1. Spirit Fanfics >
  2. Pérola - Yoonkook >
  3. Desafios

História Pérola - Yoonkook - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Olha essa foto do Nosso maravilhoso major. Essa é a ilustração do Jungkook da história pérola.

Boa tarde !!

Desculpem a demora é os erros.
Boa leitura ♡♡♡

Capítulo 5 - Desafios


Fanfic / Fanfiction Pérola - Yoonkook - Capítulo 5 - Desafios



Eu me sentia fraco fisicamente e psicologicamente. Á uma semana atrás toda história que explodir me pegou de surpresa. Quando me recuperei totalmente descido ter uma mudança brusca. Não só nas atitudes, como na maneira de se vestir.

Major jeon também havia mudado. Ele não olhava mais em minha cara, quando eu chegava onde ele estava, ele apenas saia. Ficava muito sozinho e não dirigia a palavra a minha pessoa nenhum momento. O espaço hoje estava na tonalidade roxo com azul, lindo. Eu assistia tudo da janela da Alex.

- Alex ?

- sim, Min ?

- me informe como meu planeta está?

- o planeta alfha está passando por construções em toda parte. Devido muita coisas ter sido destroçada com o ataque. São cerca de 100 mortos é 50 desaparecidos na zona que fmsofreu o ataque. Alguns dos líderes estão tentando a todo custo achar o comandante que fora levado. 

- será que isso vai acabar como?

- ninguém sabe Min.

- urum. Obrigado.


As luz da nave fica totalmente vermelha. Enquanto alarme soa ali dentro.

- atenção, estamos sendo atacados. Major.

Jungkook surge rapidamente olhando tudo no painel de controle. Sentando sobre seu acento passando a conduzir a nave, ele fazia almas  manobras rápidas e precisas desviando dos asteroides. O que eu não entendi é que sempre aparece o que está nos seguindo, mais, não havia nada.

- alex ativar escudos, e as armas.

- o que exatamente está acontecendo ? 

- a coisa vai ficar feia. Acho bom vocês dois se seguraram em algo.

- do que estamos fugindo ? Fala sério não tem nada seguindo a nave. Alex está com defeitos.

- será que dá para ficar em silêncio por cinco segundos ?

- não. Vem me obrigar ! 

O desafiei na cara de pal. Sorrir assim que ele me fulzilou com olhar onix. Posso ater está querendo mudar. Mais ele me irrita tanto que não consegui ficar de boca fechada.

 

- isso será impossível no momento. Faça esse desafio quando eu estivermos sozinhos. 


Eu e a kira pulamos em uma cadeira e colocamos o cinto assim que sentimos a nave bater em algo ou melhor, algo bater na nave.


- o que aconteceu?


Havia vários corpos flutuando no ar sem vida. Assim como todo planeta estava em pedaços espalhado pelo espaço. Me assustei assim que dois corpos foram de encontro com vidro da nave. 

Duas crianças, pareciam ser meninas.


...



- Elas estão vivas ?

Perguntei para jungkook assim que ele as colocou no chão da nave. 

- sim. Só desacordadas.

- o que aconteceu com planeta ? Você viu...

- eu não sei. Iremos saber quando elas acordarem. Vou voltar para cabine. 

Ele sai me deixando sozinho com as garotas. Kira trás uma bacia com água e panos. Limpamos  suas peles sujas.

Jeon babaca Jungkook está me deixando nos nervos. Eu sei que as duas garotinhas não pareciam ser perigosas. Mais, se fosse armação? Eu estaria fodido e ia acabar com a vida do Jungkook socando sua cara inúmeras vezes.

Meu ódio ainda é imenso. Eu ainda vou enganar é depois o chutar para fora da nave. Posso ater parecer um garoto, frágil e essas coisas, só que não, eu arrebentou o nariz de um se me irritar. Ah Yoongi mais você é homem e usa vestido, sim, eu tempos estou feminino e tempo estou masculino. 


