História Pervect police -Jungkook - Capítulo 20


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 37
Palavras 560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(Morram com a mídia)

OIEEE! TUDO BOM COM VOCÊS?(Disfarça que hoje fez 1 mês que eu não posto)

Hola.

Que nervoso.
Tá, voltei. Vou postar toda sexta-feira(SEXTA FERIA QUE VEM É MEU ANIVERSÁRIO... HIHIHI 10/08. QUERO PARABENS OK?)a partir dessa semana EU JUROOOOO

Capítulo 20 - Capítulo 19


Fanfic / Fanfiction Pervect police -Jungkook - Capítulo 20 - Capítulo 19

Jungkook 

Parecia uma criança quando ganha seu primeiro cachorro, pulando. Nem parece que é tão... adulta? Adulta, madura, fria, gostosa e outras coisas. 

S/n-Mimi, você está com fome? Quer comida? Seu appa não te dá comida não é? Seu appa é mal.

-Não sou mal, vou pegar sua ração. OK filha?-dei um beijo em sua cabeçinha e fui pegar a comida dela.

Ela soltou a cachorra que sentou em frente a bacia de comida. 

S/n-Quer que eu faça algo?

-Não precisa, está tudo sobre controle. 

S/n-Tem certeza? Sua sala está uma bagunça.

-Se quiser.-dei de ombros e coloquei a comida da Mimi na bacia.- Quando acabar me avisa, ok filha?

S/n-Você a trata tão bem -sorriu bobo-, a trata como uma filha de verdade. 

-Ela é minha filha, a coisa mais importante para mim.

S/n-Também já tive uma cachorra tão importante para mim, só que no caso a considerava uma irmã, Hannah. 

-Desculpa perguntar, mas ela faleceu quando? 

S/n-Ela havia dezessete anos, e eu onze resumindo, tem quartoze anos... não vamos falar sobre, talvez você fique refletindo, e eu chore. Vou arrumar sua sala, beijos.

1 hora depois

Continuei na cozinha pensando em como será meu futuro sem a Mimi... eu a considero mais do que tudo nessa vida, quando ela se for qual vai ser o sentido da vida? Sai de meus pensamentos com a voz de s/n sussurrando meu nome "Jeon!" "Jungkook".

-Sim?

S/n-Você estava dormindo de olhos abertos? 

-Claro que não, estava pensando...

S/n-Vem ver a sala-disse me puxando para o cômodo-. Gostou? 

-Onde tu encontrastes essas coisas?

S/n-Naquela caixa ali-disse e apontou para caixa em que eu havia guardado as coisas inúteis existentes na casa.

-Mas lá... tudo que tinha dentro da caixa não funcionava.

S/n-Eu consertei Jungkook-ah, o que dava para salvar, salvei. O que não dava, guardei novamente na caixa.

-Você é um anjo sabia? 

S/n-Gostou mesmo? 

-Sim, ficou muito bonito! Igual a você.

S/n-Aish Kook. -me sentei no sofá.

-Sente-se aqui -disse, dando tapas em minha coxa. Ela, sem pensar duas vezes senta no local.- Você é muito obediente, sabia? 

S/n-Sabia.

-E então? 

S/n-Cala a boca! -disse e atacou meus lábios... posso afirmar que ela estava necessitada, e eu também. 

Ficamos alguns segundos naquele beijo que parecia não ter fim, paramos por falta de ar e ela apoia a cabeça em meu ombro e sussurra em meu ouvido um "Eu te amo" ; 1 frase, 3 palavras e 7 letras, coisas pequenas que me arrepiam por completo pelo simples fato de terem saído da boca da mulher que amo... sem esperar ela retira a cabeça de meu ombro e volta a me beijar...

S/n-Jungkook-ah? -disse em meio ao beijo.

-Hum?

S/n-Promete que não vai me trocar novamente?-parou o beijo para me encarar.

-Precisa perguntar?

S/n-Promete.

-Claro Noona, está mais que prometido. Nunca vou te deixar, agora não pense nisso, aproveite o momento. -voltei a beijá-la, só que agora em um beijo feroz, necessitado. -Você quer?

S/n-Adoraria.-disse e deu uma rebolada em meu membro, o monstro sempre se revela nessas horas não é? Algumas rebolada depois já estava mais duro que ferro. 

-Eu te amo muito, sabia? 

S/n-Não tem como não me amar, não é verdade?

-Você cortou o clima, noona!

S/n-Desculpa -deu uma risada abafada. Voltei a beijá-la, porém agora ela também rebolava em cima de mim... 

"Ding dong" a porta soou desesperada atrapalhando o momento...

S/n-Pu... ponte que caiu em. Inferno.-disse e saiu de cima de mim e se sentando ao meu lado. Me levanto para atender a porta. 

Xx-Oppa!




Notas Finais


*Eu vou para a praia
Vou para a praia
Vou para praia
Vo para praia
Vo pra praia
Vo p a praia*

Que merda.

UM BEIJO BRAZIL(erros propósitais)

ADIÓS. AHHH. EU ME IMPRESSIONEI COM A MINHA ESCRITA NESSE CAPÍTULO.

Mas só para lembrar, sexta-feira(10/08)eu vou postar, e esse dia é nada mais nada menos que meu aniversário, então ORDENO UM PARABÉNS.

Parei kkk. Mas sério, se puderem kkkm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...