1. Spirit Fanfics >
  2. Perspectiva - Temporada I >
  3. Capítulo 11 - Sou eu que dou as cartas

História Perspectiva - Temporada I - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ...

Capítulo 11 - Capítulo 11 - Sou eu que dou as cartas


- Por que vocês não se previniram ? Você sabia que isso podia acontecer.

- Eu acabei me esquecendo, mas o importante agora é eu saber se eu estou grávida ou não.

Deixando Pedro no restaurante e indo para a farmácia.

- Poderia me vender aqueles testes de gravidez, por favor ?

- Sim, tem de várias marcas … - Fala a atendente.

- Pode ser o mais barato mesmo. Obrigada.

Vai em um banheiro público da praça do centro e faz o teste, fica ansiosa para saber o resultado. Depois de alguns minutos, ela tem a resposta.

- Ah, como estou aliviada. Não estou grávida, ia ser mais um tormento na minha vida se eu estivesse grávida. Isso deve ser preocupação com minha vida, por isso a menstruação não desceu - Saindo da cabine do banheiro.

- Está tudo bem moça ? - Uma senhora que estava no banheiro, esperando Juliana sair para que pudesse usar.

- Sim, nunca estive mais feliz.

- Pelo visto deve estar grávida né, a felicidade no rosto e esse teste de gravidez na sua mão.

- Não, eu não estou grávida. Fiquei feliz porque eu não podia ter um filho agora.

- A conversa tá boa, mas preciso usar o banheiro, me de licença.

- Vai lá.

Pelala rua anda despreocupada, acaba avistando sua amiga Larissa em uma lanchonete e vai lá.

- Oi amiga ! - Dando um beijo na bochecha.

- Oi, oque faz aqui ?

- Tava dando uma volta, aí vi você aqui no seu horário de almoço e vim ver como você está.

- Estou bem.

- Aproveitando que você está aqui, quero falar que eu vou investigar a Rosilene. E descubrir algum podre dela e chantagea-la.

- Você realmente quer sair de lá, tá certo mesmo, mas tome cuidado. 

- Você que tá a mais tempo lá, sabe de alguma coisa que possa me ajudar ?

- Que eu sei não, mas alguma coisa no quarto dela deve ter.

- Eu vou agora mesmo vasculhar as coisas dela.

Chega no cabaré e percebe que não tem ninguém ali, uma boa hora para ela entrar no quarto da patroa. Sobe as escadas e entra no quarto, começa a olhar nas gavetas, procurando alguns documentos que possa a ajudar. Olha debaixo da cama, procura no guarda-roupa e acha um notebook.

"Aqui deve ter muitas coisas que possa ser úteis para mim"

Abre o notebook, mas algo a interrompe.

- Que droga ! Qual será a senha dela ?

Olha em volta do quarto e vê um caderninho em cima da cômoda, folheia ele, e acha várias senhas de login de Rosilene. Rapidamente tira várias fotos do caderno, coloca novamente no mesmo lugar e vai acessar o computador.

- Deu certo, agora deixa eu procurar por alguns arquivos ou e-mails …

Acaba encontrando arquivos de contratos com Matias, algumas mensagens sobre umas tal de "encomendas", e provas de que Rosilene tem uma ações com Matias de tráfego de drogas.

- É hoje Rosilene, que a vaca vai pro brejo.

Envia os arquivos para o seu celular, guarda tudo nos devidos lugares. Ao sair do quarto acaba deixando cair do seu bolso o seu documento, desce as escadas e Rosilene acaba chegando.

- Você não sai de casa, fica infurnada aqui dentro.

- Eu vou sair agora, preciso resolver um assunto importante, tchau.

- Volta antes do show, não tolero atrasos.

Vai direto para a delegacia se encontrar com Pedro.

- Você tá acupado ?

- Agora não.

- Eu preciso te mostrar algumas coisas que encontrei da Rosilene.

Vão em lugar mais afastado, onde não tem muito movimento.

- Nós aqui da polícia tínhamos algumas suspeitas de que ela mechia com essas coisas.

- Agora eu posso chantagear ela.

- Isso é crime, você pode ser presa por isso.

- Eu sei, mas eu vou ter uma conversa com ela e depois de que ela me liberar eu vou denunciar ela. Fica tranquilo.

- Fugindo um pouco desse assunto, você fez o teste lá …

- Fiz sim.

- E aí ?

- E aí que deu negativo.

- Que bom ... No sentido que você fica mais despreocupada.

- Sim, eu entendi.

- Se eu puder te ajudar ainda mais … Você sabe que pode contar comigo.

- Eu sei.

Um clima fica no ar entre os dois, Pedro se aproxima dela e tenta beija-la.

- Pedro ! - Colocando sua mão em seu ombro para se afastar - Eu sei que você gosta de mim, mas eu não sinto nada por você.

- Me desculpe.

- Eu te desculpo, mas não confunde as coisas.

- Então você pode confundir as coisas com o Sr.Inácio.

- Do que você tá falando ?

- Você acha que eu não sei que você foi na casa dele ontem !

- Faz parte do meu trabalho isso.

- Só porque ele paga para se deitar com você e eu não te pago nada, deve ser por isso que prefere ele. Me desculpa, eu não deveria ter te falado isso.

- Foi bom você ter falado, agora eu sei que você acha que estou amando a minha vida de prostituta, que amo fazer isso e que eu adoro dar para os homens !

- Não foi isso que eu quis dizer …

- Mas foi isso que eu entendi, eu vou embora.

Ele fica sozinho e pensativo :

"Como eu sou burro, pra que eu fui falar isso. Eu não consigo me controlar perto dela.

No cabaré, Rosilene interroga Juliana :

- Posso saber o por que isso tava no meu quarto ? - Segurando o documento de Juliana - Vamos pro meu quarto ter uma conversa.

Lá em cima elas conversam :

- Fala menina !

- Eu vou falar porque eu estou cansada disso tudo.

- Vamos lá.

- Eu descobri tudo.

- Tudo oque ?

- Suas ações com Matias, ou melhor o tráfico de de drogas …

- Você não tem provas …

- Claro que tenho, passei todos os arquivos do seu notebook para o meu celular, e depois deixei a cópia dos arquivos com uma pessoa de confiança.

- O que você quer de mim ?

- Ou você cancela esse contrato e a minha multa, deixando eu ir embora. Ou vai ser você que vai para prisão, agora sou eu dou todas as cartas !


Notas Finais


Acabei postando o capítulo 11 hoje.

Vou marcar um horário, para postar as histórias para vocês. Assim vocês sabem o dia que a história será postada, e poderão ler, vou colocar um horário provisório.

HORÁRIO PROVISÓRIO :

Quinta-feira : +1 capítulo (postado no período da tarde)
Entre sexta-feira até domingo : +3 capítulos (período indefinido)

[Apartir de segunda-feira será outro horário]

Atenciosamente :

Kauan.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...