A tarde decidimos descer para floresta colorida. Colher algumas frutas e evas. Jungkook fez uma fogueira grande, a noite é bem fria. Sentei entre as duas garotinhas, uma delas se ofereceu para pentear meu cabelo com a escova.

Eu o vi começar a ajeitar sua espada. Ele a chamava de espada do Rei He. Um rei antigo o qual ele venera. Seu cheiro está bem forte essa noite, com cabelos úmidos e amarrados em um coque desarrumado. Suspiro pela milésima vez e escuto as garotinhas rir.

- do que estão rindo ?

- por que você não vai conversar com ele ?

Uma delas me olha. Não acredito que está tão na cara assim. Mais claro que está Yoongi, tanto que uma garota de 10 anos notou.

- eu não preciso conversar com ele.

- ficar olhando ele é  sua melhor opção ?

- sim... arrume meu cabelo para o lado. Não gosto dele para trás.

Mudei de assunto. 

Jungkook vem em nossa direção e senta em uma das pedras ao redor da fogueira. Depois que ele passou alguns peixes parou em minha frente e estendeu a mão, essa que segura uma espada media.

- toma. Caso você precisar dela.

- obrigado.

Ela e meu estilo. Preta com alguns diamantes. Ouvi pigarrear.

- então... amanhã eu te ensino a manusear. Por agora vamos comer e tirar um cochilo.

Peguei um dos mantos que trouxe e cobrir as duas garotas. Eu estava com camisa de manga comprida e uma calça folgada de tecido branco. Jungkook demorou séculos me olhando,  aproximou  passar pelo meu ombro o tecido largo, grosso de sua capa negra. Estranhei, porém, não disse nada. Depois de longos  minutos adormeci encostado em suas costas quentes. Eu sabia que podia dormir, ele quase nunca dormia.









Acordei olhando os cabelos do jungkook... enxergando melhor eu estava amarrado em suas costas igual uma criança pequena. Olhei ao redor percebendo que estávamos em uma área pequena e arodeado de gatos? Como assim gatos? Me movi tentando sair de suas costas. E sério que eu estou "escanchado" em suas costas largas e musculosas ?

- o que ouve enquanto eu dormia?

- você tem sono muito pesado. Não acordou por nada e nem viu que foi raptado.

- eu estava com bastante sono. Nunca dormir tão bem depois que vim para sua nave.

- eu fiz você dormir bem. Ainda bem que está amarrado a mim, pelo menos não preciso me preocupar em está te salvando.

- eu não preciso ser salvo por você.

- fala o cara que não sabe nem lutar ?

- quando eu te acertar um murro não reclame Jungkook.

- qualquer dia nos vamos nos enfrentar. E vc já está derrotado.

- você que pensa major sabidao. Meu tamanho não é documento.

- eu sei de muita coisas min Yoongi atrevido.

- vamos lutar eu vou te ajudar... ou não.





Foi o típico. Tentaram agarra o Yoongi que quase não conseguia ver nada, Pois, os movimentos do jungkook eram rápidos. Pela primeira vez em semanas Yoongi percebeu que o jungkook lutava como se sua vida dependesse daquilo, salvar a vida do Min. O major não estava ligando para nada, mesmo que morresse. Ele tinha apenas um foco, impedir de qualquer um tocar o loiro com maldade. Foi treinado para isso. 

Dar sua vida e alma na missão. Se caso precisar morrer para cumpri-la o faça, sem esitar.


No final de tudo jungkook acaba tropeçando em algumas pedras é  caindo barranco a baixo. Foi tudo muito rápido, jungkook se desfez das cordas,  agarrando o corpo do Min. Principalmente sua cabeça a colocando entre seu pescoço, impedindo que essa se choque com alguma pedra ou coisa do tipo. Eles rolavam barranco a baixo, Yoongi não sentia nada mais sabia que quem estava se lascando lateralmente  era o Jungkook. No chão , Yoongi  o olhou.






- você é louco? Olha como você ficou! Não é para se matar seu idiota.

Por cima dele o olhei com raiva, soquei várias vezes seu peito o vendo rir da minha cara. Ele está coberto de areia e todo arranhando.

