História Perfectly wrong - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Shawn Mendes
Visualizações 246
Palavras 1.388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lírica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Jantar - 3


Fanfic / Fanfiction Perfectly wrong - Capítulo 11 - Jantar - 3

"Às vezes, quando estamos em crise, criamos distrações para nós mesmos, também conhecidas como barreiras para não encarar nossos maiores medos.” - Lúcifer. 


Começamos mais um beijo lento. Bem, não tão lento. Estávamos em uma sintonia perfeita com nossos lábios colados e línguas se misturando. Chegava a ser louco em como Shawn tirava minhas inibições tão rapidamente em tão pouco tempo. Eu adorava as sensações que ele me causava, mas... Eu não podia me apegar nele tanto assim. 

Tarde demais.

Enquanto nos beijávamos, suas mãos acariciavam minha cintura, e vez ou outra, apertava lentamente a região, fazendo-me sentir borboletas no estômago cada fez mais intensas. Era tão assustador o que eu sentia no momento.

Enquanto aproveitávamos o nosso selar de lábios, ergui a barra da camisa de Shawn, fazendo-o subir. Shawn entendeu, pois nos separou minimamente e tirou sua camisa rapidamente, logo a jogando para algum canto daquele banheiro. Ainda bem que o banheiro está limpo e não tem ninguém. Seria vergonhoso se alguém estivesse em uma das cabines ou entrasse no banheiro e se deparar com um casal de adultos se beijando, quase transando. 

Colamos nossos lábios novamente, iniciando um beijo selvagem e meio... Fogoso. Estávamos elétricos, igualmente a nossas células. Para falar em outras palavras, estava um clima quente entre nós. De tão perto que estava nossos corpos, parecíamos que iríamos nos fundir, formando um corpo só. Eu não queria que aquele momento acabasse.

- Quer continuar? - perguntou Shawn assim que separamos nossos lábios e colamos nossas testas, levemente ofegantes. Nossas respirações estavam formando uma só, quase como nós. Parecia até que não havia oxigênio aqui, pois estávamos procurando ar. 

- Quero. - sorri, sem mostrar meus dentes. Eu adorava esse jeito de cavalheiro que Shawn tinha. Era tão significativo e importante esse posto que ele assumira. Seus lábios chegaram lentamente perto do meu ouvido.

- Olha, é melhor você controlar seus gemidos de prazer, porque minha vizinha foi reclamar no meu apartamento. - sua voz soou rouca e sexy. Típico de Shawn Mendes.

Minha risada irônica se fez presente no ambiente. Definitivamente, Shawn Mendes é um pé no saco quando quer.

- Acho que isso foi foi, e não eu. - respondi no mesmo tom que ele ao me aproximar de sua orelha. Tentei dizer com minha voz mais sexy o possível. 

Shawn se afastou e riu. Eu não fazia isso. Shawm estava só querendo me irritar ao dizer isso. 

- Não vou dizer discutindo sobre isso. - Shawn se aproximou novamente e me pegou pela cintura, logo me colocando sentando em cima da pia de mármore gelada.

Espero que não quebre.

Shawn juntou nossos lábios em um beijo calmo e excitante. Virei minha cabeça para o lado contrário que a dele estava e coloquei minhas mãos em sua nuca, aprofundando nosso beijo. Enquanto nos beijávamos, Shawn segurou a barra da minha blusa e a puxou para cima, logo a tirando por completo. 

- Anda malhando? - Shawn perguntou enquanto se afastava e me olhava de cima a baixo, exibindo luxúria em seus olhos. Olhei para baixo e vi que seu membro estava enorme dentro da sua calça. Isso me fez morder meu lábio levemente.

- Talvez. - olhei em seus olhos novamente, recebendo um olhar safado. Alguns dizem que Shawn é um anjo e que não faz nada de errado. Bem, estão certos de que ele é um anjo, mas um bom exemplo eu não sei. - Sabe... - com minhas mãos, puxei Shawn para perto de mim. Em seguida, coloquei minha mão em seu botão, logo o abrindo e em seguida o zíper. - Eu espero que esse jantar não acabe rápido. - eu ainda mantinha meus olhos fixos nos de Shawn.

- É mesmo? - perguntou com um tom de brincadeira, mas puxei ver que sua excitação crescia cada vez mais dentro de sua calça.

- Sim. - Shawn me ajudou a tirar sua calça. - Eu não sei o que está me dando hoje, mas - enquanto eu falava, eu ia abaixando o zíper da minha saia, que ficava na parte de trás. Quando consegui abaixar o zíper por completo, a tirei, erguendo um pouco meu quadril. - eu estou gostando desse jantar da empresa. - a joguei junto com a calça de Shawn.

