História Perversos - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Baekhyun, Cece Drake, Chanyeol, Chen, D.O, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Lucas Gottesman, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Sehun, Suho, Tao, Toby Cavanaugh, Wren Kingston, Xiumin
Tags Amor, Brigas, Chanbeak, Chen, Comedia, Coringa Brigas, Drama, Fluffly, Gay, Hunhan, Intrigas, Jackson, Jongin, Junmeyon, Kai, Kaisoo, Kris, Kristao, Kyungsoo, Lay, Luhan, Minseok, Mortes, Sebeak, Sehun, Shownu Chanhun A, Suho, Sulay, Taoris, Xiuchen, Yaio, Yifan, Zhang Yixing, Zitao
Visualizações 26
Palavras 1.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii gente? Tudo bem? Claro que deve está.
O projeto perversos está pronto e terminarei de postar daqui para sabado. Espero que gostem.

Capítulo 10 - Doces ou Travessuras?


Fanfic / Fanfiction Perversos - Capítulo 10 - Doces ou Travessuras?

Sabe aqueles dias onde tudo conspira contra você? pois é, isso nunca funciona comigo, sabe porquê? Quando você sabe de tudo e está em todos os lugares, isso pouco importa, não acredito em sorte ou em coincidência, acredito em consequências.

Noite do acidente de Kris.

“O rei dispensado pelos súditos, se quer saber como livrar o papai de ir para prisão, vá ao lago da cidade a meia-noite e espere lá. Se não eu posso manda-lo ir direto a prisão."

- Coringa

A mensagem veio com uma foto anexada, ao abrir, viu o pai de Kris com uma arma na mão, cheio de sangue e com um corpo no chão a luz da lua. Aquela noite ia ser muito longa.

Naquela noite, ele foi aonde eu mandei, Kris estava com roupas escuras e a noite na cidade era muito fria, fazendo o garoto soltar ar frio pela boca.

“Para achar ouro tem que cavar, então vadia, comece a cavar.”

- Coringa

Ele pegou a pá e começou a cavar, cavou uma cova enorme e lá estava enterrada uma grande maleta. Assim que ele pegou, tirou do buraco e ele abriu a mala.

O grande Rei gritou assustado. Na mala estava uma cabeça de um ser humano, estava fria e o odor que emanava era horrível.

“Parabéns Rei, espero que se lembre bem dele, pois a culpa desse assassinato é sua. Seja bem-vindo ao mundo de Coringa”.

Ele enterrou a cabeça de novo onde estava e foi direto para casa, o rosto ainda estava bem conservado, como se tivesse morrido naquele mesmo dia, não a uma semana.

Agora ele estava ficando mesmo com medo, medo do que poderia acontecer a parti daquele dia, o que acarretaria em sua vida, seu castelo perfeito, estava sendo atacado e se ele não fizesse nada, acabaria sendo botado ao chão

Flashback terminou.

Dias de lutas e dias de glórias, isso se fletia na vida de nosso mentiroso principal, Kris.

Ele estava tentando lembra-se do ocorrido, depois que saio daquele barzinho, não se lembrava de nada e isso poderia acabar mal para ele.

Ele foi atrás de alguma pista da pessoa que seu pai tinha matado que a sabia quem era. Pesquisou sobre as pessoas desaparecidas na cidade. Assim que achou a pessoa, sua mente começou a trabalhar em saber em quão familiar ele era para o Rei.

Os traços batiam com a pessoa que ele estava atrás e que seu pai matou.

Olhos verdes, cabelos negros, da pele branca, seu queixo bem afinado, boca como se fosse um risco feito, sua sobrancelha bem fina. Pela foto, tudo batia com aquele cadáver que ele desenterrou.

- Quem é você? – perguntava ele a si mesmo.

Essa era a pergunta que não queria se calar e que nem poderia ser falada para ninguém.

Ele saiu da frente do computador e foi no escritório do pai. Depois das grandes mensagens de Coringa, ele havia começado a piora, brigava por qualquer coisa e estava bebendo e se drogando.

O pai não falava muito com ele e sua mãe tinha sumido para ver o mundo o abandonando desde pequeno. Já fazia 3 dias que mal dormia, apenas tomava banhos demorados para poder se manter acordado, de tão assustado que estava.

Precisava fazer uma lista de pessoas que o odiavam e que queria ver a sua caveira, vai por mim não iria acabar hoje. Pegou um pedaço de papel e começou a escrever.

“Motivos que levaria Coringa, começar a jogar com ele.”

