1. Spirit Fanfics >
  2. Personagem principal >
  3. One

História Personagem principal - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


oi gente voltei, primeiro capítulo bem softzinho 🙏
Boa leitura!

Capítulo 2 - One


O In estava começando a surtar, pensava seriamente na possibilidade de que teria realmente entrando em "Doce e quente". E além de estar surtando completamente com o fato de provavelmente ter entrado em uma estória de sua autoria ainda tinha que lidar com um homem lindo pra caramba lhe agarrando pela cintura, realmente não tinha como piorar.


– Está tudo bem, dos livros? Parece que viu um fantasma. – O garoto bonito falou com uma ponta de deboche, continuava segurando a cintura do In e agora mais que nunca parecia o comer pelos olhos.


Jeongin quis se enfiar dentro de um buraco, o filho da puta era bonito e ainda por cima  tinha uma voz gostosa de se ouvir.

Com certeza iria se lembrar de quando saísse dali se gabar pelo resto de sua vida por ter sido enquadrado por um homem tão bonito como aquele que chegava a ser irreal – o que realmente era, mas o Yang ainda não queria acreditar.


– Eu tô bem, eu acho. – o menor entre os dois escutou uma risada tão gostosa vinda do outro que acabou por soltar um pequeno sorrisinho.


– Princesa, eu vou ter que ir agora, não quero que seu namorado nós pegue aqui, hm? – Hyunjin deu uma mordida leve no queixo do outro e o soltou, saindo por uma porta de vidro que tinha no local.

Agora sim In estava em desespero, tinha esquecido completamente que na verdade o softboy tinha um namorado e uma vida perfeita, teve tanta vontade de bater em si mesmo pela burrice que havia cometido, ele não poderia ter colocado o personagem solteiro para facilitar as coisas?

E novamente o garoto foi acordado de seus pensamentos, mas dessa vez por uma voz suave e baixa.

– Innie, você comprou os doces pra levar lá pra casa? – Um menino de quase sua altura e cabelo platinado perguntou calmamente, ele era absurdamente lindo e carregava sardinhas delicadas e que o deixavam com uma aparência fofa.

  Jeongin pensou um pouco, em qual personagem aquela descrição batia mais? Felix, melhor amigo e colega de classe do protagonista fofo.


– Ah, eu comprei sim. – Ele disse e pode ver o outro apertar um pouco os olhos como se tivesse algo errado.


– Jeongin, EU que ia comprar doces pra ir pra SUA casa. O que aconteceu? Você tá muito estranho hoje.

Felix era literalmente o personagem mais esperto da estória, era óbvio que ele irá notar algo de errado logo de cara, só quero escritor não esperava que fosse tão rápido assim. 

In ficou meio espantado e infelizmente não conseguiu se manter neutro, acabou fazendo uma feição um tanto assustada, era agora que que seu disfarce ia pro ralo e que o outro descobriria que na verdade tudo aquilo era fictício e planejado por outra pessoa — no caso Jeongin que agora vivia essa ótima experiência da pior forma no pior momento.


– Olha, eu não posso falar agora eu preciso...– ele parou de falar por um momento, precisava se lembrar a onde ele, o personagem, morava. – preciso ir para o meu apartamento, depois a gente conversa tá, Lix?


Jeongin falou rapidamente e saiu daquele lugar na mesma velocidade, não sabia exatamente onde estava, então parou por um momento apenas para se lembrar do que escrevia.

Assim que se lembrou teve uma vontade imensa de rir, ele estava no meio do corredor da universidade onde estudava e tinha acabado de sair de uma sala inteira de vidro.


– Meu deus, não tinha um lugar melhor para acontecer aquela cena, tinha que ser logo em uma sala de vidro? Eu sou muito idiota mesmo. – falou baixinho para si mesmo rindo algumas vezes.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⩩👒


In tinha finalmente conseguido sair da universidade, acabou de perdendo algumas vezes mas logo ele chegou em seu apartamento e por um momentos quis voltar para aquela prisão arrumadinha que o mesmo chamava de casa, sentiu até mesmo saudade de sua mãe gritando!


E pela terceira vez no dia teve que adivinhar quem era alguém, dessa vez era um ser  que estava sentado em seu sofá, não pensou muito apenas ligou alguns pontinhos e teve uma resposta não muito agradável para o momento: aquele no sofá era o seu namorado.


Seungmin fora planejado completamente dentro do conceito de beleza fofa que o Yang tinha. Era um de seus personagens preferidos e  mesmo estando um pouquinho desesperado se sentia feliz demais por estar conhecendo ele.


Nunca em sua vida inteirinha pensou que fosse conhecer um badboy gatão e um namorado fofo que todos querem pelo menos uma vez na vida. E lá estava ele, no meio de uma ficção criada por si e ainda por cima como um dos personagens principais, é algo tão bom e ruim ao mesmo tempo, tudo estava confuso.


– Meu amor, você já chegou nem te vi entrar. 


Jeongin sentiu o corpo inteiro tensionar e uma leve queda de pressão. 


– Innie, você tá bem? Quer uma água? – Seung levantou rapidamente e foi em direção ao pequeno ser de face pálida ali, colocou uma mão em suas costas e a outra em seu rosto que perdera a coloração, estava branco como papel.


Yang não conseguia pronunciar uma palavra sequer, ele só queria sair dali. E mesmo com um pouco de dificuldade conseguiu pronunciar algo.