Quando joguei minha saia para o canto, Shawn se aproximou, juntamente com sua boca, que foi imediatamente para o meu pescoço mordendo levemente e chupando a fina e sensível pele da região. Sentir sua língua em meu pescoço era excitante e prazeroso ao mesmo tempo. Até agora eu não estava entendendo porque Hailey traiu Shawn. Ele é bom em tudo, literalmente.

- Surpreendente vindo de você, meu amor. - sua fala foi mais como um sussurro abafado e sexy. Ao sentir sua boca novamente em meu pescoço, fechei meus olhos e mordi meus lábios para tentar conter meus gemidos. Apoiei minhas duas mãos para trás do meu corpo.

Enquanto Shawn fazia seu trabalho, suas mãos estavam em meu quadril segurando fortemente meu corpo.

Com uma das minhas mãos, segurei o maxilar de Shawn e ergui seu rosto, direcionando de encontro com meu rosto. Quando seu rosto ficou perto o suficiente do meu, ataquei seus lábios em um piscar de olhos. Pedi passagem com minha língua e Shawm cedeu. 

Era incrível o momento que nossas línguas faziam. Aquelas borboletas no estômago ainda estavam lá, e parecia que a cada momento ela iria ficando cada vez mais intensa e forte. Não é ruim sentir isso, na verdade.

Quebrei o beijo e lhe dei um último selinho. Desci da pia e parei em frente a Shawn. Ao ficar de frente para ele, beijei seu pescoço dando selares de beijos molhados e hora ou outra mordendo levemente. Me afastei e o olhei, como se ele permisse. Nessa hora Shawn não foi lerdo, pois bruscamente me empurrou para a parde fria, colocando-me de frente para a parede e Shawn ficando atrás de mim. Shawn se aproximou ainda mais do meu corpo, dando para sentir algo... Duro.

Mordi meus lábios assim que senti seus lábios em meu pescoço novamente. Empinei ainda mais minha bunda, fazendo com que Shawm deixasse uma mordida um pouco mais forte em meu pescoço, fazendo-me soltar um gemido baixinho, para que só ele ouvisse.

- Eu queria você na minha cama agora ao invés de um banheiro de um restaurante. - Shawn sussurrou em meu ouvido, fazendo meus pelos se eriçarem. Logo depois, Shawn mordeu o lóbulo da minha orelha, fazendo-me fechar meus olhos. 

Shawn me virou para sua frente minutos depois. Nos beijamos rapidamente Shawn desceu seus beijos pelo meu pescoço, colo e meus seios. Minha barriga foi inclusa logo depois. Enquanto Shawn descia seus beijos pelo meu corpo todo, minha respiração falhava, juntamente com a falta de ar em meu pulmão.

Ao chegar na barra da minha calcinha, Shawn a puxou para baixo com seus dentes. Tirei meus pés do lugar e Shawn jogou a calcinha em algum lugar do banheiro. Shawn lentamente subiu novamente e me beijou antes de me virar para a parede e me grudar nela, logo colocando sua mão em meu quadril.

Virei meu rosto de lado e selei nossos lábios, logo começando um beijo lento e calmo enquanto Suawn me penetrava lentamente. 

(...)

- Shawn, olha o estrago que o cabelo está! - reclamei enquanto olhava meu reflexo após nossa transa. Ele estava um caos.

- Não é minha culpa se você está com um belo corpo naquela roupa e eu não quis aguentar. - deu de ombros enquanto abotoava os botões de sua camisa.

- Por que não me chama de gostosa que é mais fácil? - ri enquanto lavava minhas mãos.

- Acho desrespeitoso. - observou seu reflexo. 

- Agora está explicado porque é tão certinho. - o olhei enquanto secava minhas mãos. Shawn sorria sem mostrar os dentes, levemente sem graça. 

- Você sabe que não sou, meu amor. - Shawn se aproximou de mim e deu um beijo em minha bochecha. Andamos até a porta e Shawn a destrancou, logo a abrindo para mim passar. Passei e Shawn passou em seguida, deixando a porta aberta.

- Quem acha que você é um anjo em pessoa, está totalmente enganado. - digo enquanto caminhávamos até a mesa que estávamos sentados anteriormente.

- Eu sou um anjo, Brooke. - pelo seu tom de voz, pude perceber que Shawn sorria.

Ao chegarmos perto da mesa, ouvi uma viz bem conhecido por mim. Por mim não, por nós dois.


Notas Finais


Desculpa se demorei para postar❤️

Comente se estão gostando ❤️

Meu Deus. Parece que terei um irmão 🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...