“Suspeitos”

Ele começou a colocar nomes e motivos de cada um, cada um dos que colocaram poderia ter feito isso, por ele ser assim, ninguém gostava dele e sabemos o que acontece com pessoas que fazem maldades, a volta do anzol é bem pior, e Eu estou aqui para certificar de que ele pague mais do que deve.

Oh Sehun – Gostava de roubar os namorados alheios, foi incentivado por mim á voltar a usar drogas e ter uma gangue onde ele mata pessoas. Um forte candidato.

Kim Jongdae – tinha o namoro com o professor de historia, se ele contasse sobre algo, arruinaria a professor e o menino. E isso era algo mais do que grave, Já que o professor namorava a distância.

Huang Zitao – Pelo que eu sabia ele era super apaixonado por você e tinha mais um segredo que eu não sabia.

Zhang Yixing– gostava de roubar as coisas o fazendo um garoto rico, e ainda por cima sofre de uma dupla personalidade.

LuHan – o garoto que nos batemos, e enchemos de ematomas, e quase morreu. Se ele descobriu que foi nos 5 por trás das mascaras.

Park Chaneyol – o garoto odiado por Kris, devido a não obedece-lo. E agora que Byun e Chanyeol não estavam juntos o odiava ainda mais.

D.O. Kyungsoo – o veado que conseguiu fazer o Jongin ficar com ele. Como ele manipulou aquele jogo para conseguir os finalmente. Isso ele não perdoou. E não vai perdoar

Jongin – seu irmão, devido ao Rei convencer ao pai levar seu irmão para uma clinica de reabilitação e ter contado que veio roubando o pai a muito tempo e usando drogas a muito tempo.

Quem seria Coringa? Kris conseguiu infernizar os meninos que andavam com ele, e ainda por cima pessoas que ele sabia os segredos, tenho todo o medo dele, ainda mais... Ele se lembrou de quem tem um ódio mortal dele.

Ele estava na cadeia, um garoto lindo, que foi para cadeia devido a uma brincadeirinha que Kris e seus parceiros o fizeram fazer.

Indo ao passado com Wu Yifan.

Shownu era um garoto meio esquisito aos olhos de Kris, como os meninos ainda estavam no primeiro ano, ele era o mais novo calouro da escola Elite Way

Era um garoto com olhos bicolores um com a cor de mel o outro com a cor de olhos verdes, seus cabelos eram de um negro que parecia a noite, ele tinha traços dos índios da américa do norte, forte e a pele brinzeada. Sua belas mãos forte, eram de um peão bem cuidado.

A primeira vista ele tinha uma beleza arrebatadora e Kris o queria em seu grupo, mais o garoto não foi esperto o bastante e cruzou o caminho do Rei mentiroso.

Entrou na sala e foi se sentar, pegou as coisas de Kris e jogou no chão. Assim que Kris olhou aquela cena, a sala ficou mais fria. Todos olharam para o Rei.

- Não acredito que fez isso! – disse o Rei.

- Está escrito seu nome da cadeira? – perguntou Shownu arqueando as sobrancelhas.

Kris pegou um pincel e escreveu na carteira seu nome completo.

- Pronto, agora saia. – disse ele.

- Não obedecerei a um garoto que se alto denomina, Rei. – rebateu ao garoto.

- Veremos se não vai se rebaixar. – disse Kris rindo.

Assim que Shownu descuidou, Kris pegou pelo pescoço do garoto e o inclinou para o chão.

- Agora quem é o valentão da sala? – Kris se divertia e ria do garoto tentando sair.

Ninguém se meteu nessa briga, mais os gritos eram tão altos que o chamou a atenção do diretor.

- Vai lamber meus pés garoto. – Kris se deliciando com a ideia, passando a língua nos labios.

- Nunca. – disse Shownu tentando ver uma abertura para sair.

Ele bateu no estomago do Rei, que automaticamente o soltou. Quando eles iam começar a briga, o diretor chega na sala de aula e os apartar.

- Quem que começou a briga? – perguntou o Diretor.

- Shownu. – disse Kris num tom cuidadoso – Ele veio briga comigo só porque eu pedi para ele sair. Não foi meninos? – perguntou o garoto a seu clã.

- Sim, diretor – Tao foi primeiro a confirma as palavras de Wu.

- Ele começou e ainda bateu no Kris, nossa ainda bem que o senhor esta aqui para aparta a briga. – Sehun poderia ser ator se não fosse pela as caras de apáticos que ele fazia em certos momentos.

