabelos longos e negros se levantou e me abraçou bem forte, enquanto tinha um enorme sorriso no rosto, me senti amado de uma forma um tanto estranha. – Essa você já conhece. – Apontou para a Tae e ela levantou uma mão como se dissesse oi e eu ri, logo sendo apresentado a outra pessoa. – E esse é meus mais velhos, o Kim Kibum, e a esposa dele, a eunhye. –Fui recebido por um abraço do omega e quando a alfa veio me abraçar o Kai a puxou um pouco para longe, de forma que apenas déssemos as mãos.

-Ah, esqueci de avisar, Kim Jongin tem um ciúme, inacreditavelmente grande por esse menino.- Taeyeon disse, enquanto o Kai me puxava para sentar em um dos sofás vazios.

-Maior que o que tem pela gente? – Chungha perguntou abraçando o irmão pelo lado.

-Acredite se quiser, olha! – Ela levantou e abraçou o omega mais novo da família, sendo quase fuzilada pelos olhos do moreno e eu ri, mesmo sendo irmão Jongin ainda sentia ciúmes, e ele nem mesmo tentava esconder. – Agora veja! – Se aproximou muito de mim, o rosto principalmente, mas não conseguiu nem mesmo continuar o caminho que ia seguir, já que o moreno, a segurou, e se pôs na frente da irmã. – Viram isso? – Ela perguntou estática, encarando o moreno, e arrancando risada de todos na sala.

-Jongin sempre foi muito ciumento, é normal. – O omma do Jongin disse e logo uma discussão começou quando a mais nova que na verdade era a mais apegada no Kyung começou a contar quantas vezes o irmão demonstrou ciúmes em público, e como fez ela e os irmãos passarem vergonha.

Eu até cheguei a achar que essa viagem seria bem tensa, mas a família do Jongin é maravilhosa e bem amigável e carinhosa, e cheia de assunto, o que lá em casa duraria uns minutos, aqui durou horas por conta do tanto de lembranças que tinham e quando um falava uma coisa já partia para outra coisa que aconteceu com outra pessoa, e eu não vejo a hora de começar a criar a minha família.

-Kyungsoo, vou mandar o Jongin dormir na sala, daí você pode ficar bem acomodado. -Depois de horas conversando a barriga decidiu se intrometer e conversar também, Heechul tinha se esquecido completamente de fazer alguma coisa, então me acomodou no quarto antigo do alfa.

Concordei com a cabeça, deixando minhas coisas em um canto, nunca que eu diria que eu e o filho dele já fazíamos coisas.

-Omma não tem necessidade disso! – Tae apareceu na porta do quarto, e logo podia se notar um Kyungsoo completamente corado, ela não teria coragem de me entregar certo? – Eles já dormem juntos, e o Kyung até mesmo sem cueca, até eu já vi essa bundinha que de "inha" não tem nada!

“AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH” – Eu gritei internamente e com certeza estava mais corado que tomate de feira, encarei meu sogro por entre meus dedos que já estavam em meu rosto em uma tentativa falha de me esconder. “Puta merda hein Tae, eu ainda te aconselhei quando precisou”

-Bem se vocês já estão nesse nível, então que durmam juntos! – Heechul saiu do quarto resmungando como os jovens estavam rápidos.

-De nada! – A alfa que estava parada na porta me encarou dando uma piscadela e saindo do quarto.

-De nada?? – Perguntei para mim mesmo – De nada?? Como assim de nada?  – Resmunguei entrando no banheiro e lavando meu rosto em outra tentativa falha de fazê-lo ficar menos quente e menos vermelho.- E depois o Jongin que é doido!

-O que tem eu? – Jongin chegou se encostando no esquadro da porta do banheiro, me dando um susto enorme, que resultou em água para todo canto, e principalmente na cara do alfa.

-Tem como você por favor parar de chegar quieto em um lugar? – perguntei já puxando uma toalha para secar o rosto do meu namorado, e também o meu, e com o tapete mesmo sequei na onde tinha caído no chão.

-E você quer que eu fale o que antes de me aproximar? – Ele perguntou sério e vi como a meu pedido tinha sido idiota.

-sei lá imita um pássaro. – Sorri e observei o alfa tentar imitar um pássaro mas saiu tão errado que nem mesmo se tivesse um pássaro que usasse esse som para se comunicar iria ficar quieto. – Que tal tentar outra coisa? – Gargalhei enquanto o alfa segurava minha cintura em um abraço separado, apenas nossos quadris estavam colados.

-Que tal imitar algo que eu realmente saiba imitar?

-Tipo o que?

-Algo que nós dois gostamos muito! – Fiz uma cara de quem não estava entendendo onde ele queria chegar e ele entendeu. – Pororo soo, eu consigo imitar o Crong!

-Essa é novidade, deixa eu ver.

-“Curong” – Eu juro que tentei segurar o riso, mas foi tão fofo ele tentando imitar o pequeno jacaré do desenho, e ainda fez questão de me “atacar” como se fosse pata de onça.

-Melhor deixarmos do jeito que tá.

-Eu concordo!! – Ele riu também e logo descemos, iríamos almoças fora, e você já deve imaginar a bagunça que foi, nove pessoas em um restaurante, tentando escolher um prato, e a demora pra vir, mas foi tudo bem gostoso de conviver, eu gostaria de ter uma família bagunçada e doida assim como a família do Kai!

Eu estava fascinado como o moreno é cuidadoso com os mais novos, e mantém a pose de “irmão mais velho que manda, mas que brinca sempre que pode”, amei o modo como eles se entendem e brigam, porque nossa como eles brigam, por qualquer coisa, e qualquer motivo é motivo, mas logo se entendem e voltam a sorrir, e vira um loop, e depois do almoço, mesmo em casa, não teve um só momento que eu fiquei sozinho, eu achei também que ficaria estranho entre eu e o Heechul, mas não, ele até mesmo chegou a brincar sobre o assunto, e claro, eu morri de vergonha.


Notas Finais


Capituluzinho pitelzinho grandinho do jeito que vcs gostam neh?
kkkk
Essa Tae tá afrontosa não kkkkkkk eu ri muito escrevendo essa parte SZ

Eu sei que teve um pulo no tempo, e já vou dizendo, a fic está acabando!
Daqui pra frente vai só ter pulos de meses e semanas, até que eu conclua, vou mostrar mais uns fatos importantes sobre o casal, eu não sei se vocês vão querer saber muito dos outros casais, mas enfim estão avisados.

Me digam se vcs vão querer saber mais sobre os outros personagens!!

E tem também esse caso do Kyung na casa do SOGRO, não vai mostrar mais como foi a estadia dele na casa dos Kim, não achei muito necessário, então não se assustem no próximo cap quando passar uns meses!

E lembrem-se a THEMONIA aqui ama vcs sz sz
Até mais beijinhos :*


Sim eu chorei escrevendo essas notas finais :C


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...