- eu estou fazendo meu serviço.

- se matando? Eu não aceito isso entendeu?

- é por que você acha que vou te obedecer?

- por que eu sou acima de você, nem que seja um pouquinho. Você é meu major e eu sou o filho do comandante o cara que você tem que proteger e obedecer.

Recebe seu olhar estranho. Por que ele me olha desse jeito ? Eu não consigo compreender, Jungkook e um cara de personalidade forte e indecifrável.


Dentro da nave, caminhava sem rumo  pelo s corredores e entrei no quarto do jeon o vendo olhar uma foto de um garoto de cabelos negros, meu irmão, ele guardou a fotografia em sua gaveta. Invadi seu espaço  sentando em sua cama.


- é meu irmão ?

Jungkook travou. Eu percebi quando seus músculos ficaram tensos e uma  gotinha de suor escorreu até seu maxilar.

- o que está fazendo aqui? Esqueceu as regras ?

- eu não sou obrigado a seguir.

- minha nave, minhas regras.

O olhei com cara de poucos amigos. Revirei os olhos. Fala sério!

- apenas me responda, está com medo por que ele e meu irmão?

- ele pode até ser seu irmão. Só que, não preciso te responder nada.

- você gostava dele mesmo?

O silêncio toma conta do cômodo.

- como ele era? Parecido comigo,  bonito ?

- olha... Ele era bem mais bonito e inteligente. Sem contar que era um amor e respeitava todo mundo. Então não ele não tinha o seu mesmo caráter, apenas traços do rosto.

- precisa esfregar em minha cara que você era louco por ele. E ainda é.

- eu não disse isso yoongi.

- eu não quero mais saber. 

- mais foi você que perguntou.

- por isso que não quero mais saber.

- saia do meu quarto.

Ele rosnou apontando para porta. 

- não precisa já estou fora babaca.


E mais uma vez  ficamos estranho um com outro.



[...]



- estou pronto.

- você vai com isso ?

- sim eu vou. Qual é o problema ?

- você... esquece vamos.

Nesse horário está rolando uma festa com alguns parasitas estranhos. Major Jungkook descobriu que nessa festa á algo muito suspeito, e Akira sentiu a presença de outra Lins.

Já que as festas do planeta vellen são bem lotada. Isso ia serve para me camuflar entre as pessoas, ou quem sabe chamar atenção de quem me interesse. Assim que entramos no local Jungkook ajeitou perfeitamente suas armas dentro do blusão de couro preto.

alguns caras engolia Yoongi com os olhos, sem nenhuma decência. Yoongi dessa vez está bem coberto. Calça de couro Preta, uma camisa regata branca e uma jaqueta vermelha vinho. Seguia o corpo do major entre as pessoas até esse parar e reclamar de algo.

- está vendo a área vip ? – sussurrou perto de mais.

- eu não sou sego. – afastei.

- que seja... vá para lá e só saia quando eu der o sinal. – ordenou ele rude como sempre.

- sinal ? Qual sinal em ? Vai aparecer na escada e tirar a camisa, depois rebolar para mim ? – deboche pingava em minha língua.

- o que?! Nem nos seus sonhos. – sorrir nervoso.

- meus sonhos não inclui você. E eu falei de rebolar a camisa. – sorriu.

- A camisa ? – lançou olhar estranho.

- sim... – Disse firme, ele aproximou seu rosto do meu ouvido. Continuei parado de braços cruzados.

- olha eu até podia abrir uma exceção para você e rebola na sua cara. Meu preço e bem alto "perolazinha".

- preço? Você arranca os cabaços das bundas né? Se liga, se eu quiser alguém fazendo isso eu contrato qualquer pessoa. Não preciso de um ex drone. – o vejo afasta e eu acompanho com os olhos sua bunda subir toda a escadaria. Eu não queria ficar sentado. Da última vez que desobedece isso quase custou minha vida. Foi apenas minutos e eu já estava escutando coisas. Quem é sua sã consciência ia chamar pelo meu nome ?