- Para minha sala, senhor Shownu. – disse o diretor.

Shownu tentou protestar, mais as ordens foram ditas e ele caiu nas garras de Kris, que lançou um olhar de que isso não terminaria por ali mesmo. É bonitinho dos olhos de gato, você mexeu com fogo, agora aguente as queimaduras.

Passando-se um mês, eles não se gostavam e ele tinha se tornado o inimigo numero um de Kris. Shownu estava querendo acabar com aquele menino e faria de tudo para isso e a oportunidade maior foi a dar um baita susto nele na festa dos dias das bruxas do próprio Wu.

A noite tinha chegado e todos estavam prontos, Shownu pegou a fantasia que ele mais gostava do pânico e foi para festa, sem ser convidado.

Chegando na casa, viu que toda a escola foi convidada, bebidas e musica alta, ele apenas ia dar um susto no garoto, que começaria a deixa-lo em paz. Arquitetou tudo de uma vez, ele prendaria o garoto num quarto e faria o garoto pensar que o quarto ia pegar fogo. Passou pela casa toda para ver o melhor quarto e achou o da empregada.

- Vai ser aqui mesmo. – disse ele.

Preparou tudo, assim que concluiu lá estava ele perseguindo seu alvo, passou por Kris, que estava vestido de Coringa, ele adorava aquele desenho, ter duas pessoalidades e ainda controla varias pessoas.

- Vai morrer hoje, sua vadia. – disse Shownu perto dele.

Kris teve um susto e quando ia procura o pânico, ele tinha corrido. E ficou nessa história por duas horas, já deixando o garoto com medo. Como Kris fumava as vezes, sempre tinha um isqueiro, a serviço.

Shownu viu que todos já estavam bêbados então começou a botar o plano em prática. O quarto da empregada era o ultimo, bem escondido. Então poderia gritar que ninguém ia ouvir.

Mandou o dj colocar uma playliste selecionada por ele mesmo, com as musicas mais altas e agitadas de todas. Bateu no ombro do Coringa, que viu o Rei agora com raiva, que o persegui.

“Venha vadia” pensou o garoto.

Assim que entrou no quarto, o procurou o garoto, mais a porta fechou sozinha.

- Parem com isso, agora. – batia o Rei na porta.

- Agora você me paga, filho da puta. – disse em resposta Shownu

- Quem é você? – perguntou o Rei.

- Seu pior pesadelo. – respondeu o garoto.

- Pare com isso, você esta doido? Sabe quem Eu sou? – perguntou Kris na tentativa de puxar assunto e reconhecer a voz.

- Você me humilhou por muito tempo Wu Yifan, agora minha vez de fazer isso com você! – disse Shownu orgulhoso de deixar o Rei assustado.

Ninguém nunca vai saber que fui eu, dizia para si mesmo. Convencido por isso.

Começou a fazer fumaça e ir para o quarto, Kris começou a se desespera.

- O que esta fazendo? Pare com isso! – ordenou o Rei, como de costume.

- Já disse que não manda em mim. – disse Shownu, mordendo a língua quando falou.

- Já sei quem é você! Shownu, quer brincar? Vamos brincar! – respondeu Kris.

Ele pegou o isqueiro que andava sempre com ele, começou a tacar fogo nas coisas, lençóis, edredons, roupas, era um plano idiota, mais valeria o risco de ver a cara do garoto.

- Socorro, esta pegando fogo. – gritou Kris da janela que tinha perto de si.

- O que esta fazendo, idiota? – perguntou Shownu tentando abrir a porta.

- Não queria alguém para brincar? Tamo ai.

O quarto começou a pegar fogo rápido e as pessoas viram a fumaça e correram para ver da onde vinha. Shownu desesperado correu. Tudo foi tão rápido que Wu desmaiou, assim que acordou, os meninos estavam do lado dele com vários policiais. Yifan deu a versão dele, como tinham provas que isso foi uma coisa proposital, foram atrás do garoto para prenderam.

É Shownu, brincar com o Rei da nisso. Capturaram o garoto que tentava fugir, deu a sua versão, mais Kris era bem persuasivo na sua história dando voz de prisão ao menino.

- Você vai me pagar, Wu. – disse Shownu

Kris sorriu e mandou um beijo para o novo presidiário.

O rei ao se lembra pesquisou e viu aonde ele estava preso, e pensou em dar uma visitinha ao amigo.


Notas Finais


Mua hahahahahahahahahahhaaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...