– Yah, eu, eu estou bem sim, é só cansado sabe eu tô indo pro meu... uh, quarto. – Saiu o mais rápido possível dali mas se lembrou de um pequeno detalhe, o choque foi tão grande que ele esqueceu completamente aonde era o seu quarto, então ele apenas entrou na segunda porta que tinha naquele pequeno corredor.


Tinha entrado em seu quarto, mas não o quarto do personagem, era o seu quarto na vida real. 


In olhou para a porta fechada e a abriu novamente, — só para ter certeza de que não estava maluco — aquele era definitivamente o corredor de sua casa real. 


– Yang Jeongin, essa é a última vez que eu vou te chamar. Se você quiser jantar desça agora!– a voz irritada de sua mãe se fez presente.


– Meu deus... – ele olhou em volta novamente e resolveu finalmente descer as escadas e ir de encontro com sua progenitora. – Tô aqui mãe.


– Até que enfim, pensei que eu teria que ir até lá em cima te dar comida na boca. – falou colocando uma quantidade razoável de comida no prato.


– Yah, tudo bem, eu só estava fazendo um negócio da faculdade.


⩩👒


In continuava um pouco chocado com tudo que havia acontecido, afinal, não é todo dia que você entra em uma estória de sua própria autoria.

Mesmo estando confuso e começando a duvidar de si ele resolveu pegar o netbook novo e sentar em sua cama. Ele ligou o computador e foi direto para o Google, iria fazer uma pesquisa.


o que fazer caso entrar em uma estória? 


Várias abas apareceram mas nenhuma lhe chamou a atenção, tudo que tinha aparecido não tinha nada do que queria saber. Alguma eram a sinopse de algum livro, ou um comentário que alguém tinha feito no Twitter

Mesmo sem respostas Yang Jeongin não desistiria ali.


Antes de tudo isso, especificando logo depois de ter jantado, o mesmo tinha ido tomar banho e durante o banho pensou e repensou se não deveria contar a experiência que teve a alguém.


Após se lembrar disso o In resolveu finalmente ligar para o seu melhor amigo, anão de jardim, também conhecido como Changbin. Ele e o Seo tinham se conhecido no ensino médio quando o professor os colocou juntos para fazer um trabalho  de português, um tempo depois acabaram pegando intimidade e descobriram muitos gostos em comum, como escrever.


Pegou o celular e ligou o mais rápido que conseguiu. Eram mais de dez horas da noite e corria o risco de Seo já estar dormindo, mas obviamente Jeongin não estava nem ligando para isso, só queria que o outro o atendesse.


– Porra, eu tava dormindo... – finalmente pode se escutar algo do outro lado da chamada. Changbin suspirou profundamente, tinha acabado de acordar, assim como Jeongin tinha deduzido. 


– O que aconteceu pra você me ligar uma hora dessas sabendo que eu estou tentando dormir? – Seo estava um pouco irritado, nada que o outro não pudesse lidar com seu jeitinho fofo e com o que tinha pra falar.


– Bem, eu vou tentar falar tudo de uma vez, só presta atenção depois pergunta. 


– Hm, okay. 


– Eu ganhei um netbook novo, como eu não sou idiota resolvi ligar a belezinha pra escrever um capítulo novo da minha estória, até aí tudo bem. Eu entrei no site e comecei a escrever normal, mas você lembra que eu não tinha colocado nome no softboy ainda, né?  – changbin do outro lado da linha apenas resmungou um "uhum" e pediu para que o outro continuasse – Enfim estava eu pleno começando a escrever o nome do personagem, mas a questão é que eu não tive nenhuma idéia então coloquei o meu nome. 


– Espera, você colocou o seu nome? – perguntou assustado dando algumas risadinhas.


– Perguntas depois, idiota. Continuando, eu terminei de escrever e meio que um negócio muito estranho aconteceu. Basicamente assim que eu coloquei o ponto final e terminei o texto tudo em volta de mim simplesmente parou, o tempo parou, entende? – Changbin soltou risadas tão escandalosas que Jeongin por um momento pensou na loucura que estava fazendo, mas apenas por um momento. – É sério, não é fanfic nem plot, e tipo, depois eu entrei NA CENA que eu tava escrevendo.


– Jeongin eu não acredito nisso você tá maluco – O outro quase não conseguia respirar pela quantidade que ria, já o In estava começando a duvidar de si mesmo. 


– Changbin eu não tô doido, é sério eu tenho certeza de que eu entrei naquela merda, acredita em mim!


Yang estava começando a ficar um pouco nervoso, não sabia se chorava, ria ou se mandava seu amigo catar coquinhos. Estava em uma situação horrível onde seu melhor amigo não acreditava em si e ele próprio estava começando a duvidar do que tinha vivido.


– Tudo bem, desculpa Innie, é que realmente não faz sentido nada do que você falou, eu vou tentar acreditar em você.


In tinha um ótimo melhor amigo, sabia que o que ele havia dito realmente não tinha sentido, mas seu amigo continuava do seu lado acreditando nas loucuras que dizia. 

Naquela noite às onze horas da noite Yang Jeongin foi dormir mais tranquilo, sabendo que alguém acreditava nele, nas coisas mais absurdas que dizia.




Notas Finais


gostaram do capítulo? ansiosos para o próximo? eu sinceramente tô muito ansiosa 🤫

VIEWS EM GODS MENU e
meu twitter pra vcs surtarem cmg: @i4iwoo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...