- Yoongi ! Minha nossa é você mesmo ? Caralho, por onde você andou ? – Esbugalhados os olhos assim que um hoseok surgiu em minha frente balançando as mãos.

- hoseok ! O que faz aqui ? – o olhei breve.

- me responde, o que você faz aqui ? Você desapareceu é seu planeta está em ruínas.

- quando atacaram meu planeta e já estava com Major Jungkook.

- Major Jungkook ? Ele foi afastado do seu planeta. – me olhou estranho.

- aconteceu algo e o papai precisou dele. Ele me disse que o major era o único que podia realmente cuidar da minha segurança.

- é eu? Sou seu noivo. Também poderia garantir sua segurança. Você não ia precisava ter ficado nas mãos de um desconhecido. – sua voz ficou pouco alterada.

- relaxa. Eu estou ótimo.

- estou vendo. – ele olhou meu quadril. Assim que olhei para parte de cima, Jungkook está com copo na mão tomando algo enquanto observava todos no andar de baixo.

- quer vim comigo ? Eu posso muito bem cuidar de você na ausência do seu pai. – sorriu galanteador.

- eu não sei hoseok... sair assim do nada sem dizer a ele.

- ah qual é Yoongi ? Você sabe mais do que eu que ele está pouco se fodendo para você.

- eu sei... – Resmungo. Nossa que calor! Der repente aqui ficou tão quente que precisei retirar minha jaqueta. Já se passaram 20 minutos e nada do jungkook. Será que ele está encrencado ? Me assustei assim que senti a mão de hoseok no meu mamilo esquerdo ainda coberto pela camisa.

- merda hoseok você quase me mata do coração.

- eles estão quase furando a camisa.

- é que quando eu fico agitado. – explico.

- hmm. Entendi. Eu estou com saudades de você. – beijou meu ombro.

- eu... Eu também. Mais nos não podemos fazer isso aqui. E errado é... – ele me interrompeu.

- errado? O que fizeram com Yoongi que eu conheço?

- é que eu estou em uma missão hoseok.

- você só veio acompanhar. Ele e quem está na missão. – segurou meu quadril me virando para ele.

- tem razão. – odeio quando ele diz a verdade. Jungkook não quer me ajudar a salvar meu pai, ele só quer saber do próprio nariz ou talvez ficando com alguma por aí? Ele devia ter me levado para ajudar. No fundo eu acho que ele sente vergonha de mim. Deve ser pelo fato da minha fama de metido.

- vamos ali. Prometo te ajudar. – hoseok me puxa. Eu não estou aqui para agarrar o major. Então eu faço o que bem entender. Acabo que aceitando sua proposta. Caminhamos calmamente pelos corredores depois que subimos a escada. Entramos em uma das portas. Hoseok não perdeu tempo de me agarrar colocando sua boca em meu pescoço.

- calma garotão.

- calma um caralho, hm... – Seus beliscão em meus mamilos eram gostosos. Mas eu sinto que está faltando algo. Hoseok e bonito sim, perfeito, qualquer um ia querer algo com ele. Mais, por que eu não estou totalmente satisfeito com seus toques. Deve ser coisas de minha cabeça.

- vamos fazer isso rápido... antes que o major me procure. – o beijei. Sua boca é ótima. Só espero que não deixe marcas em meu pescoço. Merda, ele estão tão duro que sua calça está completamente molhada.

- não vão fazer porra nenhuma.



Engoli em seco. Ainda bem que estou com cara enterrada no peito do hoseok e não preciso olhar o major. Ele deve esta me fulminando.


- acabei com a safadezas de vocês. Desculpem foi por que eu quis mesmo. Vamos Yoongi. – debochou ele.

- eu estou ocupado. – respondi ainda agarrado ao hoseok.

- não perguntei. Você quer que eu lhe tire a força ?



Notas Finais


Eita caralho ! Muita calma nessa hora. Contar de um a dez para acalmar tudo. Sarra na minha cara que eu aceito jungkook kkk

Eay? Será que vai rolar o que no próximo capítulo ? Eu tenho dúvidas... Kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...