1. Spirit Fanfics >
  2. Perfectly Wrong >
  3. Tudo resolvido

História Perfectly Wrong - Capítulo 34


Escrita por:


Notas do Autor


Vou postar todos os capítulos de uma vez, caso não consiga por tudo hoje, termino amanhã ❤

Capítulo 34 - Tudo resolvido


Fanfic / Fanfiction Perfectly Wrong - Capítulo 34 - Tudo resolvido

Shawn:

 

De fato eu iria acabar abrindo um buraco no chão, de tanto que ando de um lado para o outro. Já são 4 da manhã, e diferente dos filmes, vampiros também sentem sono. Termino mais um taça de sangue, porque um vampiro triste e faminto não era uma boa para a cidade, certo?

 

— Meu Deus, que susto! – Levo a mão no peito, assim que percebo Damon na porta do quarto — Ainda não me acostumei com o fato de você transitar tranquilamente por aqui.

— Vou receber isso como algo bom – Dá seu sorriso irônico de sempre. Não importava a situação, Damon sempre era debochado.

— E então? – O encaro mais — O que ela disse?

— Tem dez minutos para ir na casa dela, Shawn! E esses dez está incluído no que você vai falar também – Não penso duas vezes e já saio o mais rápido de casa que posso.

 

Ela tinha aceito me ver, sei que é sem hipnose porque ela está com verbena, mas mesmo assim sinto uma pontinha de preocupação, já que o Damon se encarregou de me ajudar. Será que foi sem trapaças? De coração, espero que sim.

Chego na janela do seu quarto e paro um segundo para observa-la. Posso perceber o quanto está nervosa, ou ansiosa, ou talvez os dois, porque ela anda em círculos e com as mãos na cintura.

 

— Shawn – Ela me pega olhando.

— Damon disse que me deixaria falar – Continuo na varanda, em sua janela, sem entrar.

— Por que ainda tá ai fora? – Está de cara fechada — Sabemos que pode entrar, já te dei permissão – A forma fria como ela me trata é o que piora tudo.

— Não sou assim, Emma! Você sabe disso – E ela sabia.

— Como quiser – Dá de ombros — Entra logo.

— Olha – Já começo a falar. Pela forma como ela está, com certeza a regra dos 10 minutos estaria valendo — Me perdoa, tá legal? Eu fui um imbecil, mas nunca pensei que iria me apaixonar, entende? – Ela vira de costas, ainda com as mãos na cintura — Quando vi seu acidente, eu jurei pra mim mesmo que só ia te tirar de lá com vida e fim, mas é que eu...

— Calma – Ela vira para mim — O que disse? – Seus olhos enchem d’água.

— O acidente, Emma – Me aproximo mais dela, que se afasta na mesma hora, então paro onde estou, não iria forçar ela me deixar se aproximar — Eu te vi cair barranco a fora e por mais que eu tivesse prometido a mim mesmo que não me envolveria com humanos, não podia te deixar morrer.

— Isso é impossível – Ela rebate — Aquele policial com quem eu saí que me salvou, foi ele – Me olha nos olhos — Não foi? – Quando uma lágrima escorre de seus belos olhos, me sinto um monstro completo.

— Hipnotizei ele para que achasse que te salvou – Me sinto constrangido em contar isso.

— Girasol Man? – Ela dá uma engolida firme agora, parece que tenta segurar o choro para não desabar em minha frente.

— Sou eu – Passa as mãos pelo seu rosto e senta na cama. Fico sem saber o que fazer, porque ela começa a chorar descontrolada. Eu tento me aproximar, mas paro na mesma hora... penso em me sentar ao seu lado, mas não queria invadir seus espaço. Então por longos minutos, ficamos desse jeito, ela sentada chorando de cabeça baixa na cama, e eu em pé observando.

— Qual a graça de brincar tanto assim com os sentimentos das pessoas? – Quebra aquele silencio horrível, mas era melhor ter ficado assim, porque suas palavras me ferem.

— Eu entendo o que está passando, mas olha pra mim – Sinto um nó se formar em minha garganta — Sou uma aberração, Emma! O que queria que eu fizesse? Dissesse que te peguei afundando em alto mar? – Ela me olha — Eles iriam me massacrar, fazer perguntas... não me importo que me matassem ou algo assim, mas não existe só eu de vampiro nesse mundo – Respiro fundo — Não podia por mais gente como eu em risco – Ela continua me olhando, sem falar nada — Sempre que ia te visitar no hospital – Sinto coragem o suficiente para se sentar ao seu lado — Eu sentia algo a mais, e quando o Damon me matriculou no Blake James, senti que podia viver, ou pelo menos pensei que podia – Me corrijo — Após muitos anos, eu estava vivendo, sentindo meu coração bater e... – E ela simplesmente me surpreende, pois me corta com um beijo, coisa que não achei que fosse fazer, mas ela faz, e eu aproveito cada segundo disso.

— Você não é uma aberração, Shawn – Nossos rostos se afastam.

— Não está mais brava?

— Estou chateada – Me corrige — Por ter mentido pra mim esse tempo todo. Por me deixar acreditar que fui salva por alguém que nunca vi antes. Por não ser verdadeiro comigo enquanto fui com você sempre! – Abaixo a cabeça — Mas eu te amo, droga – Olho imediatamente para seu rosto — O que posso fazer se te amo?

— Emma – Me ajeito na cama — Não é obrigada a ficar comigo por pena.

— Nunca senti pena de você – Rebate — Não sei como vai ser daqui pra frente, mas não quero que se afaste, não depois de tudo que fez por mim.

— Tem certeza disso? – Tinha que saber.

— Eu tenho – Dá um sorriso, coisa que achei que nunca mais iria dar, não para mim.

— Isso é alho? – Percebo que tem um colar com várias cabeças na cama.

— Ah – Bufa — Achei que isso afastaria o Damon.

— Sabe que isso não funciona, né? – A olho nos olhos.

— Não me zoa, tá legal? Ainda estou chateada – Rimos.

Nos abraçamos fortemente, e eu desejei que o tempo parasse e ficássemos daquele jeito. Ainda não podia acreditar o quanto essa garota me ama, a ponto de ficar com um vampiro, sabendo dos riscos e tudo mais. Me sinto o cara mais sortudo do mundo.

— Mas tenho que te pedir uma coisa – Saímos do abraço.

— O que quiser!

— Noah, Shawn – Pelo seu tom de voz, já entendo onde quer chegar — Ele merece ter uma vida, entende? Precisa fazer com que ele viva em paz e sem medos.

— Não sou tão bom nisso, meu amor – Sou sincero — Não me alimento de pessoas, pode não funcionar.

— E Damon? – Me encara — Tenho certeza de que ele se alimenta de... – Para de falar — É difícil se acostumar – Me olha.

— Tudo bem – Concordo — Vou pedir pra ele, te prometo isso.

 

Continua...


Notas Finais


Amo que eles continuam juntinhos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...