História Perfume - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Free!
Personagens Haruka Nanase, Makoto Tachibana
Tags Haruka, Makoharu, Makoto, Perfumaria, Shounen Ai, Yaoi
Visualizações 94
Palavras 902
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Era uma vez um rapaz branco de cabelos castanhos-claros e olhos verdes. O seu corpo era definido e ele era alto. O rapaz chamava-se Tachibana Makoto. O esverdeado era extremamente simpático e divertido. Tachibana trabalhava numa perfumaria do maior centro comercial de Tóquio. Ele adorava trabalhar na indústria de perfumes e estar rodeado de bastantes cheiros diferentes. Até agora ele ainda não tinha encontrado um cheiro perfeito para ele mas ele usava um perfume de lavanda.

Haruka Nanase era um rapaz branco de cabelos azuis-escuros e maravilhosos olhos da mesma cor. O seu corpo também era definido e ele era de estatura média. O azulado era tímido e ansioso. Nanase era cliente habitual da perfumaria de Makoto. Haruka adorava perfumes mas ele procurava um perfume para declarar o seu favorito.

No primeiro dia que o azulado foi à perfumaria onde o esverdeado trabalha e este ajudou-lhe a escolher um perfume, o menor como nos filmes apaixonou-se à primeira vista.

A partir desse dia Nanase tornou-se cliente habitual e ia lá todas as semanas com a desculpa de comprar um perfume novo embora a verdadeira razão seja para ver o maior.

Vou contar-vos a primeira vez que os dois encontraram-se.

(…)

Haruka era novo na cidade, tinha acabado de mudar-se de Iwatobi com a sua família com destino a Tóquio e decidiu ir ao centro comercial mais famoso da maior cidade do mundo.

Como a mãe de Nanase fazia anos dali a duas semanas, o menor aproveitou para comprar um perfume para dar de presente à mãe.

Entrou na grande perfumaria do centro comercial que era repleta de diversos perfumes de cheiros diferentes que existiam nas variadas prateleiras.

O maior ao ver o rapaz confuso com qual tipo de perfume devia escolher e onde se situava a secção feminina dirigiu-se ao cliente.

-Bom dia, o meu nome é Tachibana Makoto, precisa de ajuda?- Perguntou o esverdeado com um sorriso no rosto.

O menor olhou para o empregado que o encarava com uma expressão simpática no rosto.

Ia responder mas ao observar atentamente os seus olhos verdes que brilhavam perdeu-se completamente.

-E-eu…- Gaguejou Nanase- Eu queria comprar um perfume para o aniversário da minha mãe- Disse após perder-se no olhar profundo que o maior lhe dava.

-Por favor siga-me- Disse Makoto andando calmamente e Haruka seguiu-o andando devagar até à secção de perfumes feminina- Aqui é a secção feminina. Ela é distribuída por preços, este é o lado mais barato e os preços vão aumentando consoante as prateleiras vão se afastando, ou seja, naquela prateleira situam-se os perfumes mais caros- Concluiu apontando para o outro lado do enorme armário.

-Qual recomenda?- Perguntou o menor com um pequeno sorriso.

-O perfume que eu sempre recomendo para uma senhora adulta é este aqui- Disse apontando para um perfume que se situava no meio da prateleira.

-Então eu levo esse- Respondeu Nanase, mesmo sem conhecer o trabalhador confiava no rapaz.

-Certo, venha comigo- Disse Tachibana dirigindo-se com Haruka até à caixa- São 22€ por favor.

Nanase pagou o perfume que veio embrulhado numa caixa cor-de-rosa e saiu da loja.

Naquele dia os pensamentos do azulado estavam com Makoto. Haruka não acreditava mas tinha ficado apaixonado à primeira vista.

(…)

Depois daquele dia, Haruka passava todas as semanas na loja e acabou por tornar-se amigo do esverdeado. Isso aconteceu durante dois meses.

(…)

-Ei Haru, que tal passarmos um tempo juntos?- Sugeriu Makoto.

-Claro, na minha casa?- Ofereceu-se o azulado.

-Pode ser, espera que eu feche a loja e logo vamos.

Haruka esperou durante alguns minutos e logo o maior saiu da loja trancando-a em seguida.

Dirigiram-se juntos até à casa do azulado e ao entrarem o menor foi preparar um pequeno lanche para os dois.

O maior foi até ao quarto de Nanase e algo chamou-lhe a atenção, a coleção de perfumes que o rapaz mantinha numa prateleira do quarto.

Quando Haruka chegou ao quarto com um prato com biscoitos e dois pacotes de leite com chocolate nas mãos.

Pousou a comida em cima da secretária e aproximou-se do esverdeado que o encarou curioso.

-Porque tens tantos perfumes se tu nem os insertaste?

-Isso não importa- Disse o menor encarando o chão corado.

Makoto ao ver a vergonha do amigo levantou o queixo dele e perguntou novamente:

-Porque compras tantos perfumes?- Continuou insistindo.

-Não me interessam os perfumes, o cheiro que eu mais gosto é o teu!- Disse Haruka que já estava impaciente e falou sem pensar- Quer dizer… Eu… Ah…- Embrulhou-se nas palavras e acabou por não dizer nada concreto.

Makoto sorriu com a baralhação do menor e aproximou-se do rapaz unindo os lábios num beijo rápido.

-Se essa é a tua forma de dizeres que me amas então é recíproco- Disse Tachibana com um sorriso ao ver o vermelho nas bochechas de Haruka.

Ambos sentaram-se na cama em silêncio até que Nanase o interrompeu:

-Eu só ia à loja para ver-te- Revelou o azulado envergonhado.

-É, eu percebi- Comentou calmamente. Ao ver os olhos arregalados do menor decidiu explicar-se melhor- Eu percebi o quanto encaravas-me- Disse dando uma risada- Foi por isso que me apaixonei por ti- Finalizou aproximando-se do azulado- E tu, estás apaixonado por mim?- Perguntou com as testas unidas.

-Eu estou- Respondeu o azulado puxando o maior para um beijo voraz e demorado.

E foi aí que os dois rapazes entenderam que o seu perfume favorito era o cheiro de quem amavam.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...